IDENTIFICANDO O CONHECIMENTO GEOMÉTRICO DE ALUNOS DO 6º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL SOBRE TRIÂNGULOS

Autores

DOI:

10.26571/reamec.v8i1.9362

Palavras-chave:

Triângulos. Pensamento Geométrico. Teoria de Van Hiele.

Resumo

Esse trabalho teve por objetivo identificar o nível de conhecimento geométrico de alunos de uma turma do 6º ano do Ensino Fundamental sobre triângulos caracterizados pelas medidas dos comprimentos de seus lados (equilátero, escaleno e isósceles). Para isso, adotou-se a teoria do desenvolvimento do pensamento geométrico de Van Hiele. Participaram dessa investigação 26 alunos de uma escola pública municipal, localizada em uma cidade pertencente à Zona da Mata Norte do Estado de Pernambuco. O instrumento de coleta dos dados consistiu em um teste com quatro questões envolvendo os níveis de compreensão 1 (visualização ou reconhecimento) e 2 (análise) da teoria de Van Hiele. Os resultados indicaram que os alunos não apresentaram dificuldades no reconhecimento dos triângulos se adequando às características do nível 1 (visualização ou reconhecimento). No que tange à identificação das propriedades dessas figuras, ora os alunos acertam todas, ora parcialmente e, em alguns casos, erram totalmente. De acordo com o nível 2 (análise), esses alunos estão progredindo dentro das características desse nível, ou seja, se aperfeiçoando quanto a esse saber.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.generic.paperbuzz.metrics##

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Franklin Fernando Ferreira Pachêco, Universidade Federal de Pernambuco

Mestre e doutorando em Educação Matemática e Tecnológica pela Universidade Federal de Pernambuco- UFPE.  Possui especialização em ensino de matemática pela Faculdade de Ciências e Tecnologia Professor Dirson Maciel de Barros- FADIMAB. Graduado em Licenciatura plena em matemática pela Universidade de Pernambuco- UPE/ Campus Mata Norte.

Andreza Santana da Silva, Universidade Federal de Pernambuco

Mestra e doutoranda em Educação Matemática e Tecnológica pela Universidade Federal de Pernambuco- UFPE. Especialista em Ensino de Matemática (FACOL). Graduada em Licenciatura Plena em Matemática (UPE).

Jailson Cavalcante de Araújo, Universidade Federal de Pernambuco

Graduado em Licenciatura em Matemática pela Universidade de Pernambuco - Campus Mata Norte. Especialista em Ensino de Matemática pela Faculdade de Ciências e Tecnologia Professor Dirson Maciel de Barros. Doutorando e mestre em Educação Matemática e Tecnológica pela Universidade Federal de Pernambuco- UFPE.

Jaelson Dantas da Silva, Universidade Federal de Pernambuco

Graduado em licenciatura plena em matemática pela Universidade de Pernambuco- UPE. Possui Especialização em matemática pela Faculdade da Aldeia de Carapicuíba - (FALC).

Referências

ALVES, G. S.; SAMPAIO, F. F. O modelo de desenvolvimento do pensamento geométrico de Van Hiele e possíveis contribuições da geometria dinâmica. Revista de Sistemas de Informação da FSMA, n.5 (2010), pp. 69 – 76.

BRASIL, S. E. F. Parâmetros curriculares nacionais: matemática/ Secretária de Educação Fundamental. – Brasília: MEC/SEF,1997. 142 p.

BRASIL, S. E. F. Base Nacional Curricular Comum - BNCC. Brasília, 2018, p.600.

BOVI, R. C. A. de; LÜBECK, M. O software GeoGebra aplicado ao estudo dos Triângulos. Foz do Iguaçu, 2013.

COSTA, A. P. A construção do conceito de quadriláteros notáveis no 6º ano do ensino fundamental: um estudo sob a luz da teoria vanhieliana. 2016. 242f. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática e Tecnológica) – Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2016.

HEINEN, L.; BASSO, M. V. A. Geometria nos anos iniciais: uma proposta de ensino-aprendizagem usando geometria dinâmica. 2015. 32 f. Curso de Especialização em Matemática, mídias digitais e didática para Educação Básica. Rio Grande do Sul, 2015. Disponível em: http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/134112. Acesso em 08/07/2017.

LIMA, P. F.; CARVALHO, J. B. P. F. Geometria. In: CARVALHO, J.B.P.F. Coleção Explorando o Ensino: Matemática, v. 17. Brasília, MEC, 2010, p. 135 – 166.

MARTINS, L. F. Motivando o ensino da Geometria. 2008. 60 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em Educação Matemática) – Curso de pós-graduação especialização em educação matemática, Universidade do Extremo Sul Catarinense- Unesc, Criciúma, 2008.

PACHÊCO, F. F. F.; PACHÊCO, G. F. Geometria plana: um estudo sobre o quadrado com alunos do 7º ano do Ensino Fundamental sob a ótica da Teoria de Van Hiele. Revista Principia - Divulgação Científica e Tecnológica do IFPB, [S.l.], n. 33, p. 50-57, mai. 2017. ISSN 2447-9187. Disponível em: http://periodicos.ifpb.edu.br/index.php/principia/article/view/1047. Acesso em: 04 Mar. 2019.

PACHECO, F. F. F.; SANTOS, M. R. MODELO DE VAN HIELE: Um estudo acerca dos triângulos com alunos do 7º ano do Ensino Fundamental. Anais... XII Congresso Internacional de Tecnologia na Educação. Recife, 2014.

PACHÊCO, F. F. F.; SILVA, A. D. P. R. O PENSAMENTO GEOMÉTRICO DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA: um estudo sob a ótica da teoria de Van Hiele. In: Anais... XV Congresso Internacional de Tecnologia na Educação, 2017, RECIFE: SENAC, 2017. v. 1.

PERNAMBUCO, S. Parâmetros Curriculares de Matemática para a Educação Básica do e Pernambuco. Recife: SEDUC, 2012.

OLIVEIRA, M. T.; LEIVAS, J. C. P. Visualização e Representação com suporte na Teoria de Van Hiele. Ciência e Natura, Santa Maria v.39, nº 1, 2017, jan-abr, p.108-117. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/cienciaenatura/article/viewFile/23170/pdf. Acesso em 06/11/2019.

SILVA, A. D. P. R.; PACHÊCO, F. F. F. RECONHECENDO FIGURAS PLANAS POR MEIO DE SUA FORMA: um estudo sobre triângulos e quadrados com alunos do 5º ano do ensino fundamental à luz da teoria de Van Hiele. In: Anais... XV congresso internacional de tecnologia na educação. Recife: SENAC, 2017. v. 1.

SILVEIRA, Ê. Matemática: compreensão e prática. 3ª edição. São Paulo - SP, 2015.

Publicado

2020-03-15

Como Citar

PACHÊCO, F. F. F.; DA SILVA, A. S.; DE ARAÚJO, J. C.; DA SILVA, J. D. IDENTIFICANDO O CONHECIMENTO GEOMÉTRICO DE ALUNOS DO 6º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL SOBRE TRIÂNGULOS. REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, Cuiabá, Brasil, v. 8, n. 1, p. 343–359, 2020. DOI: 10.26571/reamec.v8i1.9362. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/reamec/article/view/9362. Acesso em: 23 fev. 2024.