CARTOGRAFIA DA USABILIDADE EM AMBIENTE VIRTUAL NA PESQUISA STRICTO SENSU

Autores

DOI:

10.26571/reamec.v11i1.16497

Palavras-chave:

Ambiente virtual, Ergonomia, Usabilidade, Interface, Tecnologia Digital

Resumo

Eles estão no ciberespaço e são ambientes desenvolvidos para mediar práticas educativas colaborativas. São os Ambientes Virtuais de Ensino Aprendizagem – AVEA. Entretanto, alguns projetos de ambientes virtuais pouco se preocupam com a qualidade no desenvolvimento e aplicação de critérios de usabilidade em suas interfaces, o que resulta na maioria das vezes no desinteresse, dificuldade de aprendizagem e evasão dos estudantes nos cursos. Dado a isso, a pesquisa buscou investigar a usabilidade do AVEA-IPC usado para a linha de pesquisa ‘Tecnologias para Educação, Difusão e o Ensino de Ciências e Matemática’, no Programa de Pós-graduação em Ensino de Ciências e Matemática da Universidade Federal do Amazonas, desenvolvido na Faculdade de Educação para as mediações didático-pedagógicas na formação continuada de profissionais da educação. Para tanto, realizou-se uma validação ergonômica de usabilidade pela lista de verificação de Dominique Scapin e Christian Bastien. Os resultados mostraram que o AVEA-IPC em estudo possui qualidade na interação humano-computador, pois se caracteriza como uma interface simples, intuitiva e flexível. Essa qualidade é extremamente importante para os processos das mediações didáticas e da aprendizagem, pois, sem ela, todo o processo pedagógico mediado por um recurso tecnológico virtual estaria comprometido. A existência de usabilidade na interface de um AVEA reflete de maneira satisfatória nos processos de aprendizagem dos seus usuários e, por isso, faz-se necessário que esses critérios estejam presentes no desenvolvimento de projetos educativos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.generic.paperbuzz.metrics##

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Maria Ione Feitosa Dolzane, Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Manaus, Amazonas, Brasil

Doutorado em Educação no campo das Novas Tecnologias aplicadas à Educação. Mestrado em Educação sobre Gestão aberta em plataformas digitais no espaço da formação continuada de professores. Especialização em Produção de Material Didático para EAD; Produção Textual; Metodologia do Ensino Superior. Licenciatura em Letras. Professora Adjunta da Universidade Federal do Amazonas-UFAM - atuando no Centro de Educação a Distância na área de Gestão de Projetos e Sistemas para a Educação a Distância. Professora orientadora do Programa de Pós-graduação em Ensino de Ciências e Matemática (PPG-ECIM). Áreas de interesse: Comunicação, Tecnologia e Conhecimento para a Educação Presencial e a Distância; Mediações Didáticas e Tecnológicas em ambientes virtuais; Acompanhamento e Avaliação de produção de Material Didático para Educação à Distância; Práticas pedagógicas na educação de surdos. (

Eduardo de Castro Gomes, Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Manaus, Amazonas, Brasil

Professor Associado 1 na Universidade Federal do Amazonas (Ufam). Doutor em Educação e Contemporaneidade (2022) pela Universidade do Estado da Bahia (Uneb), Linha de pesquisa IV - Educação, Currículo e Processos Tecnológicos. Integrante dos Grupos de Pesquisa Umanità (Uneb) e Educação Tecnológica: metodologia, ferramentas, pedagogia e gestão (Ufam). Mestre em Educação (2006) e graduado em Jornalismo (1997), ambos pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam). Professor de Comunicação e linguagem midiática, Introdução a EaD, Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) aplicadas a educação, Informática aplicada a educação e Metodologia da Investigação Científica, no Centro de Educação a Distância (CED) da Ufam.

Ynara Silva Lunier Brito, Secretaria do Estado de Educação e Desporto (Seduc - AM), Manaus, Amazonas, Brasil.

Atualmente é mestranda do PPGECIM UFAM, turma 2022 (Projeto já qualificado). Possui graduação em Licenciatura Plena em Matemática pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM 2005). Tem ampla experiência na área do ensino de Matemática para alunos do Ensino Fundamental I, Ensino Fundamental II e Ensino Médio. Pós graduada em Metodologia do Ensino de Matemática pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM 2007). Já atuou como técnica de informática da Digitus Computec em Manaus Am. Áreas de interesse: Metodologias Ativas; Ensino de Matemática Financeira; Práticas pedagógicas na educação ribeirinha; Ensino de Matemática; Tecnologia e Conhecimento para a Educação Presencial e a Distância; Tecnológicas em ambientes virtuais.

Jéssica Amaral Morais, Professora e intérprete de Libras da Secretaria do Estado de Educação e Desporto (Seduc - AM), Manaus, Amazonas, Brasil.

Atualmente é mestranda do PPGECIM UFAM, turma 2022 (Projeto já qualificado). Possui graduação em Licenciatura Plena em Matemática pela Universidade Federal do Amazonas (2013). Graduada em Licenciatura em Letras Libras pela UFAM (2018). Pós-graduada em Docência Universitária e Educação Especial e Inclusiva pela CENSUPEG Manaus. Pós-graduada em Libras pela UNIASSELVI Manaus. Autora de um capítulo do Livro "Onze histórias e um segredo: desvendando as lendas amazônicas", uma adaptação de algumas lendas amazônicas para, além de ouvintes, para a comunidade surda e pessoas cegas.

Referências

ALVES, Dayanny Carvalho Lopes. A percepção dos professores sobre o uso das mídias e tecnologias na prática docente e suas contribuições no Ifsuldeminas. Rio Claro, 2019. Universidade Estadual Paulista. Tese de doutorado.

CERVO, A. L.; BERVIAN, P. A.; DA SILVA, R. Metodologia científica. 6 ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2002.

BOGDAN, R.C.; BIKLEN, S. K. Investigação qualitativa em educação - uma introdução às teorias e aos métodos. Porto: Porto Editora, 1994.

CYBIS, Walter; BETIOL, Adriana H.; FAUST, Richard. Ergonomia e usabilidade: conhecimentos, métodos e aplicações. 2ª ed. São Paulo: Novatec, 2010.

LEMOS, André; LÉVY, Pierre. O futuro da internet: em direção a uma ciberdemocracia planetária. São Paulo: Paulus, 2010.

LÉVY, Pierre. As tecnologias da Inteligência - o futuro do pensamento na era da informática. 2ª edição. Rio de Janeiro, Ed. 34, 2010.

LÉVY, Pierre. O que é o virtual. 2ª edição. Rio de Janeiro, Ed. 34, 2011.

MENEZES, Estera Muszkat; SILVA, Edna Lúcia da. Metodologia da pesquisa e elaboração de dissertação. 3. ed. rev. atual. Florianópolis: Laboratório de Ensino a Distância da UFSC, 2001. 121p.

MORAN, José Manuel et al. Novas tecnologias e mediação pedagógica. 21. Ed. Campinas, São Paulo: Papirus, 2013.

BONILLA, Maria Helena Silveira; PRETTO, Nelson De Luca. Política educativa e cultura digital: entre práticas escolares e práticas sociais. Florianópolis: Perspectiva, v. 33, n. 2, p. 499 - 521, maio/ago. 2015. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/perspectiva/article/view/2175-795X.2015v33n2p499/31292. Acesso em: 20 Out. 2023.

ROSSI, C. M. S; AMORIM, D. B.; SANTOS, S. A utilização do Moodle no ensino da Matemática para alunos com deficiência. REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, Cuiabá, v. 8, n. 2, p. 88-101, 2020. https://doi.org/10.26571/reamec.v8i2.9471

SILVA, W. A. da; KALHIL, J. B. Um estudo sobre as habilidades necessárias para utilização das tecnologias digitais como recurso metodológico. REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, Cuiabá, v. 5, n. 1, p. 62–77, 2017. https://doi.org/10.26571/2318-6674.a2017.v5.n1.p62-77.i5343

SILVA, W. A. da; KALHIL, J. B.; NICOT, Y. E. Uma análise comparativa das abordagens metodológicas que podem sustentar a utilização das tecnologias no processo de ensino e aprendizagem de ciências. REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, Cuiabá, v. 3, n. 1, p. 5–24, 2015. https://doi.org/10.26571/2318-6674.a2015.v3.n1.p5-24.i5303

SOUZA, A. C. L. de; GONÇALVES, C. B. O uso de tecnologias na educação e no ensino de ciências a partir de uma pesquisa bibliográfica. REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, Cuiabá, v. 7, n. 3, p. 256–276, 2020. https://doi.org/10.26571/reamec.v7i3.9256

THOME, Zeina et al. Ergonomia em software educacional: a possível integração entre usabilidade e aprendizagem. Universidade Federal de Santa Catarina, 1999. Disponível em: http://www.unicamp.br/~ihc99/Ihc99/atasihc99/art24.pdf. Acesso em: 20/5/2014.

XAVIER, J. L. de A.; ANDRADE, A. N. de; LEANDRO, C. G.; CHAGAS, N. C. das. Análise bibliométrica sobre práticas pedagógicas com tecnologias digitais em tempos de COVID-19. REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, Cuiabá, v. 11, n. 1, p. e23033, 2023. https://doi.org/10.26571/reamec.v11i1.14917

Downloads

Publicado

2023-10-30

Como Citar

DOLZANE, M. I. F. .; GOMES, E. de C. .; BRITO, Y. S. L. .; MORAIS, J. A. . CARTOGRAFIA DA USABILIDADE EM AMBIENTE VIRTUAL NA PESQUISA STRICTO SENSU. REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, Cuiabá, Brasil, v. 11, n. 1, p. e23074, 2023. DOI: 10.26571/reamec.v11i1.16497. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/reamec/article/view/16497. Acesso em: 20 jun. 2024.

Edição

Seção

Rede de Formação e Pesquisa em Ensino de Ciências e Matemática