ASPECTOS METODOLÓGICOS DAS PRODUÇÕES CIENTÍFICAS EM FORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORES QUE ENSINAM CIÊNCIAS PARA OS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL (2006-2016)

Autores

DOI:

10.26571/REAMEC.a2019.v7.n2.p44-61.i8138

Palavras-chave:

Estado da Arte, Formação inicial de professores, Ensino de Ciências nos anos iniciais, Paradigmas, Técnicas e instrumentos.

Resumo

Neste trabalho analisa-se aspectos metodológicos presentes nas pesquisas sobre formação inicial de professores que ensinam Ciências nos Anos Iniciais, no período de 2006 a 2016. Para tal, uma pesquisa de estado da arte foi realizada nas bases eletrônicas: Banco de dissertações e teses da CAPES; Periódicos da CAPES; e, Google Acadêmico. Com a varredura encontrou-se 55 produções científicas que abordavam a temática, sendo 11 teses e 44 artigos publicados em periódicos nacionais e internacionais. Após filtragem com as palavras-chave - “formação de professores”; “Ensino de Ciências”; e, “Ensino Fundamental” - selecionou-se 10 trabalhos empíricos (02 teses e 08 artigos), os quais foram analisados e classificados em relação às orientações metodológicas (paradigma quantitativo, paradigma qualitativo, paradigma sócio crítico) das pesquisas da área de Educação em Ciências e Matemática. Durante o trabalho, pôde-se perceber que: a linha de pesquisa formação inicial de professores permanece em processo de expansão; referente aos aspectos metodológicos não foi objeto de análise em nenhuma das pesquisas sobre estado da arte consideradas; as pesquisas têm predominância da orientação paradigmática qualitativo nas produções referentes ao objeto de estudo em questão. Após estas observações, nota-se a urgência das pesquisas terem maior clareza e fundamentação teórico-metodológico ao elaborarem os trabalhos científicos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.generic.paperbuzz.metrics##

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Caroline Barroncas de Oliveira, Universidade do Estado do Amazonas

Possui graduação em Normal Superior pela Universidade do Estado do Amazonas-UEA (2007). Especialização em Supervisão Educacional pela Universidade Federal do Amazonas-UFAM (2008). Especialização em Antropologia pela Universidade Federal do Amazonas-UFAM (2008). Mestrado em Ensino de Ciências pela Universidade do Estado do Amazonas-UEA (2010). Doutoranda do Programa de Pós-graduação em Educação em Ciências e Matemática pela REAMEC (2016). Professora Assistente do Curso de Licenciatura em Pedagogia da Escola Normal Superior da UEA. Tem experiência na área de Educação e Ensino de Ciências, com ênfase em formação de professor, atuando principalmente nos seguintes temas: formação de professores, educação científica, estágio com pesquisa, narrativas.

Josefina Diosdada Barrera Kalhil, Universidade do Estado do Amazonas

Doutora em Ciências Pedagógicas ( Educação) pela Universidade da Havana (2003). Mestra em Ciências da Educação Superior - Universidade de Matanzas, Cuba (1998). Homologado pela Universidade Federal da Bahia, com o número 341, no Livro de Registro 37-B com o número 2278. Possui graduação em Licenciatura em Física (1979), em Matanzas, Cuba . Mais de 15 especializações em diferentes áreas de Ensino de Física e Pedagogia. Trabalha como Professora na Universidade do Estado do Amazonas - UEA, Manaus, Brasil. É professora do Curso de Mestrado acadêmico l em Ensino de Ciências na Amazônia e coordenadora do polo Amazonas do doutorado em Rede de Educação em Ciências e Matemática ( REAMEC) . Tem experiência na área de Física, com ênfase em Física Geral e Aplicada nos Cursos de Licenciatura e Engenharia . Atuando também nos seguintes áreas: Didática, Formação de Professores, Metodologia da Pesquisa Científica, entre outras. Orientou mais de 18 teses de Mestrado e 8 de Doutorado. Ministrou cursos de pós-graduação em diferentes países, entre eles Brasil , México e Bolívia . Publicou mais de 5 livros no Brasil e 2 em Cuba . Participou em mais de 37 Congressos Internacionais e em 12 deles como Convidada Especial. É especialista em Formação de Habilidades de Pesquisa no Ensino Superior.. É membro do Comitê Editorial da Revista Eletrônica Latin American Journal of Physics Education de México e revisora das revistas Ciência e Educação, ensino de física de Brasil e de RBEP Pertence ao colegiado do doutorado a distância do Instituto politecnico nacional de México, IPN. Membro do comitê organizador do XIX Simpósio nacional de ensino de Física , da conferencia Lasera. Professora associada da Universidade do Estado de Amazonas -UEA Coordenadora e Docente do Doutorado em redes de Ensino de Ciências da Amazônia do polo Manaus. Membro Sociedade Brasileira de Física na categoria de sócio(a) Efetivo, matrícula nº 23703. Tem artigos publicados em revistas nacionais e internacionais .

Referências

AMARAL, I.A. Currículo de Ciências na escola fundamental: a busca por um novo paradigma. In: BITTENCOURT, A.G.; OLIVEIRA JR., W.M. Estudo, pensamento e criação. Campinas, SP: Graf. FE, 2005.

ANDRÉ, M. A produção acadêmica sobre formação de professores: um estudo comparativo das dissertações e teses defendidas nos anos 1990 e 2000. Form. Doc., v. 1, n. 1, p. 41-56, ago/dez. 2009.

ANDRÉ, M. (et al). Formação de professores: a constituição de um campo de estudos. Educação, v. 33, n. 3, p. 174-181. 2010.

BARDIN, L. Análise de Conteúdo. Portugal: Edições 70, 2009.

BRANDÃO, Zaia; BAETA, Anna Maria Bianchini; ROCHA, Any Dutra Coelho. Evasão e repetência no Brasil: a escola em questão. 2. ed. Rio de Janeiro: Dois Pontos, 1986.

BRASIL. Resolução CNE/CP Nº 1, de 15 de maio de 2006. Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Graduação em Pedagogia, licenciatura. Diário Oficial da União, Brasília, 16 mai. 2006, Seção 1, p. 11.

CRESWELL, J. W. Projeto de Pesquisa: Métodos qualitativo, quantitativo e misto. Porto Alegre. Editora: Artmed. 2. ed. 2007.

FERREIRA, Norma Sandra de Almeida. As pesquisas denominadas “estado da arte”. Educação & Sociedade, São Paulo, ano 23, n. 79, p.257-272, ago. 2002.

GATTI, B. A. Formação de professores no Brasil: características e problemas. Educ. Soc., Campinas, v.31, n.113, p.155-1379, out. – dez., 2010.

GATTI, B. A.; BARRETO, E.S.S. Professores do Brasil: impasses e desafios. Brasília: UNESCO, 2009.

GÜNTHER, H. Pesquisa qualitativa versus pesquisa quantitativa: esta é a questão? Psicologia: teoria e pesquisa. Vol. 22, n.2, Maio-Ago, p. 201-210, 2006.

LIBÂNEO, J.C. Panorama do ensino da didática, das metodologias específicas e das disciplinas conexas nos cursos de Pedagogia: repercussões na qualidade da formação profissional. In: LONGAREZI, A.M.; PUENTES, R.V. (Org.). Panorama da didática: ensino, prática e pesquisa. Campinas: Papirus, 2011. p.11-50.

MESSINA, Graciela. Estudio sobre el estado da arte de la investigacion acerca de la formación docente en los noventa. Organización de Estados IberoAmericanos para La Educación, La Ciência y La Cultura. In: Reúnion de Consulta Técnica sobre Investigación em Formácion del Professorado. México, 1998.

PINHÃO, Francine; MARTINS, Isabel. A formação de professores para o Ensino de Ciências nos Anos Iniciais: traçando um panorama da pesquisa nacional. In: VIII Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências (ENPEC)-I Congreso Iberoamericano de Investigación en Enseñanza de las Ciencias (CIEC), Campinas, 2011.

SAMPIERI, Roberto; FERNÁNDEZ-COLLADO, Carlos; LUCIO, Pilar Baptista. Metodología de la investigación. México: Ed. Mc Graw Hill, 2006.

SILVA, V. da S.; MEGLHIORATI, F.A. A formação de professores para o ensino de ciências nos anos iniciais do ensino fundamental: uma análise de pesquisas educacionais. In: Anais do III Simpósio Nacional de Educação. Universidade Estadual do Oeste do Paraná, 2012.

TERENCE, A.C.F.; FILHO, E.E. Abordagem quantitativa, qualitativa e a utilização da pesquisa-ação nos estudos organizacionais. In: Anais do XXVI ENEGEP. Fortaleza, 2006.

ZIMMERMANN, E.; EVANGELISTA P.C.Q. Pedagogos e o ensino de física nas séries iniciais do ensino fundamental. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, Santa Catarina, v. 24, n. 2, p. 261-280, 2007.

Publicado

2019-08-01

Como Citar

OLIVEIRA, C. B. de; KALHIL, J. D. B. ASPECTOS METODOLÓGICOS DAS PRODUÇÕES CIENTÍFICAS EM FORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORES QUE ENSINAM CIÊNCIAS PARA OS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL (2006-2016). REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, Cuiabá, Brasil, v. 7, n. 2, p. 44–61, 2019. DOI: 10.26571/REAMEC.a2019.v7.n2.p44-61.i8138. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/reamec/article/view/8138. Acesso em: 17 abr. 2024.