MODELOS MENTAIS DE RELAÇÃO ENTRE CIÊNCIA E FÉ: DESAFIOS PARA A FORMAÇÃO DOCENTE

Autores

DOI:

10.26571/reamec.v8i3.11092

Palavras-chave:

Educação em Ciências, Ciência e Religião, Modelos mentais, Formação docente

Resumo

A temática que propõe um diálogo entre os campos da Ciência e da Religião vem se constituindo como uma alternativa atraente e promissora para o âmbito da formação docente, em especial, no ensino das Ciências. Isso porque, ainda que polêmico e desafiador, os estudos requerem que se considere os pressupostos de cada pessoa no ajuste de sua cosmovisão durante a formação inicial, além de se aprofundar na compreensão da História e da Filosofia da Ciência que apure a epistemologia da natureza da Ciência. Nesta pesquisa, o objetivo foi o de esboçar compreensões iniciais sobre o modelo mental da relação entre Ciência e Religião dos estudantes da primeira equipe da residência pedagógica em Química da Universidade Federal de Mato Grosso - Brasil. Com metodologia qualitativa de viés exploratório e aplicação de questionário, com a resposta de 12 (doze) participantes, destaca-se, de forma preliminar, a crença de que algo divino e sobrenatural deve existir. Todos concordam que é possível ser um cientista sério e, ainda assim, nutrir crenças religiosas e apontam, ainda, que é preciso realizar pesquisas científicas de forma ética e moralmente comprometida com  estas crenças. Há uma tendência percebida entre os participantes de pensar a partir do modelo do diálogo – algo que gostariam que ocorresse – em detrimento do modelo do conflito, presente em suas reflexões de cunho acadêmico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.generic.paperbuzz.metrics##

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Laiene Maria Rodrigues dos Santos, Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)

Mestranda em Educação na Linha de Pesquisa Educação em Ciências (PPGE/UFMT). Licenciada em Química pela Universidade Federal de Mato Grosso (2020). Técnica em Alimentos pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial - SENAI (2014-2016). 

Elane Chaveiro Soares, Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)

Doutora em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS/2012). Mestre em Educação pela UFMT/1997. Graduada em Licenciatura Plena em Química pela UFMT/1992. Docente da graduação nas disciplinas da Área de Ensino de Química, bem como, docente, orientadora e Coordenadora do Programa de Pós-graduação em Ensino de Ciências Naturais Mestrado Profissional (PPGECN/2017-2018). Coordenadora do Programa de Residência Pedagógica em Química da UFMT/Cuiabá (agosto 2018 a janeiro 2020 e agosto de 2020 a janeiro de 2022). Coordenadora do PIBID/QUÍMICA/CUIABÁ (2013/2016) e subcoordenadora do Programa Novos Talentos no Tema Águas de Mato Grosso (2014-2016). Atualmente, Coordenadora Pedagógica da Licenciatura Plena em Química (DQ 2015-2016 e 2019-2021), Pesquisadora do Laboratório de Pesquisa e Ensino de Química (LabPEQ). Áreas de Interesse:Formação de Professores de Química, História e Filosofia da Educação Química, Ciência e Religião, Ensino e Aprendizagem em Química.

Marcel Thiago Damasceno Ribeiro, Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)

Pós-doutorando em Educação em Ciências e Matemática (PPGECM/UFG). Doutor em Educação em Ciências e Matemática (PPGECM/REAMEC/UFMT); Mestre em Educação pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT); graduado em Licenciatura em Química pela UFMT. Atualmente é Professor Adjunto III da Universidade Federal de Mato Grosso, Campus Cuiabá, do curso de Licenciatura em Química, do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE), e do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências Naturais (PPGECN). Membro da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação (ANPED); Associação Brasileira de Pesquisa (Auto) Biográfica (Biograph); Associação Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências (ABRAPEC); e da Sociedade Brasileira de Ensino de Química (SBEnQ). Representante docente no Comitê de Ética em Pesquisa com Seres Humanos da Área das Ciências Humanas e Sociais da UFMT. Coordenador do PIBID Química Campus Cuiabá, UFMT (2020). É pesquisador na área de Educação em Ciências, atuando nas seguintes Temáticas de Pesquisa: Educação em Ciências; Formação inicial e continuada de professores; Desenvolvimento profissional de professores; Políticas Educacionais; Pesquisa Narrativa; Ensino de Química e Ensino de Ciências).

Referências

AZEVÊDO, E. S. Breves Considerações na Convergência Ciência e Religião. Caderno CRH, Salvador, v. 26, n. 69, p. 469-476, set. /dez. 2013. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-49792013000300004&lng=en&nrm=iso&tlng=pt. Acesso em: 20 jun.2020.

AZEVEDO, H. L.; CARVALHO, L. M. O ensino de ciências e religião: levantamento das teses e dissertações nacionais produzidas entre 1991 e 2016 que abordam essa relação. VIDYA, Santa Maria, v. 37, n. 1, p. 253-272, jan./jun. 2017. Disponível em: https://periodicos.ufn.edu.br/index.php/VIDYA/article/view/1972/1910. Acesso em: 10 mai.2020.

BARBOUR, Ian G. Quando a Ciência Encontra a Religião: inimigas, estranhas ou parceiras? São Paulo: Cultrix, 2004.

BRASIL. Programa de Residência Pedagógica. Brasília-DF, 2018. Disponível em: <https://capes.gov.br/educacao-basica/programa-residencia-pedagogica>. Acesso em: 20 de nov. 2019.

CARVALHO, Ana Maria P. de; GIL-PÉREZ, Daniel. Formação de Professores de Ciências: Tendências e Inovações. 10 ed. São Paulo: Cortez, 2011.

CHALMERS, Alan F. O que é Ciência Afinal? São Paulo: Brasiliense, 1993.

GIBIN, G. B.; FERREIRA, L. H.; A formação inicial em Química baseada em conceitos representados por meio de modelos mentais. Química Nova, São Paulo, v. 33, n. 8, p. 1809-1814, Julho, 2010. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/qn/v33n8/33.pdf. Acesso em: 10 jun. 2020.

GONSALVES, Elisa P. Conversas sobre iniciação à pesquisa científica. Campinas, São Paulo: Editora Alínea, 2007.

HENRIQUE, A. B.; SILVA, C. C. Comparando os Objetivos e Métodos da Ciência e Religião na Formação de Professores. In: Encontro Nacional de Pesquisa em Ensino de Ciências, Anais, 8, 2011, Campinas.

JAPIASSÚ, Hilton. MARCONDES, Danilo. Dicionário básica de filosofia, Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2006.

KUHN, Thomas S. A estrutura das revoluções científicas, 5 ed, São Paulo: Editora Perspectiva, 1997.

MACIEL, R. F. L. A. Cristãos Sem Igreja: Um Olhar a Partir da Contemporaneidade. Revista Sacrilegens, Juiz de Fora, v. 12, n.2, p. 87-99, jul-dez. 2015. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/sacrilegens/article/view/26842/18525. Acesso em: 25 de ago. 2020.

NÓBREGA, A. P. A. de; SOARES, E. C. Ciência e Religião na formação de professores de ciências: estado da questão. In: OLIVEIRA, C. E. de; RÊSES, E. da S.; PACÍFICO; J. M. Educação pública em debate no Centro-Oeste e Norte brasileiros: entre a unidade e a diversidade no contexto escolar. Ed. EDUFRO, 2020.

NUNES, C. M. F. Saberes Docentes e Formação de Professores: Um Breve Panorama da Pesquisa Brasileira. Educação & Sociedade, ano XXII, nº 74, abril/2001. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/es/v22n74/a03v2274.pdf. Acesso em: 29 ago. 2020.

OLIVEIRA, P. de A. R. de O.; PENASIEWICZ, P. Tendências religiosas entre a população universitária: um estudo de caso. HORIZONTE – Estudos de Teologia e Ciências da Religião, v. 12, n.36, p. 1160-1189. 3 jan. 2015.

PORTO, P. A. História e filosofia da ciência no ensino de química: em busca de objetivos educacionais da atualidade. In: SANTOS, L. P. dos; MALDANER, O. A. Ensino de Química em foco. Ijuí: Unijuí, 2011.

RICETO, B. V. JUNIOR, P. D. C. Diálogos entre Ciência e Religião: a Temática sob a Ótica de Futuros Professores. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, v. 100, n. 254, p. 169-190, jan/abr, 2019. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/rbeped/v100n254/2176-6681-rbeped-100-254-169.pdf. Acesso em: 30 ago. 2020.

ROSINKE, P. Os quatro elementos: Terra, água, ar e fogo: um tetramorfo envolvido em um tênue limite entre o sagrado e o profano. Tese (doutorado). Universidade Federal de Mato Grosso, Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemática, Cuiabá, 2019.

SILVA, R. R. da.; MACHADO, P. F. L.; TUNES, E. Experimentar sem medo de errar. In: SANTOS, L. P. dos; MALDANER, O. A. Ensino de Química em foco. Ijuí: Unijuí, 2011.

SIRE, James W. O universo ao lado: um catálogo básico sobre cosmovisão, Brasília, DF: Monergismo, 2018.

SOARES, E. C. NÓBREGA, A. P. A. de. SANTOS, L. M. R. dos. CAMPOS, S. D. de L. Diálogo autêntico e diálogo superficial entre ciência e religião e o ensino das ciências: perspectivas para a realização de uma pesquisa. In: Inquietações e proposituras na formação docente 3 [recurso eletrônico]. Ponta Grossa, PR: Atena, 2020. Disponível em: https://www.atenaeditora.com.br/post-artigo/33243. Acesso em: 30 ago. 2020.

SWATOWISKI, C. SILVA, D. ALVARENGA, O. Religião no contexto universitário: uma pesquisa entre estudantes de Ciências Sociais e Psicologia da UFU. Interseções. Rio de Janeiro, v. 20 n. 2, p. 388-411, dez. 2018.

Downloads

Publicado

2020-09-24

Como Citar

SANTOS, L. M. R. dos .; SOARES, E. C.; RIBEIRO, M. T. D. MODELOS MENTAIS DE RELAÇÃO ENTRE CIÊNCIA E FÉ: DESAFIOS PARA A FORMAÇÃO DOCENTE. REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, [S. l.], v. 8, n. 3, p. 362-377, 2020. DOI: 10.26571/reamec.v8i3.11092. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/reamec/article/view/11092. Acesso em: 27 out. 2020.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>