PRESSUPOSTOS PREDOMINANTES NA ORGANIZAÇÃO DE LICENCIATURAS EM MATEMÁTICA NO BRASIL

Jeferson Gomes Moriel Junior, Gladys Denise Wielewski

Resumo


A melhoria no ensino de matemática passa necessária, embora não exclusivamente, pela melhoria na preparação docente e a superação dos problemas da formação inicial de professores exige a análise dos paradigmas que orientam tais cursos. Este artigo apresenta uma discussão teórica sobre pressupostos epistemológicos que tem predominado em licenciaturas em Matemática no Brasil. A análise sugere que mudanças vem ocorrendo nos cursos e nas pesquisas da área, porém, é preciso cuidar para que a busca de pressupostos (mais) adequados não implique em praticismo, nem em teoricismo na formação docente. São destacadas, ainda, algumas propostas que podem fortalecer nexos entre teoria e prática na formação, bem como, questões de pesquisa visando contribuir para a melhoria da preparação docente.

Palavras-chave


Pressupostos epistemológicos; Formação de professores de matemática; Articulação teoria e prática; Educação Matemática.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.26571/2318-6674.a2016.v4.n1.p76-87.i5318

Apontamentos

  • Não há apontamentos.