FORMAÇÃO DE CONCEITOS CIENTÍFICOS USANDO O TEMA DOS VEGETAIS COM ESTUDANTES DO ENSINO FUNDAMENTAL

Autores

DOI:

10.26571/reamec.v8i1.9725

Palavras-chave:

Ensino de Ciências. Conceito Espontâneo. Conceito Científico.

Resumo

É importante entender que o processo de formação de conceitos científicos é extremamente relevante para o desenvolvimento cognitivo dos estudantes, uma vez que os conhecimentos existentes em sua estrutura cognitiva será a base para novos conceitos. Este trabalho tem como objetivo compreender como os conceitos espontâneos contribuem para a formação de conceitos científicos usando o tema dos vegetais. A pesquisa é do tipo qualitativo. Utilizamos as técnicas de observação participante e roda de conversa. Foram registradas as falas e as ações dos estudantes. A pesquisa realizou-se em uma escola ribeirinha no município de Parintins-AM, com estudantes do 4º ano do Ensino Fundamental. Os resultados obtidos evidenciaram que os conceitos espontâneos dos estudantes contribuíram para a compreensão dos conceitos científicos apresentados na roda de conversa. Além dos avanços conceituais, este trabalho reflete sobre o uso de estratégias didáticas que podem incentivar os alunos a pensar e analisar o mundo em que vivem, a fim de entender os problemas em seu cotidiano.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.generic.paperbuzz.metrics##

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Lindalva Sâmela Jacaúna de Oliveira, Universidade do Estado do Amazonas

Programa de Pós-Graduação em Educação em Ensino de Ciências na Amazônia da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Manaus, Amazonas, Brasil.

Ana Paula Melo Fonseca, Universidade do Estado do Amazonas

Graduada em Pedagogia, Mestre em Educação e Ensino de Ciências na Amazônia pela Universidade do Estado do Amazonas (UEA).Parintins, Amazonas, Brasil.

Augusto Fachín Terán, Universidade do Estado do Amazonas

Bacharel em Ciências Biológicas, formado pelo Programa Acadêmico de Biologia da Universidade Nacional da Amazônia Peruana (UNAP) (1979), tem mestrado (1989) e doutorado (2000) em Biologia (Ecologia) pelo Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA). Tem experiência na área de Ecologia de quelônios Amazônicos e Ensino de Ciências. Atualmente é Professor da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), atuando junto ao Programa de Pós-Graduação em Educação e Ensino de Ciências na Amazônia. É líder do "Grupo de Estudo e Pesquisa Educação em Ciências em Espaços não Formais" - GEPECENF. Atua nos seguintes temas: Ensino de Ciências em Espaços não Formais, Alfabetização Ecológica, Alfabetização Cientifica e Educação Ambiental.

Referências

ARAÚJO. J. N; SILVA, C. C; FACHÍN-TERÁN, A. A floresta Amazônica: Um espaço não formal em potencial para o ensino de ciências. In: FACHÍN-TERÁN, A; SANTOS, S. C. S. Novas perspectivas de ensino de ciências em espaços não formais amazônicos. Manaus: UEA edições, 2011.

AZEVEDO, R. O. M. Ensino de Ciências e formação de professores: diagnóstico, análise e proposta. Programa de Pós-Graduação em Educação e Ensino Ciências na Amazônia. (Dissertação de mestrado) Universidade do Estado do Amazonas, Manaus: UEA, 2008.

GALVÃO. M. L.; LIZARDI, P.; FACHÍN-TERÁN, A. Os processos cognitivos da criança, a formação de conceitos e ensino de ciências. In: BARBOSA, I; FACHÍN-TERÁN, A.; GONZAGA, A. M.; SANTOS, S. C. S. Educação em ciências na Amazônia: Múltiplos olhares. Manaus: UEA edições. Escola Normal Superior/PPGEECA, 2011.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 5 ed. São Paulo: Atlas, 2010.

GONZAGA, A. M. Reflexões sobre o ensino de Ciências. Curitiba, PR: CRV, 2013.

LIMA, A. C. S. Uma reflexão acerca da formação de conceitos científicos na disciplina de Ciências Naturais no Ensino Fundamental em uma escola pública de Manaus. Programa de Pós-Graduação em Educação e Ensino Ciências na Amazônia. (Dissertação de mestrado) Universidade do Estado do Amazonas, Manaus: UEA, 2018.

MACIEL, H. M.; FACHÍN-TERÁN, A. Possibilidades de Alfabetização Ecológica usando o tema cadeia alimentar no 6º ano do Ensino Fundamental. In: FACHÍN-TERÁN, A.; SANTOS, S. C. S. Novas perspectivas de ensino de ciências em espaços não formais amazônicos. Manaus: UEA Edições, 2013.

MOURA, A. F.; LIMA, M. G.A reinvenção da roda: roda de conversa: um instrumento metodológico possível. In: Revista Temas em Educação, João Pessoa, v.23, n.1, p. 98-106, jan.-jun. 2014.

MORTIMER, E. F. Linguagem e formação de conceitos no ensino de Ciências. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2000.

PELIZZARI, A.; KRIEGL, M. L.; BARON, M. P.; FINCK, N. T. L.; DOROCINSKI, S. I. Teoria da Aprendizagem Significativa segundo Ausubel. Rev. PEC, Curitiba, v.2, n.1, Julho. 2001/Julho 2002.

RAVEN, P. H.; EVERT, R. F.; EICHHORN, S. E. Biologia Vegetal. [coordenação de tradução Jane Elizabeth Kraus; revisão técnica Jane Elizabeth Kraus, Neuza Maria de Castro, tradução Ana Cláudia de Mâcedo Vieira et al.] [Reimpr]. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2013.

SFORNI, M. S. F. Aprendizagem conceitual e organização do ensino: contribuições da Teoria da Atividade. Araraquara: JM Editora, 2004.

SCHROEDER, E. Conceitos espontâneos e conceito científicos: O processo da construção conceitual em Vygotsky. Rev. Atos de Pesquisa em Educação, v.2, n.2. Maio/Agosto 2007.

SILVA, D. X. Educação científica a partir de atividade de conservação de quelônios Amazônicos em Comunidade ribeirinhas do Baixo Amazonas. (Dissertação de Mestrado). Universidade do Estado do Amazonas. Manaus: UEA, 2012.

TRIVIÑOS, A. N. S. Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. 23 Reimp. São Paulo: Atlas, 2015.

VYGOTSKY, L. S. Pensamento e linguagem. 3 ed. São Paulo: Martins Fontes, 2005.

Downloads

Publicado

2020-01-27

Como Citar

OLIVEIRA, L. S. J. de; FONSECA, A. P. M.; TERÁN, A. F. FORMAÇÃO DE CONCEITOS CIENTÍFICOS USANDO O TEMA DOS VEGETAIS COM ESTUDANTES DO ENSINO FUNDAMENTAL. REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, [S. l.], v. 8, n. 1, p. 43-54, 2020. DOI: 10.26571/reamec.v8i1.9725. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/reamec/article/view/9725. Acesso em: 25 set. 2021.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>