A PRÁTICA DA PESQUISA NA FORMAÇÃO DOCENTE: CONCEPÇÕES DE PROFESSORES DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA DE UMA UNIVERSIDADE NO CONTEXTO DA AMAZÔNIA BRASILEIRA

Autores

DOI:

10.26571/2318-6674.a2013.v1.n1.p22-43.i5284

Palavras-chave:

de Professores, Licenciatura, Prática da Pesquisa, Educação Matemática.

Resumo

Este artigo se apresenta com o propósito de evidenciar algumas reflexões sobre a realidade da prática da pesquisa na formação inicial de professores de Matemática. Tendo como problemática, investigar e analisar quais as concepções de professores-formadores sobre a prática da pesquisa na Licenciatura em Matemática, a pesquisa apresentada através desse artigo fundamentou-se metodologicamente na abordagem qualitativa de caráter interpretativo, embasando-se na utilização de um questionário como instrumento de coleta de dados, aplicado junto a cada um dos professores participantes da investigação, permitindo obter informações sobre as suas concepções a respeito da prática da pesquisa na formação de professores de Matemática. Os sujeitos da pesquisa constituíram-se de seis professores-formadores do curso de Licenciatura em Matemática da Universidade Federal de Rondônia (UNIR), Campus de Ji-Paraná. Em resposta à problemática da presente investigação, pode-se concluir que os professores pesquisados compreendem o significado de pesquisa, relacionando-a principalmente à investigação científica. Esses professores destacam ainda a importância da prática da pesquisa para a formação pessoal e profissional dos licenciandos em Matemática e que é possível ensinar Matemática através da pesquisa. No mais, também demonstram reconhecer a responsabilidade da Universidade frente o contexto da pesquisa acadêmico-científica, e que apesar das dificuldades de se promover e efetivar a prática da pesquisa no âmbito universitário, têm se esforçado no sentido de que suas pesquisas contribuam para suas atividades docentes e qualificação profissional e consequentemente para a formação dos licenciandos em Matemática.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.generic.paperbuzz.metrics##

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Marta Maria Pontin Darsie, Universidade Federal de Mato Grosso

Possui graduação em Pedagogia, com habilitação em Docência e Supervisão Escolar (1982) e habilitação em Admisnistração Escolar (1983) pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Palmas. Especialização em Formação e Atuação do Educador na Realidade Educacional, pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Palmas (1984); especialização em Metodologia do Ensino de Matemática de 1ª à 4ª série pela Universidade Federal de Mato Grosso (1986). Mestrado em Educação pela Universidade Federal de Mato Grosso (1992) e doutorado em Educação pela Universidade de São Paulo (1998). É professora da Universidade Federal de Mato Grosso desde 1986, e professora pesquisadora do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Mato Grosso desde 1999. Líder do grupo de estudos e pesquisas em Educação Matemática - GRUEPEM. Atualmente é Coordenadora Geral do Programa de Pós Graduação em Educação em Ciências e Matemática- PPGECEM, doutorado da Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática-REAMEC; coordenadora do Projeto Observatório da Educação com foco em Matemática e iniciação às Ciências do Polo UFMT-Cuiabá. É pesquisadora na área de Educação, com ênfase em Ensino de Ciências e Matemática, atuando principalmente nos seguintes temas: educação matemática, formação de professores, avaliação da aprendizagem, avaliação em larga Escala - ALE, metacognição e matemática, Dificuldades de aprendizagem Matemática-DAM, Educação de Jovens e Adultos.

Referências

ANDRÉ, M. Pesquisa, formação e prática docente. In: ANDRÉ, M. (org.). O papel da pesquisa na formação e na prática dos professores. Campinas: Papirus, 2001a. p. 55-69. (Série Prática Pedagógica).

______. Ensinar a pesquisar... Como e para que? In: ANDRÉ, M. (org.). O papel da pesquisa na formação e na prática dos professores. Campinas: Papirus, 2001b. p. 221-223. (Série Prática Pedagógica).

BOGDAN, R.; BIKLEN, S. Investigação qualitativa em Educação: uma introdução à teoria e aos métodos. Tradução de Maria João Alvarez, Sara Bahia dos Santos e Telmo Mourinho Baptista. Porto: Porto Editora, 1994.

BRASIL. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. Câmara de Educação Básica. Parecer CNE/CP 09/ 2001. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Formação de Professores da Educação Básica, em nível superior, curso de licenciatura, de graduação plena. Brasília: MEC/CNE/CP, 2001.

CASTRO, M. A. C. D. de. O Aprendizado da docência: processo da observação, investigação e formação na licenciatura. In: ALVES, C. P; SASS, O. (org.). Formação de professores e campos do conhecimento. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2004. p. 113-130.

DEMO, P. Educar pela pesquisa. 5. ed. Campinas: Autores Associados, 2002.

DINIZ-PEREIRA, J. E.; LACERDA, M. P. Possíveis significados da pesquisa na prática docente: ideias para fomentar o debate. Educação & Sociedade, Campinas, v. 30, n. 109, p. 1229-1242, set./dez. 2009. Disponível em: . Acesso em: set. 2011.

FIORENTINI, D.; LORENZATO, S. Investigação em Educação Matemática: percursos teóricos e metodológicos. Campinas: Autores Associados, 2006.

GIORDANI, E. M.; MENDES, A. M. M.; SILVA, E. L.; MENOTTI, C. R.; HENRIQUES, C. M. Formação para a Pesquisa no Ensino Superior: aprendizagens dos bolsistas na iniciação científica. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 10., 2009, João Pessoa, Anais..., João Pessoa: UFPB, 2009, p. 1832-1848.

GHEDIN, E. A pesquisa como eixo interdisciplinar no estágio e a formação do professor pesquisador-reflexivo. Olhar de Professor, Ponta Grossa, DMTE/UEPG, ano 7, n. 2, p. 57-76, 2004.

LISITA, V.; ROSA, D.; LIPOVETSKY, N. Formação de professores e pesquisa: uma relação possível? In: ANDRÉ, M. (org.). O papel da pesquisa na formação e na prática dos professores. Campinas: Papirus, 2001. p. 107-127. (Série Prática Pedagógica).

LÜDKE, M. A complexa relação entre o professor e a pesquisa. In: ANDRÉ, M. (org.). O papel da pesquisa na formação e na prática dos professores. Campinas: Papirus, 2001. p. 27- 54. (Série Prática Pedagógica).

MORON, C. F. As atitudes e as concepções dos professores de educação infantil com relação à matemática. Zetetiké, Campinas, CEMPEM, v. 7, n. 11, p. 87-102, jan./jun. 1999.

SEVERINO, A. J. Questões epistemológicas da pesquisa sobre a prática docente. In: ANDRÉ, M. (org.). O papel da pesquisa na formação e na prática dos professores. Campinas: Papirus, 2001. p. 183-192. (Série Prática Pedagógica).

SILVA, V. N; NEZ, E. A importância dos saberes pedagógicos na prática dos professores da educação superior. Revista da Faculdade de Educação, Cáceres-MT, Universidade do Estado de Mato Grosso, v. 14, p. 35-54, 2010.

SOUSA, J. A construção da identidade profissional do professor de Matemática no projeto de Licenciaturas Parceladas da UNEMAT/MT. 2009. 287f. Tese (Doutorado em Educação Matemática) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo.

Publicado

2013-12-30

Como Citar

RIBEIRO, E. da S.; ORTEGA, J. M.; DARSIE, M. M. P. A PRÁTICA DA PESQUISA NA FORMAÇÃO DOCENTE: CONCEPÇÕES DE PROFESSORES DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA DE UMA UNIVERSIDADE NO CONTEXTO DA AMAZÔNIA BRASILEIRA. REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, [S. l.], v. 1, n. 1, p. 22-43, 2013. DOI: 10.26571/2318-6674.a2013.v1.n1.p22-43.i5284. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/reamec/article/view/5284. Acesso em: 25 maio. 2022.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)