MOTIVAÇÃO DE ESTUDANTES NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA: UM ESTUDO DE REVISÃO

Autores

Palavras-chave:

Motivação, Educação Física, Alunos

Resumo

O presente estudo teve como objetivo revisar os artigos originais sobre motivação de estudantes nas aulas de Educação Física publicados em periódicos científicos brasileiros desta área do conhecimento. O estudo se caracteriza como uma revisão sistemática, a qual utilizou as equações de pesquisa: motivação e aluno*, motivação e estudante*. O âmbito da pesquisa contemplou os periódicos brasileiros da Educação Física, classificados nos estratos A2 a B2 (WebQualis 2013 a 2016), adotando-se critérios de inclusão (estudantes brasileiros, Ensino Fundamental e Médio, artigos originais) e exclusão (modalidades de educação, atividades extracurriculares, artigos de revisão). Foram selecionados 10 artigos, publicados de 2000 a 2012 (estrato B1). Os principais resultados dos estudos sobre motivação nas aulas de Educação Física demonstraram que a maioria dos alunos gosta e sente-se satisfeita em participar das aulas desta disciplina. Contraditoriamente, o principal fator motivacional e desmotivacional nas aulas de Educação Física é a aprendizagem das modalidades esportivas.

Biografia do Autor

Caroline Herzer Moreira, Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC

Licenciada em Educação Física pelo Centro de Ciências da Saúde e do Esporte (CEFID) da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC).

Larissa Fernanda Porto Maciel, Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC

Possui graduação em Licenciatura em Educação Física no Centro de Ciências da Saúde e do Esporte (CEFID) da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Membro do Grupo de Estudo em Práticas Pedagógicas da Educação Física (GEPRAPEF). Voluntária no Instituto Baby Basquetebol Cidadania do Programa Basquetebol Para Todos (2013 - atual).

Raquel Krapp do Nascimento, Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC

Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Ciências do Movimento Humano da Universidade do Estado de Santa Catarina (2016). Graduada em Educação Física pela Universidade do Estado de Santa Catarina (2015). Membro do Grupo de Pesquisa em Práticas Pedagógicas da Educação Física (GEPRAPEF), vinculado ao Laboratório de Pesquisa em Lazer e Atividade Física (LAPLAF). Atua principalmente nos seguintes temas: carreira docente, desenvolvimento profissional, qualidade de vida, satisfação no trabalho, formação esportiva, basquetebol.

Alexandra Folle, Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC

Possui graduação em Educação Física (2002) e e especialização em Esporte Escolar (2004) pela Universidade Comunitária Regional de Chapecó. Mestre em Educação Física (2009) e Doutora em Educação Física (2014) pelo Programa de Pós-Graduação em Educação Física da Universidade Federal de Santa Catarina. Professora adjunta do Departamento de Educação Física e do Programa de Pós-Graduação em Ciências do Movimento Humano do Centro de Ciências da Saúde e do Esporte da Universidade do Estado de Santa Catarina. Membro do Grupo de Estudos em Práticas Pedagógicas da Educação Física (GEPRAPEF), vinculado ao Laboratório de Pesquisa em Lazer e Atividade Física (LAPLAF). Tem experiência na área de Educação Física, com ênfase em Educação Física, atuando principalmente nos seguintes temas: Estágio Curricular Supervisionado, carreira docente, desenvolvimento profissional, nível de satisfação profissional, formação esportiva, basquetebol, avaliação do desempenho, treinamento técnico-tático.

Referências

ALMEIDA, Pedro Celso; CAUDURO, Maria Teresa. O desinteresse pela Educação Física no Ensino Médio. Educación física y deportes, AR, v, 11, n. 106, mar. 2007. Disponível em: <http://www.efdeportes.com/efd106/o-desinteresse-pela-educacao-fisica-no-ensino-medio.htm>. Acesso em: 13 abril de 2017.

BALBINOTTI, Marcos Alencar Abaide e colaboradores. Motivação à prática regular de atividades físicas e esportivas: um estudo comparativo entre estudantes com sobrepeso, obesos e eutróficos. Motriz, v. 17, n. 3, p. 384-394, jul./set. 2011.

BEGGIATO, Claudson Lincoln; SILVA, Sheila Aparecida Pereira dos Santos. Educação física escolar no ciclo II do ensino fundamental: aspectos valorizados pelos alunos. Motriz, v. 13, n. 2 (Supl.1), p. S29-S35, mai./ago. 2007.

BERLEZE, Adriana; VIEIRA, Lenamar Fiorese; KREBS, Ruy Jornada. Motivos que levam crianças à prática de atividades motoras na escola. Revista da educação física, v. 13, n. 1, p. 99-107, 1. sem., 2002.

BEZERRA, Liudmila de Andrade e colaboradores. Ginástica na formação inicial em educação física: análise das produções científicas. Revista da educação física, v. 25, n. 4, p. 663-673, 4. trim., 2014.

BIDUTTE, Luciana de Castro. Motivação nas aulas de educação física em uma escola particular. Revista de psicologia escolar e educacional, v. 5, n. 2, p. 49-58, dez., 2001.

BRANDOLIN, Fabio; KOSLINSKI, Mariane Campelo; SOARES, Antonio Jorge Gonçalves. A percepção dos alunos sobre a educação física no ensino médio. Revista de educação física, v. 26, n. 4, p. 601-610, 4. trim., 2015.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Câmera de Educação Básica. Resolução nº 7, de 14 de dezembro de 2010. Fixa Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental de 9 (nove) anos. Diário oficial da União, Brasília, 15 de dezembro de 2010, Seção 1, p. 34. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/dmdocuments/ rce007_10.pdf>. Acesso em: 09 julho de 2017.

CAMPOS, Roberto Wagner Scherr. A prática técnico pedagógica do professor de educação física em referência à análise da qualidade do ensino em escolas públicas de 2o grau. 1995. 160f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Motricidade Humana). Centro Educacional de Realengo. Universidade Castelo Branco, Rio de Janeiro, RJ, 1995.

CARLAN, Paulo; KUNZ, Elenor; FENSTERSEIFER, Paulo Evaldo. O esporte como conteúdo da educação física escolar: estudo de caso de uma prática pedagógica "inovadora". Movimento, v. 18, n. 04, p. 55-75, out./dez. 2012.

CARVALHO, Leandro Coutinho Vilela. Fatores para a motivação ou desmotivação à participação nas aulas de educação física. Revista brasileira de futsal e futebol, v. 7, n. 27, p. 548-553, 2015.

CHICATI, Karen Cristina. Motivação nas aulas de educação física no ensino médio. Revista da educação física, v. 11, n. 1, p. 97-105. 2000.

CRUZ, Elio Oliveira; FIAMENGHI, Junior; GERALDO, Antonio. O significado das aulas de educação física para adolescentes, v. 16, n. 2 p. 425-431, abr./jun., 2010.

DARIDO, Suraya Cristina. A educação física na escola e o processo de formação dos não praticantes de atividade física. Revista brasileira de educação física e esporte, v. 18, n. 1, p. 61-80, jan./mar., 2004.

FERREIRA, Marcos Santos. Aptidão física e saúde na educação física escolar: ampliando o enfoque. Revista brasileira de ciências do esporte, v. 22, n. 2, p.41-54. 2001.

FERREIRA, Mayara Luana dos Santos; GRAEBNER, Luciane; MATIAS, Thiago Sousa. Percepção de alunos sobre as aulas de educação física no ensino médio. Pensar a prática, v. 17, n. 3, p. 734-750, jul./ set., 2014.

FOLLE, Alexandra. Satisfação no ambiente de trabalho: estudos com professores de educação física brasileiros. In: VIRTUOSO JUNIOR, Jair Sintra (Org.). Interfaces multidisciplinares na saúde aplicadas na formação do profissional em educação física. Uberaba, MG: UFTM, 2011.

FOLLE, Alexandra; NASCIMENTO, Juarez Vieira. Estudos sobre desenvolvimento profissional: da escolha à ruptura da carreira docente. Revista da educação física, v. 19, n. 4, p. 605-618, 4. trim., 2008.

FOLLE, Alexandra; NASCIMENTO, Juarez Vieira; GRAÇA, Amândio Braga dos Santos. Processo de formação esportiva: da identificação ao desenvolvimento de talentos esportivos. Revista da educação física, v. 26, n. 2, jun., 2015.

FOLLE, Alexandra; POZZOBON, Maria Elizete; BRUM, Carina Fátima. Modelos de ensino, nível de satisfação e fatores motivacionais presentes nas aulas de educação física. Revista da Educação Física, v. 16, n. 2, p. 145-154. 2005.

FOLLE, Alexandra; TEIXEIRA, Fabiano Augusto. Motivação de escolares das séries finais do ensino fundamental nas aulas de educação física. Revista da Educação Física, v. 23, n. 1, p. 37-44. 2012.

FONSECA, Vitor. Desenvolvimento psicomotor e aprendizagem. Porto Alegre, RS: Artmed, 2008.

FRANCHIN, Fabiana; BARRETO, Selva Maria G. Motivação nas aulas de educação física: um enfoque no ensino médio. In: SEMINÁRIO DE ESTUDOS EM EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR, 1., 2012, São Carlos. Anais... São Carlos, SP: UFSCar, 2006.

FREIRE, João Batista; SCAGLIA, Alcides José. Educação como prática corporal. São Paulo, SP: Scipione, 2003.

MARANTE, Wallace Oliveira; FERRAZ, Osvaldo Luiz. Clima motivacional e educação física escolar: relações e implicações pedagógicas. Motriz, v. 12, n. 3, p. 201-216, set./dez. 2006.

MARTINS JÚNIOR, Joaquim. O professor de educação física e a educação física escolar: como motivar o aluno? Revista da educação física, v. 11, n. 1, p. 107-117, 2000.

MACHADO, Amélia Carolina Terra Alves e colaboradores. Estilos motivacionais de professores: preferência por controle ou por autonomia. Psicologia: ciência e profissão, v. 32, n. 1, p. 188-201, 2012.

MACHADO, Josy Ramos e colaboradores. Fatores motivacionais em adolescentes para a prática da dança na escola. Revista de Psicologia, v. 14, n. 21, p. 77-89. 2011.

MAGGIL, Richard. A aprendizagem motora: conceitos e aplicações. São Paulo, SP: Edgard Blucher, 1984.

MARZINEK, Adriano. A motivação de adolescentes nas aulas de educação física. 2004. 88f. Dissertação (Mestrado em Educação Física). Centro de Ciências da Educação e Humanidades. Universidade Católica de Brasília, Brasília, DF, 2004.

MÜLLER, Ursula. Percepção do clima motivacional nas aulas de educação física. 1998. 98f. Dissertação (Mestrado em Educação Física). Programa de Pós-Graduação em Educação Física. Centro da Saúde. Universidade Gama Filho, Rio de Janeiro, RJ, 1998.

PAIANO, Ronê. Ser ou não fazer: o desprazer dos alunos nas aulas de educação física e as perspectivas de reorientação da prática pedagógica do docente. 1998. 92f. Dissertação (Mestrado em Educação). Instituto Presbiteriano Mackenzie. Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, SP, 1998.

PAIM, Maria Cristina Chimelo. Fatores motivacionais e desempenho no futebol. Revista da educação física, v. 12, n. 2, p. 73-79, 2001.

PAIM, Maria Cristina Chimelo; Pereira, Érico Felden. Fatores motivacionais dos adolescentes para a prática de capoeira na escola. Motriz, v.10, n.3, p.159-166, set./dez., 2004.

PIZANI, Juliana; RINALDI-BARBOSA, Ieda Parra; MIRANDA, Antonio Carlos Monteiro; VIEIRA, Lenamar Fiorese. (Des) motivação na educação física escolar: uma análise a partir da teoria da autodeterminação. Revista brasileira de ciências do esporte, v. 38, n. 3, p. 259-266, jul./set., 2016.

RUFINI, Sueli Edi; BZUNECK, José Aloyseo; OLIVEIRA, Katya Luciane. Estudo de Avaliação de uma medida de avaliação da motivação para alunos do ensino fundamental. Revista PsicoUSF, v. 16, n. 1, p. 1-9, jan./abril, 2011.

SANTOS, Simone José e colaboradores. Associação entre prática de atividades físicas, participação nas aulas de educação física e isolamento social em adolescentes. Jornal de Pediatria, v. 91, n. 6, p. 543-550, nov./dez., 2015.

SAUR-AMARAL, Irina Adriana. Revisão sistemática da literatura com apoio de Endnote X4 e NVIVO 9. Aveiro, Portugal: GOVCOPP, 2011.

SCHWAAB, Debora Regina. Motivação intrínseca e extrínseca nas aulas de educação física. 2014. 52f. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Educação Física). Faculdade de Educação Física, Universidade Aberta do Brasil, Primavera do Leste, MT, 2014.

SILVA, Ângela Ferreira. Projeto dança criança e a motivação para o aprendizado da dança na escola. Cadernos FAPA, Porto Alegre, RS, p. 157-163. 2007.

SHIBUKAWA, Rodrigo Massami e colaboradores. Motivos da prática de dança de salão nas aulas de educação física escolar. Revista brasileira de educação física do esporte, v. 25, n. 1, p. 19-26, jan./mar., 2011.

TAPIA, Jesús Alonso. Contexto, motivação e aprendizagem. In: TAPIA, Jesús Alonso; FITA, Enrique Caturla (Orgs.). A motivação em sala de aula: o que é, como se faz. 11. ed. São Paulo: Loyola, 2015.

TESSELE NETO, Leo José. A participação nas aulas de educação física no ensino médio: motivações intrínsecas e extrínsecas. 2012. 38f. Monografia (Graduação em Educação Física). Escola Superior de Educação Física, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS, 2012.

Downloads

Publicado

2017-08-02

Como Citar

Moreira, C. H., Maciel, L. F. P., Nascimento, R. K. do, & Folle, A. (2017). MOTIVAÇÃO DE ESTUDANTES NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA: UM ESTUDO DE REVISÃO. Corpoconsciência, 21(2), 67-79. Recuperado de https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/corpoconsciencia/article/view/4786

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)