EXPERIMENTAÇÃO NO ENSINO DE QUÍMICA: UMA SEQUÊNCIA DIDÁTICA SOBRE A FORMAÇÃO DA FERRUGEM

Autores

DOI:

10.26571/reamec.v9i2.12744

Palavras-chave:

ensino de química, Aula Experimental, Sequência didática

Resumo

O ensino de Química quase sempre é desvinculado da realidade limitando-se à memorização de fórmulas e conceitos, dificultando assim o processo de ensino aprendizagem. Essa pesquisa possui uma abordagem metodológica qualitativa (LÜDCKE; ANDRE,1986), amparada pela proposta de experimentação de Giordan (1999), que evidencia a experimentação como uma metodologia alternativa na busca pela contextualização do conteúdo. Foi realizado a aplicação de uma sequência didática adaptada, proposta por Ciscato et al. (2016), sobre a corrosão de objetos metálicos. As atividades experimentais foram realizadas com alunos do 2º ano do Ensino Médio de uma escola pública do Estado de São Paulo. Os resultados apontaram que o experimento auxiliou no ensino e aprendizagem dos conceitos sobre oxirredução, a atividade também possibilitou uma maior interação entre os alunos e uma a melhor compreensão dos conceitos relativos ao tema. Durante as etapas dos experimentos, os alunos se mostraram motivados, estimulando o caráter investigativo, a tomada de decisão e a aprendizagem colaborativa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.generic.paperbuzz.metrics##

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Rafael Soares Silva, Universidade de São Paulo

Pós-Doutorando em Educação, Contextos Contemporâneos e Demandas Populares (UFRRJ); Pós-Doutor em Química pelo IQSC-USP; Doutor em Ensino de Ciências e Matemática, com ênfase em Educação Especial e Inclusiva, Mestre em Engenharia e Ciências dos Materiais (MACKENZIE); Licenciado em Química e Pedagogia, Vasta experiência no Ensino de Ciências, Química, Pedagogia e Educação Especial; Membro do Grupo de Pesquisa - Observatório de Educação Especial e Inclusão Educacional (ObEE/UFRRJ). 

Referências

BRASIL. Ministério da Educação; Orientações Curriculares do Ensino Médio Secretaria de Educação Média e Tecnológica, Semtec. Brasília: MEC/Semtec, 2002.

BRASIL. Ministério da Educação; Orientações curriculares para o ensino médio. Ciências da natureza, matemática e suas tecnologias. Secretaria de Educação Média Tecnológica/MEC, Brasília, 2006.

CISCATO, C. A. M., et al. PEREIRA, L. F.; CHEMELLO, E. e PROTI, P. B. Química, vol. 2. São Paulo: Moderna, 2016.

DA SILVA, Carlos Cézar; FERRI, Kathynne Carvalho Freitas. Uma sequência didática para o ensino de eletroquímica em cursos técnicos integrados ao ensino médio do IFG. Brazilian Journal of Development, v. 6, n. 5, p. 27641-27655, 2020.

DENZIN, Norman K.; LINCOLN, Yvonna S.; GIARDINA, Michael D. Disciplining qualitative research. International journal of qualitative studies in education, v. 19, n. 6, p. 769-782, 2006.

GENTIL, V. Corrosão. Editora Guanabara Dois, 1982. NORMA NACE RP-07-75. Standard recommended practice, preparation, installation, analysis and interpretation of corrosion coupons in oilfield operations, 1999.

GENTIL, V. Corrosão. In: LTC-Livros Técnicos e Científicos Editora SA, p. 43-70, Rio de Janeiro: Brasil, 2007.

GIORDAN, Marcelo. O papel da experimentação no ensino de ciências. Química nova na escola, v. 10, n. 10, p. 43-49, 1999.

LÜDKE, M.; ANDRÉ, M.E.D.A. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo, EPU, 1986.

MERÇON, Fábio; GUIMARÃES, Pedro Ivo Canesso; MAINIER, Fernando Benedito. Corrosão: um exemplo usual de fenômeno químico. Química nova na escola, v. 1, n. 19, p. 11-14, 2004.

MERÇON, Fábio; GUIMARÃES, Pedro Ivo Canesso; MAINIER, Fernando Benedito. Sistemas experimentais para o estudo da corrosão em metais. Química Nova na Escola, v. 31, n. 1, p. 57-60, 2011.

MAIA, Daltamir Justino et al. Experimento sobre a influência do PH na corrosão do ferro. Química nova na escola, v. 37, n. 1, p. 71-75, 2015.

MAINIER, Fernando Benedicto et al. As formulações inibidoras de corrosão e o meio ambiente. Engevista, 2004.

NOGUEIRA, Keysy S.C.; GOES, Luciane Fernandes de.; FERNANDEZ, Carmen. O estado da arte sobre o ensino de reações redox nos principais eventos na área de educação no Brasil. Revista Electrónica de Enseñanza de las Ciencias, v. 16, n. 3, p. 410-434, 2017.

SANTOS, Cristiane Frauches et al. A corrosão e os agentes anticorrosivos. Revista virtual de química, v. 6, n. 2, p. 293-309, 2014.

SALES, Maiane França et al. Um jogo didático para o ensino de química: uma proposta alternativa para o conteúdo de equílibrio químico. South American Journal of Basic Education, Technical and Technological, v. 5, n. 2, 2018.

SILVA, L.H. de A.; ZANON, Lenir Basso. A experimentação no ensino de ciências. Ensino de Ciências: fundamentos e abordagens. Piracicaba: CAPES/UNIMEP, p. 120-153, 2000.

SILVA, Rafael Soares; COSTA AMARAL, Carmem Lúcia. As Contribuições da Defectologia E da Teoria Histórico-Cultural no Ensino de Química para o Deficiente Visual: Um Estado Da Arte em Teses E Dissertações (2000-2019). Communitas, v. 5, n. 9, p. 346-364, 2021.

SILVA, Rafael Soares; AMARAL, Carmem Lúcia Costa. A Educação Inclusiva no Ensino de Ciências e Matemática: Um Mapeamento na Revista Educação Especial no Período de 2000 a 2018. Communitas, v. 4, n. 7, p. 281-294, 2020.

SILVA, Rafael Soares. Um jogo didático para o ensino de equilíbrio químico. Revista Amor Mundi, v. 2, n. 1, p. 31-39, 2021.

SILVA, Rafael Soares. As aplicações da informática no ensino de química como alternativa para o ensino e aprendizagem. Revista Amor Mundi, v. 1, n. 2, p. 43-56, 2020.

SMITH, W.F. Princípios de ciência e engenharia dos materiais. São Paulo: McGraw-Hill, 1998.

SMITH, William F.; HASHEMI, Javad. Fundamentos de engenharia e ciência dos materiais. AMGH Editora, 2013.

SUSKI, Cássio Aurélio. Estudo experimental dos tipos de corrosão em metais sob condições salinas. Revista Técnico Científica do IFSC, v. 1, n. 6, p. 29, 2018.

ZABALA, Antoni. A prática educativa: como ensinar. reimp. Porto Alegre: Artmed, 2010.

Downloads

Publicado

2021-08-27

Como Citar

SILVA, R. S. EXPERIMENTAÇÃO NO ENSINO DE QUÍMICA: UMA SEQUÊNCIA DIDÁTICA SOBRE A FORMAÇÃO DA FERRUGEM. REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, [S. l.], v. 9, n. 2, p. e21058, 2021. DOI: 10.26571/reamec.v9i2.12744. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/reamec/article/view/12744. Acesso em: 24 set. 2021.

Edição

Seção

Educação em Ciências