APROXIMAÇÕES TEÓRICAS ENTRE O SOCIOCONSTRUTIVISMO VYGOTSKIANO E O CONHECIMENTO ESPECIALIZADO NA ÁREA DE EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS E MATEMÁTICA

Autores

DOI:

10.26571/reamec.v12.16723

Palavras-chave:

Socioconstrutivismo, Conhecimento Especializado, Aprendizagem, Modelos Teóricos

Resumo

O Socioconstrutivismo é uma abordagem teórica fundamentada na ideia de que o conhecimento é construído socialmente por meio da interação entre os indivíduos e o ambiente, desempenhando um papel fundamental na compreensão das características de aprendizagem no âmbito educacional. Por este atributo, aproxima-se a teoria Socioconstrutivista de Vygotsky à teoria do Conhecimento Especializado de Professores, que se refere à compreensão única e profunda de que os professores têm (ou devem ter) sobre o conteúdo que ensinam e sobre como ensiná-lo eficazmente aos discentes. Este tipo de conhecimento vai além do conhecimento acadêmico do conteúdo e inclui uma série de elementos que são essenciais para uma prática educativa. Alguns desses elementos compõem o Conhecimento das Características de Aprendizagem dos modelos teóricos do Conhecimento Especializado de Professores de Matemática e das Ciências (Biologia e Física). São esses elementos que foram apropriados para se aproximar as duas teorias, a fim de se embasar epistemologicamente as propostas dos paradigmas dos conhecimentos necessários à profissão docente. Posto isso, a aproximação entre as teorias permitiu identificar elementos das Características de Aprendizagem dos três modelos teóricos do Conhecimento Especializado presentes no Socioconstrutivismo Vygotskiano, destacando-se, principalmente, a congruência de elementos que potencializam a aprendizagem, como os conhecimentos sobre os processos cognitivos, as potencialidades positivas e negativas, a compreensão e construção de significados a partir das informações apresentadas, o uso de estratégias pedagógicas para atender às necessidades dos discentes, oportunizando, assim, o alcance de um nível mais avançado de conhecimento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.generic.paperbuzz.metrics##

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Marcela Marques, Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Cuiabá, Mato Grosso, Brasil.

Graduação em Ciências Biológicas pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras Santa Marcelina-Muriaé, MG, no ano de 2007. Pós-graduação Lato sensu em Gestão, Auditoria, Perícia Judicial Ambiental; e em Direito Agrário e Ambiental; cursando Pós-graduação Lato sensu em Ecologia de Ecossistemas. Mestra em Ensino pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso - IFMT. Pesquisadora do TSK Group - Teacher's Specialized Knowledge Research Group / Grupo de Pesquisa Conhecimento Especializado de Professores; Experiência em docência na Educação Básica; Ensino Superior e em Pós-Graduação em Docência do Ensino Médio. Membro representante do Brasil do Grupo de Pesquisa de Educação Ambiental sobre Interações Animais no âmbito Pedagógico. Possui também experiência profissional em Licenciamento Ambiental; Coordenação e Elaboração de Programas Ambientais; Projeto de Reabilitação, Monitoramento e Soltura de Animais Silvestres; Monitoramento e Resgate de Fauna e Flora de Empreendimentos; Manejo de Animais Silvestres em Cativeiro; Projeto Socioambiental; Consultoria Ambiental e Coordenação de Equipe. Atualmente é Professora de Biologia na Secretária de Estado de Educação de Mato Grosso.

Irene Cristina de' Mello, Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Cuiabá, Mato Grosso, Brasil.

Irene Cristina de Mello concluiu o doutorado em Educação pela Universidade de São Paulo em 2003. Professora lotada no Departamento de Química do Instituto de Ciências Exatas e da Terra, onde coordena o Laboratório de Pesquisa e Ensino de Química (LabPEQ). É professora pesquisadora permanente do Programa de Pós-graduação em Educação da UFMT desde 2003 e do Programa de Pós-graduação em Educação em Ciências e Matemática, Doutorado da Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática - REAMEC. É docente no Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências (Mestrado profissional) na UFMT. Foi Secretária de Relações Internacionais da Universidade Federa de Mato Grosso (gestão 2016-2020). Foi Coordenadora de Formação Docente da UFMT (gestão 2008-2012) e Pró-Reitora de Ensino de Graduação da UFMT (gestão 2012-2016). Participou da Comissão Avaliadora de Livros Didáticos de Química do Ministério da Educação no Programa Nacional do Livro Didático (PNLD 2007, 2012, 2015 e 2018). Participou com avaliadora de cursos de graduação do Ministério da Educação (INEP). Foi coordenadora Institucional do PIBID, Prodocência/Capes. Foi membro do Comitê Assessor do Grupo Coimbra de Universidades Brasileiras (2017-2020). Foi Secretária Geral da Sociedade Brasileira de Ensino de Química (SBEnQ) (2020-2023). Foi Editora Adjunta da Revista da Sociedade Brasileira de Ensino de Química (ReSBEnQ) e Consultora Especial do Grupo de Cooperação Internacional de Universidades Brasileiras (2020-2023). Integra a Cátedra UNESCO Ética e Sociedade na Educação Superior (desde 2017). É membro do Conselho Consultivo da SBEnQ (gestão 2023-2025) e Coordena o Laboratório de Pesquisa e Ensino de Química (LabPEQ) desde 2003.

Referências

ABREU Luiz Carlos; OLIVEIRA, Márcio Alves de; CARVALHO, Tatiana Dias de; MARTINS; Sonia. R.; GALLO, Paulo Rogério; REIS, Alberto Olavo Advincula. epistemologia genética de Piaget e o construtivismo. Revista Brasileira Crescimento e Desenvolvimento Humano, v.20, n.2, p. 361-366, 2010.

BACHELARD, Gaston. A formação do espírito científico: Contribuição para uma psicanálise do conhecimento. Trad.: Estela dos Santos Abreu. 1ª ed., 5ª reimpressão. Rio de Janeiro: Editora Contraponto, 1996.

BECKER, Fernando. Da ação à operação: o caminho da aprendizagem; Jean Piaget e Paulo Freire. Tese (Doutorado) - Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo, 1984. Saber ou ignorância: Piaget e a questão do conhecimento na escola pública. Psicologia -USP, São Paulo, v. 1, n. 1, p. 77-87, 1990.

BECKER, Fernando. O que é Construtivismo? Revista de Educação AEC, v. 21, n. 23, 1992.

CAMARGO, Maria de Fátima Ayres Arruda. "A psicologia de Lev S. Vygotsky: uma visão Pedagógica". Revista Educação, Porto Alegre, n.29, p. 101-119, 1995.

CARRILLO, Jose Yañez.; CONTRERAS, Luiz Carlos; FLORES, P. Un modelo de conocimiento especializado del profesor de matemáticas. RICO, Luis; CAÑADAS, Maria; GUTIÉRREZ, José; MOLINA, Marta; SEGOVIA, Isidoro (Eds.), Investigacion en Didáctica de la Matemática. Homenaje a Encarnación Castro (pp. 193-200). Granada: Editorial Comares. 2013.

CARRILLO, Jose Yañez., CLIMENT, Nuria., MONTES, Miguel, CONTRERAS-GONZÁLEZ, Luiz Carlos., FLORES-MEDRANO, Eric, ESCUDERO-ÁVILA, Dinazar., MUÑOZ-CATALÁN, María Cinta. The mathematics teacher's specialised knowledge (MTSK) model. Research in Mathematics Education, v.20, n 3, p.236-253, 2018.

CARRILLO, Jose Yañez.; GONZÁLEZ, Luiz Carlos Contreras; NAVARRO, M. A. M. Reflexionando sobre el conocimiento del professor: Actas de las II Jornadas del Seminario de Investigación de Didactica de la Matemática de la Universidad de Huelva. 15 y 16 de Septiembre 2015. Huelva, Espanha, 2015. 106 p.

CASTAÑON, Gustavo Arja. O QUE É CONSTRUTIVISMO? Caderno de História e Filosofia das Ciências, Campinas, série 4, v. 1, n. 2, p. 209-242, 2015.

FONSECA, Vitor da. Desenvolvimento cognitivo e processo de ensino aprendizagem: abordagem psicopedagógica à luz de Vygotsky. Rio de Janeiro. Editora: Editora Vozes, 2018.

JÓFILI, Zélia. Piaget, Vygotsky, Freire e a construção do conhecimento na escola. Educação: Teorias e Práticas, v.2, n 2, 191-208, 2002.

KUHN, Thomas Samuel. A estrutura das revoluções científicas. 5. ed. São Paulo: Editora Perspectiva S.A, 1997.

LIMA, Stela Silva. Conhecimento Especializado de Professores de Física: configurando os possíveis domínios deste conhecimento. 2022. 189 p. Tese (Doutorado em Educação em Ciências e Matemática) - Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemática - PPGECEM, Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática - REAMEC, Universidade Federal de Mato Grosso - UFMT, Cuiabá, 2022.

LUÍS, Mónica Alexandra Correa. Conhecimento Especializado do Professor quando Ensina Tópicos de Biologia. Tese (Doutorado em Pesquisa em Ensino e Aprendizagem de Ciências Experimentais, Sociais e Matemáticas)234 p. 2021. Universidade de Huelva, Espanha, 2021.

MARQUES, Marcela; MORIEL JUNIOR, Jeferson Gomes. Conhecimentos especializados de professor de Biologia mobilizados em uma aula prática sobre interações ecológicas. REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, Cuiabá, v. 8, n. 2, p. 253–271, 2020. http://dx.doi.org/10.26571/reamec.v8i2.9747

MORIEL JUNIOR, Jeferson Gomes. Conhecimento especializado para ensinar divisão de frações. 162 p. 2014. Tese (Doutorado em Educação em Ciências e Matemática) - Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemática - PPGECEM, Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática - REAMEC, Universidade Federal de Mato Grosso - UFMT, Cuiabá, 2014.

MUELLER, Eduardo Ribeiro; MELLO, Irene Cristina. Sobre o (Não) Domínio da Linguagem Química e sua Influência na Aprendizagem. 1° Edição, Curitiba: Appris, 2018.

OLIVEIRA, Marta Kohl de. Vygotsky - aprendizado e desenvolvimento um processo sóciohistórico. São Paulo: Scipione, 1999.

REGO, Teresa Cristina. Vygotsky: Uma perspectiva histórico-cultural da educação. Petrópolis, RJ : Vozes, 1999.

SOARES, Susel Taís Coleho. Conhecimento Especializado de Professores de Química – CTSK: Proposta de Modelo Teórico. 2019. 88 f. f. Dissertação (Mestrado em Ensino). Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ensino, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso, Cuiabá, 2019.

SOARES, Susel Tais; LIMA, Stela Silva; CARBO, Leandro. Conhecimento especializado de professores de Química: modelo teórico. REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, Cuiabá, v. 8, n. 2, p. 648–666, 2020. http://dx.doi.org/10.26571/reamec.v8i2.10255

VEER, René Van Der; VALSINER, Jaan. Vygotsky: Uma Síntese. São Paulo, Loyola, 1996

VYGOTSKY, Lev Semionovitch. A formação social da mente. São Paulo: Martins Fontes, 1996.

WIELEWSKI, Gladys Denise; MORIEL JUNIOR, Jeferson Gomes. Potenciais oportunidades formativas com MTSK e pesquisas científicas sobre frações e operações. REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, Cuiabá, v. 9, n. 1, e21013, 2021. http://dx.doi.org/10.26571/reamec.v9i1.11462

Downloads

Publicado

2024-04-24

Como Citar

MARQUES, M.; MELLO, I. C. de’. APROXIMAÇÕES TEÓRICAS ENTRE O SOCIOCONSTRUTIVISMO VYGOTSKIANO E O CONHECIMENTO ESPECIALIZADO NA ÁREA DE EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS E MATEMÁTICA . REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, Cuiabá, Brasil, v. 12, p. e24033, 2024. DOI: 10.26571/reamec.v12.16723. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/reamec/article/view/16723. Acesso em: 19 jun. 2024.