O ENSINO REMOTO EMERGENCIAL EM TEMPOS DE PANDEMIA NO AMAZONAS

Autores

DOI:

10.26571/reamec.v10i1.13035

Palavras-chave:

Ensino pela Internet, Ensino por Multimeios, Tecnologia e Educação

Resumo

O isolamento social decorrente do novo coronavírus modificou as formas de trabalho nas escolas e universidades, impondo um exercício de ressignificação da identidade docente. As tecnologias digitais, outrora subutilizadas no campo do ensino, têm sido responsáveis pela continuidade dos calendários acadêmicos/escolares, oportunizando o desenvolvimento de novos saberes por parte dos professores. Sendo assim, o objetivo deste artigo é mapear os desafios e dificuldades experienciadas por professores de escolas e universidades públicas do Amazonas por meio de questionário. Para isso, realizou-se pesquisa exploratória com 46 professores da esfera pública, atuantes na Educação Infantil, Ensino Fundamental, Ensino Médio, Educação Profissional e Ensino Superior. Os resultados contribuem para o entendimento do “novo” cenário da educação pública no estado do Amazonas, evidenciando que a ausência de formação continuada em tecnologias digitais, as limitações de conexão em rede e o retorno raso do aprendizado dos alunos são as principais dificuldades oriundas dessa experiência remota. As conclusões inferem a necessidade de investimentos no âmbito educacional, tanto em recursos tecnológicos, quanto em formação docente, além disso, o ensino remoto tem exigido a adoção de uma cultura tecnológica que ainda trilha os primeiros passos na sociedade, em especial no Amazonas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.generic.paperbuzz.metrics##

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Felipe da Costa Negrão, Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Manaus, Amazonas, Brasil.

Graduado em Pedagogia. Especialista em Neuropsicopedagogia, Didática do Ensino Superior e Gênero, Sexualidade e Direitos Humanos. Mestre em Educação em Ciências na Amazônia pela Universidade do Estado do Amazonas (UEA). Professor Assistente - Nível II do Departamento de Métodos e Técnicas (DMT) da Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Coordenador de Área do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid) - Núcleo Alfabetização Manaus. Membro do Grupo de Estudos e Pesquisas de Práticas Investigativas em Educação Matemática (GEPIMat) e do Grupo de Pesquisa em Sociologia Política da Educação (GRUPESPE). Tem interesse em pesquisas que envolvem o Ensino de Ciências e Matemática, Formação de Professores e Narrativas (auto) biográficas.

Priscila Eduarda Dessimoni Morhy, Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Manaus, Amazonas, Brasil.

Autora da Série Pertencimento Ambiental uma parceria com o Cantor e Compositor Carlinhos Brown. Professora de Graduação e Pós Graduação,Doutoranda em Biotecnologia (UFAM) com foco em Gestão, Cadeias produtivas e Inovação. Mestre em Educação e Ensino de Ciências na Amazônia pela Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Graduada em Ciências Biológicas pela Universidade Nilton Lins (2013), com experiência na área de Ciências Ambientais, ênfase em Educação e Sustentabilidade. Especialista em Didática do Ensino Superior pela Universidade Nilton Lins. Professora do Programa Nacional de Formação de Professores da Educação Básica (Parfor) na Universidade do Estado do Amazonas - UEA. Conselheira Consultiva da CNTU Confederação Nacional dos Trabalhadores Universitários e Profissionais Liberais de São Paulo/SP.

Alexandra Nascimento de Andrade, Universidade do Estado do Amazonas (UFAM), Manaus, Amazonas, Brasil.

Doutoranda pelo Programa de Pós-graduação em Educação na Amazônia ? PGEDA ? Associação em Rede Curso de Doutorado em Educação na Amazônia (UFAM); Mestra em Educação em Ciências na Amazônia (UEA); Especialista em Gestão e Supervisão Escolar (Uninorte); Especialista em Metodologia do Ensino Superior (FSDB); Especialista em Gestão Escolar (FSDB); Graduada em Pedagogia (FSDB). Pedagoga da Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino. Palestrante de temas relacionados à Educação Infantil, crianças e infâncias. Integrante dos grupos de Pesquisa: Grupo de Estudo e Pesquisa de Educação em Ciências em Espaços não formais (Gepecenf); Laboratório de Neurodidática e formação de professores (Ufam); Divulgação Científica (UEA).

Darianny Araújo dos Reis, Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Manaus, amazonas, Brasil.

Professora Adjunta da Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Doutora em Ciências da Educação pela Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD/Portugal). Mestre em Educação pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Especialista em Metodologia do Ensino Superior pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM) e em Desenvolvimento Curricular e Inovação Educativa pela Universidade do Minho (UMINHO/Portugal). Graduada em Pedagogia pela Universidade Federal do Amazonas, com Habilitação em Orientação Educacional e Supervisão Escolar. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em formação docente, atuando principalmente nos seguintes temas: currículo escolar, educação integral, formação e identidade docente, pedagogia e didática histórico-crítica, didática desenvolvimental, planejamento educacional e avaliação das aprendizagens.

Referências

ALVES, L. Educação remota: entre a ilusão e a realidade. Interfaces Científicas, v. 8, n. 3, p. 348-365, 2020.

AMAZONAS. Decreto nº 42.087, de 19 de março de 2020. Diário Oficial do Estado do Amazonas: seção 1, Manaus, ano CXXVII, n. 34.206, p. 1, 20 mar. 2020a. Disponível em: http://diario.imprensaoficial.am.gov.br/diariooficial/consultaPublica.do. Acesso em: 23 set. 2021.

AMAZONAS. Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino. Portaria GS n° 311, de 20 de março de 2020. Manaus, 2020b. Disponível em: http://Portaria-GS-311-de-20-03-20-20-03-2020-5-26-PM.pdf. Acesso em: 23 set. 2021.

ANDRADE, A. N.; MEDEIROS, J. C.; LOBO, H. B.; GOMES, S. M. M.; COSTA JUNIOR, W. R.; GONÇALVES, C. B.; BAPTAGLIN, L. A. Discentes e docentes com-TD: desafios e perspectivas na educação na/da Amazônia brasileira em tempos de Covid-19. In: ZAIONZ, R. Práticas pedagógicas em tempos de pandemia: reflexões, desafios e possibilidades. Curitiba: Bagai, 2021. p. 50-64.

ANDRADE, A. N.; NEGRÃO, F. C.; VILAÇA, A. L. A. O ensino remoto emergencial no Amazonas nas lentes dos professores: inclusão ou exclusão? In: CONGRESSO NACIONAL DE EDUCAÇÃO, 7., 2021, Campina Grande, PB. Anais eletrônicos [...]. Campina Grande, PB: Realize Editora, 2021. Disponível em: https://editorarealize.com.br/artigo/visualizar/80741. Acesso em: 14 fev. 2022.

BARDIN, L. Análise do conteúdo. 4. ed. Lisboa: Edições 70, 2016.

BARROS, J.; ANDRADE, A.; NEGRÃO, F.; GONÇALVES, C. Geometria plana com GeoGebra: intervenção pedagógica com alunos do Ensino Fundamental II. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 12, n. 4, p. 1-19, set. 2021.

BORBA, M. C. The future of mathematics education since COVID-19: humans-with-media or humans-with-non-living-things. Educational Studies in Mathematics, v. 107, p. 1-16, 2021. https://doi.org/10.1007/s10649-021-10043-2.

BORBA, M. C.; PENTEADO, M.G. Informática e educação matemática. 5. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2012.

BRASIL. Ministério da Saúde. Conselho Nacional de Saúde. Resolução nº 510, de 7 de abril de 2016. Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, DF, n. 98, p. 44-46, 24 maio 2016. Disponível em: http://conselho.saude.gov.br/resolucoes/2016/Reso510.pdf. Acesso em: 23 set. 2021.

COELHO-FILHO, M. de S.; GHEDIN, E. L. Formação de professores e construção da identidade profissional docente. In: COLÓQUIO LUSO-BRASILEIRO DE EDUCAÇÃO (COLBEDUCA), 4. 2018, Braga e Paredes de Coura, Portugal. Anais [...]. Braga e Paredes de Coura, Portugal: Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)/Universidade do Minho (UMinho)/Universidade Federal do Pará (UFPA), 2018.

ENGELBRECHT, J.; LLINARES, S.; BORBA, M. C. Transformation of the mathematics classroom with the internet. ZDM Matematic Education, n. 52, p. 825-841, June 2020. https://doi.org/10.1007/s11858-020-01176-4.

FREIRE, P. Pedagogia da esperança. São Paulo: Paz e Terra, 2014.

FONSECA, L. A. M. Metodologia científica ao alcance de todos. Manaus: Valer, 2010.

MANAUS. Secretaria Municipal de Educação. Diretrizes Técnico-Pedagógicas: aulas remotas. Manaus, 2021.

MOREIRA, D.; BARROS, D. Orientações práticas para a comunicação síncrona e assíncrona em contextos educativos digitais. 2020. Disponível em: https://repositorioaberto.uab.pt/handle/10400.2/9661. Acesso em: 12 jan. 2021.

NEGRÃO, F. C. Narrativas (auto)biográficas da docência em tempos de ensino remoto emergencial. In: CARDOSO, J. V. F. Et al (Orgs.). Ensino de graduação em tempos de pandemia: experiências e oportunidades para uma educação tecnológica na Universidade Federal do Amazonas. Manaus: EDUA, 2021. p. 91-100.

NEGRÃO, F. C.; DAVIM, J. A. C. S. Experiências de interatividade e inovação pedagógica em tempos de pandemia. In: MARTINS, G. Estratégias e práticas para atividades a distância: vivências, recursos e possibilidades. Quirinópolis, GO: Editora IGM, 2020. p. 97-108.

NEGRÃO, F. C.; MORHY, P. E. D. O cenário da educação pública no Amazonas em tempos de pandemia. In: MARTINS, G. Estratégias e práticas para atividades a distância: vivências, recursos e possibilidades. Quirinópolis, GO: Editora IGM, 2020. p. 86-95.

NEGRÃO, F. C.; RAMOS, E. S. A universidade frente as discussões de ciência, tecnologia e sociedade. In: JORNADA IBERO-AMERICANA DE PESQUISAS EM POLÍTICAS EDUCACIONAIS E EXPERIÊNCIAS INTERDISCIPLINARES NA EDUCAÇÃO, 5., 2020, Curitiba. Anais [...]. Evento online, 2020.

PIMENTA, J. S.; SANTOS, P. B. A. dos.; DANTAS, B. R. de B..; BESSA, C. C. S. Educação em tempos de pandemia: desafios, reflexões, aprendizagens e perspectivas. Revista de Estudos e Pesquisas sobre Ensino Tecnológico (EDUCITEC), v. 6, e142020, p. 1-20, 2020.

SANTOS, B. de S. A cruel pedagogia do vírus. Coimbra: Edições Almedina, 2020.

SANTOS-JUNIOR, V. B. dos.; MONTEIRO, J. C. da S. Educação e COVID-19: as tecnologias digitais mediando a aprendizagem em tempos de pandemia. Revista Encantar - Educação, Cultura e Sociedade, Bom Jesus da Lapa, BA, v. 2, n. 1, p. 1-15, jan./dez. 2020.

SAVIANI, D.; GALVÃO, A. C. Educação na pandemia: a falácia do “ensino” remoto. Universidade e Sociedade, n. 67, p. 36-49, 2021.

SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO E QUALIDADE DO ENSINO (SEDUC-AM). Conselho Estadual de Educação do Estado de Amazonas. Resolução CEE-AM n° 30, de 18 de março de 2020. Diário Oficial do Estado do Amazonas: seção 2, Manaus, p. 5, 19 mar. 2020. Disponível em: http://www.educacao.am.gov.br/aula-em-casa. Acesso em: 23 set. 2021.

SOUTO, D. L. P.; BORBA, M. C. Humans-with-internet or internet-with-humans: a role reversal? (Reprint). Revista Internacional de Pesquisa em Educação Matemática – RIPEM, v. 8, n. 3, p. 2-23, 2018.

SOUZA, I. P.; ANDRADE, A. N.; SOUZA, C. D.; SOUZA, D. P.; GONCALVES, C. B. O WhatsApp no processo de ensino-aprendizagem de alunos do ensino médio tecnológico. Brazilian Journal of Development, v. 7, n. 1, p. 3762-3774, jan. 2021.

VASCONCELOS, I. da C. de; ANDRADE, A. N. de; NEGRÃO, F. C. Tecendo conhecimentos de multiplicação com o uso da plataforma Khan Academy com alunos do 5º ano do ensino fundamental. REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, v. 8, n. 3, p. 435-448, 2020.

Publicado

2022-04-01

Como Citar

NEGRÃO, F. da C.; MORHY, P. E. D.; ANDRADE, A. N. de; REIS, D. A. dos. O ENSINO REMOTO EMERGENCIAL EM TEMPOS DE PANDEMIA NO AMAZONAS. REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, Cuiabá, Brasil, v. 10, n. 1, p. e22015, 2022. DOI: 10.26571/reamec.v10i1.13035. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/reamec/article/view/13035. Acesso em: 21 jun. 2024.

Edição

Seção

Educação em Ciências

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)