UM PANORAMA HISTÓRICO DAS LICENCIATURAS EM MATEMÁTICA NOS ESTADOS DO AMAZONAS, PARÁ E RONDÔNIA

Autores

DOI:

10.26571/reamec.v9i1.11345

Palavras-chave:

História da Educação Matemática. Ensino Superior. Licenciatura em Matemática. Região Norte.

Resumo

Este estudo é fruto de uma das pesquisas desenvolvidas por membros do Grupo Rondoniense de Estudos e Pesquisas em Educação Matemática (GROEPEM), na linha de História da Educação Matemática (HEM). Teve por objetivo fazer um estudo acerca da trajetória histórica dos cursos presenciais de Formação de Professores de Matemática nas Universidades Federais dos três estados mais populosos do Norte Brasileiro: Amazonas, Pará e Rondônia. A questão cerne que orientou a pesquisa foi: de que maneira se constituiu a trajetória histórica dos cursos presenciais de Formação de Professores de Matemática nas Universidades Federais dos Estados do Amazonas, Pará e Rondônia? O principal instrumento de análise foi o Projeto Pedagógico do Curso (PPC) em vigência de cada instituição, caracterizando, assim, uma investigação em HEM com análise documental. No tocante aos resultados, é possível inferir que os cursos pesquisados são marcados por movimentos educacionais globais, que exerceram influências locais sobre a criação ou restruturação das licenciaturas. Dada a caracterização geográfica do Norte brasileiro, é possível afirmar, ainda, que as instituições cresceram como unidades multicampi a partir do projeto de interiorização, buscando atender as demandas emergentes da região.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.generic.paperbuzz.metrics##

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Elianai Rodrigues Pedroso, Universidade Federal de Rondônia

Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Educação Matemática - PPGEM do campus da UNIR/Ji-Paraná. Graduada em Licenciatura em Matemática pela Universidade Federal de Rondônia (UNIR) - Campus Ji-Paraná (2015-2019). Ex bolsista do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID). Ex bolsista do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC), onde fez parte do projeto de pesquisa intitulado Um Panorama Histórico acerca da Formação Inicial de Professores de Matemática na região Norte do Brasil: o diálogo reflexivo entre o tempo presente e sua trajetória percorrida no passado, compondo o Grupo Rondoniense de Estudos e Pesquisas em Educação Matemática - Linha História Educação Matemática. 

Marlos Gomes de Albuquerque, Universidade Federal de Rondônia

Graduado em Matemática pela Universidade de Pernambuco (1988). Pós-Graduado em Matemática Pura pela Universidade Federal de Pernambuco (1996). Mestre em Ciências da Computação pela Universidade Federal de Santa Catarina (2000). Doutor em Educação em Ciências e Matemática, UFMT (2014). Professor Associado III da Universidade Federal de Rondônia - UNIR. Vice-Coordenador e Docente do Mestrado em Educação Matemática da UNIR em Ji-Paraná-RO. Coordenador da linha de pesquisa em História da Educação Matemática do Grupo Rondoniense de Estudos e Pesquisas em História da Educação Matemática - GROEPEM. Membro do Grupo de Pesquisa de História da Educação Matemática - GHEMAT. Tem experiência na área de Matemática, com ênfase em Matemática, atuando principalmente nos seguintes temas: ensino de matemática, ensino-aprendizagem, História da Educação Matemática e Formação de Professores.

Referências

ALBUQUERQUE, M. G. Da formação polivalente ao movimento da Educação Matemática: uma trajetória histórica da Formação de Professores de Matemática na Universidade Federal de Rondônia em Ji-Paraná (1988-2012). 2014. 276 f. Tese (Doutorado) – Universidade Federal de Mato Grosso, Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, Cuiabá, 2014.

ALBUQUERQUE, M. G; PINTO, C. L. C; NEVES, L. A. Uma Trajetória da Formação de Professores de Matemática, em Serviço, na Região Central de Rondônia (1992-2009): em busca de uma construção histórica. In: 3º Encontro Nacional de Pesquisa em História da Educação Matemática. 2016.

ALBUQUERQUE, M. G. de; FREITAS, J. L. M. de. Um olhar sobre a primeira década da formação de professores em Rondônia (1973-1983): espaço formativo construído pela circulação de diferentes IES Federais. REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, [S. l.], v. 4, n. 1, p. 5-23, 2016. DOI: 10.26571/2318-6674.a2016.v4.n1.p5-23.i5314.

BLOCH, M. L. B. Apologia da história ou, O ofício de historiador. Rio de Janeiro: Zahar, 2001.

BRASIL. Ministério de Educação e Cultura. LDB – Lei n° 9394, 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da Educação Nacional. Brasília: MEC, 1996. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seesp/arquivos/pdf/lei9394_ldbn1.pdf. Acesso em: 3 mar. 2019.

CHARTIER, R. A história ou a leitura do tempo. Belo Horizonte: Autêntica, 2010.

DALCIN, A. Cotidiano e práticas salesianas no ensino de Matemática entre 1885 e 1929 no colégio Liceu Coração de Jesus de São Paulo: construindo uma história. 2008. 307 f. Tese (Doutorado) – Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, Campinas, 2008.

DE CERTEAU, M. L’Écriture de I’histoire. (A escrita da história). Paris: Galimard, 1975.

FREIRE, P. A Educação na cidade. São Paulo: Cortez, 2000.

FONSECA, J. J. S. Metodologia da pesquisa científica. Fortaleza: UEC, 2002.

GARNICA, A. V. M.; SOUZA, L. A. de. Elementos de história da Educação Matemática. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2012.

GOMES, M. L. M. Os 80 anos do primeiro curso de Matemática brasileiro: sentidos possíveis de uma comemoração acerca da formação de professores no Brasil. Bolema, Rio Claro, v. 30, n. 55, p. 424-438, 2016.

GONÇALVES, T. O. Formação e desenvolvimento profissional de formadores de professores: o caso dos professores de Matemática da UFPA. 2000. 206 p. Tese (Doutorado) – Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação, Campinas, 2000.

LE GOFF, J. História e memória. Campinas: Editora da UNICAMP, 2003.

LOPES, E. M. T. et al. 500 anos de educação no Brasil. Belo Horizonte: Autêntica, 2000.

PROST, A. Doze lições sobre a história / Antoine Prost; [tradução de Guilherme João de Freitas Teixeira]. - Belo Horizonte: Autêntica, 2008.

RUEZENNE, G. B. Os Cursos de Licenciatura em Matemática no Estado de Rondônia: um panorama histórico. 2012. 222 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal de Mato Grosso, Instituto de Educação, Cuiabá, 2012.

SÁ-SILVA, J. R.; ALMEIDA, C. D.; GUINDANI, J. F. Pesquisa documental: pistas teóricas e metodológicas. Revista Brasileira de História e Ciências Sociais, v. 1, n. 1, p. 1-15, jul. 2009.

UFAM. Projeto Pedagógico do Curso de Licenciatura em Física. Manaus: UFAM, 2011. Disponível em: http://icedf.ufam.edu.br/attachments/article/34/PPCBachareladoem%20F%C3%ADsica.compressed.pdf. Acesso em: 15 abr. 2018.

UFAM. Projeto Pedagógico do Curso de Licenciatura em Matemática. Manaus: 2018.

UFPA. Projeto Pedagógico do Curso de Licenciatura em Matemática. Abaetetuba: UFPA, 2008. Acesso em: https://campusbraganca.ufpa.br/arquivos/PPC%27s/PPC%20Matem%C3%A1tica%202018.pdf. Acesso em: 7 jun.2018.

UFPA. Projeto Pedagógico do Curso de Licenciatura em Matemática. Castanhal: UFPA, 2010. Disponível em: http://facmatcastanhal.ufpa.br/wp-content/uploads/DocumentosFacmat/PPC_FACMAT_UFPA_ProjetoPedagogico_2018.pdf. Acesso em: 12 set. 2018.

UNIR. Projeto Pedagógico do Curso de Licenciatura em Matemática. Porto Velho: UNIR, 2015, 09p. Disponível em: http://www.dmat.unir.br/uploads/20532286/arquivos/PPC_FINAL3.pdf. Acesso em 2 abr. 2018.

UNIR. Projeto Pedagógico do Curso de Licenciatura em Matemática. Ji-Paraná: UNIR, 2016. Disponível em: http://www.dmejp.unir.br/uploads/96470485/arquivos/Projeto_pedagogico_2017_licenciatura_em_matematica_2128929211.pdf. Acesso em: 2 abr. 2018.

VALENTE, W. R. Oito temas sobre História da Educação Matemática. Revista de Matemática, Ensino e Cultura – REMATEC, História e Educação Matemática. Natal, ano 8, n. 12, p. 22-50, jan./ jun. 2013.

Downloads

Publicado

2021-01-13

Como Citar

PEDROSO, E. R.; ALBUQUERQUE, M. G. de. UM PANORAMA HISTÓRICO DAS LICENCIATURAS EM MATEMÁTICA NOS ESTADOS DO AMAZONAS, PARÁ E RONDÔNIA. REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, [S. l.], v. 9, n. 1, p. e21003, 2021. DOI: 10.26571/reamec.v9i1.11345. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/reamec/article/view/11345. Acesso em: 20 jan. 2021.

Edição

Seção

Educação Matemática