TRANSPOSIÇÃO DIDÁTICA DE ARTIGOS CIENTÍFICOS EM CORDÉIS: UMA PROPOSTA PARA A DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA

Autores

DOI:

10.26571/reamec.v9i1.11538

Palavras-chave:

Artigos Científicos. Divulgação Científica. Literatura de Cordel. Professores. Transposição Didática.

Resumo

O presente estudo teve como objetivo analisar o processo de transposição didática de artigos científicos em cordéis como proposta para a divulgação científica. O referido estudo é resultado da construção de estratégias dinâmicas e diversificadas para divulgar a ciência, no Mestrado Profissional em Ensino de Ciências da Universidade Estadual de Roraima. Os procedimentos metodológicos contemplam a transposição didática de 7 (sete) artigos científicos para o formato de Literatura de Cordel sobre as temáticas: a transmissão da malária, pimentas cultivadas no Estado de Roraima, o lavrado da Serra da Lua no Estado de Roraima, o câncer de pele, o elemento químico Arsênio na água, o Garimpo e Mercúrio e a Ciência & Tecnologia na TV brasileira. A atividade foi desenvolvida com um público de 14 mestrandos, que participaram inicialmente da discussão sobre a história, conceitos, exemplos e normas para elaboração de cordéis e produção individual na perspectiva da divulgação científica e possibilidade para que estes mestrandos também desenvolvessem esta técnica com seus alunos em sala de aula. Para a coleta de dados foi realizada uma análise dos cordéis produzidos, aplicado um questionário com 4 (quatro) perguntas abertas através do Google Forms e uso de diário de bordo. Os resultados apontam, a possibilidade do uso da Literatura de Cordel na prática pedagógica dos mestrandos enquanto docentes, revelando seu potencial prazeroso, lúdico e interdisciplinar, além de possibilitar uma reflexão quanto a importância de uma maior inserção da abordagem da Literatura de Cordel na formação inicial e continuada dos professores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.generic.paperbuzz.metrics##

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Alexssandra de Lemos Pinheiro, Universidade Estadual de Roraima

Mestranda do Programa de Mestrado Profissional em Ensino de Ciências pela Universidade Estadual de Roraima - UERR. Graduação em Licenciatura em Artes Visuais pelo Claretiano Centro Universitário (andamento). Possui graduação em História pelo Claretiano Centro Universitário (2016) e graduação em Pedagogia pela Faculdade Atual da Amazônia (2010). Atualmente é professora na Prefeitura Municipal de Boa Vista na Educação Infantil e Anos Iniciais do Ensino Fundamental para os cargos de pedagoga sala regular de ensino e Arte Educadora. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação e Ciências. Desenvolve estudos na área da Divulgação Científica, Alfabetização Científica e Uso de Espaços Não Formais.

Degival Alves de Melo, Universidade Estadual de Roraima

Mestrando do Programa de Pós-Graduação Mestrado Profissional em Ensino de Ciências pela Universidade Estadual de Roraima  - UERR, Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Estadual de Roraima (2008) e graduação em História pela Universidade Estadual de Roraima (2013). Atualmente é Professor nos anos iniciais do Ensino Fundamental na Prefeitura Municipal de Boa Vista- RR, (PMBV) e Professor de História no Ensino Fundamental anos finais e Ensino Médio, pela Secretaria Estadual de Educação Cultura e Desporto do Governo de Roraima. (SECD-RR).

Ediane Sousa Miranda Ramos, Universidade Estadual de Roraima

Mestranda do Programa de Pós - Graduação Mestrado Profissional em Ensino de Ciências pela Universidade Estadual de Roraima - UERR, Professora Graduada em Pedagogia pela FAI (Faculdade de Itaituba, 2008), Professora Graduada em Letras/Literatura pela UERR (Universidade Estadual de Roraima), Supervisora Bolsista pela Capes no Programa Institucional de Bolsa de Iniciação Científica à Docência - PIBID da Universidade Estadual de Roraima. Atualmente é professora estatutária desde o ano de 2009 , atuante na Educação Básica (1º ao 5º ano) pela  (Secretaria Municipal de Educação - Smec), ministrando as disciplinas: Português, Matemática, Ciências, História e Geografia, com ênfase nos anos iniciais do Ensino Fundamental.

Selene Dias Nunes, Universidade Estadual de Roraima

Estudante do mestrado Profissional em Ensino de Ciências, pela Universidade Estadual de Roraima - UERR, Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Norte do Paraná (2009). E também especialização em Gestão escolar pela Universidade - Facetem, Uma segunda especialização pela Universidade Federal de Roraima - UFRR, em Educação na cultura digital. Com uma vasta experiência na área de Educação, atuando na área desde 1999 até a presente data. Já atuou em varias funções como e cargos; professora de educação infantil, Ensino Fundamental, Educação de jovens e adultos, Orientadora de Educacional e orientador de aprendizagem com projetos voltados para questão pedagógico disciplinar, professora de multidisciplinas de jovens e adolescente em vulnerabilidade social, assistente na sala de informática, apoio pedagógico a gestão e coordenação escolar e atualmente exercendo a função de Orientador Educacional e professora da educação básica. Todos com ênfase na área da Educação.

Ivanise Maria Rizzatti, Professora Permanente da REAMEC, polo UFMT, Cuiabá, MT, Brasil

Possui graduação em Bacharelado em Química (2000) e em Química Tecnológica (2000), licenciatura em Química (2002) pela Universidade Federal de Santa Catarina, Mestrado (2002) e Doutorado (2007) em Química pela Universidade Federal de Santa Catarina. Professora permanente do Programa de Pós-graduação em Ensino de Ciências - PPGEC/UERR e da Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática - REAMEC. Tem experiência na área de Química, atuando principalmente nos seguintes temas: ensino de química, espaços não formais, divulgação científica, feiras de ciências, educação ambiental, ensino de química inclusivo, ensino de ciências, análise de metais em água e monitoramento de indicadores para qualidade de água. Coordenadora Adjunta dos Programas Profissionais da Área de Ensino na CAPES, gestão 2018-2022.

Rodrigo Leonardo Costa de Oliveira, Universidade Estadual de Roraima (UERR), Boa Vista, Roraima, Brasil

Professor do Curso de Ciências Biológicas e do Programa de Pós-graduação em Ensino de Ciências da Universidade Estadual de Roraima. Professor permanente do Programa de Pós-graduação em Recursos Naturais da Universidade Federal de Roraima (PRONAT-UFRR). Possuo Mestrado em Botânica (UFRPE) e doutorado em Botânica (INPA). Atuo principalmente com fitossociologia, florística, etnoecologia, espaços não formais, recursos didáticos e Literatura de cordel para a construção de uma Cultura Científica

Referências

ALMEIDA, Carla; MASSARANI, Luiza; MOREIRA, Ideu de Castro. Representações da ciência e da tecnologia na literatura de cordel. Bakhtiniana, São Paulo, 11 (3): 5 – 25,

Set./Dez.2016. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S2176-45732016000300005&script=sci_abstract&tlng=pt. Acesso em: 17 de nov. 2020.

BARBOSA, Alex Samyr Mesquita; PASSOS, Carmensita Matos Braga; COELHO, Afrânio de Araújo. O cordel como recurso didático no Ensino de Ciências. Experiências em Ensino de Ciências. v 6, n. 2, p. 161-168, 2011. Disponível em: https://if.ufmt.br/eenci/artigos/Artigo_ID154/v6_n2_a2011.pdf. Acesso em: 15 de nov. 2020.

BUENO, Wilson Costa. Comunicação científica e divulgação científica: aproximações e rupturas conceituais. Informação & Informação, Londrina, v. 15, n. 1, p. 1-12, 2010. Disponível em: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/view/6585/6761. Acesso em: 02 de dez. 2020.

CACHAPUZ, Antônio. et al. (Org.). A necessária renovação do ensino das ciências. São Paulo: Cortez, 2005. Disponível em: https://pt.scribd.com/document/347707031/2005-A-NECESSARIA-RENOVACAO-DO-ENSINO-DAS-CIENCIAS-pdf. Acesso em: 25 de nov. 2020. Acesso em: 16 de nov. 2020.

CHEVALLARD, Yves. Sobre a teoria da transposição didática: algumas considerações introdutórias. Revista de Educação, Ciências e Matemática. v. 3, maio/ago, 2013. Disponível em: http://publicacoes.unigranrio.edu.br/index.php/recm/article/view/2338/1111. Acesso em: 18 de fev. 2021.

CURRAN, Mark. O Brasil em Cordel. 2ª ed. 1. Reimpr. – São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2003.

DELIZOICOV, Demétrio; ANGOTTI, José; PERNAMBUCO, Marta Maria. Ensino de Ciências Fundamentos e Métodos. 4 ed. São Paulo: Cortez, 2011.

FORTANELLA, Denise; MEGLHIORATTI, Fernanda Aparecida. A divulgação científica e o ensino de ciências: análise das pesquisas. In: VIII Encontro Internacional de Produção Científica. 2013, Maringá. Anais do VII EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica, 2013. Disponível em: http://www.cesumar.br/prppge/pesquisa/epcc2013/oit_mostra/Denise_Fontanella.pdf. Acesso em: 15 de dez. 2020.

GIORDAN, Marcelo; CUNHA, Marcia Borin. Divulgação científica na sala de aula. Perspectiva e possibilidades. Ijuí: Ed. Unijuí, 2015.

LÔDELO, Fernanda Silva, PORTO, Cristiane de Magalhães. Divulgação científica e cultura científica: conceito e aplicabilidade. Ver. Ciênc. Ext. v.8, n.1, p. 18-34, 2012. Disponível em: https://ojs.unesp.br/index.php/revista_proex/article/view/515. Acesso em: 10 de nov. 2020.

MEDEIROS, Joseane Maria Araújo; SILVA, Rita de Cássia Angelo da; LEMOS, Daiane Torres de. Literatura de Cordel na prática educativa do PIBID. Carpe Diem: Revista Cultural e Científica do UNIFACEX. v. 14, n. 1, p. 43-53, 2016. Disponível em: https://periodicos.unifacex.com.br/Revista/article/view/696. Acesso em: 26 nov. 2020.

MENESES, Ulpiano T. Bezerra. A literatura de cordel como patrimonio cultural. Revista do Instituto de Estudos Brasileiros, Brasil, n. 72, p. 225-244, 2019. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/rieb/n72/2316-901X-rieb-72-225.pdf. Acesso em: 10 de dez. 2020.

OLIVEIRA, Carlos Jorge Dantas de. A formação da literatura de cordel brasileira. 2012. 380 f. Tese (Doutorado) – Universidade de Santiago de Compostela, Faculdade de Filosofia, Programa de doutorado em Teoria da Literatura e Literatura Comparada, Santiago de Compostela, 2012. Disponível em: https://minerva.usc.es/xmlui/bitstream/handle/10347/5083/REP_195_12.pdf?sequence=1&isAllowed=y. Acesso em 16 de nov. 2020.

PES, Cinara Dal Santo; PIGATTO, Aline Grohe Schirmer; BISOGNIN, Eleni. Transposição Didática em ciências: um mapeamento em periódicos da área da educação e do ensino. Disciplinarum Scientia. Série: Ciências Humanas, Santa Maria, v. 17, n. 2, p. 319-326. Disponível em: https://periodicos.ufn.edu.br/index.php/disciplinarumCH/article/viewFile/2071/1898. Acesso em 18 de fev. 2021.

SAMPIERI, Roberto Hernández. et al. Metodologia de pesquisa. 5. ed. – Porto Alegre: Penso, 2013.

SILVA, Mayara Gomes da; DIAS, Márcia Adelino da Silva; ARAGÃO, Patrícia Cristina de. A literatura de Cordel no Ensino de ciências: um olhar para os folhetos do poeta Manoel Monteiro. In: XII Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências. Anais do XII ENPEC – Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, 2019. Disponível em: http://abrapecnet.org.br/enpec/xii-enpec/anais/lista_area_11_1.htm. Acesso em: 01 de dez. 2020.

SILVA, Silvio Profirio da. et al. Literatura de Cordel: linguagem, comunicação, cultura, memória e interdisciplinaridade. Raído, Dourados, MS, v. 4, n. 7, p. 303-322, jan./jun. 2010. P. 304-322. Disponível em: https://ojs.ufgd.edu.br/index.php/Raido/article/view/603/539. Acesso em: 10 de nov. 2020.

TEIXEIRA, Larissa Amaral. Literatura de Cordel no Brasil: Os folhetos e a função circunstancial. 2008. 44 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) – Centro Universitário de Brasília, Faculdade de Tecnologia e Ciências Sociais aplicadas, Brasília, 2008. Disponível em: https://core.ac.uk/download/pdf/185252229.pdf. Acesso em: 10 de nov. 2020.

VALÉRIO, Marcelo; BAZZO, Walter Antonio. O papel da divulgação científica em nossa sociedade de risco. Em prol de uma nova ordem de relações entre ciência, tecnologia e sociedade. Revista de Ensino de Engenharia, v. 25, n. 1, p. 31-39, 2006. Disponível em: http://revista.educacao.ws/revista/index.php/abenge/article/view/34/16. Acesso em: 15 de nov. 2020.

XAVIER, Jhonatan Luan de Almeida; GONÇALVES, Carolina Brandão. A relação entre a divulgação científica e a escola. Ver. ARATÉ, Manaus, v. 7, n. 14, p. 182-189, jul./dez. 2014. Disponível em: http://repositorioinstitucional.uea.edu.br/bitstream/riuea/2950/1/c20e%20a%20escola.pdf. Acesso em: 16 de nov. 2020.

Downloads

Publicado

2021-04-28

Como Citar

PINHEIRO, A. de L. .; MELO, D. A. de .; RAMOS, E. S. M. .; NUNES, S. D. .; RIZZATTI, I. M.; OLIVEIRA, R. L. C. de . TRANSPOSIÇÃO DIDÁTICA DE ARTIGOS CIENTÍFICOS EM CORDÉIS: UMA PROPOSTA PARA A DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA. REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, [S. l.], v. 9, n. 1, p. e21035, 2021. DOI: 10.26571/reamec.v9i1.11538. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/reamec/article/view/11538. Acesso em: 13 maio. 2021.

Edição

Seção

Educação em Ciências