v. 26 n. 43 (2019): Estudos Linguísticos

					Visualizar v. 26 n. 43 (2019): Estudos Linguísticos

 

A Análise do Discurso (AD) constitui-se como disciplina a partir da visada da ruptura, como apontou Possenti em Teoria do discurso: um caso de múltiplas rupturas (2004). Desde o seu surgimento, no final da década de 1960, até os dias de hoje, vários foram os deslocamentos realizados pelos pesquisadores que se inscrevem neste campo. O presente número da Polifonia acolhe artigos que discutam, em alguma medida, os rumos e encaminhamentos da disciplina a partir de reflexões em torno de seus conceitos-chave, tais como (mas não exclusivamente): discurso, interdiscurso, memória, sujeito, acontecimento etc. Encorajam-se também discussões que problematizem questões de natureza mais epistemológica que têm sido apontadas contemporaneamente (Paveau, Krieg-Planque, por exemplo). Além disso, há diferenças entre uma AD produzida na França e aquela que se desenvolve no Brasil, fato que este número não pretende apagar.

Publicado: 2019-10-13

Editorial

Apresentação

Entrevista