PRESSUPOSTOS FREIREANOS, CTS E PLACTS NO ENSINO DE CIÊNCIAS: APROXIMAÇÕES E DISTANCIAMENTOS

Autores

DOI:

10.26571/reamec.v9i3.12803

Palavras-chave:

Paulo Freire, CTS/PLACTS, Ensino de Ciências, Currículo

Resumo

Aproximações entre o educador Paulo Freire e referenciais ligados ao enfoque Ciência-Tecnologia-Sociedade (CTS) começam a tomar maiores contornos, principalmente no Ensino de Ciências (EC). Este trabalho apresenta uma revisão bibliográfica de cunho qualitativo, através do repositório do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT), no qual investigamos: de que maneira a articulação entre os pressupostos de Paulo Freire do enfoque (CTS) e o Pensamento Latino-Americano em Ciência-Tecnologia-Sociedade (PLACTS) estão sendo desenvolvidos, principalmente, no EC? Com o objetivo de discutir sinalizações e reflexões acerca de pesquisas que utilizam aproximações Freire/CTS na Educação, ligadas ao EC. Como método de análise do corpus, seguimos com a Análise Textual Discursiva. Seus resultados estão apresentados em quatro categorias: i) Diálogos na estruturação curricular sob aproximação Freire-CTS. ii) Busca da participação e democratização em processos decisórios diante de temas Científico-Tecnológicos. iii) Encontro com a educação problematizadora de Freire e a suposta neutralidade da Ciência-Tecnologia iiii) Divergências e desafios entre abordagens Freire-CTS. Portanto, entendemos que a referida aproximação aponta para mudanças, principalmente no EC, ao problematizar questões sociais, contribuindo na formação crítica dos sujeitos diante sua realidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.generic.paperbuzz.metrics##

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Guilherme Schwan, Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), Salvador das Missões, Rio Grande do Sul, Brasil.

Graduado em Ciências Biológicas - Licenciatura pela Universidade Federal da Fronteira Sul, Campus Cerro Largo - RS, Especialização em Educação Ambiental e Sustentabilidade pela UNINTER, Mestre em Ensino de Ciências pelo Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências - PPGEC/UFFS. Atualmente é Professor de Ciências na rede pública municipal do município de Santo Ângelo-RS. Integra Grupo de Estudos e Pesquisa em Ensino de Ciências e Matemática (GEPECIEM) e Grupo de Estudos e Pesquisa em Políticas Públicas Educacionais e Práticas Pedagógicas (GEPPEPPE), vinculados à UFFS. Participou como bolsista do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID) Interdisciplinar, no período de março de 2014 a novembro de 2015. 

Rosemar Ayres dos Santos, Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), Cerro Largo, Rio Grande do Sul, Brasil.

Licenciada em Física pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) (2009), Mestre em Educação (2012) e Doutora em Educação (2016) na linha de pesquisa Práticas Escolares e Políticas Públicas pela UFSM. Atualmente é Professora Adjunta III na área de Ensino de Física e professora do quadro permanente do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências (PPGEC), na Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), Campus Cerro Largo, RS. Integra o Grupo de Estudos Temáticos Ciência-Tecnologia-Sociedade (GETCTS), vinculado ao Centro de Educação da UFSM e o Grupo de Estudos e Pesquisa em Ensino de Ciências e Matemática (GEPECIEM) e Grupo de Estudos e Pesquisa em Políticas Públicas Educacionais e Práticas Pedagógicas (GEPPEPP), vinculados à UFFS. Atua na área de Educação em Ciências/Física, com ênfase em Currículo, Abordagem Temática, Movimento Ciência-Tecnologia-Sociedade (CTS), Pensamento Latino-Americano em Ciência-Tecnologia-Sociedade (PLACTS), Formação de Professores e Práticas Pedagógicas. É Editora de Seção de Ensino de Física da Revista Insignare Scientia (RIS). É bolsista CAPES do Programa Residência Pedagógica, coordenando o subprojeto RP Biologia, Física e Química.

Referências

AULER, D. Articulação Entre Pressupostos do Educador Paulo Freire e do Movimento CTS: Novos Caminhos Para a Educação em Ciências. CONTEXTO & EDUCAÇÃO, v. 22 n. 77, p. 167-188, 2007. https://doi.org/10.21527/2179-1309.2007.77.167-188

AULER, D. Cuidado! Um cavalo viciado tende a voltar para o mesmo lugar. 1ª ed. Curitiba. Appris, 2018.

AULER, D. Enfoque Ciência-Tecnologia-Sociedade: Pressupostos para o contexto brasileiro. Ciência e Ensino, v.1, n. especial, p. 1-20, 2007. Disponível em: https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/4960414/mod_folder/content/0/ENFOQUE%20CI%C3%8ANCIA-TECNOLOGIASOCIEDADE.pdf?forcedownload=1. Acesso em 22 de jul. 2021.

AULER, D.; DALMOLIN, A. M. T.; FENALTI, V. S. Abordagem Temática: natureza dos temas em Freire e no enfoque CTS. Alexandria, v. 2, n. 1, p. 67-84, 2009. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/alexandria/article/view/37915. Acesso em 22 de jul. 2021.

AULER, D.; DELIZOICOV, D. Ciência-Tecnologia-Sociedade: relações estabelecidas por professores de ciências. Revista Electrónica de Enseñanza de Las Ciencias, v. 5, n. 2,p. 337-355, 2006. Disponível em: http://reec.uvigo.es/volumenes/volumen5/ART8_Vol5_N2.pdf. Acesso em: 22 de jul. 2021.

AULER, D.; DELIZOICOV, D. Investigação de temas CTS no contexto do pensamento latino-americano. Linhas Críticas, v. 21, n. 45, p. 275-296, 2015. https://doi.org/10.26512/lc.v21i45.4525.

DAGNINO, R. Mais além da participação pública na ciência: buscando uma reorientação dos estudos sobre ciência, tecnologia e sociedade em ibero-américa. CTS+I – Revista iberoamericana de Ciencia, Tecnologia, Sociedad e Innovación. n. 7, p. 01-15, 2006. Disponível em: https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=3112229. Acesso em: 22 jul. 2021.

DAGNINO, R. Neutralidade da ciência e determinismo tecnológico: um debate sobre a tecnociência. Campinas, SP, Unicamp, 2008.

DAGNINO, R. A tecnologia social e seus desafios. In: Tecnologia Social: contribuições conceituais e metodológicas. Campina Grande, EDUEPB, 2014.

DAGNINO, R. O que é o PLACTS (pensamento latino-americano em ciência, tecnologia e sociedade)? In: Neder, R. T. (Org.). CTS - ciência tecnologia sociedade e a produção de conhecimento na Universidade. Brasília: Observatório do Movimento pela Tecnologia Social na América Latina, 2013.

DELIZOICOV, D.; ANGOTTI, J. A.; PERNAMBUCO, M. M. Ensino de ciências: fundamentos e métodos. 5ª. ed. São Paulo: Cortez, 2018.

FERST, E. M.; GHEDIN, E. L. Panorama das publicações nos ENPECS sobre CTS nos anos iniciais do ensino fundamental. REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, [S. l.], v. 4, n. 1, p. 57-75, 2016. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/reamec/article/view/5317. Acesso em: 17 out. 2021.

FREIRE, P. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa. 63ª. ed São Paulo, Paz e Terra, 2020a.

FREIRE, P. Pedagogia do Oprimido. 71ª. ed. Rio de Janeiro, Paz e Terra, 2020b.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 7º. ed. São Paulo, Atlas, 2019.

MORAES, R.; GALIAZZI, M. C. Análise Textual Discursiva. 3.ed. Ijuí, Editora Unijuí, 2016.

ROSO, C. C.; AULER, D. A participação na construção do currículo: práticas educativas vinculadas ao movimento CTS. Ciência & Educação, v. 22, n. 2, p. 371-389, 2016. https://doi.org/10.1590/1516-731320160020007.

SANTOS, W. L. P. Educação científica humanística em uma perspectiva freireana: resgatando a função do ensino de CTS. Alexandria – Revista de Educação em Ciência e Tecnologia, v. 1, n. 1, p. 109-131, 2008. Disponível em https://periodicos.ufsc.br/index.php/alexandria/article/view/37426/28747. Acesso em: 22 de jul. 2021.

SANTOS, R. A. Busca de uma participação social para além da avaliação de impactos da

ciência-tecnologia na sociedade: sinalizações de práticas educativas cts. 2016. 205 f. Tese

(Doutorado) - Curso de Programa de Pós-graduação em Educação, Universidade Federal de

Santa Maria, Santa Maria, Rs, 2016. Disponível em: https://repositorio.ufsm.br/bitstream/handle/1/3513/SANTOS,%20ROSEMAR%20AYRES%20DOS.pdf?sequence=1&isAllowed=y. Acesso em: 22 de jul. 2021.

SANTOS, R. A.; ROSA, S. E. AULER, D. A não neutralidade da ciência-tecnologia em abordagens CTS no contexto brasileiro. Atas... IX Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, 2013. Disponível em: http://www.nutes.ufrj.br/abrapec/ixenpec/atas/resumos/R1279-1.pdf. Acesso em: 22 de jul. 2021.

STRECK, D.; REDIN, E.; ZITKOSKI, J. J. (Org.). Dicionário Paulo Freire. Belo Horizonte, Editora Auténtica, 2015.

STRIEDER, R. B. Abordagens CTS na educação científica no Brasil: Sentidos e perspectivas. 2012. 283 f. Tese (Doutorado em Ciências) - Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012. Disponível em: https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/81/81131/tde-13062012-112417/publico/Roseline_Beatriz_Strieder.pdf. Acesso em: 22 de jul. 2021.

Downloads

Publicado

2021-10-24

Como Citar

SCHWAN, G.; SANTOS, R. A. dos. PRESSUPOSTOS FREIREANOS, CTS E PLACTS NO ENSINO DE CIÊNCIAS: APROXIMAÇÕES E DISTANCIAMENTOS. REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, [S. l.], v. 9, n. 3, p. e21084, 2021. DOI: 10.26571/reamec.v9i3.12803. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/reamec/article/view/12803. Acesso em: 5 dez. 2021.