CTS E FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES DE CIÊNCIAS: UM LEVANTAMENTO BIBLIOGRÁFICO

Autores

DOI:

10.26571/reamec.v10i1.13167

Palavras-chave:

Enfoque CTS, Processos formativos, Reflexão sobre a prática

Resumo

Este artigo teve como foco analisar, em teses e dissertações brasileiras, as contribuições dos processos de formação continuada (FC) de professores de Ciências da Natureza e suas Tecnologias (CNT), que se balizam na perspectiva Ciência/Tecnologia/Sociedade (CTS). A pesquisa parte de um levantamento bibliográfico, com abordagem metodológica qualitativa, e utiliza a análise de conteúdo para categorizar as contribuições dos processos de FC para os participantes dos mesmos. Os resultados da pesquisa compõem três categorias: 1) Evolução das concepções sobre educação CTS; 2) Integração e coletividade e 3) Reflexão sobre a própria prática. Conclui-se que os processos de FC de professores de CNT, balizados no enfoque CTS, são fundamentais para impulsionar reflexões sobre as práticas docentes, por meio da compreensão dos pressupostos da educação CTS em ambientes formativos compartilhados, bem como, ressalta-se a carência de mais programas de FC que venham alicerçar-se nesses moldes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.generic.paperbuzz.metrics##

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Morgana Welke, Universidade Federal do Pampa, Bagé, Rio Grande do Sul, Brasil

Possui Graduação em Química - Licenciatura pela Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA Bagé, RS). Atuou como bolsista PDA-Iniciação à Pesquisa no projeto Materiais magnéticos nanoestruturados: produção e caracterização in-situ, no Programa Residência Pedagógica (2018-2020), no projeto de Monitoria de Apoio à inclusão Digital e bolsista CNPq no projeto Formação e Docência em Ciências com foco no ensino por investigação. Atualmente é mestranda do Programa de Pós-graduação em Ensino de Ciências (PPGEC) da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) e desenvolve pesquisas sobre as compreensões dos professores de ciências e as inter-relações com a educação CTS.

Sinara München, Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), Erechim, Rio Grande do Sul, Brasil

Licenciada em Química pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), mestre e doutora em Educação em Ciências (UFSM). Atualmente é professora da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) Campus Erechim/RS, e no Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências (PPGEC) Campus Cerro Largo/RS. Os interesses de estudo e pesquisa se concentram no Ensino de Ciências e Química com ênfase nos seguintes temas: Educação Ciência-Tecnologia-Sociedade; materiais didáticos; formação de professores; e Educação do Campo.

Referências

ALARCÃO, Isabel. Professores reflexivos em uma escola reflexiva. São Paulo: Cortez, 2003.

AULER, Décio; DELIZOICOV, Demétrio. Ciência-Tecnologia-Sociedade: relações estabelecidas por professores de ciências. Revista electrónica de enseñanza de las ciencias, v. 5, n. 2, p. 337-355, 2006. Disponível em: http://reec.uvigo.es/volumenes/volumen5/ART8_Vol5_N2.pdf. Acesso em: 22 jun. 2021

BARDIN, Lawrence. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

BINATTO, Priscila Franco; CHAPANI, Daisi; DUARTE, Ana Cristina Santos. Formação reflexiva de professores de ciências e enfoque ciência, tecnologia e sociedade: possíveis aproximações. Alexandria: Revista de Educação em Ciência e Tecnologia, v. 8, n. 1, p. 131-152, 2015. https://doi.org/10.5007/1982-5153.2015v8n1p131

CARVALHO, Anna Maria Pessoa de; GIL-PÉREZ, Daniel. Formação de professores de ciências: tendências e inovações. Cortez, 2011.

EGEVARDT, Cristiano et al. DESAFIOS DA EDUCAÇÃO CTS NAFORMAÇÃO DE PROFESSORES DE QUÍMICA: ANALISANDO UMA DISCIPLINA CTS. REAMEC–Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática. Cuiabá, v. 9, n. 2, p. e21036-e21036, 2021. http://dx.doi.org/10.26571/reamec.v9i2.11796

FERNANDES, João Paulo; GOUVÊA, Guaracira. A perspectiva CTS e a formação docente na visão de professores da educação básica brasileira. Revista Iberoamericana de Ciencia, Tecnología y Sociedad-CTS, v. 14, n. 41, p. 41-69, 2019. Disponível em: http://www.revistacts.net/contenido/numero-41/a-perspetiva-cts-e-a-formacao-docente-na-visao-de-professores-da-educacao-basica-brasileira/. Acesso em: 22 jun. 2021.

GALVÃO, Maria Cristiane Barbosa. O levantamento bibliográfico e a pesquisa científica. In: FRANCO, Laércio Joel; PASSOS, Afonso Dinis Costa. (Org.). Fundamentos de epidemiologia. São Paulo: Manole, 2010, p. 377-390.

GIACOMINI, Alexandre. Intervenções Curriculares na perspectiva da Abordagem Temática: avanços alcançados por professores de uma escola pública estadual do RS. 2014. 149f. Dissertação (Mestrado em Educação em Ciências: Química da Vida e Saúde). Universidade Federal de Santa Maria. Santa Maria. Disponível em: https://repositorio.ufsm.br/handle/1/6678?show=full. Acesso em: 22 jun. 2021.

IMBERNÓN, Formação Docente e Profissional: Formar-se para a Mudança e a Incerteza. São Paulo: Cortez, 2011.

KIST, Daiane; MÜNCHEN, Sinara. A Prática Docente na Educação Básica e as relações com a Educação CTS. Revista Insignare Scientia-RIS, v. 4, n. 3, p. 129-144, 2021. https://doi.org/10.36661/2595-4520.2021v4i3.12117.

LÜDKE, Menga; ANDRÉ, Marli E.D.A. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. Rio de Janeiro: EPU, 2013.

NERY, Belmayr Knopki; MALDANER, Otavio Aloisio. Formação continuada de professores de química na elaboração escrita de suas aulas a partir de um problema. Revista Electrónica de Enseñanza de las ciências, v. 11, n. 1, p. 120-144, 2012. Disponível em: http://reec.uvigo.es/volumenes/volumen11/REEC_11_1_7_ex567.pdf. Acesso em: 20 jun. 2021.

NÓVOA, António. Firmar a posição como professor, afirmar a profissão docente. Cadernos de pesquisa, v. 47, n. 166, p. 1106-1133, 2017. Disponível em: https://www.scielo.br/j/cp/a/WYkPDBFzMzrvnbsbYjmvCbd/abstract/?lang=pt. Acesso em: 22 jun. 2021.

NÓVOA, António. Imagens do futuro presente. Lisboa: Educa, 2009.

PALACIOS, Eduardo Marino Garcia et al. Introdução aos Estudos CTS: (Ciência, Tecnologia e sociedade). Madrid: Organização dos Estados Iberoamericanos, 2003.

PENHA, Pedro Xavier; MACIEL, Maria Delourdes. Análise das atividades de aprendizagem dos livros didáticos de ciências e o enfoque CTS. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 11, n. 3, p. 69-84, 2020. https://doi.org/10.26843/rencima.v11i3.2669.

RITTER, Jaqueline; MALDANER, Otavio Aloisio. CTS na situação de estudo: desenvolvimento de currículo e formação de professores. Práxis & Saber, v. 6, n. 11, p. 195-214, 2015. https://doi.org/10.19053/22160159.3580.

ROSA, Maria Inês de Freitas Petrucci dos Santos; SCHNETZLER, Roseli Pacheco. A investigação-ação na formação continuada de professores de ciências. Ciência & Educação, v. 9, n. 1, p. 27-39, 2003. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ciedu/a/Dks7MmfcDS3BXBCPGM9swgx/abstract/?lang=pt. Acesso em: 20 jun. 2021.

SANTOS, Wildson Luiz Pereira dos; MORTIMER, Eduardo Fleury. Uma análise de pressupostos teóricos da abordagem CTS (Ciência-Tecnologia-Sociedade) no contexto da educação brasileira. Ensaio Pesquisa em educação em ciências, v. 2, n. 2, p. 1-23, 2002. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/ensaio/article/view/10060. Acesso em: 22 jun. 2021.

SILVA, Vania Fernandes; BASTOS, Fernando. Formação de Professores de Ciências: reflexões sobre a formação continuada. Alexandria, p. 150-188, 2012. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/alexandria/article/view/37718. Acesso em: 23 jun. 2021.

SILVEIRA, Rosemari Monteiro Castilho. Foggiatto; FABRI, Fabiane. Formação continuada para professores dos anos iniciais: enfoque Ciência, tecnologia, sociedade (CTS) no ensino de Ciências. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 11, n. 4, p. 169-190, 2020. https://doi.org/10.26843/rencima.v11i4.1704.

SOLOMON, J. Teaching science, technology and society. Bukingham: Open University Press, 1993.

VIEIRA, Rui Marques; MARTINS, Isabel P. Formação de professores principiantes do ensino básico: suas concepções sobre ciência-tecnologia-sociedade. Revista Iberoamericana de Ciencia, Tecnología y Sociedad-CTS, v. 2, n. 6, p. 101-121, 2005. Disponível em: http://www.revistacts.net/contenido/numero-6/formacao-de-professores-principiantes-do-ensino-basico-suas-concepcoes-sobre-ciencia-tecnologia-sociedade/. Acesso em: 22 jun. 2021.

Publicado

2022-04-29

Como Citar

WELKE, M.; MÜNCHEN, S. CTS E FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES DE CIÊNCIAS: UM LEVANTAMENTO BIBLIOGRÁFICO. REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, Cuiabá, Brasil, v. 10, n. 1, p. e22023, 2022. DOI: 10.26571/reamec.v10i1.13167. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/reamec/article/view/13167. Acesso em: 21 jun. 2024.

Edição

Seção

Educação em Ciências