REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/reamec <p>A<strong> Revista REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática</strong> é um periódico vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemática (PPGECEM) da Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática (REAMEC). Publica artigos relacionados às diversas temáticas inerentes à <strong>área de Ensino de Ciências e Matemática</strong> (Área 46) da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). A área de Ensino/Educação em Ciências e Matemática é considerada como uma área multi e interdisciplinar que busca investigar fenômenos relativos aos diversos processos de ensino, de aprendizagens e de formação de professores em <strong>Matemática, Física, Química, Biologia, Pedagogia</strong>, que ensinam nos anos iniciais e finais do Ensino Fundamental e no Ensino Médio, incluindo todos os níveis, etapas, fases e modalidades da Educação Básica, no Ensino Superior, em espaço formal, não-formal e informal.<br /><br />A Revista REAMEC publica e divulga pesquisas na <strong>área de Ensino de Ciências e Matemática</strong>. Conforme o seu Foco e Escopo a Revista REAMEC aceita, para publicação, <strong>artigos científicos inéditos</strong>, escritos em <strong>português</strong>, <strong>inglês</strong>, <strong>espanhol</strong>, resultantes de pesquisas científicas que incidam na produção do conhecimento na referida área. Divulga pesquisas realizadas, principalmente, na Região Amazônica, mas também de outras instituições nacionais e internacionais oriundas de outras regiões geográficas.<br /><strong><br />Qualis 2019:</strong> A3 <br /><strong>Qualis 2013-2016:</strong> B3 Ensino / B5 Ciências Ambientais / B5 Direito / B5 Filosofia / B5 Interdisciplinar / C Educação<br /><strong>ISSN:</strong> 2318-6674 <br /><strong>Prefixo DOI:</strong> 10.26571</p> pt-BR <p><strong>Política de Direitos autorais</strong></p> <p>Os direitos autorais são mantidos pelos autores, os quais concedem à Revista REAMEC – Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática - os direitos exclusivos de primeira publicação. Os autores não serão remunerados pela publicação de trabalhos neste periódico. Os autores têm autorização para assumir contratos adicionais separadamente, para distribuição não exclusiva da versão do trabalho publicada neste periódico (ex.: publicar em repositório institucional, em site pessoal, publicar uma tradução, ou como capítulo de livro), com reconhecimento de autoria e publicação inicial neste periódico. Os editores da Revista têm o direito de proceder a ajustes textuais e de adequação às normas da publicação.</p> <p><strong>Política de Acesso Aberto/Livre</strong></p> <p>Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento. Os usuários podem ler, baixar, copiar, distribuir, imprimir, pesquisar ou utilizá-los para qualquer finalidade legal, respeitando a legislação nacional dos direitos autorais e sem solicitar permissão prévia do editor ou do autor. As opiniões apresentadas nos artigos são de responsabilidade dos/das autores/autoras. A Revista não cobra Taxas de Processamento de Artigos (APCs – <em>Article Processing Charges</em>)</p> <p><strong>Política de licenciamento - licença de uso</strong></p> <p>Licenciado sob a Licença Creative Commons <a href="https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/">Attribution-NonCommercial 4.0 International (CC BY-NC 4.0)</a>. Esta licença permite compartilhar, copiar, redistribuir os manuscritos publicados na Revista REAMEC em qualquer meio ou formato. Além disso, permite adaptar, remixar, transformar e construir sobre o material, desde que seja atribuído o devido crédito de autoria e publicação inicial neste periódico. </p> revistareamec@gmail.com (Gladys Denise Wielewski) revistareamec@gmail.com (Dailson Evangelista Costa) Sun, 30 May 2021 01:16:35 +0000 OJS 3.2.1.1 http://blogs.law.harvard.edu/tech/rss 60 A METACOGNIÇÃO COMO ESTRATÉGIAS PARA A APRENDIZAGEM DE PORCENTAGEM NA EJA https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/reamec/article/view/12793 <p>Apresentamos, neste artigo, resultados parciais de uma pesquisa de mestrado desenvolvida juntamente <br>com o Instituto de Educação da Universidade Federal de Mato Grosso – UFMT/IE, que objetivou <br>verificar a aprendizagem de alunos do segundo ano do Ensino Médio da Educação de Jovens e Adultos <br>com base na aplicação de estratégias metacognitivas na resolução de problemas de porcentagem. Com <br>isso, identificamos os conhecimentos prévios, as heurísticas gerais e os processos metacognitivos dos <br>participantes. Abordamos a importância da tomada de consciência no processo de aprendizagem a partir <br>de uma pesquisa-ação com abordagem qualitativa para produzir e analisar os dados aqui apresentados. <br>Os instrumentos adotados foram os registros dos estudantes, a aplicação de pré-teste e pós-teste, além <br>de questionários abertos e semiabertos. Apresentaremos neste artigo, os registros de um dos <br>participantes a fim de mostrar a evolução na aprendizagem com o uso de estratégias metacognitivas, <br>evidenciando as dificuldades encontradas pelos alunos e suas superações.</p> Mariana Figueira Secafim, Marta Maria Pontin Darsie Copyright (c) https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/reamec/article/view/12793 ESTÁGIO SUPERVISIONADO NO INTERIOR DO AMAZONAS: RFLEXÕES SOBRE AS CONTRIBUIÇÕES E DESAFIOS https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/reamec/article/view/12783 <p>O objetivo desta pesquisa é apresentar uma reflexão sobre a perspectiva dos licenciandos acerca do estágio supervisionado na Universidade Federal do Amazonas, analisando as contribuições e desafios na formação docente. A metodologia consistiu em uma pesquisa bibliográfica e uma pesquisa de campo, com abordagem qualitativa e quantitativa, exploratória e descritiva envolvendo 20 graduandos do curso de Ciências: Biologia e Química. &nbsp;Verificou-se que entre a teoria e a prática há diversos entraves como a dificuldade para realização das atividades devido a divergências entre o planejamento dos estudantes e o da escola, dificuldade dos discentes com a disciplina de química, organização pessoal e questões financeiras. A detecção das lacunas envolvidas no estágio supervisionado pode contribuir para um melhor aproveitamento dessa prática e construção dos saberes docentes</p> Klenicy Kazumy de Lima Yamaguchi, Nara Maciel Falcão Lima Copyright (c) https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/reamec/article/view/12783 A NECESSIDADE DO RETORNO DA VOZ FEMININA NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE CIÊNCIAS https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/reamec/article/view/12782 <p>Este estudo apoia-se no pressuposto de que a formação de professores implica na promoção de um contexto para o desenvolvimento nas dimensões intelectual, social e emocional de adultos, através da reflexividade, do pensamento crítico e da interação humana. Nosso objetivo é refletir sobre dados de uma pesquisa doutoral realizada com professores formadores de Licenciatura em Ciências Biológicas de uma Instituição de Ensino Superior (IES) amazônica. Este artigo consiste em um recorte da pesquisa qualitativa em que foram utilizadas narrativas autobiográficas de professores universitários que formam professores de Ciências e Biologia na Amazônia, sendo que neste trabalho se analisa a história de formação da pesquisadora, que estruturou a tese apoiada na Jornada do Herói / Heroína. Conclui-se que a formação dos formadores das licenciaturas da área se deu dentro de um paradigma positivista da ciência, no qual predomina a experimentação, a objetividade e a pesquisa quantitativa, ainda que estes atuem em ambientes onde há necessidade de se conciliar esta abordagem com o paradigma emergente de ciência, no qual há espaço para a pesquisa qualitativa, a subjetividade e as narrativas. Entende-se também, que há uma necessidade do retorno da voz feminina na ciência e na formação de professores, mas que este não é um processo fácil e rápido, que demanda muito esforço político, financeiro, institucional e pessoal, sendo que a reflexão proporcionada pela narrativa, especialmente aquela apoiada na Jornada do Herói é um caminho promissor nos processos de formação permanente de professores.</p> CINARA CABRAL, Elizabeth Antônia Leonel de Moraes Martines, Amarildo Menezes Gonzaga Copyright (c) https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/reamec/article/view/12782 ABORDAGEM DO RACIOCÍNIO PROPORCIONAL EM ALGUNS LIVROS DIDÁTICOS PARA A EJA https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/reamec/article/view/12778 <p>Este texto resulta de uma pesquisa de mestrado desenvolvida no Programa de Pós-Graduação em xxxxxxxx. O objetivo da pesquisa consistiu em analisar se o modo como o conteúdo de proporcionalidade está disponibilizado nas coleções de livros didáticos selecionadas atende aos dois papéis da atividade matemática – funcional e formativo – conforme destaca a Proposta Curricular para o Segundo Segmento da Educação de Jovens e Adultos. Pautados na análise de conteúdo de Laurence Bardin (2011), realizou-se a análise interpretativa de três coleções, utilizadas na rede pública de ensino entre os anos de 2002 e 2010, buscando observar se estas apresentavam, como ponto de partida da atividade matemática, o recurso de resolução de problemas e se mobilizavam os aspectos considerados essenciais para o desenvolvimento do raciocínio proporcional. A análise aponta que duas das coleções selecionadas proporcionam a integração do papel formativo com o papel funcional e a terceira coleção atende, parcialmente, a essa integração, sugerindo a possibilidade de o professor de Matemática utilizar os livros selecionados na pesquisa, não como recurso central orientador de sua prática, mas sim como recurso que complementa a sua prática pedagógica.</p> Gladys Denise Wielewski, Leonardo Rodrigues Santos Copyright (c) https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/reamec/article/view/12778 EXPERIMENTAÇÃO NO ENSINO DE QUÍMICA: UMA SEQUÊNCIA DIDÁTICA SOBRE A FORMAÇÃO DA FERRUGEM https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/reamec/article/view/12744 <p>O ensino de Química quase sempre é desvinculado da realidade limitando-se à memorização de fórmulas e conceitos, dificultando assim o processo de ensino aprendizagem. Essa pesquisa possui uma abordagem metodológica qualitativa (Lüdcke &amp; Andre,1986), amparada pela proposta de experimentação de Giordan (1999), que evidencia a experimentação como uma metodologia alternativa na busca pela contextualização do conteúdo. Foi realizado a aplicação de uma sequência didática adaptada, proposta por Ciscato et. al. (2016) sobre a corrosão de objetos metálicos. A atividade experimental foi realizada com alunos do 2º ano do Ensino Médio de uma escola pública do Estado de São Paulo. Os resultados apontaram que o experimento auxiliou no ensino e aprendizagem dos conceitos sobre óxido-redução, a atividade também possibilitou uma maior interação entre os alunos e uma a melhor compreensão dos conceitos relativos ao tema. Durante as etapas dos experimentos, os alunos mostraram-se motivados, estimulando o caráter investigativo, a tomada de decisão e a aprendizagem colaborativa.</p> Rafael Soares Silva Copyright (c) https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/reamec/article/view/12744