UMA PROPOSTA DE SEQUÊNCIA DIDÁTICA PARA O ENSINO DE SOLUÇÕES

Autores

DOI:

10.26571/reamec.v8i1.9748

Palavras-chave:

Ensino de Química. Produto Educacional. Sequência Didática. Ensino de Soluções.

Resumo

Este trabalho se trata de um recorte de uma pesquisa de mestrado, e tem o objetivo de contribuir na resolução dos problemas que cercam o conceito de Soluções no Ensino Médio. Neste sentido, apresenta-se a questão norteadora da pesquisa: como se configuram e se expressam as estratégias e atividades didáticas dos professores de Química, ao relatarem o ensino sobre o conceito de Soluções que realizam na Educação Básica? Os participantes da pesquisa foram quatro professores supervisores do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID) em Química do curso de Licenciatura em Química da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). Desta forma, para elucidar a questão norteadora, recorre-se à metodologia de pesquisa de cunho qualitativo, tendo como abordagem o estudo de caso. Os instrumentos para coleta de dados foram: questionários on-line, entrevista semiestruturada, artigos relacionados ao ensino de Soluções, livros didáticos, e aplicação de tecnologia da informação e comunicação (TIC). Dessa forma, com o propósito de contribuir na resolução de problemas de ensino e aprendizagem que circundam este conceito, propõe-se um produto educacional como estratégia de ensino, por meio de uma sequência didática, na tentativa de apoiar o professor em sua prática pedagógica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.generic.paperbuzz.metrics##

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Handerson Rodrigo Alves, Secretaria de Estado de Educação

Mestre em Ensino de Química pelo Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências Naturais (Área de Concentração: Ensino de Química) da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), estando vinculada ao Laboratório de Pesquisa e Ensino de Química (LabPEQ/UFMT). Professor de Quimica na rede estadual há 18 anos, licenciado em Quimica pela UFMT, Pós graduado em relações étnico raciais no contexto da EJA pelo instituto de educação IE.

Marcel Thiago Damasceno Ribeiro, Universidade Federal de Mato Grosso

Pós-doutorando em Educação em Ciências e Matemática pela Universidade Federal de Goiás (UFG). Doutor em Educação em Ciências e Matemática pela Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, (REAMEC - UFMT); Mestre em Educação pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT); graduado em Licenciatura em Química pela UFMT. Atualmente é Professor Adjunto III da Universidade Federal de Mato Grosso, Campus Cuiabá, do curso de Licenciatura em Química, do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE), e do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências Naturais (PPGECN). Membro da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação (ANPED); Associação Brasileira de Pesquisa (Auto) Biográfica (Biograph); Associação Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências (ABRAPEC); e da Sociedade Brasileira de Ensino de Química (SBEnQ). Representante docente no Comitê de Ética em Pesquisa com Seres Humanos da Área das Ciências Humanas e Sociais da UFMT. Avaliador Institucional capacitado pelo INEP, para atuar em Avaliação de Processos de Renovação e Reconhecimento de Cursos de Graduação do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES), junto ao INEP. Coordenador do PIBID Química Campus Cuiabá, UFMT (2018). É pesquisador na área de Educação em Ciências, atuando nas seguintes Temáticas de Pesquisa: Educação em Ciências; Formação inicial e continuada de professores; Desenvolvimento profissional de professores; Políticas Educacionais; Pesquisa Narrativa; Ensino de Química; Ensino de Biologia, e Ensino de Ciências e Química na EJA.

Referências

AGUIAR, L.K. Simulações Interativas no Ensino de Química: Uma Experiência Sobre os Estados de Agregação da Matéria. 2016. 38 f. Monografia (Especialização em Educação na Cultura Digital), Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2016.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria da Educação Média e Tecnológica. Parâmetros Curriculares Nacionais - Ciências da Natureza e suas Tecnologias. Brasília: MEC, 2002.

CHASSOT, A. Alfabetização Cientifica: questões e desafios para a educação. 2.ed. Ijuí: Unijuí, 2001. (Coleção Educação em Química).

COOREY, J. Active Learning Methods and Technology: Strategies for Design Education. International Journal of Art & Design Education, v. 35, n. 3, p. 337-347, 2016.

CRESWELL, J. W. Investigação Qualitativa e Projeto de Pesquisa: escolhendo entre cinco abordagens. Trad. de Sandra Mallmann. 3ª ed. Porto Alegre: Penso, 2014.

DEWEY, J. Vida e educação. São Paulo: Nacional, 1950.

LEITE, B. S. Aprendizagem tecnológica ativa. Revista Internacional de Educação Superior, v. 4, n. 3, 2018.

MORAES, R.; GALIAZZI, M.C. Análise Textual Discursiva. 2. Ed. Ver. – Ijuí: Ed. Unijuí, 2011.

PILETTI, C. Didática geral. 23ª ed. São Paulo: Editora Ática, 2001.

PEDRUZZI et.al. Análise textual discursiva: os movimentos da metodologia de pesquisa. Atos de Pesquisa em Educação - ISSN 1809-0354, Blumenau, v. 10, n.2, p.584-604, mai. /ago. 2015. DOI: http://dx.doi.org/10.7867/1809-0354.2015v10n2p584-604.

RIBEIRO, M. T. D. A Formação inicial e iniciação à Docência em Química na UFMT: histórias e experiências. Instituto Federal de Mato Grosso - Campus Confresa Revista Prática Docente. v. 4, n. 1, p. 275-301, jan/jun 2019.

RIBEIRO, M. T. D.; MELLO, I. C. O Ensino de Química e sua relação na instrução de Jovens da Educação de Jovens e Adultos. REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, [S.l.], v. 7, n. 2, p. 207-224, aug. 2019. ISSN 2318-6674. Disponível em: <https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/reamec/article/view/8331>. Acesso em: 26 jan. 2020. doi:http://dx.doi.org/10.26571/REAMEC.a2019.v7.n2.p207-224.i8331

YIN, Robert K. Estudo de caso – planejamento e métodos. (5Ed.). Porto Alegre: Bookman. 2015.

ZABALA, A. A prática educativa: como ensinar. Porto Alegre: ArtMed, 1998.

Downloads

Publicado

2020-03-15

Como Citar

ALVES, H. R.; RIBEIRO, M. T. D. UMA PROPOSTA DE SEQUÊNCIA DIDÁTICA PARA O ENSINO DE SOLUÇÕES. REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, [S. l.], v. 8, n. 1, p. 302-322, 2020. DOI: 10.26571/reamec.v8i1.9748. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/reamec/article/view/9748. Acesso em: 25 set. 2021.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 > >>