UMA ARQUITETURA PEDAGÓGICA PARA O ENSINO DE CIÊNCIAS

Autores

DOI:

10.26571/reamec.v11i1.16502

Palavras-chave:

Aprendizagem cooperativa, Construção do conhecimento, TDIC, Habilidades sociais e cognitivas

Resumo

A investigação aqui relatada propôs o uso de um conjunto de recursos tecnológicos para o ensino de Ciências através de um arcabouço conceitual que buscou estimular a interação entre os alunos de forma cooperativa, com o objetivo de desenvolver nos mesmos, habilidades sociais e cognitivas do componente curricular de Ciências Naturais. A Arquitetura Pedagógica para o Ensino de Ciências (APEC), utilizou os métodos de aprendizagem cooperativa ‘Revisão por Pares’ e ‘Investigação em Grupo’, com atividades mediadas através de diferentes recursos tecnológicos que constituíram um ambiente virtual de aprendizagem simples, dinâmico e adaptável, essencial para a continuidade das atividades escolares durante período ainda com restrições à atividades presenciais decorrentes da pandemia do COVID-19. Um estudo de caso realizado com alunos do 9° ano do Ensino Fundamental compreendeu três fases: Pré-intervenção (Fase diagnóstica); Intervenção (Fase de aplicação) e Pós-intervenção (Fase de avaliação). Os resultados obtidos evidenciaram que a APEC favoreceu o desenvolvimento de habilidades e competências específicas na área de Ciências da Natureza, pois através dela os alunos elaboraram projetos de aprendizagem cooperativa, criaram conteúdos digitais nas formas de vídeo e websites sobre os assuntos investigados, interagiram e debateram através da plataforma tecnológica, assumindo elevado protagonismo no processo de ensino-aprendizagem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.generic.paperbuzz.metrics##

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Jéssica da Cruz Chagas, Secretaria de Estado de Educação (SEDUC), Manaus, Amazonas, Brasil.

Graduada em Licenciatura em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado do Amazonas (UEA). Mestra em Ensino de Ciências e Matemática pela Universidade Federal do Amazonas (PPGECIM/UFAM) sob orientação do professor Dr. Alberto Castro, com ênfase na linha de pesquisa de Tecnologias para a Educação, Difusão e o Ensino de Ciências e Matemática. Trabalha como professora de Ciências na Escola Estadual Letício de Campos Dantas da Secretaria de Estado de Educação e Qualidade de Ensino do Amazonas (SEDUC/AM).

Alberto Nogueira de Castro Jr, Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Manaus, Amazonas, Brasil

Possui graduação em Engenharia Civil pela Universidade Federal do Amazonas(1986), graduação em Tecnologia Eletrônica pelo Instituto de Tecnologia da Amazônia(1984), mestrado em Automação Industrial pela Universidade Federal do Espírito Santo(1993), doutorado em Computer Science - Artificial Intelligence pela University of Edinburgh(1998) e pós-doutorado pela University of Edinburgh(2010). Atualmente é professor titular da Universidade Federal do Amazonas e Membro de corpo editorial da Revista Brasileira de Informática na Educação (1414-5685). Tem experiência na área de Ciência da Computação, com ênfase em Metodologia e Técnicas da Computação. Atuando principalmente nos seguintes temas:program synthesis, logic programming, intelligent interfaces, knowledge-based systems.

Referências

AMAZONAS. Diretrizes Curriculares e Pedagógicas: frente aos desafios do contexto atual. Manaus, 2020. Disponível em: http://www.educacao.am.gov.br/wp-content/uploads/2020/08/Diretrizes-Pedagogicas_Reabertura_07-08-20.pdf. Acesso em: 05/12/2020.

BARDIN, L. Análise de Conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2016.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular. Brasília – DF, 2018. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_site.pdf. Acesso em: 30/03/2021.

CARVALHO, M. J. S., et al. Arquiteturas pedagógicas para Educação a Distância: concepções e suporte telemático. Anais - XVI Simpósio Brasileiro de Informática na Educação, v.1, p.362-372. 2005.

CARVALHO, M. J. S., NEVADO, R. A., MENEZES, C. S. Arquiteturas para educação a distância. Aprendizagem em rede na educação a distância: estudos e recursos para formação de professores. Porto Alegre: Ricardo Lenz Editor, 29-46, 2007.

CRESWELL, J. W. Projeto de pesquisa: métodos qualitativo, quantitativo e misto; tradução Magda Lopes. 3 ed. Porto Alegre: ARTMED, 296 páginas, 2010.

DIAS, R. H. L; NASCIMENTO, D.M.N; FIALHO, L. M. F. A aprendizagem cooperativa no processo de ensino-aprendizagem: perspectivas do grupo de estudo do curso de licenciatura em geografia da UFC. Anais do XVI Encontro Nacional de Geógrafos. Realizado de, v. 25, 2010.

DIAS, T. M. da S.; MELLO, G. J. Análise das competências e habilidades da área de ciências da natureza orientadas através da abordagem STEAM. REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, Cuiabá, v. 10, n. 1, p. e22013, 2022. https://doi.org/10.26571/reamec.v10i1.13094

FREIRE, P. Educação como prática de liberdade. Rio de janeiro: Paz e terra, 1967.

GUERRA, L. M.; GHIDINI, A. R.; ROSA, J. V. A. da. A BNCC e o ensino de ciências: oportunidades e limitações. REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, Cuiabá, v. 9, n. 3, p. e21078, 2021. https://doi.org/10.26571/reamec.v9i3.12385

HERNÁNDEZ-SAMPIERI, R. Metodologia de pesquisa [recurso eletrônico] / Roberto Hernández Sampieri, Carlos Fernández Collado, María del Pilar Baptista Lucio; tradução: Daisy Vaz de Moraes ; revisão técnica: Ana Gracinda Queluz Garcia, Dirceu da Silva, Marcos Júlio. – 5. ed. – Dados eletrônicos. – Porto Alegre: Penso, 2013.

JOHNSON, D. W.; JOHNSON, R. T.; SMITH, K. A. A Aprendizagem Cooperativa retorna às faculdades: qual é a evidência de que funciona. Change, v. 30, n. 4, p. 26-38, 2007.

LEDESMA, M. D. O ensino de ciências nas redes sociais. (Monografia em Licenciatura em Ciências Biológicas). Universidade Federal da Fronteira Sul, Campus Cerro Largo. Cerro Largo, 2017.

LIEBSCHER, P. Quantity with quality? Teaching quantitative and qualitative methods in a LIS Master’s program. Library Trends, v. 46, n. 4, p. 668-680, 1998.

LÉVY, P. A inteligência coletiva: por uma antropologia do ciberespaço. 4. ed. São Paulo: Loyola, 2003.

MENEZES, C. S. ; CASTRO Jr, A. N. ; NEVADO, R. A. Arquiteturas Pedagógicas para Aprendizagem em Rede. In: PIMENTEL, M; SAMPAIO, F. F.; SANTOS, E. (Org.). Informática na Educação: ambientes de aprendizagem, objetos de aprendizagem e empreendedorismo. 1ed.Porto Alegre: Sociedade Brasileira de Computação, 2021. (Série Informática na Educação CEIE-SBC, v.5), 2021, v. 5, p. 1-19.

OLIVEIRA, D. F. de; MOREIRA, A. S.; SOARES, E. C.; RINALDI, C. Experimentação na concepção de professores mestrandos em ensino de ciências naturais. REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, Cuiabá, v. 8, n. 1, p. 10–28, 2020. https://doi.org/10.26571/reamec.v8i1.9251

PIAGET, J. Estudos Sociológicos. Rio de Janeiro: Forense, 1973.

PINHO, E. M.; FERREIRA, C. A.; LOPES, J. P. As opiniões de professores sobre a aprendizagem cooperativa. Revista Diálogo Educacional, Curitiba, 2013. https://doi.org/10.7213/dialogo.educ.13.040.DS05

SARTORI, J.; LONGO, M. Práticas investigativas no ensino de ciências na educação básica. REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, Cuiabá, v. 9, n. 3, p. e21075, 2021. https://doi.org/10.26571/reamec.v9i3.11976

SILVA, R. F. da. CORREA, E. S. Novas tecnologias e educação: a evolução do processo de ensino e aprendizagem na sociedade contemporânea. Educação & Linguagem. ano 1 ∙ no 1 ∙ Jun. p. 23- 35, 2014. Disponível em: http://www.fvj.br/revista/wp-content/uploads/2014/12/2Artigo1.pdf. Acesso em 13 out. 2020.

TORRES, P. L.; ALCÂNTARA, P. R.; IRALA, E. A. F. Grupos de consenso: uma proposta de aprendizagem colaborativa para o processo de ensino-aprendizagem. Revista Diálogo Educacional, Curitiba, v. 4, n.13, p. 129-145, 2002. https://doi.org/10.7213/rde.v4i13.7052

VIEIRA, S. S. A contribuição da produção de vídeos digitais por discentes de uma escola municipal na construção do conhecimento contextualizado no ensino de Ciências. (Dissertação de mestrado em Educação Matemática e Tecnológica) Universidade Federal de Pernambuco. Recife, 2017.

YIN. R. K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 3 ed. Porto Alegre: Bookman, 2005.

Downloads

Publicado

2023-10-30

Como Citar

CHAGAS, J. da C. .; CASTRO JR, A. N. de . UMA ARQUITETURA PEDAGÓGICA PARA O ENSINO DE CIÊNCIAS. REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, Cuiabá, Brasil, v. 11, n. 1, p. e23076, 2023. DOI: 10.26571/reamec.v11i1.16502. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/reamec/article/view/16502. Acesso em: 20 jun. 2024.

Edição

Seção

Rede de Formação e Pesquisa em Ensino de Ciências e Matemática