ROTEIRO GUIA: UMA EXPERIÊNCIA EM ESPAÇOS NÃO FORMAIS PARA O ENSINO DE BOTÂNICA NA REGIÃO AMAZÔNICA

Terezinha de Jesus Reis Vilas Boas, Marciléa Silva de Freitas, Marta Maria Pontin Darsie

Resumo


O ensino de Botânica trata de um dos ramos da Biologia que possibilita a formação científica do indivíduo promovendo o reconhecimento e valorização de espécies regionais. Propostas de ensino na região Amazônica com este enfoque podem proporcionar aprendizagem significativa que irão repercutir diretamente em um novo olhar para os elementos da floresta. Conforme preconizam os PCNs o ensino deve permear atividades práticas. E Esteves (2011) acrescenta que a Botânica é uma ferramenta fundamental para a compreensão de alterações ambientais considerando que as plantas formam o maior componente dos ecossistemas. Assim o presente estudo objetivou verificar como alunos no Curso de Formação de Licenciatura em Ciências Biológicas do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas – IFAM percebem as relações entre Botânica e Meio Ambiente. A metodologia utilizada baseou-se numa pesquisa de campo, com objetivo de aprimoramento das ações coletivas no campo pedagógico, subsidiando os aspectos inovadores da autorreflexão e o alcance de uma intervenção significativa para a vivência e formação dos envolvidos na pesquisa. A visita de campo permitiu dar subsídio aos alunos, sobre a importância dos espaços não formais como estratégia de ensino e destaca a importância do roteiro como instrumento norteador para as atividades de aulas prática


Texto completo:

PDF

Referências


ARAÚJO, J. N.; SILVA, M. F. V. Floresta amazônica: espaço não-formal potencial para aprender botânica. In: CONGRESSO NACIONAL DE EDUCAÇÃO, 11, EDUCERE, 2013.

ANDERSON, A.B.; PRANCE, G.T.; ALBUQUERQUE, B.W.P. Estudos sobre a vegetação das campinas amazônicas – a vegetação lenhosa da campina da Reserva Biológica INPA-SUFRAMA (Manaus-Caracaraí, Km 62). Acta Amazônia, vol. 5, n. 3, p. 225-226, 1975.

BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de Educação Média e Tecnológica. Parâmetros Curriculares Nacionais: ensino médio. Brasília: Ministério da Educação, 1999.

DIAS, Filho, Moacyr Bernardino. A Fotossíntese e o Aquecimento Global. Manaus: Embrapa Amazônia Oriental, 2006.

ELIAS, D. C. N.; AMARAL, L. H.; ARAÚJO, M. S. T. Criação de um espaço de aprendizagem significativa no plenário do parque Ibirapuera. Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências, v. 7, n. 1, 2007.

ESTEVES, L. M. Meio ambiente & botânica. São Paulo: Editora SENAC São Paulo, 2011.

GRADSTEIN, S. R.; CHURCHILL, S. P.; SALAZAR-ALLEN, N. Guide to the Bryophytes of Tropical America. Memoirs of the New York Botanical Garden. New York, v. 86, p. 577, 2001.




DOI: http://dx.doi.org/10.26571/REAMEC.a2019.v6.n3.p134-144.i7726

Apontamentos

  • Não há apontamentos.