POLÍTICAS E PROCESSOS FORMATIVOS DE PROFESSORES NA EDUCAÇÃO INFANTIL

Filomena Maria de Arruda Monteiro, Rute Cristina Domingos da Palma, Sandra Pavoeiro Tavares Carvalho

Resumo


O texto objetiva apresentar o percurso vivenciado na implementação do curso de Especialização em Docência na Educação Infantil desenvolvido pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), em parceria com o Ministério da Educação (MEC), curso esse inserido nas ações da Política Nacional de Formação de Professores para a Educação Infantil, no período de 2010 a 2016. A oferta de 10 turmas de Especialização e 8 turmas de Aperfeiçoamento oportunizou a formação continuada de aproximadamente 800 profissionais da Educação Infantil pertencentes a 23 municípios do estado de Mato Grosso. O processo formativo segundo os cursistas favoreceu não só a compreensão sobre a infância e a educação infantil, a articulação entre teoria e prática, como também significativa melhora na relação professor-aluno, oferecendo novos conhecimentos e diferentes possibilidades na elaboração do planejamento e execução de atividades. Além disso, constatou-se que a experiência foi enriquecedora para a maioria dos participantes uma vez que após o término do curso alguns foram convidados para fazer parte da equipe da Secretaria de Educação de seus municípios, outros aprovados em processo seletivo para cargos de gestão, de coordenação pedagógica e ainda para o Mestrado sinalizando a importância da formação continuada e o engajamento pessoal nesse processo. Enfim, considera-se que a reflexão crítica sobre as políticas, as teorias e as práticas, pode oportunizar a vivência de novas propostas pedagógicas na perspectiva da reflexão-ação-reflexão, abrindo novos caminhos na perspectiva do desenvolvimento profissional docente.

Palavras-chave


Educação Infantil; Política de Formação; Especialização; Aperfeiçoamento.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.26571/2318-6674.a2016.v4.n2.p94-106.i5331

Apontamentos

  • Não há apontamentos.