REVISÃO SISTEMÁTICA SOBRE LINGUAGEM NAS PRODUÇÕES CIENTÍFICAS DA PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO E ENSINO NA REGIÃO AMAZÔNICA

Autores

DOI:

10.26571/reamec.v8i3.10428

Palavras-chave:

Linguagem. Ensino. Educação. Programas de Pós-Graduação. Região Amazônica.

Resumo

Este trabalho teve como foco principal a realização de um levantamento das teses e dissertações no Banco de Teses da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – Capes, para composição de uma Revisão Sistemática (RS) sobre o estudo da linguagem nos programas de pós-graduação em educação e ensino na região Amazônica. A pesquisa sustentou-se nos seguintes objetivos: Conhecer as  teses e dissertações produzidas nos programas de pós-graduação em educação e ensino da região Amazônica sobre a linguagem; apresentar o percurso metodológico e as bases teóricas das teses e dissertações sobre a linguagem no período de 2013 a 2018; e analisar as produções científicas que abordaram  a Linguagem além de identificar as categorias, sua função e sua contribuição para a educação e o ensino. Os resultados apontaram produções em linguagem matemática e científica, processo cognitivo e linguagem oral e escrita, sendo mais evidenciados nas produções científicas analisadas, e uma limitada produção científica sobre a linguagem na região Amazônica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.generic.paperbuzz.metrics##

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Evandro Luiz Ghedin, Professor Titular da Universidade Federal do Amazonas - UFAM.

Professor Titular do Programa de Pós-Graduação em Educação da UFAM e Professor do Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemática da Reamec da UFMT. Pós-doutorado pela Universidade de São Paulo. Doutor em Educação pela Universidade de São Paulo.  Mestrado em Educação pela Universidade Federal do Amazonas.

Maria Leogete Joca da Costa, Universidade Federal de Roraima - UFRR, Boa Vista, Roraima, Brasil.

Discente de curso de Doutorado em Educação e Mestrado em Educação pelo Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Federal do Amazonas – UFAM. Licenciatura Plena em Letras pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Patos – PB. Professora de Língua Portuguesa do Colégio de Aplicação da Universidade Federal de Roraima – UFRR.

Patrik Marques dos Santos, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas - IFAM, Campus Parintins, Amazonas, Brasil.

Discente de curso de Doutorado em Educação em Ciências e Matemática da Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT) - REAMEC, Polo UEA/Manaus e Mestrado em Educação em Ensino de Ciências pela Universidade do Estado do Amazonas (UEA). Docente EBTT de Física do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas (IFAM) - Campus Parintins.

Referências

ALVES, T. S. Cartografia Linguística da Cidade de Marapanim/PA: uma análise semântico lexical no contexto educacional amazônico. 2013. 1041 f. Dissertação (Mestrado em Educação), Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade do Estado do Pará, Belém, 2013. Disponível em: https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=656439. Acesso em: 08 de março de 2019.

ANDRÉ, Marli Eliza Dalmazo Afonso de. A pesquisa sobre formação de professores no Brasil – 1990-1998. In: CANDAU, Vera M. (Org.). Ensinar e aprender: sujeitos, saberes e pesquisa. 2.ed. Rio de Janeiro: DP&A, 2001.

CHOMSKY, Noam. Reflexões sobre a linguagem. Tradução Mário Leite Fernandes. 1.ª ed. São Paulo: JSN Editora, 2009.

DUTRA, A. C. M. A Contribuição do vídeo como linguagem no ensino-aprendizagem de conceitos científicos no 9º ano do ensino fundamental. 2013. 77f. Dissertação (Mestrado Acadêmico em Educação em Ciências na Amazônia), Universidade do Estado do Amazonas, Programa de Pós-Graduação em Educação e Ensino de Ciências na Amazônia, Manaus, 2013. Disponível em: http://www.pos.uea.edu.br/data/area/titulado/download/38-3.pdf. Acesso em: 08 de março de 2019.

GONZÁLEZ REY, Fernando Luis. Pesquisa Qualitativa e Subjetividade: os processos de construção da informação. Tradução Marcel Aristides Ferrada Silva. São Paulo: Cengage Learning, 2015.

LACERDA, A. G. As práticas didático-pedagógicas no ensino e aprendizagem de conceitos matemáticos: horizontes reconstrutivos aos processos de formação, leitura e comunicação. 2017. 197 f. Tese (Doutorado em Educação em Ciências e Matemática), Universidade de Mato Grosso, Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemática (PPGECEM) da Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática (REAMEC), Cuiabá, 2017. Disponível em: https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=5393732. Acesso em: 07 de março de 2019.

MATURANA, Humberto. Cognição, ciência e vida cotidiana. Organização e tradução Cristina Magro, Victor Paredes. - Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2001.

MEGID NETO, Jorge. Tendências da pesquisa acadêmica sobre o ensino de ciências no nível fundamental. 1999. 114 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação, Campinas, São Paulo, 1999. Disponível em: http://repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/252565. Acesso em: 10 de março de 2019.

MORAES, A. J. A. B. A atividade pedagógica do professor e o processo de apropriação da linguagem escrita pela criança pré-escolar: um estudo a partir da abordagem histórico-cultural. 2015. 241 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Amazonas, Programa de Pós-graduação em Educação, Manaus, 2015. Disponível em: https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=2795391. Acesso em: 10 de março de 2019.

NOGUEIRA, A. A. Interações e desenvolvimento da linguagem oral em crianças na creche: uma abordagem histórico-cultural. 2016. 294 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal do Amazonas, Programa de Pós-graduação em Educação, Manaus, 2016. Disponível em: https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=3637577. Acesso em: 12 de março de 2019.

PINHO, E. M. R. O que você fala, professor, tem importância? O trabalho pedagógico na creche e o desenvolvimento da linguagem oral da criança. 2013. 131 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2013. Disponível em: https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=1199906. Acesso em: 12 de março de 2019.

PRINTES, J. S. O desenho da Educação Infantil: Perspectivas de formação de professores a partir da teoria Histórico Cultural. 2018. 287 f. Tese (Doutorado em Educação) Universidade Federal do Amazonas, Programa de Pós-graduação em Educação, Manaus, 2018. Disponível em: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6500. Acesso em: 15 de março de 2019.

ROMANOWSKI, Joana Paulin; ENS, Romilda Teodora. As pesquisas denominadas do tipo “Estado da Arte” em Educação. Diálogo Educ., Curitiba, v. 6, n.19, p.37-50, set./dez, 2006. Disponível em: https://periodicos.pucpr.br/index.php/dialogoeducacional/article/view/24176> Acesso em: 03 de março de 2019.

SÁ, T. R. Pelos caminhos da cartografia linguística paraense: um estudo semântico-lexical do Distrito Mosqueiro numa perspectiva socioeducacional. 2013. 282f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade do Estado do Pará, Programa de Pós-Graduação em Educação, Belém, 2013. Disponível em: https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=1229686. Acesso em: 10 de março de 2019.

SANTOS, M. S. O ensino e aprendizagem da ciência no ensino médio, à luz das compreensões da linguagem em Wittgenstein, Vigotsky e Gardner. 2016. 109 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Ensino de Ciências da) - Universidade Estadual de Roraima, Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências, Boa Vista, 2016. Disponível em: https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=4323173. Acesso em: 13 de março de 2019.

SILVA NETO, F. B. Uma concepção de educação a partir do diálogo em Gadamer e Freire. 132 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade do Estado do Pará, Belém, 2018. Disponível em: https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=2684456. Acesso em: 11 de março de 2019.

TRIVIÑOS, AUGUSTO Nibaldo Silva. Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas, 1987.

WURLER, D. Diálogo e Linguagem: subsídios teóricos de Paulo Freire e Lev Vygotski para a aprendizagem dialógica. 2017. 163 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Mato Grosso, Programa de Pós-graduação em Educação, Rondonópolis, 2017. Disponível em: https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=5163464. Acesso em 12 de março de 2019.

Downloads

Publicado

2020-09-06

Como Citar

GHEDIN, E. L.; COSTA, M. L. J. da; SANTOS, P. M. dos. REVISÃO SISTEMÁTICA SOBRE LINGUAGEM NAS PRODUÇÕES CIENTÍFICAS DA PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO E ENSINO NA REGIÃO AMAZÔNICA. REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, [S. l.], v. 8, n. 3, p. 21-40, 2020. DOI: 10.26571/reamec.v8i3.10428. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/reamec/article/view/10428. Acesso em: 1 out. 2020.