CONTRIBUIÇÕES DO PIBID DO IF SERTÃO-PE AO ENSINO-APRENDIZAGEM DE QUÍMICA

Autores

DOI:

10.26571/reamec.v8i3.10607

Palavras-chave:

Ensino de Química. Formação de professores. Pibid.

Resumo

Esta pesquisa, de perspectiva documental, objetivou realizar um levantamento dos trabalhos do Pibid do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano (IF Sertão-PE), que contribuíram para o ensino-aprendizagem da disciplina de Química nas escolas da Educação Básica, objeto de intervenção. O estudo pautou-se pelos princípios da pesquisa qualitativa e análise documental. Analisou-se, por meio da técnica de análise de conteúdo, os resumos dos trabalhos apresentados na Jornada de Iniciação à Docência (JID) do IF Sertão-PE, nos anos de 2016 e 2017, que fizeram parte das atividades didático-pedagógicas relacionadas ao ensino de conteúdos da disciplina de Química nas escolas. Os resultados apontaram que o Pibid do IF Sertão-PE contribuiu para o desenvolvimento e a utilização de novas ações didático-metodológicas no ensino de Química na sala de aula, proporcionando aprendizagens significativas dos discentes assistidos, além de contribuir para o desenvolvimento de atividades pedagógicas que promoveram a inclusão social de alunos, uma vez que a vivência de situações reais da rotina escolar e da sala de aula na Educação Básica favorecem o desenvolvimento de novas práticas educacionais em busca de um ensino-aprendizado inovador, contextual, cidadão e investigativo no ensino de Química.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.generic.paperbuzz.metrics##

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Lucas Ribeiro Coelho, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano (IF Sertão-PE)

Graduando em Licenciatura em Química pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano (IF Sertão-PE), Campus Petrolina. Participou do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid) do IF Sertão-PE/Capes, na qualidade de bolsista do Subprojeto de Química (2018-2020). Tem discutido os seguintes temas: ensino de Química, formação de professores e educação ambiental

Carlos Alailson Licar Rodrigues, Universidade Estadual do Maranhão (UEMA)

Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal (UEMA), Mestrado em Ciência Animal (Área de Concentração - Reprodução e Conservação Animal) (2015) e Graduação em Ciências Biológicas Licenciatura (2012) pela Universidade Estadual do Maranhão (UEMA). Atualmente é professor efetivo da Educação Básica em Itapecuru-Mirim - MA e Professor - Tutor do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu Ensino de Ciências - Anos Finais do Ensino Fundamental/CAPES/UAB. Possui experiência em pesquisas na área de Zoologia, com ênfase em Embriologia, Reprodução e Conservação Animal (Kinosternon scorpioides), Taxonomia (Filo Mollusca), Genética da Conservação, Biologia Molecular e Educação Ambiental em comunidades. Atua principalmente nos seguintes temas: Educação, Ensino a Distância, Genética da Conservação, Reprodução e Conservação Animal (K. scorpioides), manguezais e ecologia

Jackson Ronie Sá-Silva, Universidade Estadual do Maranhão (UEMA)

Pós-Doutor em Educação pela Faculdade de Educação do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Doutor em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS, Rio Grande do Sul), Conceito 7 CAPES/ MEC. Em 2013 ganhou o "Prêmio CAPES de Teses": Melhor Tese na área de Educação do Brasil promovido pelo Ministério da Educação do Brasil (MEC) / CAPES. Mestre em Saúde e Ambiente pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Especializou-se em: 1) Metodologia do Ensino Superior, Universidade Federal do Maranhão (UFMA); 2) Biologia, Universidade Federal de Lavras (UFLA, Minas Gerais); 3) Sexologia, Universidade Candido Mendes (UCAM, Rio de Janeiro); 4) Micologia, Escola Paulista de Medicina (UNIFESP) e UFMA. Bacharel em Farmácia e Bioquímica (UFMA). Lincenciado em Biologia pela Universidade Estadual do Maranhão (UEMA). Licenciado em Química (UEMA). Professor Adjunto IV do Departamento de Biologia da Universidade Estadual do Maranhão (DBIO-UEMA). Professor do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual do Maranhão - UEMA (PPGE - UEMA / Mestrado Profissional). Fundou e coordena desde 2009 o Grupo de Pesquisa Ensino de Ciências, Saúde e Sexualidade (GP-ENCEX). Atua no ensino, pesquisa e extensão nas seguintes áreas: Práticas Curriculares - dimensão político-social; educacional; escolar; Didática e Metodologia das Ciências Naturais; Ensino de Biologia; História da Biologia; Filosofia da Biologia; História da Medicina; Saúde Coletiva; Doenças Tropicais; Parasitologia; Metodologia da Pesquisa Qualitativa; Pesquisa Documental; Sexualidade; Educação Sexual. Tem se dedicado à escrita e ao aprofundamento teórico das seguintes linhas de pensamento: estudos gays e lésbicos, teoria queer, pós-estruturalismo, estudos foucaultianos e estudos culturais

Referências

ALVES, Handerson Rodrigo; RIBEIRO, Marcel Thiago Damasceno. Uma proposta de sequência didática para o ensino de soluções. REAMEC – Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, Cuiabá, v. 8, n. 1, p. 302-322, jan./abr. 2020. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/reamec/article/view/9748/pdf_1. Acesso em: 17 maio 2020.

AMORIM, Delza Cristina Guedes; VIEIRA, Josenilton Nunes. Enfoques epistemológicos do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência/Pibid para a formação docente. Semiárido De Visu, Petrolina, v. 4, n. 3, p. 132-145, 2016. Disponível em: https://periodicos.ifsertao-pe.edu.br/ojs2/index.php/semiaridodevisu/article/view/258/175. Acesso em: 21 maio 2020.

ARAÚJO, Naiara Veras de et al. As contribuições do Pibid no ensino de Química: atividades alternativas a partir da confecção de ferramentas pedagógicas provenientes de materiais de baixo-custo. Conexões – Ciência e Tecnologia, [S. l.], v. 10, n. 4, p. 35-41, jan. 2017. Disponível em: http://conexoes.ifce.edu.br/index.php/conexoes/article/view/981. Acesso em: 22 maio 2020.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

BRASIL. Lei n.º 11.502, de 11 de julho de 2007. Modifica as competências e a estrutura organizacional da fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – CAPES. Brasília: Presidência da República, 2007. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2007-2010/2007/Lei/L11502.htm. Acesso em: 3 jun. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação – MEC. Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES. Edital nº 2/2020. Brasília: 06 jan. 2020. Disponível em: https://capes.gov.br/images/novo_portal/editais/editais/06012019-EDITAL-2-2020-PIBID.pdf. Acesso em: 15 maio 2020.

CHASSOT, Attico Inacio. Para que(m) é útil o ensino? 2. ed. Canoas: Ulbra, 2004.

CHAVES, Julciana Ferreira; MEOTTI, Paula Regina Melo. Dificuldades no ensino aprendizagem e estratégias motivacionais da disciplina de Química do Instituto Federal do Amazonas – Campus Humaitá. Revista EDUCAmazônica – Educação, Sociedade e Meio Ambiente, Humaitá, v. 12. n. 1, p. 206-224, jan./jun. 2019. Disponível em: https://periodicos.ufam.edu.br/index.php/educamazonia/article/download/5771/4491/. Acesso em: 28 maio 2020.

CUNHA, Marcia Morin da. Jogos no ensino de Química: considerações teóricas para sua utilização em sala de aula. Química Nova na Escola, v. 4, n. 2, p. 92-98, maio 2012. Disponível em: http://qnesc.sbq.org.br/online/qnesc34_2/07-PE-53-11.pdf. Acesso em 29 maio 2020.

DIONÍZIO, Thaís Petizero et al. O uso de tecnologias da informação e comunicação como ferramenta educacional aliada ao ensino de Química. EaD em Foco, v. 9, n. 1, p. 1-15, dez. 2019. Disponível em: https://eademfoco.cecierj.edu.br/index.php/Revista/article/view/809/502. Acesso em: 30 maio 2020.

GABRIEL, Ernesto Dumba; RODRÍGUEZ, Juan Jesús Mondéjar; FLUENTE, Magali Torres. Processo de ensino-aprendizagem da Química nas Escolas Médias do Moxico sustentado no experimento químico escolar. Química Nova na Escola, São Paulo, v. 38, n. 3, p. 251-260, ago. 2016. Disponível em: http://qnesc.sbq.org.br/online/qnesc38_3/10-EQF-03-14.pdf. Acesso em: 28 maio 2020.

IMBERNÓN, Francisco. Formação docente e profissional: formar-se para a mudança e incerteza. 4. ed. São Paulo: Cortez, 2004.

MARTINS, Danielle Juliana Silva; DULLIUS, Maria Madalena. Um estudo de caso sobre os saberes docentes na visão dos licenciandos participantes do Pibid do IF Sertão PE. Crítica Educativa, Sorocaba, v. 3, n. 2, p. 359-373, jan./jun. 2017. Disponível em: http://dx.doi.org/10.22476/revcted.v3i2.208. Acesso em: 20 maio 2020.

NETO, Maria Marli de Melo; ANJOS, Débora Santos Carvalho dos; AMORIM, Delza Cristina Guedes; SILVEIRA, Kamilla Barreto (org.). Trilhas do ensino: Pibid e formação docente no IF Sertão-PE. Petrolina: IF Sertão-PE, 2018. Disponível em: http://releia.ifsertao-pe.edu.br:8080/jspui/handle/123456789/473. Acesso em: 20 mar. 2020.

NÓVOA, António. Para uma formação de professores construída dentro da profissão. Revista Educacion, Madrid, 2009. Disponível em: http://www.revistaeducacion.educacion.es/re350/re350_09por.pdf. Acesso em: 22 mar. 2020.

OLIVEIRA, Carla Maria Bispo Padrel; CAETANO, Fernando José Pires. Desafiando o paradigma do ensino da Química: o contributo da Universidade Aberta de Portugal. Revista Pesquisa e Debate em Educação, Juiz de Fora, v. 8, n. 2, p. 275-291, 2018. Disponível em: http://www.revistappgp.caedufjf.net/index.php/revista1/article/view/268/180. Acesso em: 19 maio 2020.

PAULO, Paula Rodrigues N. F.; BORGES, Marcia Narcizo; DELOU, Cristina Maria C. Produção de materiais didáticos acessíveis para o ensino de Química Orgânica inclusivo. Revista Areté | Revista Amazônica de Ensino de Ciências, [S. l.], v. 11, n. 23, p. 116-125, mar. 2018. Disponível em: http://periodicos.uea.edu.br/index.php/arete/article/view/881. Acesso em: 30 maio 2020.

PRODANOV, Cleber Cristiano; FREITAS, Ernani Cesar de. Metodologia do trabalho científico: métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico. 2. ed. Novo Hamburgo: Feevale, 2013. Disponível em: http://www.feevale.br/Comum/midias/8807f05a-14d0-4d5b-b1ad-1538f3aef538/E-book%20Metodologia%20do%20Trabalho%20Cientifico.pdf. Acesso em: 18 maio 2020.

SÁ-SILVA, Jackson Ronie; ALMEIDA, Cristóvão Domingos de; GUINDANI, Joel Felipe. Pesquisa documental: pistas teóricas e metodológicas. Revista Brasileira de História e Ciências Sociais, v. 1, n. 1, p. 1-15, 2009. Disponível em: https://periodicos.furg.br/rbhcs/article/view/10351/pdf. Acesso em: 12 jun. 2020.

SANTOS, Joseana Vieira dos; MENEZES, Maria Cilene Freire de. As contribuições formativas do Pibid na formação inicial dos professores dos cursos de licenciaturas. Revista de Educação da Universidade Federal do Vale do São Francisco, Petrolina, v. 8, n. 16, p. 99-126, maio/ago. 2018. Disponível em: http://www.periodicos.univasf.edu.br/index.php/revasf/article/view/245/156. Acesso em: 18 maio 2020.

SANTOS, Wildson Luiz Pereira dos; PORTO, Paulo Alves. A pesquisa em ensino de Química como área estratégica para o desenvolvimento da Química. Química Nova, São Paulo, v. 36, n. 10, p. 1570-1576, 2013. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S0100-40422013001000014. Acesso em: 20 maio 2020.

SILVA, Elio de Angeles Nicole da et al. Jogando com a Química: um instrumento de aprendizagem no ensino da eletroquímica. Revista de Estudos e Pesquisas sobre Ensino Tecnológico (EDUCITEC), Manaus, v. 5, n. 10, p. 39-54, mar. 2019. Disponível em: https://sistemascmc.ifam.edu.br/educitec/index.php/educitec/article/view/434/257. Acesso em: 2 jun. 2020.

SILVA, Nínive Matias Rodrigues; SILVA, Wanderson Diogo Andrade da; PAULA, Neidimar Lopes Matias de. O ensino de Química frente à experimentação: conhecendo diferentes realidades. Revista Debates em Ensino de Química, v. 2, n. 2, p. 70-78, out. 2016. Disponível em: http://www.journals.ufrpe.br/index.php/REDEQUIM/article/view/1316/1075. Acesso em: 17 maio 2020.

SILVA, Wanderson Diogo Andrade da; DAMASCENO, Mônica Maria Siqueira. A Química no contexto da educação especial: o professor, o ensino e a deficiência visual. Revista Debates em Ensino de Química, v. 1, n. 1, p. 20-28, out. 2015. Disponível em: http://200.17.137.114/index.php/REDEQUIM/article/view/1261/1023. Acesso em: 5 jun. 2020.

TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional. 14. ed. Petrópolis: Vozes, 2012.

TEIXEIRA JÚNIOR, José Gomes; RODRIGUES FILHO, Guimes. Perfil dos alunos de licenciaturas em química que atuam como bolsistas do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência e as influências para sua formação inicial. Química Nova na Escola, São Paulo, v. 37, n. 4, p. 305-311, nov. 2015. Disponível em: http://dx.doi.org/10.5935/0104-8899.20150052. Acesso em: 21 maio 2020.

ZAPATEIRO, Gean Aparecido et al. Material didático como estratégia de ensino e de aprendizagem das ligações químicas. ACTIO: Docência em Ciências, Curitiba, v. 2, n. 2, p. 211-233, jul./set. 2017. Disponível em: https://periodicos.utfpr.edu.br/actio/article/download/6862/4538. Acesso em: 18 maio 2020.

Downloads

Publicado

2020-09-07

Como Citar

COELHO, L. R.; RODRIGUES, C. A. L.; SÁ-SILVA, J. R. CONTRIBUIÇÕES DO PIBID DO IF SERTÃO-PE AO ENSINO-APRENDIZAGEM DE QUÍMICA. REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, [S. l.], v. 8, n. 3, p. 135-152, 2020. DOI: 10.26571/reamec.v8i3.10607. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/reamec/article/view/10607. Acesso em: 1 out. 2020.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)