ABORDAGENS SOBRE O CONCEITO DE DERIVADA EM TESES E DISSERTAÇÕES DEFENDIDAS NO BRASIL

Autores

DOI:

10.26571/reamec.v9i2.12160

Palavras-chave:

Teses e Dissertações, Ensino, Ensino de Ciências e Matemáticas, Conceito de Derivada

Resumo

Apresenta-se neste artigo um levantamento de teses e dissertações defendidas no Brasil que contemplaram o conceito de derivada como parte de seus objetos de estudo. Para tanto, efetivamos uma busca no Catálogo de Teses e Dissertação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). O termo “Conceito de Derivada” foi utilizado como chave de pesquisa, de maneira que consideramos os trabalhos vinculados às áreas de conhecimento de Ensino ou Ensino de Ciências e Matemáticas. Nessas condições, identificamos um total de 17 trabalhos, entre teses e dissertações, defendidos no período de 2008 a 2018. Evidenciamos que tais pesquisas foram realizadas no âmbito de Programas de Pós-Graduação em Educação Matemática, Ensino, Ensino de Ciências e Matemática e Ensino de Matemática. Em geral, o objeto de pesquisa desses trabalhos esteve vinculado ao ensino e aprendizagem de derivada, bem como às múltiplas compreensões de estudantes acerca desse conceito, como por exemplo, aquelas relacionadas à taxa de variação média e instantânea, coeficiente angular da reta tangente à curva, estudo de variabilidade, dentre outros aspectos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.generic.paperbuzz.metrics##

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Maria Alice de Vasconcelos Feio Messias, Universidade do Estado do Pará (UEPA), Belém, Pará, Brasil

Possui graduação em licenciatura em matemática pela Universidade do Estado do Pará (2008), Mestrado e Doutorado em Educação em Ciências e Matemáticas pela Universidade Federal do Pará (2013/2018), com área de concentração em Educação Matemática. Tem se dedicado aos estudos sobre Pensamento Matemático Avançado, Imagem e Definição Conceitual, Teoria APOS e suas implicações, especialmente, no âmbito do Cálculo. Tem experiência de docência no Ensino Superior e Ensino Fundamental Bilíngue. Atualmente é professora do Departamento de Matemática, Estatística e Informática (DEMEI) na Universidade do Estado do Pará (UEPA), da Universidade da Amazônia (UNAMA) e da Secretaria de Estado de Educação do Pará (SEDUC/PA). É, também, pesquisadora do Grupo de Estudos e Pesquisa em História e Ensino de Matemática (GEHEM/UFPA) e membro da diretoria da Sociedade Brasileira de Educação Matemática - Regional Pará (SBEM-PA).

Referências

ABDELMALACK, A. O ensino-aprendizagem-avaliação da derivada para o curso de engenharia através da resolução de problemas. 2011. 175f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Cruzeiro do Sul, Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática, São Paulo, 2011.

ANDRÉ, S. L. C. Uma proposta para o ensino do conceito de derivada no ensino médio. 2008. 241f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Rio de Janeiro, Programa de Pós-Graduação em Ensino de Matemática, Rio de Janeiro, 2008.

BRANDEMBERG, J. C. Uma análise histórico-epistemológica do conceito de grupo. São Paulo: Livraria da Física, 2010.

FERREIRA, A. S. Diferentes abordagens do conceito de derivada: uma proposta de investigação matemática. 2017. 158f. Dissertação (Mestrado) – Pontifícia Universidade Católica de Minas, Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática, Belo Horizonte, 2017.

IMAFUKU, R. S. O uso dos softwares GeoGebra e SimCalc para enriquecimento da imagem de conceito de derivada. 2018. 437f. Tese (Doutorado) – Universidade Anhanguera de São Paulo, Programa de Pós-Graduação em Educação Matemática, São Paulo, 2018.

LIMA, A. A. N. Introduzindo o conceito de derivada a partir da ideia de variação. 2012. 11F. DISSERTAÇÃO (MESTRADO) – Universidade Estadual da Paraíba, Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática, Campina Grande, 2012.

LINO, M. A. Os registros de representação semiótica na aprendizagem de derivada. 2015. Dissertação (Mestrado) – Universidade Estadual de Santa Cruz, Programa de Pós-Graduação em Educação Matemática, Ilhéus, 2015.

LOBO, R. S. O tratamento dado por livros didáticos ao conceito de derivada. 2012. 147f. Dissertação (Mestrado) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação Matemática, São Paulo, 2012.

MAÇÃO, D. P. Uma proposta de ensino para o conceito de derivada. 2014. 166F. Dissertação (Mestrado) – Universidade Anhanguera de São Paulo, Programa de Pós-Graduação em Educação Matemática, São Paulo, 2014.

MATOS, L. S. Compreensões sobre derivada e integral com o uso de um CAS on-line: um estudo com alunos do terceiro ano do ensino médio. 2013. 154f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal de Juiz de Fora, Juiz de Fora, 2013.

MESSIAS, M. A. V. F. Teorias cognitivas do Pensamento Matemático Avançado e a construção do conhecimento: um estudo envolvendo os conceitos de limite e continuidade. 2018. 188f. Tese (Doutorado em Educação em Ciências e Matemáticas) – Instituto de Educação Matemática e Científica, Universidade Federal do Pará, Belém, 2018.

PAGANI, E. M. L. O ensino-aprendizagem-avaliação de derivadas no curso técnico integrado ao Médio através da resolução de problemas. 2016. 178f. Tese (Doutorado), Universidade Cruzeiro do Sul, Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática, São Paulo, 2016.

OLIVEIRA, D. G. Explorando o conceito de derivada em sala de aula, a partir de suas aplicações e sob uma perspectiva histórica. 2011. 78f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal de Ouro Preto, Programa de Pós-Graduação em Educação Matemática, Ouro Preto, 2011.

PINTO, G. M. F. Compreensão gráfica da derivada de uma função real em um curso de cálculo semipresencial. 2008. 108f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Rio de Janeiro, Programa de Pós-Graduação em Ensino de Matemático, Rio de Janeiro, 2008.

RAMOS, V. V. Dificuldades e concepções de alunos de um curso de licenciatura em matemática sobre derivada e suas aplicações. 86f. 2009. Dissertação (Mestrado) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação Matemática, São Paulo, 2009.

LEHMANN, M. S. Sequência didática para conceitualização de derivada como taxa de variação instantânea. 2011. Dissertação (Mestrado) – Universidade Severino Sombra, Programa de Mestrado Profissional em Educação Matemática, Vassouras, 2011.

Downloads

Publicado

2021-08-02

Como Citar

MESSIAS, M. A. de V. F. ABORDAGENS SOBRE O CONCEITO DE DERIVADA EM TESES E DISSERTAÇÕES DEFENDIDAS NO BRASIL. REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, [S. l.], v. 9, n. 2, p. e21042, 2021. DOI: 10.26571/reamec.v9i2.12160. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/reamec/article/view/12160. Acesso em: 23 set. 2021.

Edição

Seção

Educação Matemática