UMA ANÁLISE COMPARATIVA DAS ABORDAGENS METODOLÓGICAS QUE PODEM SUSTENTAR A UTILIZAÇÃO DAS TECNOLOGIAS NO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM DE CIÊNCIAS

Autores

DOI:

10.26571/2318-6674.a2015.v3.n1.p5-24.i5303

Palavras-chave:

Tecnologias, Metodologias, Ensino de Ciências.

Resumo

Este artigo apresenta uma breve revisão da literatura sobre as abordagens metodológicas que podem sustentar o uso das tecnologias no processo de ensino e aprendizagem de ciências. Para isso faz-se análise da relação entre as abordagens: instrucionista que é baseada nos estudos sobre a máquina de ensinar de Skinner; construcionista, focada nas pesquisas de Seymour Papert, onde a proposta é a utilização do computador como meio para aquisição autônoma do conhecimento; conectivismo de Siemens e Downes que propõem a integração dos princípios apresentados pelo caos, redes neurais, complexidade e auto-organização. Ao final, adaptando a proposta de Scheller, Viali e Lahn, faz-se a relação entre as três abordagens, buscando pontos de conexão e, desta forma, verifica-se que o construcionismo e o conectivismo podem se complementar em alguns pontos e, que o instrucionismo, ainda muito utilizado, vai na contramão da proposta atual de desenvolver a autonomia e iniciativa pelo aprendizado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.generic.paperbuzz.metrics##

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Wender Antônio da Silva, Universidade Estadual de Roraima

Wender Antônio da Silva, é doutor em Educação em Ciências e Matemática pelo Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemática da Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática (REAMEC) vinculado a Universidade Federal de Mato Grosso / Universidade Estadual do Amazonas / Universidade Federal do Pará, mestre em Ciências (Ênfase em Computação) pelo programa de Pós-Graduação da Faculdade de Engenharia Elétrica da Universidade Federal de Uberlândia-MG, especialista em Docência Universitária e bacharel em Sistemas de Informação pelo Instituto Luterano de Ensino Superior de Itumbiara, Goiás. Atuou como Professor Auxiliar nos cursos de Sistemas de Informação, Ciência da Computação, Psicologia, Pedagogia, Matemática, Ciências Contábeis e Agronomia do Instituto Luterano de Ensino Superior de Itumbiara, onde também atuou na Comissão Própria de Avaliação Institucional (CPA). Foi professor bolsista da Universidade Federal de Roraima, onde atuou especificamente no Núcleo de Educação a Distância (NEaD). Foi professor dos cursos de tecnologia da Faculdade Estácio Atual. É professor efetivo da Universidade Estadual de Roraima, onde atuou no Núcleo de Educação a Distância (NEaD) como coordenador geral da Universidade Aberta do Brasil. Atualmente faz parte do colegiado do curso de bacharelado em Ciência da Computação e do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências (Mestrado Profissional).

Josefina Barrera Kalhil, Universidad de la Habana

Doutora em Ciências Pedagógicas ( Educação) pela Universidade da Havana (2003). Mestra em Ciências da Educação Superior - Universidade de Matanzas, Cuba (1998). Homologado pela Universidade Federal da Bahia, com o número 341, no Livro de Registro 37-B com o número 2278. Possui graduação em Licenciatura em Física (1979), em Matanzas, Cuba . Mais de 15 especializações em diferentes áreas de Ensino de Física e Pedagogia. Trabalha como Professora na Universidade do Estado do Amazonas - UEA, Manaus, Brasil. É professora do Curso de Mestrado acadêmico l em Ensino de Ciências na Amazônia e coordenadora do polo Amazonas do doutorado em Rede de Educação em Ciências e Matemática ( REAMEC) . Tem experiência na área de Física, com ênfase em Física Geral e Aplicada nos Cursos de Licenciatura e Engenharia . Atuando também nos seguintes áreas: Didática, Formação de Professores, Metodologia da Pesquisa Científica, entre outras. Orientou mais de 18 teses de Mestrado e 8 de Doutorado. Ministrou cursos de pós-graduação em diferentes países, entre eles Brasil , México e Bolívia . Publicou mais de 5 livros no Brasil e 2 em Cuba . Participou em mais de 37 Congressos Internacionais e em 12 deles como Convidada Especial. É especialista em Formação de Habilidades de Pesquisa no Ensino Superior.. É membro do Comitê Editorial da Revista Eletrônica Latin American Journal of Physics Education de México e revisora das revistas Ciência e Educação, ensino de física de Brasil e de RBEP Pertence ao colegiado do doutorado a distância do Instituto politecnico nacional de México, IPN. Membro do comitê organizador do XIX Simpósio nacional de ensino de Física , da conferencia Lasera. Professora associada da Universidade do Estado de Amazonas -UEA Coordenadora e Docente do Doutorado em redes de Ensino de Ciências da Amazônia do polo Manaus. Membro Sociedade Brasileira de Física na categoria de sócio(a) Efetivo, matrícula nº 23703. Tem artigos publicados em revistas nacionais e internacionais .

Yuri Expósito Nicot, Universidade de Oriente

Possui pós doutoramento na área de Ensino de Física pela Faculdade de Ciências da Universidade do Porto, Portugal, no Departamento de Física e Astronomia, ano 2017. Doutorado em Educação (Ciências Pedagógicas) pela Universidade de Oriente, de Santiago de Cuba, Cuba (ano 2001), revalidado no Brasil pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), ano 2011. Mestrado em Ciências da Educação Superior pela Universidade de Oriente, Cuba (ano 1995) e Graduação de Licenciatura, especialidade Física e Astronomia pela Universidade de Oriente, Faculdade de Estudos Pedagógicos Frank País Garcia, Santiago de Cuba, Cuba (ano 1984), com atuação no Ensino Superior a través dos seguintes temas: Componentes didáticos e curriculares do Processo de Ensino e Aprendizagem da Educação Superior, Didática Geral e Especial do Processo de Ensino e Aprendizagem da Física, Aplicações da Física na resolução de problemas e experimentos. Estudo do desenvolvimento das habilidades do pensamento lógico dos estudantes através dos conhecimentos teóricos e práticos da disciplina Física, Metodologia da Pesquisa Científica, Práticas de Ensino de Física Geral para a formação de professores. Física Aplicada para a formação de engenheiros: Mecânica Clássica, Mecânica Teórica e Resistência de materiais, Física Molecular, Termodinâmica e Calor, Eletromagnetismo e Ondas, Óptica, Física Quântica, Física do Estado Sólido e Física Matemática. Tópicos de Ensino de Ciências. Na atualidade é Professor de Física do Departamento de Física, Instituto de Ciências Exatas (ICE), Universidade Federal do Amazonas (UFAM), onde é presidente do núcleo de Ensino de Física. Professor credenciado no programa de Pós - Graduação, Mestrado Acadêmico em Ensino de Ciências e Matemática (PPGECIM) da Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Professor do Programa Pós - Graduação Rede Amazônica de Ensino de Ciências (REAMEC) para a formação de Doutores em Ciências e Matemática na Amazônia (Polo Manaus/UEA), UFAM, UFMG, UFPA. Professor e pesquisador colaborador no programa de Pós - Graduação, Mestrado em Educação e Ensino de Ciências da Amazônia, Universidade do Estado do Amazonas (UEA).

Publicado

2015-12-30

Como Citar

SILVA, W. A. da; KALHIL, J. B.; NICOT, Y. E. UMA ANÁLISE COMPARATIVA DAS ABORDAGENS METODOLÓGICAS QUE PODEM SUSTENTAR A UTILIZAÇÃO DAS TECNOLOGIAS NO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM DE CIÊNCIAS. REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, Cuiabá, Brasil, v. 3, n. 1, p. 5–24, 2015. DOI: 10.26571/2318-6674.a2015.v3.n1.p5-24.i5303. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/reamec/article/view/5303. Acesso em: 22 jun. 2024.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 > >>