OS CINCO SENTIDOS NO ENSINO DE CIÊNCIAS À LUZ DA APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA

Autores

DOI:

10.26571/reamec.v12.16355

Palavras-chave:

Aprendizagem Significativa, Cinco sentidos, Ensino de Ciências

Resumo

As sensações permitem formar ideia, entender comportamentos e compreender o mundo. Neste sentido, os cinco sentidos (audição, tato, paladar, olfato e visão) servem como porta de entrada para o conhecimento e quando estes são estimulados, o processo de aprendizagem pode ser facilitado e há abertura para utilização de novos recursos para o ensino. Desta maneira, o objetivo deste escrito é realizar uma revisão sistemática de literatura dos artigos que abordam o uso dos cinco sentidos no ensino de ciências, que gerem uma Aprendizagem Significativa e que explicite os contributos para o ensino de ciências. É uma pesquisa exploratória, de natureza básica e com análise qualitativa dos dados. Os resultados sugerem que é preciso cada vez mais desenvolver pesquisas relacionadas à importância dos cinco sentidos para o ensino de ciências. Esta pesquisa é importante por abrir novas possibilidades para facilitar o ensino de ciências, na medida que sugere novos métodos para o seu ensino.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.generic.paperbuzz.metrics##

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Aiza Bella Teixeira da Silva, Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), Fortaleza, Ceará, Brasil.

Possui graduação em Licenciatura em Ciências Biológicas pelo Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Ceará (2021). Tem experiência na área de Ecologia, com ênfase em Ecologia, atuando principalmente nos seguintes temas: livro, minicurso, metodologias alternativas, arachinida e pop-up.

Caroline de Goes Sampaio, Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), Fortaleza, Ceará, Brasil.

Doutora e Mestre em Química pela Universidade Federal do Ceará - UFC, Graduada em Química pela Universidade Estadual do Ceará - UECE, Técnica em Química Industrial pelo Centro Federal de Educação Tecnológica do Ceará - CEFET/CE. Atualmente, exerço o cargo de professora efetiva no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFCE) - Campus Maracanaú (40 h/ DE), professora e coordenadora do Mestrado em Ensino de Ciências e Matemática - PGECM/IFCE (acadêmico) e docente do Doutorado em Ensino (Rede Nordeste - RENOEN). No campo da pesquisa, desenvolvo trabalhos na área de produtos naturais, nanotecnologia, ensino de Química através da abordagem Ciência, Tecnologia, Sociedade e Ambiente (CTSA) e aprendizagem significativa.

Victor Emanuel Pessoa Martins, Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB), Redenção, Ceará, Brasil.

Docente na Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB). Possui Graduação em Ciências Biológicas, modalidades Licenciatura Plena e Bacharelado, pela Universidade Estadual do Ceará - UECE, e Doutorado em Biotecnologia pela Rede Nordeste de Biotecnologia - RENORBIO. Atua nos campos da imunologia geral; biologia molecular de arbovírus, com destaque para Dengue, Zika e Chikungunya, e na prospecção de compostos bioativos vegetais para o controle de culicídeos vetores.

Referências

ABREU, M.; ANDRADE, K.; COELHO JUNIOR, W.; SILVA, M.; SOUSA, M.; SANTOS, M.; BENDINI, J. Botânica em cinco sentidos: O jardim sensorial como um instrumento para a sensibilização quanto a importância da botânica em escolas de um município do sertão piauiense. Research, Society and Development, v. 10, n.1, e7910111448, 2021. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/11448/10274. Acesso em: 13 jun. 2023.

AUSUBEL, D. P.; NOVAK, J. D.; HANESIAN, H. Psicologia educacional. 2. ed. Rio de Janeiro: Interamericana, 1980.

ARAÚJO, A. C. S.; SILVA, F. H. B. da S.; ROMEU, M. C..; PEREIRA, A. C. C. Ensino de Cosmologia frente à abordagem curricular pedagógica encontrada em artigos científicos. REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, v. 11, n. 1, p. e23035, 2023. https://doi.org/10.26571/reamec.v11i1.14995

BARBOSA, J. M. N. FAGUNDES, F. A. D. NASCIMENTO, M. C. F. Sentir o mundo ao redor: Possibilidades para o aperfeiçoamento da escrita e para o autoconhecimento. Jornada científica e tecnológica do IFSULDEMINAS, v. 4, n. 2, 2022. Disponível em: https://josif.ifsuldeminas.edu.br/ojs/index.php/anais/article/view/686. Acesso em: 12 fev. 2023.

BRASIL, T. L. D. S.; KALHIL, J. D. B.; COSTA, L. G. da. Aprendizagem significativa: desafios da avaliação no ensino de ciências. REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, Cuiabá, Brasil, v. 10, n. 1, p. e22018, 2022. https://doi.org/10.26571/reamec.v10i1.13144

CAMPOS, F. R. G.; SEVERO, F. Z. Educação CTS: reflexões acerca das percepções de docentes do ensino médio. Alexandria, v. 16, n. 1, p. 3-30, 2023.

CHITOLINA, R. F.; SCHEID, N. M. J. A robótica educacional e as tecnologias da informação e comunicação na construção de conhecimentos substantivos em ciências naturais. Ciência e Natura, v. 37, n. 2, 2015. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/cienciaenatura/article/view/14834/pdf_1. Acesso em: 29 jul. 2023.

CORREIA, P. R. M.; AGUIAR, J. G. Avaliação da proficiência em mapeamento conceitual a partir da análise estrutural da rede proposicional. Ciência & Educação, v. 23, n. 1, 2017. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ciedu/a/QnDVr9vn8cZXNVSjnNhmqQN/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 23 mar. 2023.

COSTA, A. B. C.; ZOLTOWSKI, A. P. C. Como escrever um artigo de revisão sistemática. In: S.H. Koller; M. C. P. de Paula Couto; J. Hohendorff, Manual de produção científica. Porto Alegre: Penso, 2014. Disponível em: https://www.researchgate.net/profile/Angelo-Brandelli-Costa/publication/323255862_Como_escrever_um_artigo_de_revisao_sistematica/links/5aee454aa6fdcc8508b80fee/Como-escrever-um-artigo-de-revisao-sistematica.pdf. Acesso em: 13 maio 2023.

DONATO, H.; DONATO, M. Etapas na Condução de uma Revisão Sistemática. Revista de ciências médicas, v. 32, n. 3, 2019. Disponível em: https://www.actamedicaportuguesa.com/revista/index.php/amp/article/view/11923. Acesso em: 22 fev. 2023.

ESCODINO, D. A.; GÓES, A. C. S. Alfabetização científica e Aprendizagem Significativa: Situação de alunos de escolas Estaduais do Rio de Janeiro com relação a conceitos de Biologia Molecular. Investigações em Ensino de Ciências, v. 18, 2013. Disponível em: https://ienci.if.ufrgs.br/index.php/ienci/article/view/114/78. Acesso em: 14 jun. 2023.

FEITOSA, M. Relatório de pesquisa interação entre o olfato e o paladar. Interação paladar-Olfato, Universidade de Brasília, 2012

FELICETTI, S. A.; PASTORIZA, B. S. Uma experiência visando a Aprendizagem Significativa, a partir do conceito de geração e aproveitamento de energia elétrica. Góndola, Enseñanza y Aprendizaje de las Ciencias, v. 9, n. 2, p. 22–33, 2014. Disponível em: https://revistas.udistrital.edu.co/index.php/GDLA/article/view/7047. Acesso em: 30 ago. 2023.

FORTE, M. OLIVEIRA, M, O. Os cinco sentidos como forma de abordagem da arte contemporânea com alunos do curso normal. Dissertação (Mestrado em Ciências) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2009. Disponível em: https://files.cercomp.ufg.br/weby/up/778/o/2009.GT3a_Marcelo_Forte.pdf. Acesso em: 12 fev. 2023.

GIL, A. C. Métodos e Técnicas de Pesquisa Social. 6° Edição. São Paulo: Editora Atlas S.A 2008.

GOMES, G.; MEDEIROS, C.; GOMES, J.; BARBIERI, R.; A crise paradigmática nas ciências de identificação de plantas e a valorização da etnobotânica. Revista Agrogeoambiental, Pouso Alegre, v. 9, n. 1, mar. 2017. Disponível em: https://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/159195/1/Costa-Gomes-896-5972-1-PB.pdf. Acesso em: 25 nov. 2023.

HANSEN, B.; LEHN, D.; ECKHARDT, R. Metodologias ativas no ensino de engenharia: Ênfase na utilização de mapas conceituais na aprendizagem significativa. Revista de Ensino de Engenharia, v. 40, ISSN 2236-0158, 2021. Disponível em: http://revista.educacao.ws/revista/index.php/abenge/article/view/1812/1013#. Acesso em: 25 nov. 2023.

JÚNIOR, A. J.; VARGAS, I. A. Saberes tradicionais sobre plantas medicinais: Interfaces com o Ensino de Botânica. Imagens da Educação, v. 4, n. 3, 2014. Disponível em: https://periodicos.uem.br/ojs/index.php/ImagensEduc/article/view/25739/pdf_15. Acesso em: 30 ago. 2023.

KNAUTH, D. S.; MORAES, A. L. Ciência para menores: elaboração de contos infantis como prática para uma aprendizagem significativa no ensino de Ciências. Revista Eletrônica da UERGS, v. 7, n. 2, 2021. Disponível em: http://revista.uergs.edu.br/index.php/revuergs/article/view/2989/527. Acesso em: 10 jul. 2023.

LEMOS, E. S. A aprendizagem significativa: Estratégias facilitadoras e avaliação. Aprendizagem Significativa em Revista, v. 1, 2011. Disponível em: https://www.arca.fiocruz.br/bitstream/handle/icict/16653/evelyse2_lemos_IOC_2011.pdf?sequence=2&isAllowed=y. Acesso em: 25 jan. 2023.

LIMA, M.; SANTOS, A.; SILVA, A.; FARIAS, J.; FRANÇA, L.; NEVES, R. Atividade experimental no ensino de Ciências: trabalhando os sentidos humanos através da discriminação dos sabores em alimentos. Anais do congresso Nordestino de Biologia, v. 7, ISSN 2446-4716, 2017.

LIMA, D. O.; DAMASIO, F. O violão no ensino de acústica: Uma proposta com enfoque histórico-epistemológico em uma unidade de ensino potencialmente significativa. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, v. 36, n. 3, 2019. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/fisica/article/view/2175-7941.2019v36n3p818/42070. Acesso em: 22 mar. 2023.

LÓPES, M. A. P. STRAZZA, MARIA. Percepção: Os cinco sentidos. Universidade de São Paulo-USP, 2019. Disponível em: https://sites.usp.br/cdcc/wp-content/uploads/sites/512/2019/09/20_Percepcao_os_cinco_sentidos.pdf. Acesso em: 10 fev. 2023.

MAGALHÃES, A. P. C.; VILLAGRÁ, J. A. M.; GRECA, I, M. Análise das Habilidades e atitudes na Aprendizagem Significativa crítica de fenômenos físicos no contexto das Séries Iniciais. Ciência & Educação, v. 26, 2020. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/341953411. Acesso em: 25 mar. 2023.

MAGALHÃES, A. P. C. de; VILLAGRÁ, J. Ángel M.; GRECA, I. M.; RIZZATTI, I. M. Conhecimentos prévios sobre calor e temperatura a luz da aprendizagem significativa crítica no contexto dos anos iniciais. REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, Cuiabá, Brasil, v. 11, n. 1, p. e23025, 2023. https://doi.org/10.26571/reamec.v11i1.14522

MASINI, E> F. S. Aprendizagem significativa na escola. m Revista/Meaningful Learning Review, v.6, n. 3, 2016. Disponível em: http://www.if.ufrgs.br/asr/artigos/Artigo_ID90/v6_n3_a2016.pdf. Acesso em: 26 jun. 2023.

MONTEIRO, B.; CRUZ, H.; ANDRADE, M.; GOUVEIA, T.; TAVARES, R.; ANJOS, L. Metodologia de desenvolvimento de objetos de aprendizagem com foco na aprendizagem significativa. XVII Simpósio Brasileiro de Informática na Educação, UNB/UCB, 2006. Disponível em: http://ojs.sector3.com.br/index.php/sbie/article/view/499/485. Acesso em: 08 fev. 2023.

MOREIRA, A. E. C. O papel docente na seleção das estratégias de ensino. XVI Semana da Educação VI Simpósio de Pesquisa e Pós-Graduação em Educação. 2015. Disponível em: http://www.uel.br/eventos/semanaeducacao/pages/arquivos/ANAIS/ARTIGO/SABERES%20E%20PRATICAS/O%20PAPEL%20DOCENTE%20NA%20SELECAO%20DAS%20ESTRATEGIAS%20DE%20ENSINO.pdf Acesso em: 09 maio 2023.

MOREIRA, M. A. Aprendizagem significativa subversiva. Série Estudos-Periódicos do Mestrado em Educação da UCDB. Campo Grande, n. 21, 2006a. Disponível em: https://www.serie-estudos.ucdb.br/serie-estudos/article/view/289/142. Acesso em: 06 fev. 2023.

MOREIRA, Marco Antonio. Aprendizagem Significativa: da visão clássica à visão crítica. In: Conferência de encerramento do V Encontro Internacional sobre Aprendizagem Significativa, Madrid, Espanha, setembro de. sn, 2006b. Disponível em: https://www.if.ufrgs.br/~moreira/visaoclasicavisaocritica.pdf. Acesso em: 07 fev. 2023.

MOREIRA, M. A. Organizadores prévios e aprendizagem significativa. Revista Chilena de Educación Cientifica, v. 7, n. 2, 2008. Disponível em: https://www.if.ufrgs.br/~moreira/ORGANIZADORESport.pdf. Acesso em: 27 jan. 2023.

PAIXÃO, F.; JORGE, F. TABORDA.; HEITOR, A. Aprender para além da escola...explorar os cinco sentidos em contexto educativo não formal com alunos do 1.º ciclo do ensino básico. Revista Interacções, v. 11, n. 39, 2015.

PEREIRA, L.; SILVA, R.; CORTÊS, F.; SANT’ANA, D.; LIMA, O. Avaliação do aprendizado dos cinco sentidos no programa de ciências no museu para alunos de quinta serie do Ensino Fundamental. EDUCERE - Revista da Educação, v. 8, n 2, p. 119-130, 2008. Disponível em: https://ojs.revistasunipar.com.br/index.php/educere/article/view/2454/1947. Acesso em: 23 nov. 2023.

PEREIRA, M. A. A importância do ensino de Ciências: Aprendizagem Significativa na superação do fracasso escolar. Researchgate, 2008.

PETTENON, N.; SIPLE, I.; MANDLER, M. COMIOTTO, T. Livro sensorial: Uma proposta lúdica para o ensino de matemática na educação infantil. III COLBEDUCA- Colóquio Luso Brasileiro de Educação. Florianópolis, 2017.

PUHL, C. S. MÜLLER, T. J. LIMA, I. G. As contribuições de David Ausubel para os

processos de ensino e de aprendizagem. Revista Dynamis, v. 26, n. 1, 2020. Disponível em: https://repositorio.pucrs.br/dspace/bitstream/10923/20588/2. Acesso em: 22 maio 2023.

RIBEIRO, R. J. SILVA, S. C. S. KOSCIANSKI, A. Organizadores prévios para aprendizagem significativa em física: O formato curta de animação. Revista Ensaio, Belo Horizonte, v. 14, n. 3, 2012. Disponível em: https://www.scielo.br/j/epec/a/vrMRpQTXkFS4vfTZZnnG54M/?lang=pt&format=pdf. Acesso em: 07 fev. 2023.

ROCHA, C. E. S.; SPOHR, C. B. O uso de mapas conceituais como instrumento didático para identificar indícios de Aprendizagem Significativa em diferentes níveis de ensino. Investigações em Ensino de Ciências, v. 21, n. 3, 2016. Disponível em: https://ienci.if.ufrgs.br/index.php/ienci/article/view/219/236. Acesso em: 22jun. 2023.

ROZAL, E. F.; SOUZA, E. S. R. de; SANTOS, N. T. dos. Aprendizagem em matemática, aprendizagem significativa e neurociência na educação dialogando aproximações teóricas. REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, Cuiabá, Brasil, v. 5, n. 1, p. 143–163, 2017. https://doi.org/10.26571/2318-6674.a2017.v5.n1.p143-163.i5349

SANTOS, J. C. F. O papel do professor na promoção da aprendizagem significativa. Revista ABEU, v. 1, n. 1, 2013. Disponível em: http://revistaeixo.ifb.edu.br/index.php/RevistaEixo/article/view/53. Acesso em: 10 fev. 2023.

SANTOS, M.; ARAÚJO, P.; SILVA, M.; RIBEIRO, A. A importância dos cincos sentidos para a memória dos idosos: Um relato de experiência. Memoralidades, n. 25, 2016. Disponível em: http://periodicos.uesc.br/index.php/memorialidades/article/view/1421/1125 . Acesso em: 11 fev. 2023.

SANTOS, R.; ARAUJO, C.; SOUZA, J.; GIANNELLA, T. Discutindo saúde e cidadania a partir dos sentidos do corpo. XI Encontro de Pesquisa em Educação em Ciências - XI ENPEC, Florianópolis, 2017. Disponível em: https://www.researchgate.net/profile/Rafaela-Dos-Santos-3/publication/345691567_Discussing_Health_and_Citizenship_from_the_Senses_of_the_Body/links/5faadfd44585150781069146/Discussing-Health-and-Citizenship-from-the-Senses-of-the-Body.pdf. Acesso em: 23 fev. 2023.

SILVA, F. H. B.; PEREIRA, A. C. C. Práticas investigativas envolvendo articulações entre história e ensino de Matemática no PGECM/IFCE. REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, v. 10, n. 3, p. e22073, 2022. https://doi.org/10.26571/reamec.v10i3.13956

SILVA JUNIOR, R. Indicadores acerca da importância do papel do professor no processo de formação continuada do aluno: Um ensaio a partir da Teoria da Aprendizagem Significativa de David Ausubel. Revista Thema, Pelotas, v. 14, n. 2, p. 329–335, 2017. Disponível em: https://periodicos.ifsul.edu.br/index.php/thema/article/view/410. Acesso em: 24 nov. 2023.

SILVEIRA, F. P. R. A. Ensinando e investigando o uso de mapas conceituais como recurso didático facilitador da aprendizagem significativa em Ciências Naturais no Ensino Fundamental. Investigações em Ensino de Ciências, v. 19, n. 3, 2014. Disponível em: https://ienci.if.ufrgs.br/index.php/ienci/article/view/77/52. Acesso em: 23 maio 2023.

SOUSA, A.; FORMIGA, N.; OLIVEIRA, S.; COSTA, M.; SOARES, M. A utilização da teoria da aprendizagem significativa no ensino da Enfermagem. Revista Brasileira de Enfermagem, 2015. Dispinível em: https://www.scielo.br/j/reben/a/kTwtbYttbRcLp45mBCHFsFv/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 29 nov. 2022.

SOUZA, J.; LIMA, R.; SILVA, P. Práticas pedagógicas no ensino de Ciências e pertencimento ambiental em alunos do 6° ano do Ensino Fundamental: Caminhos para a educação ambiental. Experiências em Ensino de Ciências, v. 14, n. 2, 2019. Disponível em: https://fisica.ufmt.br/eenciojs/index.php/eenci/article/view/159/139. Acesso em: 24 ago. 2023.

TAHA, M. LOPES, C.; SOARES, E.; FOLMER, V. Experimentação como ferramenta pedagógica para o ensino de Ciências. Revista Experiências em Ensino de Ciências, v.11, n. 1, 2016. Disponível em: https://fisica.ufmt.br/eenciojs/index.php/eenci/article/view/552. Acesso em: 28 abr. 2022.

TAVARES, G. R. Aprendizagem significativa. Conceitos, 2004. Disponível em: <http://www.projetos.unijui.edu.br/formacao/_medio/fisica/_MOVIMENTO/ufpb_energia/Textos/ASConceitos.pdf>. Acesso em: 26 jun. 2023.

VALADARES, J. A teoria da aprendizagem significativa como teoria construtivista. Revista/Meaningful Learning Review, v. 1, 2011. Disponível em: http://www.if.ufrgs.br/asr/artigos/Artigo_ID4/v1_n1_a2011.pdf. Acesso em: 06 fev. 2023.

ZÔMPERO, A. F.; SAMPAIO, H. R.; LABURÚ, C. E. GONÇALVES, C. E. S. Atividade investigativa na perspectiva da Aprendizagem Significativa: Uma aplicação de tabelas nutricionais. Revista Góndola, Enseñanza y Aprendizaje de las Ciencias, v. 9, n. 2, 2014. Disponível em: https://reiec.unicen.edu.ar/reiec/article/view/56. Acesso em: 09 mar. 2023.

Downloads

Publicado

2024-02-06

Como Citar

SILVA, A. B. T. da .; SAMPAIO, C. de G.; MARTINS, V. E. P. . OS CINCO SENTIDOS NO ENSINO DE CIÊNCIAS À LUZ DA APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA. REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, Cuiabá, Brasil, v. 12, p. e24014, 2024. DOI: 10.26571/reamec.v12.16355. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/reamec/article/view/16355. Acesso em: 17 abr. 2024.