Modelos Pedagógicos e Competências em Educação a Distância: a construção do MP-CompEAD

Autores

  • Patricia Alejandra BEHAR Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Daisy SCHNEIDER

DOI:

10.29286/rep.v25i59/2.3832

Palavras-chave:

Palavras-chave, Modelos Pedagógicos. Arquitetura Pedagógica. Competências. Educação a Distância.

Resumo

Este artigo trata dos modelos pedagógicos e seus elementos constituintes, destacando a arquitetura pedagógica no contexto da Educação a Distância. Além disso, são descritas as competências necessárias à prática pedagógica em tal contexto. A partir desses conceitos, apresenta-se um estudo de caso sobre a construção e validação de uma proposta de modelo pedagógico baseado em competências focado para professores e tutores em EAD, intitulado MP-CompEAD. Por fim, expõem-se os resultados, evidenciando as suas contribuições no processo de construção de competências.

Palavras-chave: Modelos Pedagógicos. Arquitetura Pedagógica. Competências. Educação a Distância.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Patricia Alejandra BEHAR, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Professora Titular do Departamento de Estudos Especializados da Faculdade de Educação e dos Programas de Pós-Graduação em Educação e em Informática na Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Coordenadora do Núcleo de Tecnologia Digital aplicada à Educação. Endereço institucional: Av. Paulo Gama, 110 (Prédio 12105), 4° andar, sala 401, Porto Alegre-RS, Brasil. CEP: 90.040-060, Tel.: (51) 3308 3901. Email: <pbehar@terra.com.br>.

Daisy SCHNEIDER

Doutora em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Colaboradora do Núcleo de Tecnologia Digital aplicada à Educação (NUTED). Técnica em Assuntos Educacionais da UFRGS. Av. Protásio Alves, 297, 3º andar, Porto Alegre-RS, Brasil. CEP: 90.410-000, Tel.: (51) 3308 2024. Email: <daisy.schneider@ufrgs.br>.

Referências

BARDIN, L. Análise de Conteúdo. Ed. rev. ampl. Lisboa: Edições 70, 2010.

BECKER, F. Modelos Pedagógicos e Modelos Epistemológicos. Educação e Realidade. Porto Alegre, v. 19, n. 1, p. 89-96, jan./jun. 1999.

BECKER, F. O que é Construtivismo? Revista de Educação. Brasília, DF, v. 21, n. 83, p. 7-15, abr./jun. 1992.

BEHAR, P. A. Modelos Pedagógicos para a Educação a Distância. Porto Alegre: Artmed, 2009.

BEHAR, P. A. Competências em Educação a Distância. Porto Alegre: Grupo

A, 2013.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação a Distância. Referenciais de Qualidade para Educação Superior a Distância. Brasília, DF: MEC/SEED, ago. 2007. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/seed/

arquivos/pdf/legislacao/refead1.pdf>. Acesso em: 08 set. 2009.

CARNEIRO, M. L. F.; TURCHIELO, L. B.; BROCHET, E. A. P. Questionário para Seleção de Alunos para o Curso Capacitação em Tutoria a Distância-Programa de Capacitações SEAD/UFRGS. Porto Alegre: 2010. 2 f. (inédito).

DIAS, R. E.; LOPES, A. C. Competências na Formação de Professores no Brasil: o que (não) há de novo. Educação e Sociedade, Campinas, v. 24, n. 85, p. 1155-1177, dez. 2003.

Disponível em: <http://www.cedes.unicamp.br>. Acesso em: 3

jan. 2011.

ESTEVES, M. Construção e Desenvolvimento das Competências Profissionais dos Professores. Sísifo, n. 8, p. 37-48, 2009. Disponível em:<http://sisifo.fpce.ul.pt/pdfs/S8_PTG_ManuelaEsteves.pdf>. Acesso em: 30 abr. 2011.

GIMENO SACRISTÁN, J. O Aluno como Invenção. Porto Alegre: Artmed, 2005.

KONRATH, M. L. P.; TAROUCO, L. M. R.; BEHAR, P. A. Competências: desafios para alunos, tutores e professores da EaD. Revista Novas Tecnologias na Educação, RENOTE. v. 7, n. 1, jul. 2009. Disponível em:

br/renote/article/view/13912/7819>. Acesso em: 20 abr. 2011.

LE BOTERF, G. De la Compétence: essai sur un attracteur étrange. Paris: Les Éditions d’Organisation, 1994.

MANFREDI, S. M. Trabalho, Qualificação e Competência Profissional: das dimensões conceituais e políticas. Educação e Sociedade, Campinas, v. 19, n. 64, p. 13-49, set. 1999. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.

php?script=sci_arttext&pid=S010173301998000300002&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 26 jun. 2011.

MOORE, M.; KEARSLEY, G. Educação a Distância: uma visão integrada. Tradução de Roberto Galman. São Paulo: Thomson Learning, 2008.

ORTIZ OCAÑA, A. L. Diccionario de Pedagogía, Didáctica y Metodología. Colômbia: Editorial Antillas, 2005.

PERRENOUD, P. As Competências para Ensinar no Século XXI: a formação dos professores e o desafio da avaliação. Porto Alegre: Artmed, 2002.

______. Construir as Competências desde a Escola. Porto Alegre: Artmed, 1999.

PERRENOUD, P. et al. Fecundas incertezas ou Como formar professores antes de ter todas as respostas. In: PAQUAY, Léopold. Formando Professores Profissionais: quais estratégias? Quais competências? 2. ed. rev. Porto Alegre: Artmed, 2001. p. 211-224.

PIAGET, J. Abstração Reflexionante: relações lógico-aritméticas e ordem das relações espaciais. Porto Alegre: Artes Médicas, 1995.

______. J. A Formação do Símbolo na Criança: imitação, jogo e sonho, imagem e representação. 3. ed. Rio de Janeiro: Zahar, 1978.

______. J. Biologia e Conhecimento: ensaio sobre as relações entre as regulações orgânicas e os processos cognoscitivos. Petrópolis: Vozes, 1973.

PUNHAGUI, Giovana C. Autoavaliação X Autonotação: aproximações e afastamentos na formação de professores autorregulados. SEMINÁRIO DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO DA REGIÃO SUL, 9., (ANPED SUL), 2012, Caxias do Sul. Anais... Caxias do sul: 2012. Disponível em: <http://www.ucs.

br/etc/conferencias/index.php/anpedsul/9anpedsul/paper/viewFile/1293/89>. Acesso em: 30 dez. 2013.

RAMOS, Marise N. A Pedagogia das Competências e a Psicologização das Questões Sociais. Boletim Técnico SENAC, v. 27, n. 3, set./dez. 2001. Disponível em: <http://www.senac.br/BTS/273/boltec273c.htm>. Acesso em: 11 mar. 2012.

SANGRÁ, A.; DUART, J. Aprendizaje y virtualidad: un nuevo paradigma formativo? In: DUART, J.; SANGRÁ, A. Aprender en la virtualidad. Barcelona: Editoria l Gedisa, 2000. p. 13-20.

SCHNEIDER, Daisy. MP-CompEAD: modelo pedagógico baseado em competências para professores e para tutores em educação a distância. 298 f. Tese (Doutorado em Educação)- Programa de Pós-Graduação em Educação, Faculdade de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2014. Disponível em: <http://hdl.handle.net/10183/94705>. Acesso

em: 28 set. 2015.

SCHNEIDER, D.; SILVA, K. K. Araújo; BEHAR, P. A. Competências dos atores da educação a distância: professor, tutor e aluno. In: BEHAR, P. A. (Org.). Competências em Educação a Distância. Porto Alegre: Grupo A, 2013.

SCHNEIDER, D. et al.;. Roda das Competências. In: SCHNEIDER, D. Competências para a EAD (objeto de aprendizagem). Porto Alegre: UFRGS, 2009. Disponível em: <http://nuted.ufrgs.br/oa/compead/index.html>. Acesso

em: 2 set. 2013.

ZABALA, A. A Prática Educativa: como ensinar. Tradução de Ernani F. da F. Rosa. Porto Alegre: Artmed, 1998.

YIN, R. K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 3. ed. Porto Alegre: Bookman, 2005.

Downloads

Publicado

2016-06-29

Como Citar

BEHAR, P. A.; SCHNEIDER, D. Modelos Pedagógicos e Competências em Educação a Distância: a construção do MP-CompEAD. Revista de Educação Pública, [S. l.], v. 25, n. 59/2, p. 504-524, 2016. DOI: 10.29286/rep.v25i59/2.3832. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/educacaopublica/article/view/3832. Acesso em: 24 set. 2021.