O ENSINO DE QUÍMICA ATRÁVES DE UM CENTRO DE CIÊNCIAS AMAZÔNICO: UMA POSSIBILIDADE DE INSERÇÃO À CULTURA CIENTÍFICA

Autores

DOI:

10.26571/reamec.v8i2.10037

Palavras-chave:

Ensino de Química. Alfabetização Científica. Centro de Ciências.

Resumo

A pesquisa buscou relatar e debater através de enfoque qualitativo, de caráter exploratório, atividades desenvolvidas durante um “Dia Temático de Química” no Centro de Ciências e Planetário do Pará (CCPP), com alunos do 3° ano do Ensino Médio de uma Escola da Rede Pública de Ensino de Belém (PA). Na ocasião, os estudantes participaram de práticas experimentais, com vistas, a verbalizar ideias e a responder um questionário direcionado as atividades realizadas, bem como, fazer considerações sobre a proposta do “Dia Temático”. A análise dos resultados revela que a atividade foi relevante para os alunos, pois se sentiram confortáveis na exposição de ideias a respeito de alguns conceitos químicos, o que colabora na construção de novas concepções em relação a essa Ciência. Do mais, verificou-se que o CCPP, um espaço não formal de ensino, pode contribuir no processo de alfabetização científica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.generic.paperbuzz.metrics##

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Francisco Everdosa Tolosa, Universidade Federal do Pará - (UFPA).

Licenciado em Química pela Universidade Federal do Pará. Realiza pesquisas direcionadas à : espaços não formais, sequencias didáticas em ensino de química, formação de conceitos, História da Ciência.

André Silva dos Reis, Centro de Ciências e Planetário do Pará (CCPP/UEPA).

Mestre em ciências (Química), pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Atualmente é o técnico educacional de química do Centro de Ciências do Pará, vinculado à Universidade do Estado do Pará (UEPA). Além de ser membro do grupo de ciência, tecnologia, meio ambiente e educação não-formal (CTENF) do CCPP. Foca em estudos voltados a: produtos naturais, educação não formal, experimentação e história da ciência.

Maria Dulcimar de Brito Silva, Universidade do Estado do Pará (UEPA).

Mestre em ciências (Química), pela Universidade Federal do Pará (UFPA). É professora Assistente IV da Universidade do Estado do Pará (UEPA), membra do grupo de ciência, tecnologia, meio ambiente e educação não-formal (CTENF) do Centro de Ciências e Planetário do Pará. Foca em estudos voltados a: produtos naturais, educação não formal, experimentação e história da ciência.

 

Referências

CAZELLI, Sibelli; MARANDINO, Martha; STUDART, Denise Coelho. Educação e comunicação em museus de ciência: aspectos históricos, pesquisa e prática. In: Educação e Museu: a construção social do caráter educativo dos museus de ciências. Editora Access/Faperj, Rio de Janeiro, 2003. p. 83-106. Disponível em: https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/844165/mod_resource/content/1/CAZELLI_MARANDINO_STUDART_Educa%C3%A7%C3%A3o_%20Comunica%C3%A7%C3%A3o_em_Museus_de_Ci%C3%AAncia.pdf. Acesso em: 20 fev. 2020.

FERREIRA, Luiz Henrique; HARTWIG, Dácio Rodney; ROCHA-FILHO, Romeu Cardozo. Algumas Experiências Simples Envolvendo o Princípio de Le Chatelier. Química Nova na Escola, São Paulo, n. 5, n. 1, p. 28-31, 1997. Disponível em: http://qnesc.sbq.org.br/online/qnesc05/exper1.pdf&ved=2ahUKEwixreOMh6PoAhUSA9QKHWETDUIQFjAAegQIAxAB&usg=AOvVaw3SrxvIHWJRi2CjHzkxdQJW. Acesso em: 21 mar. 2018.

FERREIRA, Luiz Henrique; HARTWIG, Dácio Rodney.; OLIVEIRA, Ricardo Cardoso de. Ensino Experimental de Química: Uma Abordagem Investigativa Contextualizada. Química Nova na Escola, São Paulo, v. 32, n. 2, p. 101-106, 2010. Disponível em: http://qnesc.sbq.org.br/online/qnesc05/exper1.pdf&ved=2ahUKEwixreOMh6PoAhUSA9QKHWETDUIQFjAAegQIAxAB&usg=AOvVaw3SrxvIHWJRi2CjHzkxdQJW. Acesso em: 21 mar. 2018.

FROHLICH, Fernanda Carolina Colere; SILVA, Camila Silveira da. A Química em espaços de educação não formal: uma análise dos museus de ciências da região sul do Brasil. ACTIO, Curitiba, v. 2, n. 2, p. 178-193, jul./set., 2017. Disponível em: https://www.google.com/url?sa=t&source=web&rct=j&url=https://periodicos.utfpr.edu.br/actio/article/view/6794&ved=2ahUKEwiy8cXxhaPoAhXND7kGHT4cBtgQFjAAegQIBxAC&usg=AOvVaw01-49h5wL_ZmffYxA4eKAh. Acesso em:21 fev. 2020.

GASPAR, Alberto. Museus e Centros de Ciências – Conceituação e Proposta de um Referencial Teórico. 1993. 118 f. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, 1993. Disponível em: http://www.fiocruz.br/brasiliana/media/gaspartese.pdf. Acesso em: 21 março 2018.

GRUZMAN, Carla; SIQUEIRA, Vera Helena Ferraz de. O papel educacional do Museu de Ciências: desafios e transformações conceituais. Revista Electrónica de Enseñanza de las Ciencias, v. 6, n. 2, p. 402-423, 2007. Disponível em: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/30907. Acesso em: 23 nov. 2019.

JACOBUCCI, Daniela F. Carvalho. Contribuições dos espaços não-formais de educação para a formação da cultura científica. Em Extensão, Uberlândia, v. 7, n. 1, p. 55-66, 2008. Disponível em: http://www.seer.ufu.br/index.php/revextensao/article/download/20390/10860. Acesso em: 22 set. 2019.

LOPES, Alice Ribeiro Casimiro. Reações Químicas – fenômeno, transformação e representação. Química Nova na Escola, São Paulo, v. 2, n. 2, p. 7-9, 1995. Disponível em: http://qnesc.sbq.org.br/online/qnesc02/conceito.pdf&ved=2ahUKEwiZlqKThKPoAhUKD7kGHQADABMQFjAAegQIBxAC&usg=AOvVaw1U9Al81ATiN8-pd2uLDPZA. Acesso em: 21 mar. 2018.

MARANDINO, Martha. A pesquisa educacional e a produção de saberes nos museus de ciência. História, Ciências, Saúde-Manguinhos, v. 12 (suplemento), p. 161-181, 2005. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0104-59702005000400009&script=sci_arttext. Acesso em: 21 março 2018. Doi: https://doi.org/10.1590/S0104-59702005000400009.

MARANDINO, Martha. Faz sentido ainda propor a separação entre os termos educação formal, não formal e informal? Ciência e Educação, Bauru, v. 23, n. 4, p. 811-816, 2017. Disponível em:http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S151673132017000400811&script=sci_arttext. Acesso em: 12 jul. 2019. Doi: https://doi.org/10.1590/1516-731320170030001.

MORTIMER, Eduardo Fleury; MIRANDA, Luciana Campos. Transformações: Concepções de Estudantes sobre Reações Químicas. Química Nova na Escola, São Paulo, v. 2, n. 2, p. 23-26, 1995. Disponível em: http://qnesc.sbq.org.br/online/qnesc02/aluno.pdf&ved=2ahUKEwjk3fG1gKPoAhWWHLkGHbNLBrAQFjAAegQIARAB&usg=AOvVaw3Iwq-fAPVbjQSoFx7CKKmU. Acesso em: 21 março 2018.

PALMIERI, Luciane Jatobá. Museus de Ciências e o Ensino de Química: Análise praxeológica de uma atividade museal. 2018. 164 f. Dissertação (Mestrado em Educação em Ciências e em Matemática) – Setor de Ciências Exatas, Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2018. Disponível em: http://www.exatas.ufpr.br/portal/ppgecm/wpcontent/uploads/sites/27/2018/06/117_LucianeJatob%25C3%25A1Palmieri_Corrigido.pdf&ved=2ahUKEwjEj4eUgaPoAhV2HrkGHd_xD9cQFjAAegQIARAB&usg=AOvVaw3cebDpzPyfb1-0bG6yOhAV. Acesso em: 20 fev. 2020.

QUEIRÓZ, Glória; KRAPAS, Sonia; VALENTE, Maria Esther; DAVID, Érica; DAMAS, Eduardo; FREIRE, Fernando. Construindo Saberes da Mediação na Educação em Museus de Ciências: O Caso dos Mediadores do Museu de Astronomia e Ciências Afins/Brasil. In: Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências, Minas Gerais, v. 2, n. 2, 2002. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/rbpec/article/view/4144. Acesso em: 22 set. 2019.

ROCHA, Sonia Claudia Barroso; TERÁN, Augusto Fachín. Contribuições de aulas em espaços não formais para o ensino de ciência na Amazônia. Ciência em Tela. Rio de Janeiro, v. 6, n. 2, p. 1-10, 2013. Disponível em: http://files.ensinodeciencia.webnode.com.br/200001226e84f8e948f/2013_Rocha%20e%20Fach%C3%ADnTeran_CONTRIBUI%C3%87%C3%95ES%20DE%20AULAS%20EM%20ESPA%C3%87OS%20N%C3%A3o%20Formais.pdf. Acesso em: 20 fev. 2020.

SANTOS, Marta Silva Magalhães Albuquerque dos. Roleta de Iões: Uma nova aplicação para o ensino de química. 2004. 133 f. Dissertação (Mestrado em Educação Multimídia) – Faculdade de Ciências, Universidade do Porto, Porto, Portugal, 2004. Disponível em: http://hdl.handle.net/10216/14331. Acesso em: 27 nov. 2019.

TABORDA, Jamile Mariano Macedo; PENHA, Maranei Rohers. Desmistificando a Química: Investigação das definições dos estudantes do IFRO sobre o real conceito das Reações Químicas. Educação Por Escrito, Porto Alegre, v. 5, n. 1, p. 51-67, 2014. Disponível em: http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/porescrito/article/view/15818/0. Acesso em: 25 nov. 2019.

WARTHA, Edson José.; REZENDE, Daisy de Brito. Os níveis de representação no ensino de Química e as categorias da semiótica de Peirce. Revista Investigações em Ensino de Ciências, Porto Alegre (UFRGS), v. 16, n. 2, p. 275-290, 2011. Disponível em: http://www.if.ufrgs.br/cref/ojs/index.php/ienci/article/view/230. Acesso em: 23 nov. 2019.

ZULIANI, Silvia Regina Quijadas Aro. Prática de Ensino de Química e Metodologia Investigativa: Uma Leitura Fenomenológica a partir da Semiótica Social. 2006. 288 f. Tese (Doutorado em Educação) – Centro de Ciências Humanas, Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2006. Disponível em: Acesso em: 25 set. 2019.

Downloads

Publicado

2020-07-04

Como Citar

TOLOSA, F. E.; REIS, A. S. dos; SILVA, M. D. de B. O ENSINO DE QUÍMICA ATRÁVES DE UM CENTRO DE CIÊNCIAS AMAZÔNICO: UMA POSSIBILIDADE DE INSERÇÃO À CULTURA CIENTÍFICA. REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, [S. l.], v. 8, n. 2, p. 700-718, 2020. DOI: 10.26571/reamec.v8i2.10037. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/reamec/article/view/10037. Acesso em: 25 set. 2020.