METODOLOGIA PARTICIPATIVA NA ABORDAGEM DE QUESTÕES SOCIOCIENTÍFICAS: CONSIDERAÇÕES ACERCA DO DIÁLOGO

Autores

DOI:

10.26571/reamec.v8i2.10219

Palavras-chave:

Questões sociocientíficas. Metodologia participativa. Metodologia matricial. Diálogo.

Resumo

As características das questões sociocientíficas (QSC) exigem que a metodologia de ensino e aprendizagem empregada para seu desenvolvimento permita expressar e tornar concretos seus objetivos educacionais, bem como favorecer o protagonismo dos sujeitos participantes do processo educacional; assim sendo, há uma aproximação às metodologias de ensino e aprendizagem participativas, problematizadoras e colaborativas, aqui chamadas de metodologias participativas (MP). A partir dos pressupostos teóricos de QSC e MP, percebe-se que o elemento que os aproxima é o diálogo. Assim posto, na intenção de contribuir com essa discussão e na certeza de que ainda são um desafio a análise e a propositura de modelos metodológicos e técnicas adequadas para o desenvolvimento de análise de QSC nas ações educacionais, tem-se como objetivo apresentar uma metodologia matricial, tida como uma MP, a qual foi elaborada e utilizada na abordagem de QSC em um processo de formação docente, destacando o diálogo como elemento de aproximação entre QSC e MP. Para isso, elucidam-se três objetivos educacionais favorecidos pelo diálogo: a transposição da consciência ingênua para a consciência crítica, a concretização da interdisciplinaridade e a promoção da aprendizagem de conhecimentos científicos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.generic.paperbuzz.metrics##

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Katia Dias Ferreira Ribeiro, instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão

Graduada em Engenharia Química pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e Licenciatura em Química pela Universidade Católica de Brasília (UCB), mestre em Engenharia Química pela Universidade de São Paulo (USP) e doutora em Educação em Ciências e Matemática pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT - REAMEC). Atuação como docente em cursos de graduação na Universidade Luterana do Brasil (ULBRA) de 1997 a 2011 e na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), campus Universitário Sinop (CUS), de 2011 a 2019. Atualmente desenvolve suas atividades no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IFMA) - Campus Avançado Porto Franco (CAPF) na área de ensino de Química. Faz parte do corpo docente do Programa de Pós-graduação em Ensino de Ciências e Matemática (PPGECM) - mestrado profissionalizante, da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), campus Universitário Sinop (CUS). Pesquisa na área de Ensino de Ciências/Química, Formação de professores de Ciências/Química, Educação CTSA e Questões sociocientíficas.

Referências

ARAÚJO, José Carlos de Souza. Da metodologia ativa à metodologia participativa. In: VEIGA, Ilma Passos Alencastro (org.). Metodologia participativa e as técnicas ensino-aprendizagem. Curitiba: CRV, 2017. p. 17-56.

CARVALHO, Julyana Cardoso; DANTAS, Josivânia Marisa. Revisão no campo: a utilização de questões sociocientíficas para a formação docente entre 2007 e 2017. Indagatio Didactica, v. 11, n. 2, ago. 2019, p. 449-462. Disponível em: https://proa.ua.pt/index.php/id/article/view/6202. Acesso em: 18 abr. 2020. DOI: https://doi.org/10.34624/id.v11i2.6202.

CARVALHO, Lizete Maria Orquiza de; CARVALHO, Washington Luiz Pacheco de (orgs.). Formação de professores e questões sociocientíficas no ensino de ciências. São Paulo: Escrituras Editora, 2012.

CONRADO, Dália Melissa. Uso de conhecimentos evolutivo e ético na tomada de decisão por estudantes de biologia. 2013. 220f. Tese (Doutorado em Ecologia) - Instituto de Biologia, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2013. Disponível em: https://repositorio.ufba.br/ri/bitstream/ri/24732/1/Tese-DaliaMelissaConrado-2017-QSC-CTSA-Final.pdf. Acesso em: 18 abr. 2020.

COSTA, Helder Martins. A educação em ciências e a intervenção sociopolítica em questões socioambientais e sociocientíficas: uma experiência na formação inicial de professores e educadores Da Investigação às Práticas, v. 7, n. 2, p. 71-90, 2016. Disponível em: http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S2182-13722017000200006&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 19 abr. 2020.

DALBEN, Ângela Imaculada Loureiro de Freitas. Roda de Conversa: uma estratégia didática na sala de aula e na formação continuada de educadores em escala. In: VEIGA, Ilma Passos Alencastro (org.). Metodologia participativa e as técnicas de ensino-aprendizagem. Curitiba: CRV, 2017. p. 137-168.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. 56. ed. ver. e atual. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2014.

FREIRE, Paulo. Extensão ou comunicação? 17. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2015.

MARTÍNEZ PÉREZ, Leonardo Fabio. A abordagem de questões sociocientíficas na formação continuada de professores de ciências: contribuições e dificuldades. 2010. 351f. Tese (Doutorado em Educação para a Ciência) – Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências, Bauru, 2010. Disponível em: http://hdl.handle.net/11449/102011. Acesso em: 18 abr. 2020.

MARTÍNEZ PÉREZ, Leonardo Fabio. Questões sociocientíficas na prática docente: ideologia, autonomia e formação de professores. São Paulo: Editora da UNESP, 2012. Disponível em: http://aia-cts.web.ua.pt/wp-content/uploads/2015/08/1-Questoes_sociocientificas_na_pratica_docente-Web_2.pdf. Acesso em: 18 abr 2020.

MEDINA, Naná Mininni; SANTOS, Elizabeth da Conceição. Educação ambiental: uma metodologia participativa de formação. Petrópolis, RJ: Vozes, 1999.

MORAES, Roque; RAMOS, Maurivan Guntzel; GALIAZZI, Maria do Carmo. A epistemologia do aprender no educar pela pesquisa em ciências: alguns pressupostos teóricos. In: MORAES, Roque; MANCUSO, Ronaldo (orgs.). Educação em ciências: produção de currículos e formação de professores. Ijuí: Ed. Unijuí, 2004. p. 85-108.

MORAES, Roque; RAMOS, Maurivan Guntzel; GALIAZZI, Maria do Carmo. Aprender Química: promovendo excursões em discurso da Química. In: ZANON, Lenir Basso; MALDANER, Otavio Aloisio (orgs.). Fundamentos e propostas de ensino de Química para educação básica no Brasil. Ijuí: Ed. Unijui, 2007. p. 191-210.

NOGUERA, Fernando López. Metodología participativa em la enseñanza universitária. 3. ed. Madrid: Narcea, S. A. de Ediciones, 2005.

NUNES-NETO, Nei; CONRADO, Dália Melissa. Introdução. In: CONRADO, Dália Melissa; NUNES-NETO, Nei (orgs.). Questões sociocientíficas: fundamentos, propostas de ensino e perspectivas de ação. Salvador: EDUFBA, 2018. p. 15-23.

RAMALHO, Betânia Leite; NUÑEZ, Isauro Beltran. Aprendizagem da docência, formação e desenvolvimento profissional: trilogia da profissionalização docente. In: RAMALHO, B. L.; NUÑEZ, I. B. (orgs.). Formação, representações e saberes docente. Elementos para se pensar a profissionalização dos professores. Campinas, SP: Mercado das Letras; Natal, RN: UFRN, 2014. p. 17-37.

RATCLIFFE, Mary; GRACE, Marcus. Science Education for citizenship: teaching socio-scientific issues. USA: Open University, 2003.

REIS, Pedro. Da discussão à ação sociopolítica sobre controvérsias sócio-científicas: uma questão de cidadania. Ensino de Ciências e Tecnologia em Revista, v. 3, n. 1, p. 1-10, jan./jun. 2013. Disponível em: https://repositorio.ul.pt/bitstream/10451/9577/3/DA%20DISCUSS%C3%83O%20%C3%80%20A%C3%87%C3%83O.pdf. Acesso em: 18 abr. 2020.

RIBEIRO, Katia Dias Ferreira. Formação de professores de ciências naturais em uma perspectiva interdisciplinar e crítica: reflexões sobre a contribuição da vivência com questões sociocientíficas na mobilização e aprendizagem de conhecimentos para a docência. 2016. 357f. Tese (Doutorado em Educação em Ciências e Matemática) – Universidade Federal de Mato Grosso, Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática, Cuiabá, 2016.

RIBEIRO, Katia Dias Ferreira; DARSIE, Marta Maria Pontin. As questões sociocientíficas no enfrentamento aos desafios da interdisciplinaridade na formação de docentes de ciências naturais e matemática. In: LATIN AMERICAN SCIENCE EDUCATION RESEARCH ASSOCIATION, 2018, Guayaquil. Anais... Guayaquil, 2018. CR-ROM.

RIBEIRO, Katia Dias Ferreira; DARSIE, Marta Maria Pontin. Espaços curriculares para discussão de questões sociocientíficas na formação de docentes em Ciências Naturais. Latin American Journal of Science Education, v. 1, p. 13006-1 – 13006-12, 2014.

RIBEIRO, Katia Dias Ferreira; DARSIE, Marta Maria Pontin. Mobilização/construção de conhecimentos para a docência na formação docente mediada pela vivência de análise de uma questão sociocientífica. In: LATIN AMERICAN SCIENCE EDUCATION RESEARCH ASSOCIATION, 2016, San Jose. Anais... San Jose, 2016a. CR-ROM..

RIBEIRO, Katia Dias Ferreira; DARSIE, Marta Maria Pontin. O contexto da Amazônia Legal na formação de professores de Ciências Naturais: a constituição de elementos para a estruturação de uma ação formativa. In: LATIN AMERICAN SCIENCE EDUCATION RESEARCH ASSOCIATION, 2016, San Jose. Anais... San Jose, 2016b. CR-ROM.

RIBEIRO, Kátia Dias Ferreira; TREVISAN, Andreia Cristina Rodrigues; TREVISAN, Eberson Paulo. Tratamento de uma situação problema com uso de uma metodologia matricial como favorecedora da aprendizagem de conhecimentos para a docência. In: ENCONTRO INTER-REGIONAL NORTE, NORDESTE E CENTRO-OESTE SOBRE FORMAÇÃO DOCENTE PARA A EDUCAÇÃO BÁSICA E SUPERIOR (ENFORSUP) E II ENCONTRO INTERNACIONAL SOBRE FORMAÇÃO DOCENTE PARA A EDUCAÇÃO BÁSICA E SUPERIOR (INTERFOR), 2017. Anais... Palmas: UFT, 2017.

SANTOS, Wildson Luiz Pereira dos; MORTIMER, E. F. Abordagem de aspectos sociocientíficos em aulas de ciências: possibilidade e limitações. Investigações em Ensino de Ciências, v. 14, n. 2, p. 191-218, 2009. Disponível em: https://www.if.ufrgs.br/cref/ojs/index.php/ienci/article/view/355/222. Acesso em: 18 abr. 2020.

SANTOS, Wildson Luiz Pereira dos; SILVA; Karolina Marins Almeida e; SILVA, Shirley Margareth Buffon da. Perspectivas e desafios de estudo de QSC na educação científica brasileira. In: CONRADO, Dália Melissa; NUNES-NETO, Nei (orgs.). Questões sociocientíficas: fundamentos, propostas de ensino e perspectivas de ação. Salvador: EDUFBA, 2018. p. 427-451.

SANTOS, Wilson Luiz Pereira dos et al. O Enfoque CTS e a Educação Ambiental: possibilidades de “ambientalização” da sala de aula de Ciências. In: SANTOS, W. L. P. dos; MALDANER, O. A. (orgs.). Ensino de Química em foco. Ijuí: Ed. Unijuí, 2010. p. 131-157.

SAUCEDO, Kellys Regina Rodio; PIETROCOLA, Maurício. Características de pesquisas nacionais e internacionais sobre temas controversos na Educação Científica. Ciênc. Educ., Bauru, v. 25, n. 1, p. 215-233, 2019. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-73132019000100215. Acesso em: 18 abr. 2020.

SAVIANI, Dermeval. Pedagogia histórico-crítica: primeiras aproximações. 11. ed. ver. Campinas, SP: Autores Associados, 2013.

SÍEVES, Luiz; BALLUZ, Elsa Helena Almeida Silva. Diálogos: desafios e possibilidades para (re)pensar a prática docente. In: SIVERES, L. (org.). Diálogo: um princípio pedagógico. Brasília: Liber Livro, 2016. p. 43-55.

SOUSA, Polliane Santos de; GHELEN, Simoni Tormöhlen. Questões sociocientíficas no ensino de ciências: algumas características das pesquisas brasileiras. Revista Ensaio, v. 19, p. 1-22, 2017. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/epec/v19/1983-2117-epec-19-e2569.pdf. Acesso em: 18 abr. 2020.

VEIGA, Ilma Passos Alencastro; FERNANDES, Rosana César de Arruda. Painel integrado ou grupos rotativos: caminhos para a integração horinzotal-vertical. In: VEIGA, Ilma Passos Alencastro (org.). Metodologia participativa e as técnicas ensino-aprendizagem. Curitiba: CRV, 2017. p. 75-85.

ZABALA, Antoni. Enfoque globalizador e pensamento complexo: uma proposta para o currículo escolar. Tradução Ernani Rosa. Porto Alegre: Artmed, 2002.

ZITKOSKI, Jaime José. Paulo Freire & a Educação. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2010.

Downloads

Publicado

2020-08-30

Como Citar

RIBEIRO, K. D. F. METODOLOGIA PARTICIPATIVA NA ABORDAGEM DE QUESTÕES SOCIOCIENTÍFICAS: CONSIDERAÇÕES ACERCA DO DIÁLOGO. REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, Cuiabá, Brasil, v. 8, n. 2, p. 719–738, 2020. DOI: 10.26571/reamec.v8i2.10219. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/reamec/article/view/10219. Acesso em: 16 jun. 2024.