SOB AS LENTES DA EDUCAÇÃO DO CAMPO: IMAGENS DE UMA MATEMÁTICA PRETERIDA

Autores

DOI:

10.26571/reamec.v11i1.16739

Palavras-chave:

Fotografia, Narrativa, Identidade, Tecnologias Digitais, Mulheres Campesinas

Resumo

Este artigo trata de uma pesquisa de orientação fenomenológica, que buscou empreender um movimento hermenêutico na análise de fotografias produzidas, com o auxílio de smartphones, por discentes dos Cursos de Licenciatura em Educação do Campo da Universidade Federal do Maranhão, durante a execução do componente curricular intitulado “Matemática Básica”, ao longo dos anos de 2016 a 2019. Na pesquisa, compreendemos essas fotografias como narrativas que, como tais, a partir das ideias de Paul Ricouer (2004; 2010a; 2010b; 2019), podem modificar as pessoas que as leem e carregam consigo uma identidade narrativa. Orientada pela pergunta O que se mostra a partir da leitura das as fotografias produzidas por licenciandas e licenciandos em Educação do Campo sobre as mulheres campesinas e a sua relação com a matemática?, defini como corpus de análise somente as fotografias que, de algum modo, traziam o lugar e os saberes matemáticos dessas mulheres. Com base na categoria final “Mulheres campesinas, saberes matemáticos e invisibilização”, foi possível compreender que essas mulheres se encontram em um espaço de transição, são seres inconclusos, assim como as licenciandas e licenciandos que atuaram como fotógrafas e fotógrafos. Das narrativas produzidas, é perceptível algo que fica – o culto, o respeito à natureza e a contribuição dessas mulheres no sustento familiar – e algo que se modifica, qual seja, o lugar delas e o lugar de seus saberes matemáticos e científicos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.generic.paperbuzz.metrics##

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Carolina Pereira Aranha, da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Bacabal, Maranhã, Brasil.

Licenciada em Física pela Universidade Estadual do Maranhão (2008). Mestre em Física pela UFMA (2011) e Doutora em Educação em Ciências e Matemática pela REAMEC (2023). Professora Adjunta da Coordenação de Licenciatura em Educação do Campo/Ciências da Natureza e Matemática da Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Participa do Grupo de Estudos e Pesquisas Sobre Tecnologias Digitais na Educação (GEP-TDE) e do Grupo de Pesquisa História, Filosofia e Educação Matemática (HIFEM). É líder do Grupo de Pesquisa em Ensino de Ciências (gPEC). Coordenou o Laboratório de Ensino de Ciências (LEC) do Centro de Ciências de Bacabal (CCBa), da UFMA, de 2018 a 2020. Atua na vice-coordenação do Laboratório de Pesquisa em Digital para Ciências (PEDIC) CCBa/UFMA e coordena o espaço FormAção, que compõe o Espaço Ciência Maria Laura Lopes (ECMLL), em funcionamento no CCBa-UFMA desde outubro de 2022. Trabalha com Divulgação Científica e Formação Docente em Ciências e Matemática com Tecnologias Digitais.

Referências

ARANHA, Carolina Pereira. e-Maranhão-Nados na rede – Vivências cyberformativas em educação campo. 2023. 312 f. Tese (Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemática) - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, Universidade Federal de Mato Grosso, Cuiabá, 2023.

ARANHA, Carolina P.; DALCIN, Andréia. Aspectos históricos e currículo da Licenciatura em Educação do Campo — Ciências da Natureza e Matemática da Universidade Federal do Maranhão: tecendo reflexões. REnCIMA, [s. l.], v. 13, n. 6, p. 1–25, 2022. Disponível em: https://revistapos.cruzeirodosul.edu.br/index.php/rencima/article/download/4365/1862. Acesso em: 30 nov. 2023.

ARANHA, Carolina Pereira; ROCHA, Juliana Rodrigues; CAMPOS, Alexandra Resende. A produção de saberes matemáticos no campo: um relato de experiência utilizando mídias digitais. In: I Simpósio Nacional de Tecnologias Digitais na Educação, 2016, São Luís. Anais... São Luís: EDUFMA, 2016. Disponível em: https://33c183ca-5016-4bae-bd49-d1a18edd24bd.filesusr.com/ugd/d4c12f_3702592dc2ae4c69ad4bb3ef53280eaf.pdf. Acesso em: 30 nov. 2023.

BARBOSA, Andrea. Fotografia, narrativa e experiência. In: BARBOSA, Andrea et al. (Org.). A experiência da imagem na etnografia. São Paulo: Editora Terceiro Nome, 2019. p. 191.

BARBOSA, Viviane De Oliveira. Mulheres do babaçu: gênero, maternalismo e movimentos sociais no Maranhão. 1. ed. Jundiaí: Paco Editorial, 2018.

BATISTA DA SILVA, Ana Cláudia; OLIVEIRA, Kelly Almeida De; CARVALHO, Gleiciane Brandão. Etnomatemática: saberes e fazeres de Quebradeiras de coco babaçu em Timbiras - MA. Revista Eletrônica de Educação Matemática, [s. l.], p. 1–21, 2023. https://doi.org/10.5007/1981-1322.2023.e90739

BICUDO, Maria Aparecida Viggiani (Org.). Formação de professores? Da incerteza à compreensão. Bauru: EDUSC, 2003.

BONDÍA, Jorge Larrosa. Notas sobre a experiência e o saber de experiência. Revista Brasileira de Educação, [s. l.], n. 19, p. 20–28, 2002. https://doi.org/10.1590/S1413-24782002000100003

BRASIL. Decreto nº 6.040, de 7 de fevereiro de 2007. Institui a Política Nacional de Desenvolvimento Sustentável dos Povos e Comunidades Tradicionais. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 8 fev. 2007. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2007/decreto/d6040.htm. Acesso em: 30 nov. 2023.

BRASIL, Ministério da Educação. Edital nº 2, de 23 de abril de 2008. [S. l.: s. n.], 2008a. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/arquivos/pdf/edital_procampo.pdf. Acesso em: 30 nov. 2023.

BRITO, Arlete De Jesus; DALCIN, Andreia. Fotografia no ensino de matemática: algumas possibilidades. REMATEC, [s. l.], v. 17, n. 40, p. 60–73, 2022. https://doi.org/10.37084/REMATEC.1980-3141.2022.n40.p60-73.id504

CARRAZZA, Luis Roberto; ÁVILA, João Carlos Cruz e; SILVA, Mariane Lima. Manual Tecnológico de Aproveitamento Integral do Fruto e da Folha do Babaçu (Attalea spp.). 2. ed. Brasília: Instituto Sociedade, População e Natureza (ISPN), 2012. Disponível em: https://ispn.org.br/babacu-manual-tecnologico-de-aproveitamento-integral/. Acesso em: 30 nov. 2023.

COLLINS, Patrícia Hill; BILGE, Sirma. Interseccionalidade. Trad. Rane Souza. São Paulo: Boitempo, 2020. [epub].

CÔRREA. Produção de farinha de mandioca: investigando uma prática pedagógica na perspectiva da etnofísica para o ensino de física. 2016. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências Exatas) - Centro Universitário Univates, Lajeado, 2016. Disponível em: https://www.univates.br/bduserver/api/core/bitstreams/3b207498-a619-4184-bee4-0fead4d29029/content. Acesso em: 30 nov. 2023.

FCP, Fundação Culural Palmares. Mapa de Quilombos. [S. l.: s. n.], 2020. Disponível em: https://www.palmares.gov.br/sites/mapa/crqs-estados/crqs-ma-22082022.pdf. Acesso em: 30 nov. 2023.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 25. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2011.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. 81. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2022.

FUMERO, Érico. A poética do tempo: uma aproximação da filosofia fenomenológica hermenêutica de Paul Ricœur na obra Tempo e narrativa. São Paulo: Edições Loyola, 2018. (Coleção Filosofia).

GOLOMBISKY, Kim; HAGEN, Rebeca. Espaço em branco não é seu inimigo: guia de comunicação visual para iniciantes em design gráfico, web e multimídia. Trad. Edson Furmankiewicz. Rio de Janeiro: Elsevier, 2012.

MARTINS, José de Souza. Sociologia da fotografia e da imagem. São Paulo: Editora Contexto, 2008.

MEC, Ministério da Educação - Grupo Permanente de Trabalho de Educação do Campo. Indicadores socioeconômicos. [S. l.], [s. d.]. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/setec/arquivos/pdf/indicad_ma.pdf. Acesso em: 30 nov. 2023.

NOBLICK, Larry R. Guia das Palmeiras do Nordeste do Brasil. Tradução: Claudia Elena Carneiro. Feira de Santana: UEFS Editora, 2019. Disponível em: https://www.botanica.org.br/wp-content/uploads/Guia-para-as-Palmeiras-do-Nordeste-do-Brasil_LNoblick_CECarneiro.pdf. Acesso em: 30 nov. 2023.

OLIVEIRA, Kelly Almeida. A docência entre o “cofo”, o “cacete” e o “machado”: cosmoperceber saberes com quebradeiras de coco babaçu em processos de ensino e aprendizagens. 2022. Tese (Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemática) - Universidade Federal de Mato Grosso, Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, Cuiabá, 2022.

OLIVEIRA, Kelly Almeida. Entre o machado e o cacete: de um olhar para a um olhar com as quebradeiras de coco babaçu a partir das diferentes matemáticas. In: XXIII Encontro Brasileiro de Estudantes de Pós-Graduação em Educação Matemática Tema: Pesquisa em Educação Matemática: Perspectivas Curriculares, Ética e Compromisso Social, 2019, São Paulo. Anais... São Paulo: UNICSUL, 2019. Disponível em: http://eventos.sbem.com.br/index.php/EBRAPEM/EBRAPEM2019/paper/viewFile/268/441. Acesso em: 30 nov. 2023.

OLIVEIRA FILHO, Davi Galhardo. Explicar e interpretar: o que é um texto segundo Paul Ricœur. [S. l.], [s. d.].

PAIVA, José. Fruto do Coco Babaçu da Reserva Extrativista do Extremo Norte do Tocantins. [S. l.], 2010. Banco de Dados de Imagens. Disponível em: https://www.flickr.com/photos/zepaiva/4964957933/in/photostream/. Acesso em: 30 nov. 2023.

PINHEIRO, José Carlos Durans. A realidade da mandioca no Maranhão. São Luís: Pascal, 2019. Disponível em: https://editorapascal.com.br/wp-content/uploads/2021/08/A-REALIDADE-DA-MANDIOCA-NO-MA-1.pdf. Acesso em: 30 nov. 2023.

RIBEIRO, Djamila. Lugar de fala. [S. l.]: Sueli Carneiro; Editora Jandaíra, 2021. (Feminismos Plurais).

RICŒUR, Paul. Da hermenêutica dos textos à hermenêutica da ação. In: Do texto à ação: ensaios de hermenêutica II. Tradução: [sem tradução]. Porto, Portugal: Rés, 1989. p. 139–276.

RICŒUR, Paul. O si-mesmo como outro. Tradução: Ivone Castilho Benedetti. 1. ed. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2019.

RICŒUR, Paul. Percurso do reconhecimento. Tradução: Nicolás Nyimi Campanário. São Paulo: Loyla, 2004.

RICŒUR, Paul. Tempo e narrativa I: a intriga e a narrativa histórica. Tradução: Claudia Berliner. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2010a. v. I.

RICŒUR, Paul. Tempo e narrativa III: o tempo narrado. Tradução: Claudia Berliner. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2010b. v. III.

RICŒUR, Paul. Teoria da interpretação: o discurso e o excesso de significação. Tradução: Artur Morão. 1. ed. Lisboa: Edições 70, 1987.

SABINO, Adílio Jorge; VIZOLLI, Idemar. Matemática em contexto e aplicações: conexões entre arte e matemática. REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, [s. l.], v. 6, n. 1, p. 5–27, 2018. https://doi.org/10.26571/REAMEC.a2018.v6.n1.p5-27.i5858

SALDANHA, Matheus Bonifácio de Souza. Narratividade. In: XAVIER, Donizete José (Org.). Paul Ricœur de A a Z - Uma contribuição de estudantes para estudantes. São Paulo: Distribuidora Loyola, 2019. p. 207–216.

SANTOS, Boaventura de Sousa. As veias das desigualdades e das discriminações. In: O futuro começa agora: da pandemia à utopia. São Paulo: Boitempo, 2021. p. 103–142.

Downloads

Publicado

2023-12-09

Como Citar

ARANHA, C. P. SOB AS LENTES DA EDUCAÇÃO DO CAMPO: IMAGENS DE UMA MATEMÁTICA PRETERIDA . REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, Cuiabá, Brasil, v. 11, n. 1, p. e23097, 2023. DOI: 10.26571/reamec.v11i1.16739. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/reamec/article/view/16739. Acesso em: 20 jun. 2024.

Edição

Seção

Mat(h)Ifem: diálogos entre Matemática, Arte, Tecnologias e História