PERCEPÇÕES SOBRE O APLICATIVO FOQ1 QUÍMICA POR ESTUDANTES DE UMA ESCOLA PÚBLICA

Autores

DOI:

10.26571/reamec.v9i1.11227

Palavras-chave:

TDIC;, Aplicativo móvel;, Ensino de Química;, Fórmulas e Equações Químicas.

Resumo

A utilização das Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação (TDIC), em especial dos Recursos Didáticos Digitais (RDD), tem transformado muitas práticas docentes contribuindo para a construção do conhecimento dos seus estudantes. Neste sentido, essa pesquisa tem por objetivo investigar a percepção dos estudantes de uma escola pública na utilização do aplicativo para dispositivo móvel denominado FoQ1 Química nos estudos da Química. Para isso, a pesquisa apresenta um estudo de caso realizado com 75 estudantes de quatro turmas do ensino médio (duas turmas do primeiro ano e duas turmas do segundo ano). A pesquisa foi realizada em quatro (4) etapas: (1) apresentação do app FoQ1 Química; (2) aplicação de um questionário avaliativo; (3) realização de uma entrevista não-diretiva; (4) análise das respostas do questionário avaliativo e da entrevista não-diretiva. Os resultados mostram que o aplicativo FoQ1 Química pode ser um RDD auxiliar no processo de ensino e aprendizagem da Química, proporcionando aos estudantes possibilidades de construírem seu conhecimento de forma simples e objetiva. Embora alguns estudantes tenham apresentado dificuldades nos conteúdos da Química, o uso do aplicativo FoQ1 Química pode contribuir para a compreensão destes conteúdos. O desenvolvimento de aplicativos com o intuito de ajudar no ensino de Química se mostra como uma alternativa proeminente, tendo o professor como seu principal desenvolvedor e os estudantes como os principais usuários.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.generic.paperbuzz.metrics##

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Jocimario Alves Pereira, Universidade Federal Rural de Pernambuco

Possui Licenciatura em Ciências Agrárias - UFPB (2014) e Licenciatura em Química - FAC (2017). Com Especialização em Química - UCAM (2016), na Educação de Jovens e Adultos na Diversidade Social - UFPB (2017) e em Tecnologias Digitais para o Ensino Básico - UECE (2019). Mestre em Química - UFRPE (2020). Professor contratado da rede Estadual da Paraíba desde 2013, atuando nas disciplinas de Química, Física, Matemática e Robótica. Professor efetivo da Prefeitura de Conceição - PB desde 2019, atuando na disciplina de Ciências. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Ensino de Química, atuando principalmente nos seguintes temas: ensino médio, agricultura familiar, meio ambiente, educação colaborativa, redes sociais e produtos educacionais.

Bruno Silva Leite, Universidade Federal Rural de Pernambuco

Professor de Química e de Tecnologias no Ensino de Química da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). É Licenciado em Química, mestre no Ensino das Ciências e Doutor em Química Computacional. É coordenador do Programa de Mestrado Profissional em Química em Rede (PROFQUI-UFRPE). Também é Docente permanente do programa de pós-graduação em Ensino das Ciências da UFRPE. Atua nos cursos de graduação e pós-graduação, orienta pesquisas em nível de iniciação científica, mestrado e doutorado. Coordena os grupos de pesquisas LEUTEQ (Laboratório para Educação Ubíqua e Tecnológica no Ensino de Química) e InPraMEQ (Investigação de Práticas Metodológicas no Ensino de Química) do diretório de grupos do CNPq e é pesquisador colaborador do Núcleo SEMENTE.Tem experiência na área de Química e Ensino de Química: Em Química desenvolve pesquisas em Astroquímica e Química Computacional; Em Ensino de Química atua principalmente nas seguintes temáticas: (1) Tecnologias no Ensino de Química; (2) Metodologias Ativas, Aprendizagem Tecnológica Ativa, Gamificação e Ensino Híbrido; (3) processos e materiais educativos no Ensino de Ciências/Química; (4) Experimentação, divulgação científica e formação de professores. Atua como consultor ad-hoc de periódicos especializados em Educação em Ciências/Química, nacionais e internacionais, e agências de fomento (CNPq, CAPES). Na Sociedade Brasileira de Química (SBQ) foi tesoureiro da Regional Pernambuco [mandatos 2016-2018, 2018-2020] e é o atual vice-diretor da Divisão de Ensino [mandato 2020-2022]. Foi representante da região nordeste na Comissão Nacional de Ensino de Química (2016-2018) que contribuiu para a criação da Sociedade Brasileira de Ensino de Química (SBEnQ). Atualmente faz parte da diretoria de comunicação da SBEnQ (2018-2020).

Referências

ANDRÉ, Marli. O que é um estudo de caso qualitativo em educação?. Revista da FAEEBA-Educação e Contemporaneidade, Salvador, v. 22, n. 40, p. 95-103, 2013. Disponível em: https://www.nelsonreyes.com.br/Marli%20Andr%C3%A9.pdf. Acesso em: 20 out. 2019.

ARAÚJO, Edilânia Gomes de. O uso de aplicativos de celular como ferramenta de auxílio à aprendizagem em Química Orgânica no Ensino Médio. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Universidade Estadual da Paraíba, Campina Grande, p. 40. 2016. Disponível em: http://dspace.bc.uepb.edu.br/jspui/handle/123456789/14301. Acesso em: 01 nov. 2019.

BARBOSA, Priscila de Sousa. Dificuldades de Aprendizagem. São Luiz: Uemanet, 29 p. 2015.

BARBOZA, Anne Karoline Assis. A (Inter) Relação da Matemática e a Química: uma visão pontual de alunos do 1º ano do ensino médio. 2016. 35 f. Monografia (Especialização) - Curso de Especialização em Ensino de Ciências e Matemática para Séries Finais: Ensino Fundamental - 6º Ao 9º Ano, Universidade Federal de Integração Latino-americano, Foz do Iguaçu, 2016. Disponível em: https://dspace.unila.edu.br/bitstream/handle/123456789/1758/Monografia%20final_Anne.pdf?sequence=1&isAllowed=y. Acesso em: 10 out. 2019.

BEZERRA, Anselmo; SILVA, Carlos Eduardo Menezes da; SOARES, Fernando; SILVA, José Alexandre Menezes.. Fatores associados ao comportamento da população durante o isolamento social na pandemia de COVID-19. Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 25, p. 2411-2421, 2020. Disponível em: https://www.scielosp.org/article/csc/2020.v25suppl1/2411-2421/. Acesso em: 10 ago. 2020.

BONI, Valdete; QUARESMA, Sílvia Jurema. Aprendendo a entrevistar: como fazer entrevistas em Ciências Sociais. Em Tese, Florianópolis, v. 2, n. 1, p. 68-80, 2005. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/emtese/article/view/18027/16976. Acesso em: 12 dez. 2019.

BRITTO JÚNIOR, Álvaro Francisco de; FERES JÚNIOR, Nazir. A utilização da técnica da entrevista em trabalhos científicos. Revista Evidência, Araxá, v. 7, n. 7, p. 237-250, 2011. Disponível em: https://met2entrevista.webnode.pt/_files/200000032-64776656e5/200-752-1-PB.pdf. Acesso em: 12 dez. 2019.

BRASIL, [Resolução nº 466 (2012)]. Resolução nº 466 de 12 de dezembro de 2012. Brasília, DF. Ministério da Saúde, [2012]. Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/cns/2013/res0466_12_12_2012.html. Acesso em: 25 out. 2019.

CALLIYERIS, Vasiliki Evangelou; LAS CASAS, Alexandre Luzzi. A utilização do método de coleta de dados via internet na percepção dos executivos dos institutos de pesquisa de mercado atuantes no Brasil. Interações (Campo Grande), Campo Grande, v. 13, n. 1, 2016. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1518-70122012000100002&script=sci_arttext. Acesso em: 15 dez. 2019.

CARVALHAES, Ketheryne Ferreira. O uso de aplicativos gratuitos como recurso didático no ensino de Química. 2016. 20 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Química) - Universidade de Brasília, Brasília, 2016. Disponível em: https://bdm.unb.br/handle/10483/19688. Acesso em: 10 nov. 2019.

CARVALHO, Ana Amélia Amorim. Formação Docente na era da Mobilidade: metodologias e aplicativos para envolver os alunos rentabilizando os seus dispositivos móveis. Revista Tempos E Espaços Em Educação, v. 11, n. 01, p. 25-36, 2018. Disponível em: https://pontadelanca.revistas.ufs.br/index.php/revtee/article/view/10047/pdf. Acesso em: 22 dez. 2019.

COSTA, Sandra Regina Santana; DUQUEVIZ, Barbara Cristina; PEDROZA, Regina Lúcia Sucupira. Tecnologias Digitais como instrumentos mediadores da aprendizagem dos nativos digitais. Psicologia Escolar e Educacional, São Paulo, v. 19, n. 3, p. 603-610, 2015. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/pee/v19n3/2175-3539-pee-19-03-00603. Acesso em: 13 mai. 2020.

COUTO, Edvaldo Souza; COUTO, Edilece Souza; CRUZ, Ingrid de Magalhães Porto. #Fiqueemcasa: educação na pandemia da covid-19. Interfaces Científicas-Educação, Aracaju, v. 8, n. 3, p. 200-217, 2020. Disponível em: https://periodicos.set.edu.br/educacao/article/view/8777/3998. Acesso em: 12 ago. 2020

GENTILE, Fausto Rogério. Interdisciplinaridade: a essência humana para a sustentabilidade da educação? Interdisciplinaridade, São Paulo, n. 6, p. 37-43, 2015. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/index.php/interdisciplinaridade/article/view/22626/16408. Acesso em: 03 jan. 2020.

GERHARDT, Tatiana Engel; SILVEIRA, Denise Tolfo (org.). Métodos de Pesquisa. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2009.

GONÇALVES, Ivanylson Honorio. Tutorial Google Meet. Juiz de Fora, 2020. Disponível em: https://www.ufjf.br/estatistica/files/2020/04/tutorial-GOOGLE-MEET-VERSION-1.0.pdf. Acesso em: 13 ago. 2020.

GOUVEIA, Antônio Emilson Souza; PEREIRA, Elson de Menezes. O uso de tecnologia móvel: celular como apoio pedagógico na escola. Anais. II Colóquio de Letras da Fale/cumb–formação de professores: ensino, pesquisa, teoria. Breves-Pa, v. 4, n. 5, 2015. Disponível em: http://coloquiodeletras.ufpa.br/downloads/ii-coloquio/anais/41-antonio-emilson.pdf. Acesso em: 10 nov. 2019.

KLEIN, Vanessa; SANTOS, Cassiano Vasconcelos; SOUZA, Darliana Mello. Aplicativos educacionais para o ensino de química: incidência e análise em trabalhos científicos. Redin-Revista Educacional Interdisciplinar, Taquara, v. 7, n. 1, 2018. Disponível em: http://seer.faccat.br/index.php/redin/article/view/1057/641. Acesso em: 05 abr. 2020

LEITE, Bruno Silva. M-Learning: o uso de dispositivos móveis como ferramenta didática no Ensino de Química. Revista Brasileira de Informática na Educação, Porto Alegre, v. 22, n. 3, p. 55-68, 2014. Disponível em: https://www.br-ie.org/pub/index.php/rbie/article/view/2475/2832. Acesso em: 10 out. 2019.

LEITE, Bruno Silva. Tecnologias no Ensino de Química: teoria e prática na formação docente. Curitiba: Appris, 2015.

LEITE, Bruno. Silva. Aprendizagem Tecnológica Ativa. Revista Internacional de Educação Superior, Campinas, v. 4, n. 3, p. 580-609, 2018. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/riesup/article/view/8652160. Acesso em: 22 jan. 2020.

LOCATELLI, Aline; ZOCH, Alana Neto; TRENTIN, Marco Antonio Sandini. TICs no Ensino de Química: Um Recorte do “Estado da Arte”. Revista Tecnologias na Educação, [S.l.] v. 12, n. 7, p. 1-12, 2015. Disponível em: http://tecedu.pro.br/wp-content/uploads/2015/07/Art19-vol12-julho2015.pdf. Acesso em: 15 jan. 2020.

MACHADO, Adriano Silveira. Uso de softwares educacionais, objetos de aprendizagem e simulações no ensino de química. Revista Química Nova na Escola, São Paulo, v. 38, n. 2, p. 104-111, 2016. Disponível em: http://qnesc.sbq.org.br/online/qnesc38_2/03-QS-76-14.pdf. Acesso em: 11 nov. 2019.

MORAN, José. Tecnologias digitais para uma aprendizagem ativa e inovadora. In: MORAN, José. A Educação que Desejamos: novos desafios e como chegar lá. 5. ed. São Paulo: Papirus, p. 1-232. 2014.

MOREIRA, Uly Alves; DIEB, Messias. A relação de estudantes com a escolha do tema para seus projetos de pesquisa: mobilização e sentido para pesquisar. Revista Triângulo, Uberaba, v. 11, n. 3, 2018. Disponível em: http://seer.uftm.edu.br/revistaeletronica/index.php/revistatriangulo/article/view/3093/3275. Acesso em: 15 fev. 2020.

NEVES, Breno Gonçalves Bragatti; MELO, Rafaela da Silva. O Universo no bolso: tecnologias móveis de apoio didático-pedagógico para o ensino da Astronomia. RENOTE-Revista Novas Tecnologias na Educação, Porto Alegre, v. 12, n. 1, 2014. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/renote/article/view/49827/31185. Acesso em: 20 fev. 2020.

NEVES, Késia Caroline Ramires; BRAGUINI, Maysa. A história da disciplina química (escolar) no currículo brasileiro. # Tear: Revista de Educação, Ciência e Tecnologia, Porto Alegre, v. 7, n. 2, 2018. Disponível em: https://www.periodicos.ifrs.edu.br/index.php/tear/article/view/3232. Acesso em: 21 jan. 2019.

NICHELE, Aline Grunewald; SCHLEMMER, Eliane. Aplicativos para o ensino e aprendizagem de Química. RENOTE, Porto Alegre, v. 12, n. 2, 2014. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/renote/article/view/53497/33014. Acesso em: 25 mar. 2020.

PARAÍBA (Estado). Decreto nº 40.122, de 13 de março de 2020. João Pessoa, PB, Disponível em: https://auniao.pb.gov.br/servicos/arquivo-digital/doe/janeiro/marco/diario-oficial-14-03-2020.pdf/. Acesso em: 14 maio 2020.

PARAÍBA. GOVERNO DO ESTADO DA PARAÍBA. (org.). Notícias. Disponível em: https://paraiba.pb.gov.br/noticias. Acesso em: 14 maio 2020.

PASCHOARELLI, Luis Carlos; MEDOLA, Fausto Orsi; BONFIM, Gabriel Henrique Cruz. Características Qualitativas, Quantitativas e Qualiquantitativas de Abordagens Científicas: estudos de caso na subárea do design ergonômico. Revista de Design, Tecnologia e Sociedade, Brasília, v. 1, n. 2, p. 65-78, jan. 2015. Disponível em: http://periodicos.unb.br/index.php/design-tecnologia-sociedade/article/download/15699/14030. Acesso em: 12 jun. 2020.

PREDOSA, Marcelo Sierpe; MAFRA, João Carlos Martins; SIQUEIRA, Angelo Santos. Uma proposta de modelagem matemática: prática de diluição contínua monitoradas por espectrofotometria visível na motivação do ensino de equações diferenciais para alunos de química. Revista de Educação, Ciências e Matemática, Duque de Caxias, v. 5, n. 1, 2015. Disponível em: http://publicacoes.unigranrio.edu.br/index.php/recm/article/view/2856/1381. Acesso em: 07 jun. 2020.

PEREIRA, Deydeby Illan dos Santos. Softweres Educacionais no Ensino de Química. 2014. 42 f. Monografia (Especialização) - Curso de Fundamentos da Educação, Universidade Estadual da Paraíba, Campina Grande, 2014. Disponível em: http://dspace.bc.uepb.edu.br/jspui/bitstream/123456789/13620/1/PDF%20-%20Deydeby%20Illan%20dos%20Santos%20Pereira.pdf. Acesso em: 04 jun. 2020.

PEREIRA, Jocimario Alves; SILVA JÚNIOR, Jairo Ferreira da; SILVA, Everton Vieira da. Instagram como ferramenta de aprendizagem no ensino de química. REDEQUIM, Recife, v. 5, n. 1, p.119-131, jul. 2019. Disponível em: http://www.journals.ufrpe.br/index.php/REDEQUIM/article/view/2099/482483054. Acesso em: 05 jul. 2019.

POSSA, André Dala; ACHUTTI, Camila; FERNANDEZ, Cassia; CALIXTO, Douglas; SCHADT, Felipe; ALBINO, Jacqueline Meneguel; TEIXEIRA, Marcelo Victor; ANTUNES, Michele Cristina Fonseca; SAITO, Ricardo Toshihito; COSTA, Suéller. Transliteracia na palma da mão: o smartphone na educação do século XXI. 2015. 60 f. TCC (Graduação) - Curso de Ciências da Comunicação, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015. Disponível em: https://docplayer.com.br/14086124-Transliteracia-na-palma-da-mao-o-smartphone-na-educacao-do-seculo-xxi.html. Acesso em: 04 abr. 2020.

POZO, Juan Ignacio. Aprendizes e Mestres: a nova cultura da aprendizagem. Tradução Ernani Rosa. Porto Alegre: Artmed Editora. 2008.

REINALDO, Francisco; MAGALHÃES, Demétrio R.; REIS, Luis P.; GAFFURI, Stefane; FREDDO, Ademir; HALLAL, Renato. Uso de smartphones na educação: Avaliação por grupos focais. CIAIQ2016, Porto, v. 1, 2016. Disponível em: https://proceedings.ciaiq.org/index.php/ciaiq2016/article/view/668/657. Acesso em: 08 mai. 2020.

SANTOS, Ana Lúcia dos; ROCHA, Karla Marques da; LINCK, Jean Olivier. Tecnologias de informação e comunicação na educação. CIET: EnPED, [S.l.], maio 2018. Disponível em: https://cietenped.ufscar.br/submissao/index.php/2018/article/view/184. Acesso em: 04 de 04 mar. 2020.

SANTANA, José Ernandes Oliveira de. Matemática aplicada a Química. 2016. 96 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Acessar O Diretório" do Portal do Dgp, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2016. Disponível em: http://www.repositorio.ufc.br/bitstream/riufc/22152/1/2016_dis_%20jeosantana.pdf. Acesso em: 05 mar. 2020.

SILVA, Heitor Felipe da; CARVALHO, Ana Beatriz Gomes. Ações educacionais em informática: Breve histórico da informatização da Educação Brasileira às ações em tecnologias educacionais na Rede de Escolas Municipais do Recife. Anais Ctrl+E. Mamanguape: Ctrl+e 2017, p. 238 – 249, 2017. Disponível em: http://www.repositorio.ufc.br/bitstream/riufc/22152/1/2016_dis_%20jeosantana.pdf. Aceso em: 08 mar. 2020.

SILVA, Patrycia Abadia da; LIMA, Cacilda Alves Miranda de; ALBUQUERQUE, Orlando; SILVA, Claúdio Pereira da. Principais aplicativos para smartphones no ensino de química. CIET:EnPED, [S.l.], maio, 2018. Disponível em: https://cietenped.ufscar.br/submissao/index.php/2018/article/view/274. Acesso em: 12 dez. 2019.

SILVA, Patrícia Fernandes; SILVA, Thiago Pereira da; SILVA, Gilberlândio Nunes da. StudyLab: Construção e Avaliação de um aplicativo para auxiliar o Ensino de Química por professores da Educação Básica. Revista Tecnologias na Educação, [S.l.] v. 13, p. 1-12, 2015. Disponível em: http://tecedu.pro.br/wp-content/uploads/2015/12/Art25-vol13-dez2015.pdf. Acesso em: 01 fev. 2020.

SOUZA NETO, Alaim; MENDES, Geovana Mendonça Lunardi. Os Usos das Tecnologias Digitais na Escola: Discussões em torno da fluência digital e segurança docente. Revista e-Curriculum, São Paulo, v. 15, n. 2, p. 504-523, 2017. Disponível em: https://www.redalyc.org/pdf/766/76651641012.pdf. Acesso em: 12 fev. 2020.

SOUZA, Rita de Cássia de. Uma análise construcionista social da liberdade na educação. Horizontes, Dourados, v. 38, n. 1, p. 020034, 2020. Disponível em: https://revistahorizontes.usf.edu.br/horizontes/article/view/760/449. Acesso em: 15 mai. 2020.

TORI, Romero. Educação sem distância: as tecnologias interativas na redução de distâncias em ensino e aprendizagem. 2ª ed. São Paulo. Artesanato Educacional LTDA, 2017.

TORI, Romero. Tecnologia e metodologia para uma educação sem distância. EmRede-Revista de Educação a Distância, Porto Alegre, v. 2, n. 2, p. 44-55, 2016. Disponível em: https://www.aunirede.org.br/revista/index.php/emrede/article/view/64. Acesso em: 14 mai. 2020.

VIEIRA, Hélida Vasques Peixoto; TAMIASSO-MARTINHON, Priscila; SIMÕES, André Luis; ROCHA, Angela Sanches; SOUSA, Célia. O Uso de Aplicativos de Celular como Ferramenta Pedagógica para o Ensino de Química. Revista Debates em Ensino de Química, Recife, v. 5, n. 1 ESP, p. 125-138, 2019. Disponível em: http://www.ead.codai.ufrpe.br/index.php/REDEQUIM/article/view/2321. Acesso em: 15 de out. 2019.

ZIEDE, Mariangela Kraemer Lenz; SILVA, Ezequiel Theodoro da; PEGORARO, Ludimar; CANALLE, Edilson Marino; SILVA, Andreza de Oliveira Meireles da; CARVALHO, Aline Fernanda Wodonos de. Tecnologias digitais na Educação Básica: desafios e possiblidades. RENOTE-Revista Novas Tecnologias na Educação, Porto Alegre, v. 14, n. 2, 2016. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/renote/article/view/70692/40129. Acesso em: 14 fev. 2020.

Downloads

Publicado

2021-01-13

Como Citar

PEREIRA, J. A.; LEITE, B. S. PERCEPÇÕES SOBRE O APLICATIVO FOQ1 QUÍMICA POR ESTUDANTES DE UMA ESCOLA PÚBLICA. REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, [S. l.], v. 9, n. 1, p. e21001, 2021. DOI: 10.26571/reamec.v9i1.11227. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/reamec/article/view/11227. Acesso em: 20 jan. 2021.

Edição

Seção

Educação em Ciências