Revista de Educação Pública

Prefixo DOI 10.29286

A Revista de Educação Pública (Qualis A2) é um periódico do campo da Educação. Com editoração da EdUFMT, a Revista foi fundada em 1992, mediante desdobramentos de ações do Programa de Pós Graduação em Educação da UFMT. Sua periodicidade é quadrimestral, sendo publicada em versão online e impressa e estruturada em seções. Entre seus três números anuais, um caracteriza-se como temático e os demais pela demanda de textos, em fluxo contínuo, integrados às respectivas seções. Todos os manuscritos são avaliados por pares e ad hoc, submetendo-se aos mesmos procedimentos e rigor de avaliação. A Revista objetiva publicar textos originais e inéditos, contribuindo para a difusão da ciência, considerando as diferentes perspectivas teórico-metodológicas, em tempos e espaços diversos, no sentido de fomentar o intercâmbio de pesquisas de abrangência regional, nacional e internacional.

Notícias

 

Revista de Educação Pública conta com novas editoras

 

"Criada em 1993, a Revista de Educação Pública (REP), do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Mato Grosso (PPGE/UFMT), é reconhecida como referência na área no Estado, contando com a classificação A2 na base de periódicos da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), desde o ano de 2012. " (UFMT, 2017).

Acesse o link:

http://www.ufmt.br/ufmt/site/noticia/visualizar/36383/Cuiaba

 
Publicado: 2017-07-14 Mais...
 
Outras notícias...

v. 28, n. 67: Revista de Educação Pública, v. 28, n. 67, jan./abr. 2019


Capa da revista

ISSN Eletrônico 2238-2097

"É com imenso prazer que apresentamos à comunidade acadêmica a primeira edição da Revista de Educação Pública do ano de 2019, com artigos que envolvem temáticas amplas e com representatividade institucional de vários autores, todos nas respectivas áreas e com suas devidas peculiaridades. Na sequência deste editorial, será possível encontrar contribuições significativas que enriquecem o debate no campo da educação, por meio de pesquisas realizadas em âmbito nacional e internacional. Manteremos o trabalho que vem sendo realizado na revista nos últimos anos com o fluxo editorial aberto em demanda contínua, mesmo considerando o momento difícil pelo qual passamos no Brasil, com muitas incertezas quanto aos investimentos na produção do conhecimento nas universidades públicas." (MONTEIRO. Carta da editora, 2019).