EDUCAÇÃO DO CAMPO NO MUNICÍPIO DE PARINTINS/AM: UM OLHAR SOBRE AS ESCOLAS DO CAMPO

Autores

DOI:

10.29286/rep.v33ijan/dez.14262

Palavras-chave:

Educação do Campo, Escolas do Campo, Parintins

Resumo

Este artigo apresenta o cenário da Educação do Campo no Município de Parintins/AM, evidenciando a organização das escolas do campo neste território. Metodologicamente, empregou-se a pesquisa bibliográfica e pesquisa documental coletada junto à documentação da Secretaria Municipal de Educação (SEMED/PIN) do referido município, referente as escolas campesinas. Conclui-se que essas escolas possuem relevância no contexto investigado, implicando no combate ao processo de nucleação em Parintins, cujas consequências aos estudantes do campo é o deslocamento para estudar nas escolas da cidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Érica de Souza e SOUZA, Universidade Federal do Amazonas (UFAM)

Possui graduação em Pedagogia pela Universidade do Estado do Amazonas (2014). Mestra pelo Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Federal do Amazonas (PPGE/UFAM). Foi bolsista da Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas (FAPEAM) nos anos de 2011/2012, 2013/2014 e 2019/2021. Foi professora de Educação Infantil em escolas do campo de Parintins. Atuou como professora formadora do Curso de Aperfeiçoamento e Especialização em Educação do Campo praticas pedagógicas no Município de Presidente Figueiredo (UFAM/FNDE/MEC/SECADI). Membro do Grupo de Pesquisas e Estudo do CNPq "Educação do Campo, Currículo e Formação de professores/as na Amazônia". 

Heloisa da Silva BORGES, Universidade Federal do Amazonas (UFAM)

Graduada em Pedagogia (FACED/UFAM), Especialista em Educação de Jovens e Adultos (FACED/UFAM), Mestrado em Educação, na Linha de Políticas Públicas e Doutorado em Educação na Linha de Formação de Professores, pelo PPGE da FACED/UFAM. Atualmente Professora do Departamento de Administração e Planejamento e do Programa de Pós-Graduação em Educação, da Faculdade de Educação, da Universidade Federal Amazonas. Coordenou vários projetos ligados as políticas públicas entre eles: Formação de Professores em Áreas de Reforma Agrária de Roraima e Amazonas - convênio UEA/INCRA/PRONERA (2004-2009); Curso de Aperfeiçoamento e Especialização Educação do Campo com ênfase Projovem Campo Saberes da Terra (2010 a 2013); Programa Escola da Terra (2013 até hoje). Coordenadora do Curso de Especialização em Educação do Campo Práticas Pedagógicas - Convênio UFAM/MEC-Secadi, parceria com SEDUC-AM e Semeds. Coordenadora Institucional Parfor/UFAM. Possui vários artigos e livros publicados com tema em Educação do Campo, Formação de Professor, Políticas Públicas da Educação, Educação de Jovens e Adultos e Currículo do Ensino Básico. 

Gabriel Rodrigues do NASCIMENTO, Universidade Federal do Amazonas (UFAM)

Bacharel em Engenharia de Pesca pela Universidade Federal do Amazonas (2005) e Licenciado em Pedagogia pela Universidade do Estado do Amazonas (2009). Possui Mestrado Profissionalizante em Ensino de Ciências na Amazônia na Universidade do Estado do Amazonas, sendo bolsista da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (FAPEAM). Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação do Campo e Educação em Ciências, atuando principalmente nos seguintes temas: formação do professor, educação do campo, educação em Ciências. Atualmente é professor formador na Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (DDPM) na Secretaria Municipal de Educação de Manaus (SEMED) onde trabalha com a formação contínua de professores. 

Referências

AMAZONAS, Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (IDAM). Parintins. 2017. Disponível em: http://www.idam.am.gov.br/tag/parintins/. Acesso em: 02/12/2017.

ANTUNES-ROCHA, M. I.; HAGE, S. M. (Org.). Escola de direito: reinventando a escola multisseriada. Belo Horizonte: Autêntica, 2010.

ARROYO, M.; CALDART, R. S.; MOLINA, M. C. (org.). Por uma educação do campo. 5. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2011.

ARROYO, M. Políticas de formação de educadores (as) do campo. In: Cadernos do CEDES: Educação do Campo. vol. 27, n 72, maio/ago. São Paulo: Cortez; Campinas, CEDES, 2007. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/ccedes/v27n72/a04v2772.pdf. Acesso em: 03 jan. 2020.

BORGES, H. S.; SOUZA, É. S. Os Movimentos Sociais na Construção das Políticas de Formação de Educadores/as do Campo. Revista da FAEEBA: Educação e Contemporaneidade. Salvador:BA, v. 30, n. 61, p. 68-84, jan. 2021. Disponível em: http://educa.fcc.org.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-70432021000100068&lng=pt&nrm=iso.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, DF, n. 191-A, p. 1, 5 out. 1988. Legislação Informatizada – Constituição de 1988 – Publicação Original.

BRASIL. Ministério da Educação. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira – INEP. A educação no Brasil rural / Alvana Maria Bof (organização); Carlos Eduardo Moreno Sampaio et al. – Brasília: 2006. Disponível em www.inep.gov.br/imprensa/noticias/outras/news06_13.htm. Acesso: 12 fev. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação (MEC). Resolução CNE/CEB nº 2 de 28 de abril de 2008. Diretrizes complementares, normas e princípios para o desenvolvimento de políticas públicas de atendimento da Educação Básica do Campo. Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade (SECAD). Brasília: MEC, 2008.

BRASIL. Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP). Censo Escolar, 2021: MEC/Inep/DEED – Microdados do Censo Escolar. Elaboração: Todos Pela Educação.

BRASIL. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP). Censo Escolar 2021. Brasília, DF, 2022. Disponível em: https://download.inep.gov.br/censo_escolar/resultados/2021/apresentacao_coletiva.pdf. Acesso em: 17 abr. 2022.

CÊA, G. S. S.; SILVA, C. F.; SILVA, E. J. Educação do campo e desenvolvimento econômico em Alagoas: problematizando a escassa pesquisa e mapeando a situação. Revista de Educação Pública, [S. l.], v. 23, n. 53/2, p. 615-636, 2014. DOI: 10.29286/rep.v23i53/2.1757. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/educacaopublica/article/view/1757. Acesso em: 16 jul. 2022.

CONTE, I. I. Pedagogia da Alternância na Educação do Campo em Uma Escola Pública. Revista de Educação Pública, [S. l.], v. 31, n. jan/dez, p. 1-20, 2022. DOI: 10.29286/rep.v 31 jan/dez.12746. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/educacaopublica/article/view/12746. Acesso em: 16 jul. 2022.

D’AGOSTINI, A.; TAFFAREL, C. Z.; SANTOS JÚNIOR, C. L. Escola Ativa. In: CALDART, R. S.; PEREIRA, I. B.; ALENTEJANO, P.; FRIGOTTO, G. (orgs.). Dicionário da Educação do Campo. Rio de Janeiro, São Paulo: Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio, Expressão Popular, 2012.

HAGE, S. M.; SILVA, H. S. A.; FREITAS, M. N. M. Escola Pública do Campo no Contexto das Políticas Educacionais: Desafios às Práticas Formativas do Programa Escola da Terra no Brasil e na Amazônia Paraense. Revista da FAEEBA: Educação e Contemporaneidade, Salvador, v. 30, n. 61, p. 299-314, jan. 2021. Disponível em: http://educa.fcc.org.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-70432021000100299&lng=pt&nrm=iso. Acesso em 25 jul. 2023.

IBGE. População rural. Séries Históricas e Estatísticas. Brasília. 2010. Disponível em: https://www.ibge.gov.br/estatisticas/sociais/educacao/9662-censo-demografico-2010.html?=&t=destaques. Acesso em 20 de jun, 2022.

MOLINA, M. C.; JESUS, S. M. S. A. Por uma educação do campo: contribuições para a construção de um projeto de Educação do Campo. Brasília, 2004. p. 13-52. (Coleção Por Uma Educação do Campo, nº 5).

MOLINA, M. C.; SÁ, L. M. Escola do Campo. In: CALDART, R. S. et al., (Org.). Dicionário da Educação do Campo. Rio de Janeiro, São Paulo: Escola politécnica de Saúde Joaquim Venâncio, Expressão Popular, 2012, p. 324-330.

MOLINA, M. C.; ANTUNES-ROCHA, M. I. Educação do Campo: História, Práticas e Desafios no Âmbito das Políticas de Formação de Educadores – Reflexões sobre o PRONERA e o PROCAMPO. Revista Reflexão e Ação, Santa Cruz do Sul, v. 22, n. 2, p. 220-253, jul./dez.2014. Disponível em: https://online.unisc.br/seer/index.php/reflex/article/viewFile/5252/3689. Acesso em: 07out.2020.

PANTOJA, G. G. Acordo de Pesca: instrumento para a co-gestão do uso dos recursos pesqueiros no município de Parintins-Am. Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Manaus: UFAM, 2006.

PARINTINS. Aprova o Plano Municipal de Educação 2015-2025. Disponível em: https://sapl.parintins.am.leg.br/media/sapl/public/normajuridica/2015/133/lei_615_2015.pdf. Acesso em: 16 de fevereiro de 2020.

PARINTINS. Dados Gerais Sobre Educação do Campo em Parintins. SEMEDI/PIN, 2021. Disponível em: https://parintins.am.gov.br/?q=277-conteudo-101680-secretaria-municipal-de-educacao-semed. Acesso em: 16 de fevereiro de 2022.

PEREIRA, H. S. A dinâmica da paisagem Socioambiental das várzeas do rio Solimões-Amazonas. In: FRAXE, T. J. P.; PEREIRA, H. S.; WITKOSKI, A. C. (Org.). Comunidades ribeirinhas amazônicas: modos de vida e uso dos recursos naturais. Manaus: EDUA, 2007.

SANTOS, C. A. et al. Memória dos 20 anos da Educação do Campo e do Pronera. 1. ed. Brasília: UnB, 2018. v. 1. 304p.

SILVA, S. S.; PIMENTA, A. C. T.; MOURÃO, A. R. B. O Cenário das Escolas Públicas Ribeirinhas no Baixo Amazonas. In: Anais do XII Seminário Nacional de Políticas Educacionais e Currículo/I Seminário Internacional de Políticas Públicas Educacionais, Cultura e Formação de Professores 25, 26 e 27 de novembro de 2014. Belém: Universidade Federal do Pará, 2014.

SILVA, S. S. Políticas de Formação Inicial de Professores do Campo em Parintins: Contextos e Contradições. Tese de Doutorado. Manaus, UFAM/Faced/PPGE, 2017. Disponível em: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6084. Acesso em 13 de agosto de 2019.

TAFFAREL, C. N. Z. Aula Inaugural Educação do Campo. Canal Acessoria e comunicação da UFRB no YouTube, 2020. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=E3Vsct0gcxU. Acesso em 07 de nov. 2021.

Downloads

Publicado

2024-03-23

Como Citar

SOUZA, Érica de S. e .; BORGES, H. da S. .; NASCIMENTO, G. R. do. EDUCAÇÃO DO CAMPO NO MUNICÍPIO DE PARINTINS/AM: UM OLHAR SOBRE AS ESCOLAS DO CAMPO. Revista de Educação Pública, [S. l.], v. 33, n. jan/dez, p. 1–26, 2024. DOI: 10.29286/rep.v33ijan/dez.14262. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/educacaopublica/article/view/14262. Acesso em: 23 jun. 2024.