ABORDAGEM DO RACIOCÍNIO PROPORCIONAL EM ALGUNS LIVROS DIDÁTICOS PARA A EJA

Autores

DOI:

10.26571/reamec.v9i2.12778

Palavras-chave:

EJA, Livro didático, Aspectos do raciocínio proporcional, Atividade matemática

Resumo

Este texto resulta de uma pesquisa de mestrado desenvolvida no Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Mato Grosso. O objetivo da pesquisa consistiu em analisar se o modo como o conteúdo de proporcionalidade está disponibilizado nas coleções de livros didáticos selecionadas atende aos dois papéis da atividade matemática – funcional e formativo – conforme destaca a Proposta Curricular para o Segundo Segmento da Educação de Jovens e Adultos. Pautados na análise de conteúdo de Laurence Bardin (2011), realizou-se a análise interpretativa de três coleções, utilizadas na rede pública de ensino entre os anos de 2002 e 2010, buscando observar se estas apresentavam, como ponto de partida da atividade matemática, o recurso de resolução de problemas e se mobilizavam os aspectos considerados essenciais para o desenvolvimento do raciocínio proporcional. A análise aponta que duas das coleções selecionadas proporcionam a integração do papel formativo com o papel funcional e a terceira coleção atende, parcialmente, a essa integração, sugerindo a possibilidade de o professor de Matemática utilizar os livros selecionados na pesquisa, não como recurso central orientador de sua prática, mas sim como recurso que complementa a sua prática pedagógica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.generic.paperbuzz.metrics##

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Leonardo Rodrigues dos Santos, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso, Campo Novo do Parecis, Mato Grosso, Brasil

Doutorando em Educação pela Universidade de Sorocaba - PPGE/UNISO-SP, Mestre em Educação pelo Instituto de Educação da Universidade Federal de Mato Grosso - PPGE/UFMT, Linha de Pesquisa: Educação em Ciências e Matemática. Especialização em Educação Profissional Técnica de Nível Médio Integrada ao Ensino Médio na Modalidade Educação de Jovens e Adultos - PROEJA, Especialização em Metodologia do Ensino da Matemática. Possui graduação em Licenciatura Plena em Matemática pela Universidade Federal de Mato Grosso (1997). Professor efetivo do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso - Campus Campo Novo do Parecis, no qual atua como docente e membro do colegiado do curso de Licenciatura em Matemática e docente dos cursos Técnico em Agropecuária Integrado ao Ensino Médio, Tecnologia em Agroindústria, Bacharelado em Agronomia, dentre outros ofertados pelo IFMT campus Campo Novo do Parecis. 

Gladys Denise Wielewski, Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Cuiabá, Mato Grosso, Brasil

Possui graduação em Licenciatura em Matemática pela Universidade Federal de Mato Grosso (1988), mestrado em Educação pela Universidade Federal de Mato Grosso (1998) e doutorado em Educação Matemática pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2005). Fez Pós-Doutorado na Universidade Nova de Lisboa-Portugal (2008). Atualmente é professora na categoria Adjunto da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) atuando na Graduação e na Pós-Graduação, nível de Mestrado em Educação no Instituto de Educação da UFMT e de Doutorado em Educação em Ciências e Matemática, da Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática/REAMEC. Tem experiência na área de Matemática, com ênfase em Prática de Ensino, atuando principalmente nos seguintes temas: ensino de matemática, aritmética, habilidades matemáticas, história da matemática e metodologia da matemática. Na pesquisa, atua nas temáticas: História da Educação Matemática, História da Matemática, Didática da Matemática, Resolução de Problemas, Pensamento Matemático.

Referências

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 2008.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Fundamental. Proposta curricular para a Educação de Jovens e Adultos: segundo segmento do ensino fundamental: 5ª a 8ª série/Matemática, Ciências, Arte, Educação Física. Brasília: MEC/SEF, 2002. v. 3.

FONSECA, Maria da Conceição F. R. Educação Matemática de Jovens e Adultos. Belo Horizonte: Autêntica, 2005.

LINS, Romulo Campos; GIMENEZ, Joaquim. Perspectivas em aritmética e álgebra para o século XXI. Campinas, SP: Papirus, 1997.

MIRANDA, M R. Pensamento proporcional: uma metanálise dissertativa de dissertações, 2009.136 f. Dissertação de Mestrado, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2009. Disponível em: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/11406. Acesso em 18 Abr. 2011.

PONTE, João Pedro da; SILVESTRE, Ana Isabel. (2006). Uma experiência de ensino da proporcionalidade no 2.º ciclo do ensino básico. In I. Vale, T. Pimentel, A. Barbosa, L. Fonseca, L. Santos & P. Canavarro (Orgs.), Números e álgebra na aprendizagem da Matemática e na formação de professores (Actas do XVI Encontro de Investigação em Educação Matemática, pp. 295-313). Caminha: SEM-SPCE. Disponível em:

https://www.researchgate.net/publication/255649857. Acesso em: 15 mai. 2010.

POST, Thomas R; BEHR, Merlyn J.; LESH, Richard. A proporcionalidade e o desenvolvimento de noções pré-álgebra. In: COXFORD, Arthur F.; SHULTE, Alberto P. (Org.). As idéias da álgebra. Tradução de Hygino H. Domingues. São Paulo: Atual, 1995. p. 89-103.

Downloads

Publicado

2021-08-28

Como Citar

SANTOS, L. R. dos; WIELEWSKI, G. D. ABORDAGEM DO RACIOCÍNIO PROPORCIONAL EM ALGUNS LIVROS DIDÁTICOS PARA A EJA. REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, [S. l.], v. 9, n. 2, p. e21060, 2021. DOI: 10.26571/reamec.v9i2.12778. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/reamec/article/view/12778. Acesso em: 24 set. 2021.

Edição

Seção

Educação Matemática na EJA

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>