QUE ARITMÉTICA ENSINAR NA ESCOLA PRIMÁRIA BRASILEIRA? A PEDAGOGIA MODERNA POR LEÔNCIO DE CARVALHO E POR RUI BARBOSA (1879-1883)

Autores

DOI:

10.26571/2318-6674.a2014.v2.n1.p77-92.i5297

Palavras-chave:

Aritmética primária, Cálculo mental, Pedagogia moderna, Realidade concreta.

Resumo

Objetiva-se, neste artigo, identificar, caso tenha havido, quais foram as indicações metodológicas para o ensino da Aritmética no curso primário brasileiro, em tempos das tentativas de modernização pedagógica. Duas propostas reformistas assumiram para si a incumbência de levar o ideário da modernização para dentro dos muros escolares do Brasil: a Reforma de 1879 e o Parecer/Projeto de 1883. Nessa leva, interessa saber o que dizem o Decreto de Leôncio de Carvalho (1879) e o Parecer/Projeto de Rui Barbosa (1883) sobre o ensino da Aritmética primária. Para isso, a análise se deu levando em conta as marcas de produção desses documentos as quais estão inscritas como dispositivos de normalização e como forma produtora de sentido. A representação lida e vista com a análise foi a de uma Aritmética configurada pela realidade concreta e pela prática do cálculo mental.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.generic.paperbuzz.metrics##

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Marcus Aldenisson de Oliveira, Universidade Federal de São Paulo

Realiza um estágio de Pós-Doutoramento no Departamento de Ciências da Educação da Faculdade de Ciências e Letras na Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" - Unesp/Araraquara. Doutor em Ciências pelo Programa de Pós-Graduação em Educação e Saúde na Infância e na Adolescência da Universidade Federal de São Paulo - Unifesp/Guarulhos. Entre 2015 e 2016, fez um estágio de doutoramento na Université de Limoges (França). Mestre em Educação e Licenciado em Matemática pela Universidade Tiradentes - Unit/Aracaju. Membro do "Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Cultura e Instituições Educacionais (GEPCIE)", desde 2018. Membro associado do "Grupo de Pesquisa de História da Educação Matemática" (GHEMAT), desde 2013. Membro do "Grupo de Pesquisa Histórias das Práticas Educacionais" (GPHPE), desde 2009. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em História da Educação Matemática. Na pesquisa, interessa-se principalmente nos seguintes temas: Alfabetização; Métodos de ensino; Ensino de Matemática; Livro didático de Matemática.

Publicado

2014-12-30

Como Citar

OLIVEIRA, M. A. de. QUE ARITMÉTICA ENSINAR NA ESCOLA PRIMÁRIA BRASILEIRA? A PEDAGOGIA MODERNA POR LEÔNCIO DE CARVALHO E POR RUI BARBOSA (1879-1883). REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, Cuiabá, Brasil, v. 2, n. 1, p. 77–92, 2014. DOI: 10.26571/2318-6674.a2014.v2.n1.p77-92.i5297. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/reamec/article/view/5297. Acesso em: 19 jul. 2024.