VIVÊNCIAS DO ESTÁGIO EM DOCÊNCIA NO ENSINO DE CIÊNCIAS: RELATO DE EXPERIÊNCIA SOB O OLHAR DE UMA MESTRANDA

Autores

DOI:

10.26571/reamec.v9i3.12203

Palavras-chave:

Estágio de Docência, Ensino de Ciências, Formação de professores, Ciências da Natureza

Resumo

O objetivo deste artigo é descrever e analisar as atividades pedagógicas desenvolvidas durante a disciplina de Estágio de Docência do Programa de Pós-Graduação em Educação e Ensino de Ciências na Amazônia, sendo esta vivenciada na disciplina Ciências da Natureza na Educação Infantil e nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental. A metodologia do estágio fundamentou-se na autonomia, criticidade e protagonismo. Os conteúdos foram desenvolvidos através de aula expositiva dialogada, estudo dirigido de textos, construção de sínteses e fichamentos, análise de documentos, produção de textos e sistematização de discussões de aulas. Através dessa atividade, percebeu-se a organização e a criatividade dos acadêmicos, bem como a maturação para relacionar os conteúdos com questões sociais, políticas, econômicas e culturais. O estágio de docência proporciona experiências enriquecedoras, tanto práticas quanto intelectuais, transformando-se em vivências indispensáveis na formação do futuro mestre em Educação em Ciências na Amazônia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.generic.paperbuzz.metrics##

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Ray Ely Nobre e Souza, Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Manaus, Amazonas, Brasil.

Graduada em Licenciatura em Pedagogia pela Universidade do Estado do Amazonas (2019). Atualmente mestranda em Educação em Ciências na Amazônia - UEA.

Mauro Gomes da Costa, Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Manaus, Amazonas, Brasil.

Professor do Mestrado em Educação em Ciências na Amazônia e Mestrado em Educação da Universidade do Estado do Amazonas/UEA. Doutor em Educação pela Universidade Estadual de Campinas-UNICAMP; Mestrado em Educação pela Universidade Federal do Amazonas/UFAM (2004); Especialização em Metodologia do Ensino Superior pela Universidade Federal do Amazonas/UFAM (2001); Graduação em Filosofia pela Universidade Católica de Brasília (1996); Coordenador do Mestrado Acadêmico em Educação em Ciências na Amazônia (2019-2021). Líder do Grupo de Pesquisa Fundamentos da Educação e Ensino de Ciências - GPFEEC. Tem experiência no ensino de filosofia (ensino médio e superior), história da educação atuando principalmente nos seguintes temas: filosofia, ensino de filosofia, filosofia da educação, história da educação, filosofia política, povos indígenas do Rio Negro (AM), missões religiosas, educação em ciências.

Referências

ARCE, Alessandra; SILVA, Debora A. S. M. da; VAROTTO, Michele. Ensinando Ciências na Educação Infantil. Campinas: Alínea, 2011.

BONFIM, Valéria; SOLINO, Ana P.; GEHLEN, Simoni T. Vygotsky na pesquisa em educação em ciências no Brasil: um panorama histórico. Revista Electrónica de Enseñanza de las Ciencias, v. 18, n. 1, 2019, p. 224-250. Disponível em: http://reec.uvigo.es/volumenes/volumen18/REEC_18_1_11_ex1452.pdf. Acesso em: 20 mai. 2019.

BRASIL. Ministério da Educação. CAPES. Portaria Nº 076, de 14 de abril de 2010. Brasília: MEC, 2010. Disponível em: http://cad.capes.gov.br/ato-administrativo-detalhar?idAtoAdmElastic=741#anchor. Acesso em: 26 jan. 2021.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Brasília: MEC, 2018. Disponível em:

http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_site.pdf. Acesso em: 03 ago. 2019.

BRASIL. Ministério da Educação. RESOLUÇÃO CNE/CP Nº 1, DE 15 DE MAIO DE 2006. Brasília: MEC, 2006. Disponível: http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/rcp01_06.pdf. Acesso em: 27 de janeiro de 2021.

BOURDIEU, Pierre. O campo científico. In: Pierre Bourdieu: sociologia. São Paulo: Ática, 1983.

BUENO, Belmira; et al. Histórias de vida e autobiografias na formação de professores e profissão docente (Brasil, 1985-2003). Educação e Pesquisa, vol. 32, núm. 2, maio-agosto, 2006, p. 385-410. Disponível em: https://www.redalyc.org/pdf/298/29832213.pdf. Acesso em: 02 de julho de 2021.

CACHAPUZ, Antonio et al. Papel da Epistemologia no Desenvolvimento da Didática das Ciências e na Formação dos Docentes. In: A Necessária renovação do ensino das ciências. – 2ª ed. – São Paulo: Cortez, 2011.

CPPG. Universidade do Estado do Amazonas. Resolução 015/018. Regimento Interno do Programa de Pós-Graduação em Educação e Ensino de Ciências na Amazônia. Manaus: 2018. Disponível em: http://www.pos.uea.edu.br/data/area/regimento/download/2-2.pdf. Acesso em: 26 jan. 2021.

FAZENDA, Ivani C. A. (Org.). Práticas interdisciplinares na escola. 8. ed. São Paulo: Cortez, 1991.

FEYERABEND, Paul. Contra o método. São Paulo: UNESP, 2007.

GRAY, David E. Pesquisa no mundo real. Tradução: Roberto Cataldo Costa; 2. ed. Porto Alegre: Penso, 2012.

MATTHEWS, Michael R. Enseñanza de la ciência: um enfoque desde la historia y la filosofia de la ciência. Michael R. México: Fondo de Cultura Econômica, 1994.

OSINSKI, Dulce Regina. A autobiografia como fonte de investigação histórica para a educação. Olhar de Professor, Paraná, vol. 12, núm. 1, 2009, p. 33-55. Disponível em: https://revistas.uepg.br/index.php/olhardeprofessor/article/view/1180/808. Acesso em: 10 de junho de 2021.

PIMENTA, Selma Garrido. O estágio na formação de professores: unidade entre teoria e prática? Cad. Pesq., São Paulo, n. 94, p. 58-73, ago. 1995. Disponível em: http://www.fcc.org.br/pesquisa/publicacoes/cp/arquivos/612.pdf. Acesso em: 10 dez. 2020.

PIMENTA, Selma Garrido; LIMA, Maria Socorro Lucena. Estágio e docência: diferentes concepções. Revista Poíesis, v. 3, n. 3 e 4, 2005/2006, p.5-24, Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/poiesis/article/view/10542. Acesso em: 10 dez. 2020. Doi: https://doi.org/10.5216/rpp.v3i3e4.10542.

PORTO, Amélia; RAMOS, Lízia; GOULART, Sheila. Ensinar ciências: resgate histórico. In: Um olhar comprometido com o ensino de ciências. Belo Horizonte: Editora FAPI, 2009.

VYGOTSKY, Lev Semenovich. Pensamento e Linguagem. São Paulo: Martins Fontes, 1994.

VYGOTSKY, Lev Semenovich. A Formação Social da Mente. São Paulo: Martins Fontes, 1998.

WARSCHAUER, Cecília. A Roda e o Registro: uma parceria entre professores, alunos e conhecimento. – 5ª ed. – Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2017.

Downloads

Publicado

2021-09-17

Como Citar

SOUZA, R. E. N. e .; COSTA, M. G. da. VIVÊNCIAS DO ESTÁGIO EM DOCÊNCIA NO ENSINO DE CIÊNCIAS: RELATO DE EXPERIÊNCIA SOB O OLHAR DE UMA MESTRANDA. REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, [S. l.], v. 9, n. 3, p. e21073, 2021. DOI: 10.26571/reamec.v9i3.12203. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/reamec/article/view/12203. Acesso em: 25 out. 2021.