ENSINO DE COSMOLOGIA FRENTE À ABORDAGEM CURRICULAR PEDAGÓGICA ENCONTRADA EM ARTIGOS CIENTÍFICOS

Autores

DOI:

10.26571/reamec.v11i1.14995

Palavras-chave:

Currículos, Ensino de Cosmologia, Revisão Sistemática de Literatura

Resumo

A pesquisa aqui apresentada refere-se a uma Revisão Sistemática de Literatura (RSL), a partir de escritos indexados nas plataformas Google Acadêmico, SciELO e CAPES, que abordam sobre o ensino de Cosmologia frente à abordagem do currículo, no período de 2018 a 2022. À frente desse contexto, objetivou-se realizar uma análise da qualidade dos trabalhos publicados referentes ao tema, com base em critérios fundamentados em tal ação. Para tanto, utilizamo-nos dos procedimentos fundamentais da RSL apoiada com conceitos técnicos e científicos que dialogam com a proposta. À vista disso, conseguimos observar que os textos analisados relevaram que as propostas curriculares têm sido requeridas, de modo a complementar a abordagem da aula tradicional, necessitando de aplicações que validem o que foi criado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.generic.paperbuzz.metrics##

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Ana Clara Souza Araújo, Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática (PGECM) do Instituto Federal do Ceará (IFCE), Fortaleza, Ceará, Brasil.

Graduada em Licenciatura em Física pelo IFCE (2021), Especialista em Ciências da Natureza, suas Tecnologias e Mundo do Trabalho pela UFPI (2022), atual mestranda em Ensino de Ciências e Matemática, na linha de pesquisa Ensino de Física pelo IFCE. Bolsista em projeto de extensão CAPES (2018) e projetos de iniciação científica PRPI (2021). Proficiente em língua espanhola, pesquisadora do PGECM/IFCE e bolsista FUNCAP, atua nas seguintes áreas: Ensino de Física, Ensino de Cosmologia, Física e Meio Ambiente.

Francisco Hemerson Brito da Silva, ** Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática (PGECM) do Instituto Federal do Ceará (IFCE), Fortaleza, Ceará, Brasil.

É licenciado em Matemática (2021) pela Universidade Estadual do Ceará (UECE). Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE). É membro do Grupo de Pesquisa em Educação e História da Matemática (GPEHM). Desenvolve projeto na área da Educação Matemática, com ênfase em História de Matemática, atuando principalmente nos seguintes temas: Fontes históricas, instrumentos matemáticos do século XVI, interface entre história e ensino de matemática e formação do professor de matemática.

Mairton Cavalcante Romeu, Instituto Federal do Ceará (IFCE), Fortaleza, Ceará, Brasil

Doutor em Física e em Engenharia de Teleinformática. Possui graduação em Licenciatura Plena em Física pela Universidade Estadual do Ceará (Uece-2002), graduação em Bacharelado em Física pela Universidade Federal do Ceará (UFC-2004), Mestrado em Física pela Universidade Federal do Ceará (UFC-2007),Doutorado em Engenharia de Teleinformática pela Universidade Federal do Ceará ( 2014 ) e Doutorado em Física pela Universidade Federal do Ceará ( 2022 ). Atua principalmente nos seguintes temas: Física experimental e Aplicada, Ensino de Astronomia e de Física.

Ana Carolina Costa Pereira, Universidade Estadual do Ceará (UECE), Fortaleza, Ceará, Brasil.

Possui graduação em Licenciatura em Matemática pela Universidade Estadual do Ceará, mestrado em Educação Matemática pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, doutorado em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte e pós-doutorado em Educação Matemática pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Atua como docente adjunta do curso de Licenciatura em Matemática e do Programa de Pós-graduação em Educação, ambos da Universidade Estadual do Ceará; e do Programa de Pós-Graduação de Ensino em Ciências e Matemática do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará. Ela é Coordenadora do Curso de licenciatura em Matemática, modalidade semi-presencial da UECE/EAD, Coordenadora da área da Matemática do Projeto Areninha junto a Secretaria de Educação do Município de Fortaleza, Coordenadora do Curso de Especialização em Ensino de Matemática realizado em parceria com a Fundação Lemann e a Universidade de Stanford, líder do Grupo de Pesquisa em Educação e História da Matemática (GPEHM) e editora do Boletim Cearense de Educação e História da Matemática (BOCEHM). Tem experiência na área de Educação Matemática, com ênfase em História de Matemática, atuando principalmente na formação de professores de matemática e na interface entre história e ensino de matemática.

Referências

ALVES, George Dias. Cosmologia, astronomia e astrofísica no ensino médio: uma investigação sobre a prática educativa dos professores da região de Cajazeiras-PB. Trabalho de conclusão de curso (Licenciatura em Física) — Universidade Federal de Campina Grande, Cajazeiras, 2021.

ARAÚJO, Ana Clara Souza; JÚNIOR, José Ademir Damasceno; ROMEU, Mairton Cavalcante. Introdução à astronomia no ensino fundamental: análise da Team-based Learning como estratégia facilitadora de ensino. Revista Prática Docente, v. 7, p. 01-21, 2022. https://doi.org/10.23926/RPD.2022.v7.n3.e22061.id1504

BAGDONAS, Alexandre; ZANETIC, João; GURGEL, Ivã. O maior erro de Einstein? Debatendo o papel dos erros na ciência através de um jogo didático sobre cosmologia. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, v. 35, n. 1, p. 97-117, 2018. https://doi.org/10.5007/2175-7941.2018v35n1p97

BARBOSA, Camila de Macedo Deodato; LEITE, Cristina. Cosmologia na educação básica: construindo justificativas. Revista de enseñanza de la Física, v. 31, n. adicional, p. 29-37, 2019. Disponível em: https://revistas.unc.edu.ar/index.php/revistaEF/article/view/26523. Acesso em: 06 jun. 2023.

BRANCO, Emerson Pereira et al. Sistema Nacional de Educação: críticas no contexto da implantação da BNCC. [TESTE] Debates em Educação, v. 11, n. 25, p. 271-294, 2019.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Brasília, 2018. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/. Acesso em: 02 maio 2022.

CAMPOS, José Aloísio de. Introdução à astronomia e astrofísica. São Paulo: INPE, 2018.

CARVALHO, Tassiana Fernanda Genzini de; RAMOS, João Eduardo Fernandes. A BNCC e o ensino da Astronomia: o que muda na sala de aula e na formação dos professores. Revista Currículo e Docência, v. 2, n. 2, p. 23, 2020. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/CD/article/view/249561. Acesso em: 06 jun. 2023.

CARVALHO, Carla Cristina Coelho. Laboratório de recursos didáticos como intervenções para o ensino de matemática para alunos surdos. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura Plena em Matemática). Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará. Santana do Araguaia – Pará, 2018

CELLARD, André. A pesquisa qualitativa: enfoques epistemológicos e metodológicos. Petrópolis, Vozes, 2008.

CLARO, Ana Lúcia; DA SILVA, Lisandra Babireski Barcia; PORTILHO, Evelise Maria Labatut. Prática educativa: reflexão do professor na perspectiva freiriana no contexto da pandemia. Revista Contexto & Educação, v. 37, n. 116, p. 76-89, 2022. https://doi.org/10.21527/2179-1309.2022.116.12670

FARIAS, Pablo Antonio Maia de; MARTIN, Ana Luiza de Aguiar Rocha; CRISTO, Cinthia Sampaio. Aprendizagem ativa na educação em saúde: percurso histórico e aplicações. Revista brasileira de educação médica, v. 39, p. 143-150, 2015. https://doi.org/10.1590/1981-52712015v39n1e00602014

FIALHO, Monica Maria Lima. Evasão no ensino superior privado: um estudo de caso na faculdade Santo Agostinho. Dissertação (Mestrado em Educação) — Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2008.

GHEDIN, Evandro Luiz; COSTA, Maria Leogete Joca da; SANTOS, Patrick Marques dos. Revisão sistemática sobre linguagem nas produções científicas da pós-graduação em educação e ensino na região amazônica. REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, [S. l.], v. 8, n. 3, p. 21-40, 2020. https://doi.org/10.26571/reamec.v8i3.10428

GIL, Antônio Carlos. Como classificar as pesquisas. Como elaborar projetos de pesquisa, v. 4, n. 1, pág. 44-45, 2002.

GONÇALVES, Paula Cristina da Silva; HORVATH, Jorge Ernesto; BRETONES, Paulo Sérgio. Levantamento de Recursos Didáticos para o ensino e aprendizagem de Cosmologia. Revista Brasileira de Ensino de Física, v. 44, 2022. https://doi.org/10.1590/1806-9126-RBEF-2021-0184

GUEDES, Sharon Geneviéve Araújo. O ensino de astronomia através de jogos e da Team-based Learning no 9º ano do ensino fundamental. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências) ‒ Universidade Federal do Pampa, Bagé, 2018.

HORVATH, Jorge. O ABCD da Astronomia e Astrofísica. São Paulo: Editora Livraria da Física, 2008.

HOSOUME, Yassuko; LEITE, Cristina; CARLO, Sandra Del. Ensino de Astronomia no Brasil-1850 a 1951-Um olhar pelo Colégio Pedro II. Ensaio Pesquisa em Educação em Ciências, v. 12, p. 189-204, 2010. https://doi.org/10.1590/1983-21172010120212

JÚNIOR, Antonio de Lisboa Coutinho. O ensino de física integrado a plataforma Arduino, uma revisão sistemática de literatura. Educere et Educare, v. 16, n. 40, p. 175-197. https://doi.org/10.17648/educare.v16i40.26800

KITCHENHAM, Bárbara. Procedimentos para realizar revisões sistemáticas. Keele, Reino Unido, Keele University, v. 33, n. 2004, p. 1-26, 2004. Disponível em: https://www.inf.ufsc.br/~aldo.vw/kitchenham.pdf. Acesso em: 06 jun. 2023.

KRUG, Carbone Bruno Schmidt; NOGUEIRA, Clélia Maria Ignatius. Ideias base de função e função afim: analisando o livro didático do Ensino Médio. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 12, n. 1, p. 1-18, 2022. Disponível em: https://revistapos.cruzeirodosul.edu.br/index.php/rencima/article/view/3117. Acesso em: 06 jun. 2023.

LANGHI, Rodolfo; NARDI, Roberto. Educação em Astronomia: repensando a formação de professores. São Paulo: Escritoras editoras, 2012.

LANGHI, Rodolfo; NARDI, Roberto. Justificativas para o ensino de Astronomia: o que dizem os pesquisadores brasileiros? Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências, v. 14, n. 3, p. 041-059, 2014. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/rbpec/article/view/4292. Acesso em 03 maio 2022.

LEITE, Cristina. BRETONES, Paulo Sérgio. LANGHI, Rodolfo. BISCH, Sérgio Mascarello. O ensino de astronomia no Brasil colonial, os programas do Colégio Pedro II, os Parâmetros Curriculares Nacionais e a formação de professores. História da astronomia no Brasil. Recife: Companhia Editora de Pernambuco– Cepe, p. 544-586, 2012. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/303751815. Acesso em: 05 maio 2022.

LIMA JÚNIOR, Alderí Segundo; OLIVEIRA, Glaydson Francisco Barros de. Revisão sistemática da literatura sobre o uso do ensino híbrido em aulas de Probabilidade e Estatística no ensino básico e superior. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 12, n. 1, p. 1-16, 2022. Disponível em: https://revistapos.cruzeirodosul.edu.br/index.php/rencima/article/view/3486. Acesso em: 06 jun. 2023.

LIMA, José Ademir Sales de; SANTOS, Rose Clívia. 100 Anos da Cosmologia Relativística (1917–2017). Parte I: Das Origens à Descoberta da Expansão Universal (1929). Revista Brasileira de Ensino de Física, v. 40, p. 15-30, 2017. https://doi.org/10.1590/1806-9126-RBEF-2017-0196

MORAES, Leandro Donizete; SILVEIRA, Ismar Frago. Educação não formal em astronomia: análise de artigos acadêmicos nacionais e internacionais. REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, v. 8, n. 3, p. 189-209, 2020. https://doi.org/10.26571/reamec.v8i3.10625

MOREIRA, Marco Antonio. Pesquisa básica em educação em ciências: uma visão pessoal. Revista Chilena de Educación Científica, v. 3, n. 1, p. 10-17, 2004. Disponível em: https://www.if.ufrgs.br/~moreira/Pesquisa.pdf. Acesso em: 06 jun. 2023.

NEVES, José Luis. Pesquisa qualitativa: características, usos e possibilidades. Caderno de pesquisas em administração, São Paulo, v. 1, n. 3, p. 1-5, 1996. Disponível em: https://www.hugoribeiro.com.br/biblioteca-digital/NEVES-Pesquisa_Qualitativa.pdf. Acesso em: 06 jun. 2023.

PIAGET, Jean. Seis estudos de Psicologia. 24ª ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1999.

ROCHA, Carlos José Tridade; FARIAS, Sidilene Araújo de. Metodologias ativas de aprendizagem possíveis ao ensino de ciências e matemática. REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, v. 8, n. 2, 2020. https://doi.org/10.26571/reamec.v8i2.9422

ROCHA, Vinicius Rafael; TORT, Alexandre. Redescobrindo a lei empírica de Hubble em sala de aula. Revista Brasileira de Ensino de Física, v. 41, n.1, 2019. https://doi.org/10.1590/1806-9126-RBEF-2018-0281

SANTOS, Antônio Vanderlei. Uma aplicação de campos conceituais no ensino interdisciplinar de astronomia na física e na matemática no ensino médio. Revista Areté| Revista Amazônica de Ensino de Ciências, v. 12, n. 26, p. 183-198, 2020. Disponível em: http://periodicos.uea.edu.br/index.php/arete/article/view/1674. Acesso em: 06 jun. 2023.

SAVIANI, Nereide. Saber escolar, currículo e didática: problemas da unidade conteúdo/método no processo pedagógico. Campinas, SP: Autores Associados, 2018.

SILVA, Francisco Hemerson Brito da; PEREIRA, Ana Carolina Costa. Práticas investigativas envolvendo articulações entre história e ensino de matemática no pgecm/ifce. REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, v. 10, n. 3, p. e22073, 2022. https://doi.org/10.26571/reamec.v10i3.13956

Downloads

Publicado

2023-06-23

Como Citar

ARAÚJO, A. C. S.; SILVA, F. H. B. da S.; ROMEU, M. C. .; PEREIRA, A. C. C. . ENSINO DE COSMOLOGIA FRENTE À ABORDAGEM CURRICULAR PEDAGÓGICA ENCONTRADA EM ARTIGOS CIENTÍFICOS. REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, Cuiabá, Brasil, v. 11, n. 1, p. e23035, 2023. DOI: 10.26571/reamec.v11i1.14995. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/reamec/article/view/14995. Acesso em: 21 jun. 2024.