PRESENCIAL E VIRTUAL: O EXTRAPOLAR DE FRONTEIRAS FÍSICAS E DIGITAIS

Autores

DOI:

10.26571/reamec.v9i1.11777

Palavras-chave:

Formação de professores formadores, TDIC , Ambientes Virtuais [de aprendizagem], Ensino de Matemática, Interlocução presencial e virtual

Resumo

Ao atentarmos para o contexto educacional contemporâneo, ponderamos sobre propostas de integração das Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação (TDIC) nas práticas pedagógicas. Assim, podemos considerar a presença de atividades virtuais na composição das aulas nos cursos presenciais que formam professores e que ensinam Matemática, fato que nos leva a conjecturar sobre a essencialidade do uso dessas tecnologias e de ambientes virtuais [de aprendizagem] na formação continuada dos professores formadores desses futuros professores. Diante do exposto, o objetivo principal desse texto é investigar que tendência, convergência e complementaridade apresentam as pesquisas stricto sensu nos programas brasileiros de pós-graduação tendo como pano de fundo as TDIC e os ambientes virtuais [de aprendizagem]. Para este fim, realizamos buscas e análises de pesquisas, stricto sensu, disponíveis no Catálogo de teses e dissertações da CAPES e na Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações (BDTD). Concluímos que as pesquisas encontradas apresentaram tendência, convergência e complementaridade, e que atividade, sentido e prazer são termos da equação pedagógica com necessidade de desenvolvimento de uma cultura de formação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.generic.paperbuzz.metrics##

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Sandra Sausen, Secretaria de Estado da Educação e do Esporte (SEED), União da Vitória, Paraná, Brasil

Possui graduação em Licenciatura em Matemática/Ciências pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras - FAFIUV/UNESPAR - Campus de União da Vitória (1999); graduação em Licenciatura em Pedagogia pela Universidade do Contestado - UnC (2016); Especialização em Ensino da Matemática (2000) e Matemática Aplicada (2009) ambas pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras - FAFIUV/UNESPAR - Campus de União da Vitória e, Especialização em Mídias Integradas na Educação (2011) pela Universidade Federal do Paraná - UFPR. Possui mestrado em Educação - linha de pesquisa em Educação Matemática (2011) pela Universidade Federal do Paraná - UFPR; Professora do Programa de Desenvolvimento Educacional (PDE) do Estado do Paraná (2016-2017); Doutoranda pela Universidade Federal do Paraná - UFPR. Possui experiência na área de Matemática, com ênfase em Educação Matemática, atuando principalmente nos seguintes temas: formação de professores; formação de formadores de professores; metodologias de ensino; processo de ensino e de aprendizagem; Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação (TDIC); e ambientes virtuais [de aprendizagem].

Ettiène Cordeiro Guérios, Universidade Federal do Paraná (UFPR), Curitiba, Paraná, Brasil.

Professora Titular na Universidade Federal do Paraná. Possui graduação em Licenciatura em Matemática (1976), graduação em Licenciatura em Pedagogia (1982), Especialização em Metodologia do Ensino nas Séries Iniciais (1988) e mestrado em Educação pela Universidade Federal do Paraná (1988). Possui doutorado em Educação Matemática pela Universidade Estadual de Campinas (2002). Atua no Departamento de Teoria e Prática de Ensino, no Programa de Pós Graduação em Educação (Acadêmico) e no Programa de Pós Graduação em Educação: Teoria e Prática de Ensino (Profissional) sendo também Vice-coordenadora (2019-2021; 2021-2023). Líder do Grupo de Pesquisa certificado: TESSITURA: Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Complexidade, Formação de Professores e Educação Matemática. Membro dos seguintes Grupos de Pesquisa: a) Cognição, Aprendizagem e Desenvolvimento Humano, b) Ensino e Aprendizagem de Ciências e Matemática e (c) Estudos e Pesquisa Pedagogia, Complexidade e Educação. Membro da coordenação do Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Professores que ensinam Matemática (NEPPREM). Membro da coordenação do Núcleo Disciplinar Educação para Integração da Associação de Universidades Grupo Montevideo (AUGM, 2008-2018). Membro do Laboratório de Ensino e Aprendizagem de Matemática e Ciências Físicas e Biológicas da UFPR. Diretora do Setor de Educação da UFPR (2006-1010). Vice Presidente Região Sul (2008-2009) e Vice Presidente Nacional (2010) do Fórum Nacional de Faculdades de Educação de Instituições Públicas Brasileiras (FORUMDIR). Representante institucional da Cátedra UNESCO Inovações Pedagógicas no Ensino Superior (2002-2012). Coordenadora adjunta e pedagógica do Centro Interdisciplinar de Formação Continuada de Professores da Educação Básica da Rede Nacional de Formação de Professores do MEC (2004 -2006). Secretária Geral fundadora da Sociedade Brasileira de Educação Matemática (SBEM-PR,1998) e Primeira Secretária (2007-2010 e 2010-2013). Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação Matemática e em Cognição, Aprendizagem e Desenvolvimento Humano, atuando principalmente nos seguintes temas: formação de professores (inicial e continuada), educação matemática, ensino de matemática, didática e metodologia do ensino em todos os níveis, estudos da complexidade na perspectiva do pensamento complexo. 

Referências

ALMEIDA, Maria Elizabeth Bianconcini de. Educação a Distância na Internet: abordagens e contribuições dos ambientes digitais de aprendizagem. Educação e Pesquisa [online], v.29, n.2, p. 327-340, ISSN 1678-4634. https://doi.org/10.1590/S1517-97022003000200010.

ANDRADE, M. Q. de. Diálogos em Prática: proposta de formação para o uso do ambiente virtual de aprendizagem (AVA) na perspectiva dos professores. 2018. 136f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, Curitiba, 2018. Disponível em: https://acervodigital.ufpr.br/handle/1884/57180 . Acesso em: 29 nov. 2020.

AZEREDO, I. C. da S. Recursos do MOODLE como apoio à Prática Pedagógica: Investigando o Fazer Docente. 2016. 135f. Dissertação (Mestrado) – Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Escola de Humanidades, Programa de Pós-Graduação em Educação, Porto Alegre, 2016. Disponível em: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/7137 . Acesso em: 29 nov. 2020.

BAIRRAL, Marcelo Almeida. Discurso, interação e aprendizagem matemática em ambientes virtuais a distância. Seropédica, RJ: Editora Universidade Rural, 2007.

BENTO, M. C. M. Ambientes Virtuais de Aprendizagem Institucionais e não Institucionais: estudo de caso com professores de uma instituição de ensino superior salesiana. 2016. 140f. Tese (Doutorado) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Programa de Estudos Pós-Graduados em Tecnologia da Inteligência e Design Digital, São Paulo, 2016. Disponível em: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/18782. Acesso em: 26 jan. 2021.

BITTAR, M. Parceria Escola X Universidade na Inserção da Tecnologia nas Aulas de Matemática: um projeto de pesquisa-ação. In: CUNHA, A. M. de O. [et al.] (ORGs.). Convergências e tensões no campo da formação e do trabalho docente. Belo Horizonte, MG: Autêntica, 2010. (Coleção Didática e Prática de Ensino). p. 591-609. Disponível em: http://endipe.fae.ufmg.br/livros/Livro_5.PDF . Acesso em: 26 jan. 2021.

BRITO, G. da S.; et al. Formação Continuada de Professores em Tecnologia: A – Ousadia na Dialogicidade entre a Universidade e a Escola. Revista e-Curriculum. v. 15, p. 221-248, 2017. https://doi.org/10.23925/1809-3876.2017v15i1p221-248

BRUN MENEGOTTO, D. Práticas Didáticas em Ambiente Virtual de Aprendizagem: modificações da ação docente. 2015. 138f. Tese (Doutorado) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, Porto Alegre, 2015. Disponível em: https://lume.ufrgs.br/handle/10183/117573 . Acesso em: 28 jan. 2021.

CAMAS, N. P. V.; et al. Professor e Cultura Digital: reflexão teórica acerca dos novos desafios na ação formadora para nosso século. Reflexão e Ação (Online). v. 21, n.2, p.179-198, 2013. Disponível em: https://online.unisc.br/seer/index.php/reflex/article/view/3834. Acesso em: 28 jan. 2021. http://dx.doi.org/10.17058/rea.v21i2.3834

CASTRO, A. N. de. Formação Inicial: a contribuição para o uso pedagógico das TIC na educação básica - um estudo no curso de pedagogia da UFMT/campus Cuiabá. 2014. 113f. Dissertação (Mestrado) – Fundação Universidade Federal de Rondônia, Programa de Pós-Graduação em Educação, Porto Velho, 2014. Disponível em: http://www.ppge.unir.br/uploads/62248421/arquivos/DISSERTA__O___ANDR_IA_NUNES_DE_CASTRO_1826375272.pdf. Acesso em: 28 jan. 2021.

CHARLOT, Bernard. Da relação com o saber às práticas educativas. 1. ed. São Paulo: Cortez, 2013.

CHARLOT, Bernard. Da relação com o saber: elementos para uma teoria. Porto Alegre: Artmed, 2000.

COSTA, P. de S.; MENDONÇA, L. de S. O uso da Plataforma Moodle como apoio ao Ensino Presencial. DiversaPrática – Revista Eletrônica da Divisão de Formação Docente. v. 2, n.1, p. 146-194 , jan/jun, 2014 – ISSN 2317-0751. Disponível em:

http://www.seer.ufu.br/index.php/diversapratica/article/view/26430

EÇA, J. L. M.; PEIXOTO, J. L. B. & MADRUGA, Z. E. F. (2021). Formação continuada à luz da Etnomodelagem: construção de uma proposta de ensino com professores que ensinam matemática no Ensino Fundamental. REAMEC-Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, 9(1), e21005. http://dx.doi.org/10.26571/reamec.v9i1.11384.

FIGUEIREDO, F. F.; GROENWALD, C. L. Design de problemas matemáticos com o uso de Tecnologias Digitais sob o enfoque da formulação de problemas subsidiários. In: Revista de Educação, Ciência e Cultura. Canoas, v. 24, n. 1, p. 213-216, mar.2019. http://dx.doi.org/10.18316/recc.v24i1.4235

FIORENTINI, Dario; LORENZATO, Sergio. Investigação em Educação Matemática: percursos teóricos e metodológicos. 3ª Edição Revisada, Campinas: Autores Associados, 2006.

GONÇALVES, H. C. D. Formação continuada de professores para o uso do ambiente virtual de aprendizagem no curso de pedagogia: a experiência do PARFOR/UEPA. 2014. 150 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade do Estado do Pará, Centro de Ciências Sociais e Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, Belém, 2014. Disponível em: https://ccse.uepa.br/ppged/wp-content/uploads/dissertacoes/08/heden_clazyo_dias_gonalves.pdf. Acesso em: 28 jan. 2021.

GUÉRIOS, E. Espaços oficiais e intersticiais da formação docente: história de um grupo de professores na área de ciências e Matemática. 2002. 234 f. Tese (Doutorado) – Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, Campinas, 2002. Disponível em: http://repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/253667. Acesso em: 28 jan. 2021.

GUÉRIOS, E. Contribuições do pensamento complexo para a formação de professores em uma perspectiva transdisciplinar. In: SÁ, R. A. de; BEHRENS, M. A. (Orgs). Teoria da complexidade: contribuições epistemológicas e metodológicas para uma pedagogia complexa. Curitiba, PR: Appris, 2019.

KOLLER, S. H.; COUTO, M. C. de P. de P.; HOHENDORFF, J. von (Orgs.). Manual de produção científica. Porto Alegre, RS: Penso, 2014. Disponível em: https://www.biosanas.com.br/uploads/outros/artigos_cientificos/18/6505082c2a7c23986651c7b1f7a4a92e.pdf . Acesso em: 26 mar. 2021.

KUMMER, M. J. Aprendizagem Cooperativa – Uma abordagem em cursos bimodais de Especialização usando o Ambiente Virtual de Aprendizagem – Eureka. 2006. 158f. Dissertação (Mestrado) – Pontifícia Universidade Católica, Programa de Pós-Graduação em Educação, Curitiba, 2006. Disponível em: http://www.biblioteca.pucpr.br/tede/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=566. Acesso em: 28 jan. 2021.

LARROSA, J. Experiência e alteridade em educação. Revista Reflexão e Ação, Santa Cruz do Sul. v.19, n.2, p. 4-19, jul./dez. 2011. http://dx.doi.org/10.17058/rea.v19i2.2444

LÉVY, Pierre. A inteligência coletiva: por uma antropologia do ciberespaço. Tradução por Luiz Paulo Rouanet. 2 ed. São Paulo: Loyola, 1999. 212p.

MARTINI, C. M. A formação do professor de matemática e os desafios da inclusão das tecnologias de informação e comunicação na prática pedagógica. 2013. 118f. Dissertação (Mestrado) – Fundação Universidade Federal de Rondônia, Programa de Pós-Graduação em Educação, Porto Velho, 2013. Disponível em: http://ri.unir.br/jspui/hanle/123456789/1965 . Acesso em: 28 jan. 2021.

MIRANDA, G. dos S. S. Tecnologia, Interação e Interatividade: desafios para o docente em ambientes virtuais de aprendizagem. 2015. 105f. Dissertação (Mestrado) – Universidade do Vale do Sapucaí, Programa de Pós-Graduação em Educação, Pouso Alegre, 2015. Disponível em: http://www.univas.edu.br/me/docs/dissertacoes2/17.pdf . Acesso em: 28 jan. 2021.

MORAN, J. M. Pedagogia integradora do presencial-virtual. Set. 2002. Disponível em: http://www.abed.org.br/congresso2002/trabalhos/texto50.htm . Acesso em: 26 mar 2021.

MORAN, José Manoel. A educação que desejamos: Novos desafios e como chegar lá. 5. ed. Campinas, SP: Papirus, 2012.

MORAN, J. M. Propostas de mudança nos cursos presenciais com educação on-line. Set. 2004. Disponível em: http://www.eca.usp.br/prof/moran/site/textos/educacao_online/propostas.pdf . Acesso em: 26 mar 2021.

MORIN, Edgar. Abertura do Seminário Internacional de Educação e Cultura – SESC Vila Mariana, agosto/2002 – São Paulo. Disponível em: http://acervo.plannetaeducacao.com.br/portal/artigo.asp?artigo=619. Acesso em: 26 mar. 2021.

MORIN, Edgar. Ciência com Consciência. Tradução de Maria D. Alexandre e Maria

Alice Araripe de Sampaio Dora. 16.ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2014.

NACARATO, A. M.; PAIVA, M. A. V. A Formação do Professor que Ensina Matemática: estudos e perspectivas a partir das investigações realizadas pelos pesquisadores de GT 7 da SBEM. In: NACARATO, A. M.; PAIVA, M, A. V. (Orgs.). A Formação do Professor que Ensina Matemática: perspectivas e pesquisas. Belo Horizonte, MG: Autêntica, 2008.

NAKASHIMA, R. H. R. A dialética dos conhecimentos pedagógicos dos conteúdos tecnológicos e suas contribuições para a ação docente e para o processo de aprendizagem apoiados por ambiente virtual. 2014. 287f. Tese (Doutorado) – Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo, Programa de Pós-Graduação em Educação, São Paulo, 2014. Disponível em: https://teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-01102014-134609/pt-br.php. Acesso em: 28 jan. 2021.

NAZÁRIO, K. R. de P. Conhecimentos docentes para educação on-line : contribuições de um curso de formação em EaD da UFSCar. 2015. 95 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de São Carlos, Programa de Pós-Graduação em Educação, São Carlos, 2015. Disponível em: https://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/7074. Acesso em: 28 jan. 2021.

NISHIO, A. L. Formação continuada de professores de matemática em um ambiente virtual de aprendizagem. 2017. 200f. Tese (Doutorado) – Universidade Católica de Petrópolis, Programa de Pós-Graduação em Educação, Petrópolis, 2017. Disponível em: https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=5062867. Acesso em: 28 jan. 2021.

OLIVEIRA, A.; SCHERER, S. Formação continuada de professores de matemática: tecnologias, interação e aprendizagem. In: VI Sesemat – Seminário Sul-Mato-Grossense de Pesquisa em Educação Matemática. Anais do VI Sesemat – Seminário Sul-Mato-Grossense de Pesquisa em Educação Matemática, 2012. Disponível em: https://periodicos.ufms.br/index.php/sesemat/issue/view/238 . Acesso em: 28 jan. 2021.

PRIMO, Alex. Interação mediada por computador: comunicação, cibercultura, cognição. 2 ed. Porto Alegre: Sulina, 2008.

ROCHA, A. K. de O. A programação de computadores como meio para integrar diferentes conhecimentos: uma experiência com professores de Matemática. 2015. 219f. Tese (Doutorado) – Universidade Anhanguera de São Paulo, Programa de Pós-Graduação em Educação Matemática, São Paulo, 2015. Disponível em: https://repositorio.pgsskroton.com/handle/123456789/3468. Acesso em: 28 jan. 2021.

SÁ, R. A. de. Educação à Distância: estudo exploratório e analítico de graduação na área de formação de professores. 422 p. Tese (Doutorado) – Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, Campinas, 2007. Disponível em: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/251842 Acesso em: 28 jan. 2021.

SALES, R. G. O Ambiente Virtual de Aprendizagem e sua incorporação na UFMT: em foco os cursos de Ciências Biológicas. 2017. 80f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal de Mato Grosso, Programa de Pós-Graduação em Educação, Cuiabá, 2017. Disponível em: https://ri.ufmt.br/handle/1/1948. Acesso em: 28 jan. 2021.

SANTOS, E. O. dos. Educação online: Cibercultura e pesquisa-formação na prática docente. 2005. 351f. Tese (Doutorado) – Universidade Federal da Bahia, Programa de Pós-Graduação em Educação, Salvador, 2005. Disponível em: http://www.repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/11800. Acesso em: 26 jan. 2021.

SASSI, S. B. O Ambiente Virtual de Aprendizagem como apoio ao Ensino Presencial de Matemática: uma proposta com design instrucional. 2016. 215f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Mato Grosso, Programa de Pós-Graduação em Educação, Cuiabá, 2016. Disponível em: http://ri.ufmt.br/handle/1/1040. Acesso em: 26 jan. 2021.

SAUSEN, S. Os recursos de ambientes virtuais no ensino presencial: uma experiência com alunos de um curso de licenciatura em matemática. 2011. 216 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Paraná, Programa de Pós-Graduação em Educação, Curitiba, 2011. Disponível em: https://hdl.handle.net/1884/65265. Acesso em: 26 jan. 2021.

SCHERER, S. Uma Estética Possível para a Educação Bimodal: Aprendizagem e Comunicação em Ambientes Presenciais e Virtuais. 2005. 241 p. Tese (Doutorado) – Pontifícia Universidade Católica, Programa de Pós-Graduação em Educação: Currículo, São Paulo, 2005. Disponível em: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/9942. Acesso em: 26 jan. 2021.

SOEK, A. M.; HARACEMIV, S. M. C. Os desafios da complexidade da formação docente na Educação a Distância. In: Complexidade e Educação: diálogos epistemológicos transformadores. GUÉRIOS, E.; PISKE, F. da H. R.; SOEK, A. M.; SILVA, E. J. (Orgs.). Curitiba, PR: CRV, 2017.

TARDIF, M.; LESSARD, C.; LAHAYE, L. Os professores face ao saber: esboço de uma problemática do saber docente. Revista Teoria e Educação, Porto Alegre, n. 4, p. 215-233, 1991. Disponível em: https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/2075923/mod_resource/content/1/Texto-complementar-Aula-4-TARDIFF-LESSARD-LAHAYE-1991.pdf. Acesso em: 26 jan. 2021.

Downloads

Publicado

2021-04-12

Como Citar

SAUSEN, S.; GUÉRIOS, E. C. PRESENCIAL E VIRTUAL: O EXTRAPOLAR DE FRONTEIRAS FÍSICAS E DIGITAIS. REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, [S. l.], v. 9, n. 1, p. e21029, 2021. DOI: 10.26571/reamec.v9i1.11777. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/reamec/article/view/11777. Acesso em: 12 maio. 2021.

Edição

Seção

Educação Matemática