O POSITIVISMO DE AUGUSTE COMTE E A EDUCAÇÃO CIENTÍFICA NO CENÁRIO BRASILEIRO

Autores

DOI:

10.26571/reamec.v8i1.9493

Palavras-chave:

Positivismo, Educação Científica, Primeira República.

Resumo

O presente artigo traz uma análise da visão de Auguste Comte sobre a Educação Científica em sua obra “Curso da Filosofia Positiva”. Dessa forma, foi dada atenção nas primeiras ideias de Comte, anteriores a sua proposição da Religião positiva. Além disso, é feita uma rápida discussão sobre a origem da influência do positivismo no Brasil, finalizando com considerações sobre algumas implicações de seu legado à educação brasileira, principalmente quanto ao que se refere às Ciências no currículo escolar, isto, sobretudo, na primeira república.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.generic.paperbuzz.metrics##

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Daniele Cristina de Souza, Universidade Federal do Triângulo Mineiro

Professora do curso de Licenciatura de Educação do Campo na Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Coordenadora de Curso (gestão 2016-2018 e 2018-2019.1). Doutora em Educação para a Ciência no Programa da Faculdade de Ciências da UNESP campus Bauru (2014), bolsista Capes de set/2011 a fev.2013. Professora substituta na Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho nos cursos de Ciências Biológicas e Pedagogia 2011-2013. Professora colaboradora voluntária no Programa Institucional de Bolsas à Iniciação à Docência (PIBID), UNESP-Bauru de 2011 à 2013. Desenvolveu atividades de formação inicial e continuada em Educação Ambiental no Programa Núcleo de Ensino, Unesp-Bauru em 2011 e 2012. Membro da equipe técnica da revista Ciência e Educação, 2011 à 2013. Mestre em Ensino de Ciências e Educação Matemática pela Universidade Estadual de Londrina (2010). Graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Paranaense (2006). Tem experiência na área de Ensino, com ênfase em Ensino de Ciências e Biologia e Educação Ambiental. Com publicações em periódicos, em capítulos de livro e em anais de evento. Atuando principalmente nos seguintes temas: educação ambiental, ensino de ciências, educação do campo, produção de material didático-pedagógico, história e filosofia da Biologia.

Referências

CONCEIÇÃO, G. H. da. Positivismo, política e educação: notas acerca do pensamento político Comtiano. Temas & Matizes, n° 09, 2006, p.43-56.

COMTE, A. Curso de Filosofia Positiva. In: Os Pensadores. São Paulo: Abril Cultural, 1978.

DIOGO, R. C.; GOBARA, S. T. Educação e ensino de Ciências Naturais/Física no Brasil: do Brasil Colônia à Era Vargas. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, v. 89, n. 222, p. 365-383, maio/ago. 2008.

OLIVEIRA, C. G. A Matriz Positivista na Educação Brasileira - Uma análise das portas de entrada no período Republicano. Diálogos Acadêmicos - Revista Eletrônica da faculdade Semar/Unicastelo, v. 1, n. 1, Out./Jan. de 2010.

LOPES, A. R. C. A disciplina Química: Currículo, Epistemologia e História. Episteme, Porto Alegre, v.5, n.3, p.119-142, 1998.

SILVA, J. C. da. Utopia positivista e instrução pública no Brasil: alguns apontamentos. Varia Scientia, V. 05, n. 09, AGO. 2005, p. 79-88.

SAVIANI, D. A história das ideias pedagógicas no Brasil. Campinas: Autores Associados, 2010.

SHIGUNOV NETO, A.; MACIEL, L.S.B. O ensino jesuítico no período colonial brasileiro: algumas discussões. Educar, Curitiba, n. 31, p. 169-189, 2008.

TISKI, S. As Sete Acepções de “Positivo” e suas Relações com a Educação em Comte. Temas & Matizes, n° 09, 2006, p.7-14.

RIBEIRO JUNIOR, J. Uma análise epistemológica da práxis educativa Positivista. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, n.20, p. 120 - 132, dez. 2005.

TENÓRIO, N.C. O Ensino no Brasil: da República Velha à Reforma Francisco Campos – Uma releitura. Revista Espaço Acadêmico, nº 92, janeiro de 2009. Disponível em: <http://www.espacoacademico.com.br/092/92tenorio.pdf>. Acesso em: 21/02/2011.

Downloads

Publicado

2020-01-27

Como Citar

SOUZA, D. C. de. O POSITIVISMO DE AUGUSTE COMTE E A EDUCAÇÃO CIENTÍFICA NO CENÁRIO BRASILEIRO. REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, [S. l.], v. 8, n. 1, p. 29-42, 2020. DOI: 10.26571/reamec.v8i1.9493. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/reamec/article/view/9493. Acesso em: 26 set. 2021.