DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL DE PROFESSORES E O PROGRAMA DA RESIDÊNCIA PEDAGÓGICA

Autores

DOI:

10.26571/reamec.v9i3.12616

Palavras-chave:

Programa Residência Pedagógica, Desenvolvimento profissional docente, Estágio supervisionado, Ensino de Química

Resumo

Apresenta-se uma pesquisa que objetiva a avaliação do trajeto percorrido pelos residentes do Programa de Residência Pedagógica em Química da Universidade Federal de Mato Grosso, a partir de um estudo de caso. Busca-se compreender o processo formativo inclinando-se para uma análise sistematizada no desenvolvimento profissional docente em duas dimensões. Primeiro, no residente que experimenta, de forma inicial, à docência, acompanhado, longitudinalmente, por um único preceptor durante todo o estágio. Segundo, na compreensão da formação continuada dos preceptores. A partir do enfrentamento ao contexto imposto pela Pandemia se investiga, entre outros, o uso das tecnologias digitais para o ensino; estudos sobre a BNNC e seu impacto no ensino de Química; uso da experimentação; produção de materiais didáticos e o autoconceito profissional docente. Com a pesquisa em andamento, destaca-se, neste texto, a etapa da seleção dos participantes e a imersão da equipe no primeiro módulo do Programa, a partir do uso das tecnologias digitais, com todos os envolvidos experimentando os ambientes virtuais em meio aos desafios do uso, do acesso e do domínio das tecnologias para o ensino. As trocas, entre residentes e preceptores, apontam para uma nova prática docente, na qual são experimentadas metodologias de ensino mais modernas com o uso das tecnologias.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.generic.paperbuzz.metrics##

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Elane Chaveiro Soares, Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Cuiabá, Mato Grosso, Brasil.

Doutora em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS/2012). Mestre em Educação pela UFMT/1997. Graduada em Licenciatura Plena em Química pela UFMT/1992. Docente da graduação nas disciplinas da Área de Ensino de Química, bem como, docente e orientadora no Programa de Pós-graduação em Ensino de Ciências Naturais Mestrado Profissional PPGECN/UFMT (onde foi coordenadora no período de 2017-2018). Coordenadora do Programa de Residência Pedagógica em Química da UFMT/Cuiabá (agosto 2018 a janeiro 2020 e agosto de 2020 a janeiro de 2022). Coordenadora do PIBID/QUÍMICA/CUIABÁ (2013/2016) e subcoordenadora do Programa Novos Talentos no Tema Águas de Mato Grosso (2014-2016). Atualmente, Coordenadora Pedagógica da Licenciatura Plena em Química (DQ 2015-2016 e 2019-2021), Pesquisadora do Laboratório de Pesquisa e Ensino de Química (LabPEQ). Áreas de Interesse:Formação de Professores de Química, História e Filosofia da Educação Química, Ciência e Religião, Ensino e Aprendizagem em Química, Experimentação.

Ana Paula Albonette de Nóbrega, Secretaria de Estado de Educação de Mato Grosso (SEDUC), Cuiabá, Mato Grosso, Brasil

Possui graduação em Química - Licenciatura Plena pela Universidade Federal de Mato Grosso (2002), com Especialização em Educação em Ciências Naturais (2007) e Mestrado em Ensino de Ciências Naturais - PPGECN/UFMT (2019) É professora efetiva do Estado de Mato Grosso, atuando como professora de Química para o Ensino Médio na Escola Estadual Liceu Cuiabano "Maria de Arruda Müller". Foi articuladora de projetos educacionais nesta escola por 3 anos. Participou como professora supervisora do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência - PIBID/UFMT. Área de interesse: formação de professores; ciência e religião.

Claudia Joseph Nehme, Instituto Federal de Mato Grosso (DABC/IFMT), Cuiabá, Mato Grosso, Brasil.

Possui graduação em Licenciatura Plena Em Química pela Universidade Federal de Mato Grosso (1994), mestrado em Química pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1997) e doutorado em Química pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2001). Pós doutorado no Departamento de Quimica Orgânica do Instituto de Quimica da Unesp. Docente do Instituto Federal de Mato Grosso, Campus Octayde Jorge da Silva - Cuiabá, na área de Química, com ênfase em Química dos Produtos Naturais, atuando principalmente nos seguintes temas: isolamento e identificação de metabólitos secundários polares e apolares; cromatografia; tecnicas espectrometricas (RMN, IV, UV EM); Química Orgânica; Ensino de química.Consultora Ad hoc da Revista Brasileira de Plantas Medicinais, Avalidadora de Cursos do Inep/Sinaes.

Carmem Adriana da Silva, Secretaria de Educação de Mato Grosso (SEDUC-MT), Cuiabá, Mato Grosso, Brasil

Mestrado em Química na área de concentração Físico Química pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Graduação em Química Licenciatura Plena (UFMS), Licenciatura Plena em Programa Especial de Formação Pedagógica para Formadores da Educação Profissional (UNISUL), Experiência profissional em industrias na área de Química, em Cromatografia Gasosa e Líquida, Plasma, Análise de Traços em Pesticidas, Análises Laboratoriais em indústrias de Óleo, Fertilizantes, Açúcar e Álcool, na função de Laboratorista Senior e Coordenadora do laboratório de sacarose, Coordenadora Técnica na área de alimentos e Coordenadora dos Cursos Superiores de Tecnologia em Agroindústria, Tecnologia em Processamento de Carnes, Tecnologia em Laticínios e Tecnologia em Alimentos, sendo membro da Comissão Própria de Avaliação (CPA), presidindo o Núcleo Docente Estruturante (NDE), os Colegiados dos Cursos Superiores de Tecnologia da área de Alimentos, membro do CONSUPE e da Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) da Faculdade de Tecnologia Senai Cuiabá. Preceptora em nos editais 2018 e 2020 da CAPES no Programa Residência Pedagógica em Química. Atualmente é professora da educação básica concursada da Secretaria de Educação do Estado de Mato Grosso e Centro Educacional Maria Auxiliadora.

Referências

ABE, Saulo Henrique Mendes. O disco de vinil como tema gerador para o ensino de Química: contribuições de um projeto de extensão para a formação docente. 2021. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura em Química) – Instituto de Ciências Exatas e da Terra, Universidade Federal de Mato Grosso, Cuiabá, 2021. Disponível em: https://cms.ufmt.br/files/galleries/204/Saulo Henrique Mendes Abe.pdf. Acesso em 23 set 2021.

AMARAL, Mateus Ferreira. O Vinil perdido e a ciência do biscoito negro: avaliação de um caderno temático. 2021. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura em Química) – Instituto de Ciências Exatas e da Terra, Universidade Federal de Mato Grosso, Cuiabá, 2021. Disponível em: https://cms.ufmt.br/files/galleries/204/Mateus Ferreira Amaral.pdf. Acesso em 23 set 2021.

ANDRÉ, Marli. Formação de professores: a constituição de um campo de estudos. Educação, Porto Alegre, v. 33. N, 3, (p.174-181), set/dez, 2010. Disponível em: https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/faced/article/view/8075. Acesso 23 set 2021.

ARAGÃO, Rosália Maria Ribeiro de. Uma Interação Fundamental do Ensino e Aprendizagem: Professor, Aluno, Conhecimento. In: SCHNETZLER, Roseli Pacheco; ARAGÃO, Rosália Maria Ribeiro de (Org). Ensino de Ciências: Fundamentos e Abordagens. Campinas: R. Vieira Ed., 2000, p. 82-98.

BECKER, Fernando. A epistemologia do professor: o cotidiano da escola. Rio de Janeiro: Vozes, 1993.

BROIETTI, Fabiele Cristiane Dias; LOPES, Alex Stéfano; ARRUDA, Sergio de Mello. Evasão e permanência em uma licenciatura em química: um estudo à luz da matriz do estudante. Interfaces da Educação, Paranaíba, v.10, n.28, p. 468-496, 2019. https://doi.org/10.26514/inter.v10i29.3801

CONCEIÇÃO, Patrícia Lorêro da. O ensino de Química a partir da contextualização sociocultural. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura em Química) – Instituto de Ciências Exatas e da Terra, Universidade Federal de Mato Grosso, Cuiabá, 2019. Disponível em: https://cms.ufmt.br/files/galleries/204/Patricia Lorero da Conceição.pdf. Acesso 23 set 2021.

DAY, Christopher. Desenvolvimento profissional docente: os desafios da aprendizagem permanente. Portugal: Porto Editora, 2001.

GIL-PEREZ, Daniel; MONTORO, Isabel Fernández; ALÍS, Jaime Carrascosa; CACHAPUZ, António; PRAIA, João. Para uma imagem não deformada do trabalho científico. Ciência e Educação, Bauru, v. 7, n. 2, p. 125-153, 2001.

KAPITANGO-A-SAMBA, Kilwangy Kya (org.). Residência e desenvolvimento profissional docente. Curitiba: CRV, 2019.

LEITE, Francisco Tarciso. Metodologia Científica: métodos de pesquisa: monografias, dissertações, teses e livros. São Paulo: Ideias & Letras, 2008.

LIBÂNEO, José Carlos; ALVES, Nilda. Temas de pedagogia: diálogos entre didática e currículo. São Paulo: Cortez, 2012.

LISBOA, Anna Rubya Oliveira. Residência pedagógica em química: Reflexões sobre formação inicial para a docência. 2021. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura em Química) – Instituto de Ciências Exatas e da Terra, Universidade Federal de Mato Grosso, Cuiabá, 2021. Disponível em: https://cms.ufmt.br/files/galleries/204/tcc/ANNA RUBYA OLIVEIRA LISBOA.pdf. Acesso em 02 out 2021.

MALDANER, Otávio Aloisio; ZANON, Lenir Basso; AUTH, Milton Antonio. Pesquisa sobre Educação em Ciências e Formação de Professores. In: SANTOS, Flávia Maria Teixeira dos; GRECA, Ileana María (Orgs). A Pesquisa em Ensino de Ciências no Brasil e suas Metodologias. Ijuí: Unijuí: 2006.

MARCELO GARCIA, Carlos. Desenvolvimento profissional docente: passado e futuro. Sísifo. Revista das Ciências da Educação, n.08, p. 7-22. Jan/abr. 2009. Disponível em: http://hdl.handle.net/11441/29247. Acesso em 23 set 2021.

MORAES, Roque; GALIAZZI, Maria do Carmo. Análise Textual Discursiva. 2. ed. Ijuí, RS: Ed. Unijuí, 2011.

SANTANA, Otacílio Antunes. Evasão nas Licenciaturas das Universidades Federais: entre a apetência e a competência. Educação (UFSM), 41(2), 311-328, 2016. DOI https://doi.org/10.5902/1984644420199.

SANTOS, Laiene Maria Rodrigues dos. Compreendendo a Perspectiva dos Residentes em Química da UFMT Sobre a Relação entre Ciência e Fé. 2020. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura em Química) – Instituto de Ciências Exatas e da Terra, Universidade Federal de Mato Grosso, Cuiabá, 2020. Disponível em: https://cms.ufmt.br/files/galleries/204/Laiene Maria Rodrigues dos Santos.pdf Acesso em 23 set 2021.

SILVA, Katia Augusta Curado Pinheiro da; CRUZ, Shirleide Pereira. A residência pedagógica na formação de professores: história, hegemonia e resistências. Momento - Diálogos Em Educação, 27(2), 227–247, 2018. DOI https://doi.org/10.14295/momento.v27i2.8062

SILVEIRA, Isabella Camacho. Relação entre química e agrotóxicos: uma proposta para educação ambiental. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura em Química) – Instituto de Ciências Exatas e da Terra, Universidade Federal de Mato Grosso, Cuiabá, 2019. Disponível em: https://cms.ufmt.br/files/galleries/204/Isabela Camacho Silveira.pdf. Acesso em 23 set 2021.

SOARES, Elane Chaveiro. O programa da Residência Pedagógica e a importância

da dimensão profissional para o ensino de Química. Saberes Y prácticas. Revista De Filosofía Y Educación, 6(1), 1–13, 2021. DOI https://doi.org/10.48162/rev.36.007.

SOARES, Elane Chaveiro; MORAES, Mariuce Campos de. O estágio docente em ação: sujeitos, projetos, programas e perspectivas na formação do professor de Química. Revista Hipótese, Itapetininga, v. 7, n. único, p. 211-232, 2021. Disponível em: https://revistahipotese.webnode.com/edicao-2021/. Acesse em: 23 set 2021.

TARDIF, Maurice. Saberes Docentes e Formação Profissional. 13.ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2012.

YIN, Robert. K. Estudo de caso: planejamento e métodos. Porto Alegre: Bookman, 2005.

Downloads

Publicado

2021-10-16

Como Citar

SOARES, E. C.; NÓBREGA, A. P. A. de .; NEHME, C. J. .; SILVA, C. A. da . DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL DE PROFESSORES E O PROGRAMA DA RESIDÊNCIA PEDAGÓGICA. REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, [S. l.], v. 9, n. 3, p. e21083, 2021. DOI: 10.26571/reamec.v9i3.12616. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/reamec/article/view/12616. Acesso em: 5 dez. 2021.