QUÍMICA COM ANALOGIAS: O ESTUDO DA VIABILIDADE DE UM GUIA DIDÁTICO, A PARTIR DE REFLEXÕES DOCENTES

Autores

DOI:

10.26571/reamec.v9i1.11565

Palavras-chave:

Analogias, Ensino de Química, Guia didático

Resumo

O presente estudo apresenta a construção do Guia Didático intitulado Química com Analogias: guia com orientações para o uso de analogias no Ensino de Química, desenvolvido como parte do processo de uma investigação científica realizada junto ao Programa de Pós-Graduação de Ensino de Ciências Naturais (PPGECN) da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). Objetiva-se com este contribuir para que professores de Química utilizem analogias como estratégia de ensino, em suas práticas pedagógicas, de forma consciente e sistematizada, a partir de subsídios teóricos e metodológicos, na busca de minimizar os obstáculos pedagógicos inerentes ao uso desse recurso. O método de estudo utilizado foi de abordagem qualitativa, pautada nas técnicas de Estudo de Caso. Como instrumentos de coleta de dados foram utilizados dois questionários e uma entrevista semiestruturada aplicados a seis professores, egressos do PPGECN/UFMT, campus Cuiabá, aprovados no Edital de Seleção de 2018 para área de Ensino de Química. A partir da análise da avaliação dos participantes foi possível concluir que o Guia Didático se apresenta como um material didático útil e viável, visto que os resultados foram satisfatórios e todos os sujeitos o aprovaram, em especial, quando informaram que o utilizariam no planejamento de suas aulas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.generic.paperbuzz.metrics##

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Rosiane Alexandre Pena Guimarães, Universidade Federal de Mato Grosso

Mestre em Ensino de Ciências Naturais (Área de Concentração: Ensino de Química) da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), está vinculada ao Laboratório de Pesquisa e Ensino de Química (LabPEQ/UFMT). Especialista em Ensino de Química pela Faculdade UNICA. Graduada em licenciatura plena de Química pela Universidade Federal de Mato Grosso (2017). Técnica em Química pelo Instituto Federal de Mato grosso. Trabalha como técnica em Química do laboratório de sementes na faculdade de Agronomia e Zootecnia da Universidade Federal de Mato Grosso, no qual faz parte do Grupo de Pesquisa em Sementes. Foi bolsista do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID/QUÍMICA/UFMT), em 2013.Foi Voluntária do Programa de Monitoria da UFMT em 2017

Marcel Thiago Damasceno Ribeiro, Universidade Federal de Mato Grosso

É Licenciado em Química, Mestre em Educação pela Universidade Federal de Mato Grosso (2009); Doutor em Educação em Ciências e Matemática (PPGECM/REAMEC/UFMT) no ano de (2016). Está realizando estágio de pós-doutorado em Educação em Ciências e Matemática pela Universidade Federal de Goiás (UFG) no período de (fev. /2020, a fev. /2021). Atualmente é Professor Adjunto III da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Campus Cuiabá, do curso de Licenciatura em Química, do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE), e do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências Naturais (PPGECN). Atuou como Coordenador de ensino de graduação do curso de Licenciatura em Química (2012-2014). Representante docente no Comitê de Ética em Pesquisa com Seres Humanos da Área das Ciências Humanas e Sociais da UFMT. Coordenador do PIBID Química, Campus Cuiabá, UFMT (2020). É pesquisador na área de Educação em Ciências, atuando nas seguintes Temáticas de Pesquisa: Educação em Ciências; Formação inicial e continuada de professores; Desenvolvimento profissional de professores; Estágio Supervisionado; Prática como Componente Curricular; Políticas Educacionais; Pesquisa Narrativa; Ensino de Química e Ensino de Ciências.

Referências

ALMEIDA, G. M. A. Jogo digital e analogias: uma proposta para o ensino de Cinética Química 85 f. (Mestrado em Educação Para A Ciência) Universidade Est. Paulista Júlio De Mesquita Filho, 2015. Disponível em: https://repositorio.unesp.br/handle/11449/132517 Acesso em: 20 nov. 2020.

BOGDAN, R.; BIKLEN, S. Investigação qualitativa em educação: uma introdução à teoria e aos métodos. Porto editora, 1994.

CRESWELL, J. W. W. Projeto de pesquisa: métodos qualitativo, quantitativo e misto. 2. ed. Porto Alegre: Bookman, 2010.

DUARTE, M. C. Analogias na Educação em ciências contributos e desafios. Revista Investigações em Educação de Ciências, 10, 1, 7-29, 2005. Disponível em: https://www.if.ufrgs.br/cref/ojs/index.php/ienci/article/view/520/317. Acesso em: 10 out. 2020.

FERRAZ, D. F. O uso de analogias como recurso didático por professores e biologia no Ensino Médio. Cascavel: edunioeste, 2006.

FERRAZ, D. F.; TERRAZZAN, E. A O uso espontâneo de analogias por professores de Biologia: observações da prática pedagógica. Ensaio: Pesquisa em Educação em Ciências. Belo Horizonte: Cemicig; FAE, v. 4, n. 2, dez. 2002. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/epec/v4n2/1983-2117-epec-4-02-00115.pdf. Acesso em: 10 out. 2020.

FRANCISCO JÚNIOR, W. E. Analogias e situações problematizadoras em aulas de Ciências. São Carlos: Pedro e João editores 2010.

LACERDA, A. G.; BRITO, M. M. Análise de livros didáticos de ciências a partir do uso de analogias: obstáculos e abordagens sobre o conteúdo célula. REAMEC-Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, v. 7, n. 2, p. 164-184, 2019. DOI: 10.26571/REAMEC.a2019. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/reamec/article/view/8450. Acesso em: 22 out. 2020.

MORAES, R.; GALIAZZI, M. C. Análise Textual Discursiva. Ijuí: Ed. Unijuí, 2011.

MOZZER, N. B.; JUSTI, R. A elaboração de analogias como um processo que favorece a expressão de concepções de professores de química. Educación química, v. 24, p. 163-173, 2013. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0187893X13725102. Acesso em: 22 out. de 2020.

OLIVA, J. M. Qué conocimientos profesionales deberíamos tener los profesores de ciencias sobre el uso de analogías. Revista Eureka sobre Enseñanza y Divulgación de las Ciencias, v. 5, n. 1, p. 15-28, 2008. Disponível em: https://revistas.uca.es/index.php/eureka/article/view/3770. Acesso em: 03 nov. de 2020.

QUEIROZ, R. O. A Atualização De Modelos Didáticos, Na Forma De Analogias, No Ensino De Isomeria 3d: Uma Investigação Dos Saberes Docentes Junto A Professores De Química. 109 f. Mestrado em Ensino Das Ciências Instituição De Ensino: Universidade Federal Rural De Pernambuco, Recife, 2015. Disponível em: http://www.tede2.ufrpe.br:8080/tede2/handle/tede2/5960. Acesso em: 20 nov. 2020.

RIGOLON, R. G. O conceito e o uso de analogias como recurso didático por licenciandos de Biologia, 132 f. Dissertação (Mestrado em Educação para as Ciências e o Ensino de Matemática) -Universidade Estadual de Maringá, Maringá, 2008. Disponível em: http://repositorio.uem.br:8080/jspui/handle/1/4467. Acesso em: 15 nov. 2020.

VASCONCELOS, M. A. M. Guia didático: proposta pedagógica e aprendizagens. Faculdades Integradas-ICE: Cuiabá, 2011.

YIN, R. K. Estudo de Caso: planejamento e métodos. 4.ed. Tradução Daniel Grassi. Porto Alegre: Bookman, 2015.

Downloads

Publicado

2021-01-22

Como Citar

PENA GUIMARÃES, R. A.; RIBEIRO, M. T. D. QUÍMICA COM ANALOGIAS: O ESTUDO DA VIABILIDADE DE UM GUIA DIDÁTICO, A PARTIR DE REFLEXÕES DOCENTES. REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, [S. l.], v. 9, n. 1, p. e21012, 2021. DOI: 10.26571/reamec.v9i1.11565. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/reamec/article/view/11565. Acesso em: 16 maio. 2021.

Edição

Seção

Educação em Ciências

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>