Corpoconsciência https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/corpoconsciencia <p>A revista CORPOCONSCIÊNCIA é uma publicação quadrimestral da Faculdade de Educação Física da Universidade Federal de Mato Grosso – FEF/UFMT, Brasil, com avaliação peer-review e de acesso livre. Fundada em 1997 pela FEFISA – Faculdade de Educação Física de Santo André e, desde 2015 editada na UFMT, publica artigos sobre o movimento humano e sua interface com a Educação Física, Esporte e áreas afins.</p><p>ISSN: 1517-6096</p><p>ISSNe: 2178-5945</p> Faculdade de Educação Física da Universidade Federal de Mato Grosso pt-BR Corpoconsciência 1517-6096 <span>Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos:</span><br /><br /><ol type="a"><ol type="a"><li>Autores mantém os direitos autorais e concedem à revista o direito de primeira publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a <a href="http://creativecommons.org/licenses/by/3.0/" target="_new">Creative Commons Attribution License</a> que permitindo o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria do trabalho e publicação inicial nesta revista.</li></ol></ol><br /><ol type="a"><ol type="a"><li>Autores têm autorização para assumir contratos adicionais separadamente, para distribuição não-exclusiva da versão do trabalho publicada nesta revista (ex.: publicar em repositório institucional ou como capítulo de livro), com reconhecimento de autoria e publicação inicial nesta revista.</li></ol></ol><br /><ol type="a"><li>Autores têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal) a qualquer ponto antes ou durante o processo editorial, já que isso pode gerar alterações produtivas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado (Veja <a href="http://opcit.eprints.org/oacitation-biblio.html" target="_new">O Efeito do Acesso Livre</a>).</li></ol> O LAZER COMO FENÔMENO CULTURAL E SUAS RELAÇÕES COM ALGUNS MARCADORES SOCIAIS https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/corpoconsciencia/article/view/11995 <p>A alternativa do lazer doméstico e em outros espaços disponíveis no contexto da pandemia do coronavírus têm contribuído para um cenário em que talvez o isolamento social esteja sendo menos penoso e sofrido, em decorrência das possibilidades do lazer vivenciado como uma das possibilidades de produção cultural humana. Isso nos leva a refletir sobre o lazer como um fenômeno cultural de extrema importância na atualidade, sendo determinado por alguns marcadores sociais, tais como: escolaridade, gênero, religião, deficiência e saúde, podendo ser realizado em casa, ao ar livre e em espaços específicos. Portanto, temos como objetivo analisar o lazer como fenômeno cultural, tendo como base textos estudados, discutidos e produzidos por um grupo de pesquisa brasileiro.</p> Cinthia Lopes da Silva Ana Carolina Capellini Rigoni Luciene Ferreira da Silva Copyright (c) 2021 Corpoconsciência 2021-03-29 2021-03-29 90 104 10.51283/rc.v25i1.11995 POLÍTICAS PÚBLICAS https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/corpoconsciencia/article/view/11808 <p>Resultado de uma pesquisa de iniciação científica, esse estudo apresenta a caracterização de cinco parques de lazer na cidade de Salto – SP e analisa os seus usos a partir de uma revisão bibliográfica e documental. Sabemos que é na cidade que grande parte das pessoas podem ter acesso ao lazer e o quanto é necessário promover políticas públicas que democratizem o uso dos locais colaborando para processos educativos e apropriação dos direitos em torno da cidade e das experiências de lazer. Assim, nesta investigação, pesquisamos os parques da Lavras, o Rocha Montonneé, o Parque do Lago, Ilha da Usina e o parque Memorial do rio Tietê. Identificamos que a cidade de Salto é uma estância turística, seus parques estão distribuídos com base na região geográfica da cidade que tem o rio Tietê como vetor principal e atração essencial; notamos que os documentos analisados (plano diretor e site da prefeitura) não expressam uma política em torno dos usos dos parques e de suas características específicas para a comunidade local, focando o turismo como regulador e dispositivo central da cidade.</p> Stefane Ferreira dos Santos Cathia Alves Copyright (c) 2021 Corpoconsciência 2021-03-29 2021-03-29 105 120 10.51283/rc.v25i1.11808 HOJE VAI TER ESPETÁCULO!!! https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/corpoconsciencia/article/view/11875 <p>O frio na barriga durante uma acrobacia, o riso fácil após um gracejo do palhaço, sensações que se confundem com a própria história da humanidade, configura o circo como uma das formas mais antigas de entretenimento. No universo do lazer, a arte circense encontra-se na categoria interesses artísticos, que agrega tanto o fazer a arte, quanto contemplá-la. O presente artigo tem o objetivo de relatar a experiência de levar apresentações circenses à alunos de uma “Escola das Águas” do Pantanal Sul-mato-grossense. Ao longo do ano de 2019 foram realizadas visitas periódicas a uma das escolas, com a realização de pequenos números circenses como acrobacias, acrobacias aéreas, palhaçaria e, equilibrismo, ampliando o repertório artístico/cultural das crianças que ali estudavam.</p> Rogerio Zaim-de-Melo Junior Vagner Pereira da Silva Rodrigo Mallet Duprat Copyright (c) 2021 Corpoconsciência 2021-03-29 2021-03-29 121 136 10.51283/rc.v25i1.11875 ENQUANTO A AVENTURA NÃO VEM... https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/corpoconsciencia/article/view/11920 <p>A Corrente da Aventura é uma iniciativa online, criada por um grupo de pesquisadores de atividades de aventura no campo do lazer, a qual antecede os eventos presenciais referentes aos Congressos Brasileiro e Internacional de Atividades de Aventura, que foram adiados em decorrência das medidas de isolamento social, necessárias para a contenção da atual pandemia de COVID-19. Esta iniciativa, em interface com o ambiente virtual, buscou abrir espaços para a continuidade das reflexões na área, minimizando os prejuízos e impactos. Sendo assim, este estudo, de natureza qualitativa, teve por objetivo analisar os conteúdos expressos nas <em>lives</em> da Corrente da Aventura, envolvendo as atividades de aventura no âmbito do lazer, contribuindo para a disseminação do conhecimento na área. Os dados foram analisados descritivamente, por meio de Análise de Conteúdo e os resultados indicam a preocupação com os aspectos pedagógicos seguida da formação profissional, como temas de maior relevância debatidos nas <em>lives</em>.</p> <p> </p> Juliana de Paula Figueiredo Ana Paula Evaristo Guizarde Teodoro Gisele Maria Schwartz Copyright (c) 2021 Corpoconsciência 2021-03-29 2021-03-29 137 153 10.51283/rc.v25i1.11920 ESPORTE, LAZER E BNCC https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/corpoconsciencia/article/view/11817 <p>Esse estudo propõe a busca de aproximações do esporte dentro da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) em uma perspectiva do contexto do lazer. A BNCC foi construída com uma visão de formação dos sujeitos voltados para atender o mercado de trabalho que tenciona com visão de esporte na perspectiva de uma educação para o lazer. Como percurso metodológico, fizemos uma pesquisa eminentemente qualitativa. Compreendemos que seja relevante a educação para o lazer, como incentivo a ambientes de aprendizagem de valores que contrapõe o modelo predominante existente nas aulas. Diante disso, propomos os Jogos Desportivos Coletivos (JDC), ao privilegiar o jogo, como ferramenta de aprendizagem de modalidades esportivas, dando ênfase ao diálogo, a participação, a ações coletivas em uma interface com o esporte enquanto atividade do contexto do lazer dentro da BNCC.</p> Jederson Garbin Tenório Copyright (c) 2021 Corpoconsciência 2021-03-29 2021-03-29 155 170 10.51283/rc.v25i1.11817 GINÁSTICA PARA TODOS E LAZER https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/corpoconsciencia/article/view/11921 <p>Com certa frequência, a Ginástica Para Todos (GPT) é associada ao lazer, no entanto, por vezes, essa relação é feita sem maiores aprofundamentos. O objetivo do presente ensaio é apresentar algumas congruências entre a GPT, seus fundamentos e o referido campo. Na medida em que ocorre no tempo livre, por prazer, de forma liberatória e por escolha pessoal, observa-se que a GPT, enquanto prática da cultura corporal de movimento, pertence ao lazer, um fenômeno cultural mais amplo. Seus caminhos também se cruzam na possibilidade de desenvolvimento pessoal e social, valorização da criatividade e vivência de elementos da cultura. Esperamos que o texto possa contribuir para estreitar esta relação a partir do estabelecimento de associações com os termos próprios do estudo do lazer.</p> <p> </p> Laís Santos Domingues Mariana Harumi Cruz Tsukamoto Copyright (c) 2021 Corpoconsciência 2021-03-29 2021-03-29 171 186 10.51283/rc.v25i1.11921 A EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR EM UMA PERSPECTIVA CULTURAL E SUA INTERFACE COM O LAZER https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/corpoconsciencia/article/view/11919 <p>Este estudo tem como objetivo a humanização do processo de aprendizagem com o intuito de ampliar o repertório das ações pedagógicas do professor por meio das aulas de Educação Física em uma perspectiva cultural, no sentido da educação para o lazer. A Educação Física escolar por meio da educação para o lazer deverá ser um espaço para transformação e observação de princípios e valores, possibilitando aos educandos reflexões críticas e criativas para além da escola. No percurso metodológico, realizamos uma pesquisa qualitativa de natureza bibliográfica, a partir de obras relativas à educação física, cultura e lazer. Para os estudos das obras investigadas, realizamos as análises textual, temática, interpretativa e crítica. É essencial o desenvolvimento da Educação Física com sentido e significado para quem está aprendendo, visando a uma educação para o lazer articulando os saberes locais com os globais em todas as esferas humanas.</p> Vinicius Aparecido Galindo Copyright (c) 2021 Corpoconsciência 2021-03-29 2021-03-29 187 202 10.51283/rc.v25i1.11919 MOVIMENTO HIP HOP E DANÇAS URBANAS https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/corpoconsciencia/article/view/11909 <p>O movimento hip hop e as danças urbanas se apresentam atualmente como manifestações artísticas fortemente presentes no panorama cultural brasileiro, sendo vivenciadas, utilizadas e estudadas sob diferentes perspectivas. Por meio de uma pesquisa bibliográfica, o presente estudo teve como objetivo fazer uma revisão do hip hop e das danças urbanas a partir de seus contextos históricos, culturais e como manifestação no campo do lazer, e analisar o hip hop e as danças urbanas a partir da produção acadêmica no período de 2005 a 2019. Os resultados demonstraram que o hip hop e as danças urbanas possuem inúmeras funções de grande relevância para a sociedade. Identificou-se que tais manifestações contribuem com a participação social, cidadania e construção identitária. Observou-se que tais práticas como atividade de lazer proporcionam aos seus adeptos prazer, alívio das tensões e satisfação, além de servirem como um importante veículo de educação em espaços formais e não formais.</p> Dariadison Antunes Cinthia Lopes da Silva Copyright (c) 2021 Corpoconsciência 2021-03-29 2021-03-29 203 217 10.51283/rc.v25i1.11909 A PRODUÇÃO DO CONHECIMENTO RELATIVA AO ULTIMATE FRISBEE NO DECÊNIO (2009-2019) https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/corpoconsciencia/article/view/11171 <p>O artigo trata de apresentar uma revisão literária sistemática, cujo objetivo central consistiu em mapear artigos publicados em periódicos nacionais, dedicados ao entendimento do <em>Frisbee</em>, no interstício temporal de 2009 a 2019. A pesquisa se assentou numa perspectiva qualiquantitativa. Para formular as categorias de análises, empregamos os pressupostos da homogeneidade interna, heterogeneidade externa, inclusividade e plausividade, somado ao princípio de análise inferencial, de maneira a possibilitar tanto à elaboração das categorias de análise quanto subsidiar ilações relativas às produções mapeadas. Após o emprego de todo o delineamento metodológico, constatou-se o total de 52 revistas, considerando todas as estratificações na subárea da Educação Física, com efeito, constatou-se três artigos atinentes ao <em>Ultimate Frisbee</em>. Os mesmos foram analisados no interior de três categorias analíticas, quais sejam: Participação; Sistematização Pedagógica e Gênero. Em linhas gerais, o que fica patente a luz de nossa investigação é a tendência de aumento no somatório das produções, a julgar o decênio cotejado, muito embora tenha havido uma quantidade equitativa nos últimos três anos.</p> Kleber Tuxen Carneiro Angélica de Souza Silva Copyright (c) 2021 Corpoconsciência 2021-03-29 2021-03-29 1 22 10.51283/rc.v25i1.11171 PEDAGOGIA DO ESPORTE https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/corpoconsciencia/article/view/11498 <p>Os projetos sociais esportivos têm como advento a promoção da prática de esportes e atividades física que aventem, também, possibilidades de transformações e ressignificações do status quo em ambientes com grandes demandas sociais, econômicas e educacionais. Dessa forma, o estudo buscou diagnosticar, em um projeto social esportivo, desenvolvido no contexto universitário, como são contemplados referenciais que contemplem os aspectos socioeducativos, técnico-táticos e histórico-cultural, chancelados pela disciplina da Pedagogia do Esporte e suas tendências metodológicas emergentes. A investigação foi pautada pela triangulação de dados oriundos de entrevistas com quatro dos membros fundadores, 11 responsáveis legais de alunos e alunas e análise documental do estatuto da instituição pesquisada. Os resultados demonstraram maior contemplação do referencial socioeducativo, realçando a importância de se estabelecer um contexto que viabilizem a participação, formação e a prática de valores sociais por meio do esporte, relativa preocupação com o referencial técnico-tático e lacunas quanto à exploração do referencial histórico-cultural no referido projeto social esportivo. Ressalta-se, assim, o cuidado com a elaboração do projeto político-pedagógico em instituições desta natureza e coerência teórico-prática com a aplicação dos pressupostos didático-metodológicos estabelecidos formalmente.</p> Mateus Fernandes de Oliveira Luis Felipe Nogueira Silva Alcides José Scaglia Copyright (c) 2021 Corpoconsciência 2021-03-29 2021-03-29 23 38 10.51283/rc.v25i1.11498 TEMATIZAÇÃO DOS JOGOS E BRINCADEIRAS NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA NO ENSINO MÉDIO https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/corpoconsciencia/article/view/10920 <p>Os projetos sociais esportivos têm como advento a promoção da prática de esportes e atividades física que aventem, também, possibilidades de transformações e ressignificações do status quo em ambientes com grandes demandas sociais, econômicas e educacionais. Dessa forma, o estudo buscou diagnosticar, em um projeto social esportivo, desenvolvido no contexto universitário, como são contemplados referenciais que contemplem os aspectos socioeducativos, técnico-táticos e histórico-cultural, chancelados pela disciplina da Pedagogia do Esporte e suas tendências metodológicas emergentes. A investigação foi pautada pela triangulação de dados oriundos de entrevistas com quatro dos membros fundadores, 11 responsáveis legais de alunos e alunas e análise documental do estatuto da instituição pesquisada. Os resultados demonstraram maior contemplação do referencial socioeducativo, realçando a importância de se estabelecer um contexto que viabilizem a participação, formação e a prática de valores sociais por meio do esporte, relativa preocupação com o referencial técnico-tático e lacunas quanto à exploração do referencial histórico-cultural no referido projeto social esportivo. Ressalta-se, assim, o cuidado com a elaboração do projeto político-pedagógico em instituições desta natureza e coerência teórico-prática com a aplicação dos pressupostos didático-metodológicos estabelecidos formalmente.</p> Daniel Teixeira Maldonado Márcio Cardoso Coelho Priscila Moreira Magalhães Souza Jadeh Moura Vieira Bastos Copyright (c) 2021 Corpoconsciência 2021-03-29 2021-03-29 39 63 10.51283/rc.v25i1.10920 EDUCAÇÃO FÍSICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/corpoconsciencia/article/view/11602 <p>A educação infantil é a primeira etapa da educação básica pela qual as crianças iniciam o percurso na educação formal e passam a vivenciar novas aprendizagens que potencializam o seu desenvolvimento psicomotor e social, a exemplo da Educação Física. Sendo assim, o presente estudo tem por objetivo discutir a importância da Educação Física na Educação Infantil. Foi utilizada uma pesquisa bibliográfica com abordagem qualitativa. Os resultados apresentaram que apesar da Educação Física ser um componente curricular obrigatório na educação básica, observa-se a ausência na educação infantil. Nesse contexto, torna-se essencial o compromisso ético, político e social dos professores de Educação Física em exigir o cumprimento da LDB, a fim de não perder esse espaço tão importante para a formação cognitiva, social e mental das crianças.</p> Jaíne de Abreu Santos Ribeiro Davi Soares Santos Ribeiro Cleiton Antonio de Oliveira Copyright (c) 2021 Corpoconsciência 2021-03-29 2021-03-29 64 73 10.51283/rc.v25i1.11602 CORPOS QUE DANÇAM https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/corpoconsciencia/article/view/11604 <p>O dançar a dois proporciona uma comunicação mais íntima e direta entre os pares, estimulando as relações corporais e consequentemente, a corporeidade daqueles que a praticam. Instigados a compreender como se processa a articulação entre corpo e corporeidade na dança, bem como sua influência nas relações corporais no dançar a dois, realizou-se uma revisão narrativa da literatura, de caráter descritivo, com uma síntese qualitativa dos trabalhos analisados. Os dados evidenciados permitem a reflexão acerca de um corpo que, influenciado e moldado pelo tempo, pela cultura e pela sociedade, possui uma íntima relação com a dança, construindo sua corporeidade por meio das partidas e oportunidades no dançar a dois.</p> Allana Alexandre Cardoso Jaqueline da Silva Rui Manoel Coelho Resende da Silva Copyright (c) 2021 Corpoconsciência 2021-03-29 2021-03-29 74 89 10.51283/rc.v25i1.11604 PRESENTE E FUTURO DA PESQUISA E DA PRÁTICA NO DESENVOLVIMENTO DE TREINADORES ESPORTIVOS https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/corpoconsciencia/article/view/11442 <p>A área de desenvolvimento de treinadores esportivos mudou consideravelmente nas últimas décadas, e tudo indica que, em um mundo cada vez mais volátil, incerto, complexo e ambíguo (VICA), muitas outras mudanças ocorrerão. Muito provavelmente, será necessário encontrar maneiras de harmonizar a aprendizagem no trabalho com os programas formais de preparação de treinadores, dos quais derivam as certificações. Em uma tentativa de analisar o presente e direcionar algumas perspectivas para o futuro da pesquisa e da prática no desenvolvimento de treinadores esportivos, este artigo apresenta o resumo de uma série de conversas com um dos principais investigadores internacionais, que influenciou fortemente a área de desenvolvimento de treinadores ao longo dos últimos 30 anos, o Professor Pierre Trudel.</p> Michel Milistetd Copyright (c) 2021 Corpoconsciência 2021-03-29 2021-03-29 218 230 10.51283/rc.v25i1.11442