INTERNACIONALIZAÇÃO DO ENSINO SUPERIOR NO CONTEXTO DAS LICENCIATURAS NA ÁREA DE EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS

Autores

DOI:

10.26571/reamec.v8i3.10967

Palavras-chave:

Internacionalização, Ensino Superior, Licenciatura

Resumo

Dentre as políticas destinadas ao ensino superior brasileiro na última década, a internacionalização ganhou espaço considerável como um importante caminho para o desenvolvimento institucional. Este artigo se debruça sobre essa temática, analisando o processo da internacionalização no contexto das licenciaturas, a partir da perspectiva dos estudantes. Para tanto, foi realizada uma pesquisa qualitativa com produção de dados em duas etapas. Na primeira fase foi realizada a análise de documentos, a fim de investigar a participação de estudantes de licenciatura nos processos de mobilidade internacional. Na segunda etapa foi executada uma entrevista com aplicação da técnica de grupo focal, realizada presencialmente com estudantes do curso de Licenciatura da área de Química de uma universidade pública. Foram estabelecidas três categorias para análise dos dados pertinentes ao conceito de internacionalização, as experiências internacionais e habilidades linguísticas dos estudantes. A análise dos dados permitiu concluir que ainda existe muita desigualdade em termos de números de mobilidade internacional entre os estudantes dos cursos de Bacharelado e de Licenciatura. As licenciaturas têm pouca participação no movimento de internacionalização, sobretudo nas políticas públicas atuais, o que evidencia a necessidade de ações institucionais na busca de métodos e estratégias que oportunizem a ampla participação de professores, técnicos e estudantes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.generic.paperbuzz.metrics##

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Poliana C. Rocha de Paula, Universidade Federal de Mato Grosso

Mestranda no Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Mato Grosso - PPGE/UFMT. Possui graduação em Comunicação Social pela Universidade Federal de Mato Grosso (2007). Especialista em Gestão Pública, área de conhecimento: Administração (2016). Foi Chefe de Gabinete da Pró-Reitoria de Ensino de Graduação da Universidade Federal de Mato Grosso (2014-2016). Atualmente é Assessora de Gabinete e Relações Públicas na Secretaria de Relações Internacionais da Universidade Federal de Mato Grosso. Tem experiência na área de Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: educação superior, internacionalização, relações internacionais e gestão pública. Membro do grupo de pesquisa Laboratório de Pesquisa e Ensino de Química de Mato Grosso - LabPEQ (UFMT).

Irene Cristina de Mello, Universidade Federal de Mato Grosso

Irene Cristina de Mello concluiu o doutorado em Educação pela Universidade de São Paulo em 2003. Atualmente é Secretária de Relações Internacionais da Universidade Federal de Mato Grosso. Professora lotada no Departamento de Química do Instituto de Ciências Exatas e da Terra. É professora permanente do Programa de Pós-graduação em Educação da UFMT desde 2003 e do Programa de Pós-graduação em Educação em Ciências e Matemática, Doutorado da Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática - REAMEC. É docente colaboradora no Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências (Mestrado profissional) na UFMT. Foi Coordenadora de Formação Docente da UFMT (gestão 2008-2012) e Pró-Reitora de Ensino de Graduação da UFMT (gestão 2012-2016). Participou da Comissão Avaliadora de Livros Didáticos de Química do Ministério da Educação no Programa Nacional do Livro Didático (PNLD 2007, 2012, 2015 e 2018). Participou com avaliadora de cursos de graduação do Ministério da Educação. É representante regional (Centro-Oeste) da Sociedade Brasileira de Ensino de Química. É membro da Secretaria Adjunta do Grupo Coimbra de Universidades Brasileiras. Integra a Cátedra UNESCO Ética e Sociedade na Educação Superior, desde 2017.

Referências

BOURDIEU, Pierre. Os três estados do capital cultural. In: NOGUEIRA, Maria Alice; CATANI, Afrânio. (Org.). Escritos de Educação. 9. ed. Petrópolis: Vozes, 2007.

BRASIL. Decreto nº. 7.642, de 13/12/2011. Institui o Programa Ciência sem Fronteiras. Brasília: 2011. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2011/decreto/d7642.htm. Acesso em: 17 jul. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Portaria Interministerial nº. 1, de 09/01/2013. Institui as áreas e temas prioritários de atuação do Programa Ciência sem Fronteiras. Brasília: 2013. Disponível em: http://www.in.gov.br/materia/-/asset_publisher/Kujrw0TZC2Mb/content/id/30156831/do1-2013-01-11-portaria-interministerial-n-1-de-9-de-janeiro-de-2013-30156824. Acesso em: 17 jul. 2020.

CAPES. A internacionalização na Universidade Brasileira: resultados do questionário aplicado pela Capes. Brasília: 2017. Disponível em: https://www.capes.gov.br/images/stories/download/diversos/A-internacionalizacao-nas-IES-brasileiras.pdf. Acesso em: 17 jul. 2020.

CONTEL, Fábio Betioli; LIMA, Manolita Correia. Aspectos da internacionalização do ensino superior: origem e destino dos estudantes estrangeiros no mundo atual. INTERNEXT - Revista Eletrônica de Negócios Internacionais da ESPM, São Paulo, v. 2, n. 2, p. 167-193,

jul/dez, 2007. ISSN 1980-4865. Disponível em: http://internext.espm.br/index.php/internext/article/view/54. Acesso em: 27 jul. 2020. DOI: http://dx.doi.org/10.18568/1980-4865.22167-193.

CRESWELL, John W. Investigação Qualitativa e Projeto de Pesquisa: Escolhendo entre cinco abordagens. Porto Alegre: Penso. 3 ed. 341p. 2014.

DE WIT, Hans. Internationalisation of higher education in the United States of America and Europe: A historical, comparative and conceptual analysis. Westport, CT: Greenwood, 2002.

KNIGHT, Jane. Internationalization remodeled: definition, approaches, and rationales. Journal of Studies in International Education. Sage Publications, v.8, n.1, p. 5-32, 2004. Disponível em: https://journals.sagepub.com/doi/10.1177/1028315303260832. Acesso em: 27 jul. 2020. DOI: https://doi.org/10.1177/1028315303260832

KNIGHT, Jane. Cinco verdades a respeito da internacionalização. Revista Ensino Superior Unicamp - International Higher Education, n. 69, p. 64-66, out/dez, 2012. Disponível em: https://www.revistaensinosuperior.gr.unicamp.br/edicoes/ihe/IHE69port.pdf. Acesso em: 18 de jul. 2020.

KRUEGER, Richard A.; CASEY, Mary Anne. Focus Groups: A Practical Guide for Applied Research. California: Sage Publications. 5 ed. 2014.

LIMA, Manolita Correia; CONTEL, Fabio Betioli. Internacionalização da Educação Superior: noções ativas, noções passivas e a geopolítica do conhecimento. São Paulo: Alameda, 2011.

MIURA, Irene Kazumi. O processo de internacionalização da Universidade de São Paulo: um estudo em três áreas de conhecimento. 2006. 381 f. Tese (Livre Docência) - Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Ribeirão Preto, 2006. Disponível em: https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/livredocencia/96/tde-03102006-135941/pt-br.php. Acesso em: 18 de jul. 2020. DOI: 10.11606/T.96.2006.tde-03102006-135941.

MOROSINI, Marília Costa. Estado do conhecimento sobre internacionalização da educação superior – Conceitos e práticas. Educar, Curitiba, n.28, p. 107-124, jul/dez, 2006. Editora UFPR. ISSN 1984-0411. Disponível em: https://revistas.ufpr.br/index.php/educar/article/view/7614. Acesso em: 27 jul. 2020. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0104-40602006000200008.

PAULA, P. C. R. de.; MELLO, I. C. de. A internacionalização na área de Educação em Ciências e Matemática no Brasil. LAJSE - Latin American Journal of Science Education, Ciudad de México, v. 7, n. 1, p. 12018, mai. 2020. ISSN 2007-9842. Disponível em: http://www.lajse.org/may20/2020_12018.pdf. Acesso em: 27 jul. 2020.

PRADO, Ceres Leite. Em busca do primeiro mundo: Intercâmbios culturais como estratégias educativas familiares. In: NOGUERI, M. A.; ROMANELLI, G.; ZAGO, N. (Org.). Família & Escola - Trajetórias de escolarização em camadas médias e populares, v. 1, p. 155-170, 1 ed. Petrópolis: Vozes, 2000.

PRADO, Ceres Leite. Um aspecto do estudo de línguas estrangeiras no Brasil: os Intercâmbios. In: ALMEIDA, A. M; CANEDO, L. B.; GARCIA, A.; BITTENCOURT, A. B. (Org.). Circulação Internacional e Formação Intelectual das Elites Brasileiras, p. 64-84, Campinas, SP: Editora da Unicamp, 2004.

Downloads

Publicado

2020-10-01

Como Citar

PAULA, P. C. R. de; MELLO, I. C. de. INTERNACIONALIZAÇÃO DO ENSINO SUPERIOR NO CONTEXTO DAS LICENCIATURAS NA ÁREA DE EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS. REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, [S. l.], v. 8, n. 3, p. 396-414, 2020. DOI: 10.26571/reamec.v8i3.10967. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/reamec/article/view/10967. Acesso em: 27 out. 2020.