De Maingueneau a Amossy: notas de leitura em torno da noção de polêmica

Autores

  • Roberto Leiser Baronas baronas@uol.com.br
    Universidade Federal de São Carlos
  • Julia Lourenço Costa juliajlc@gmail.com
    Universidade Federal de São Carlos

Palavras-chave:

Filosofia do discurso, polêmica, mídia

Resumo


Neste ensaio, temos como objetivo primeiro mostrar as diferenças de abordagem no tratamento da polêmica por parte de Maingueneau (2005) e de Amossy (2017). Para tanto, trazemos inicialmente a polêmica criada no campo do jornalismo brasileiro em 2011, acerca da compra por parte do Ministério da Educação do livro de Português, Por uma vida melhor, distribuído gratuitamente aos estudantes da Educação de Jovens e Adultos - EJA e, num segundo momento, a polêmica instaurada no campo da arte, em 2017, por conta do cancelamento, por parte do Banco Santander, da Exposição Queermuseu: cartografias da diferença na arte brasileira. Nosso objetivo último é contribuir com o debate epistemológico em torno da noção de polêmica.

Biografia do Autor

Roberto Leiser Baronas, Universidade Federal de São Carlos

Trabalhando como mecânico de máquinas agrícolas, cursou o Ensino Médio Magistério na Escola Estadual Ministro João Alberto, em Nova Xavantina - MT (1986). Possui graduação em Letras pela Universidade Federal de Mato Grosso - UFMT - Campus Universitário do Araguaia em Pontal do Araguaia - MT (1994) e doutorado em Linguística e Língua Portuguesa pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - Campus de Araraquara (2003). Desenvolveu sua tese sob a orientação de Edna Fernandes dos Santos Nascimento. Com apoio de bolsa PDEE/Capes, fez doutorado sanduíche na Université Paris Est - Créteil - Val de Marne - França, no Centro de Estudos de Discursos, Imagens, Textos, Escritos e Comunicação - CÉDITEC - sob a supervisão de Simone Bonnafous (2003). Trabalhou como professor de Língua Portuguesa na rede estadual de ensino fundamental e médio de Mato Grosso, onze anos e meio na Universidade do Estado de Mato Grosso - UNEMAT - Campus de Alto Araguaia. Atualmente é professor Associado no Departamento de Letras e orientador de iniciação científica, de dissertação de mestrado e de tese de doutorado no Programa de Pós-Graduação em Lingüística da Universidade Federal de São Carlos - UFSCAR e de dissertação e de tese no PPGEL - da Universidade Federal de Mato Grosso - UFMT e Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq, nível 1 D. Realizou estágio de Pós-Doutorado de um ano com bolsa PDS do CNPq, junto ao Grupo de Pesquisa/CNPq Linguagem, Identidade e Memória, no Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem/LAEL/Faculdade de Filosofia Comunicação Letras e Artes/ Pontifícia Universidade Católica de São Paulo/PUC-SP, sob a supervisão de Beth Brait. Traduziu diversos artigos e livros relevantes no campo dos estudos discursivos. É organizador e autor de diversos livros e artigos no domínio dos estudos discursivos. É um dos editores responsáveis pela Revista de Popularização em Ciências da Linguagem - Linguasagem da UFSCar. Foi Editor da Revista da Associação Brasileira de Linguística - ABRALIN de 2014 a 2017. Foi Delegado Regional da Associação Latino-Americana de Estudos do Discurso - ALED - Brasil de 2014 a 2017. Foi presidente da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Letras e Linguística - ANPOLL, no período de 2016 a 2018. É um dos coordenadores do Laboratório de Estudos Epistemológicos e de Discursividades Multimodais - LEEDiM - UFSCar/CNPq e do Instituto Mattoso Câmara de Estudos Interdisciplinares de Linguagem - UFSCar/CNPq. Tem experiência na área de Linguística com ênfase nos domínios da Análise do Discurso e da Filosofia da Linguística, atuando principalmente nos seguintes temas: análise do discurso, discurso político e epistemologia e história da linguística brasileira.

Julia Lourenço Costa, Universidade Federal de São Carlos

Julia Lourenço Costa é pesquisadora FAPESP de Pós-doutorado na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar - FAPESP 2017/12792-0) sob a supervisão do Prof. Dr. Roberto Baronas. Atualmente em período de estágio de pesquisa BEPE (FAPESP 2018/18860-0) na Université Paris13 Nord sob a supervisão da Profa. Dra. Marie-Anne Paveau. É doutora em Letras - área de concentração: Linguística, pela Universidade de São Paulo (USP); realizou estágio de pesquisa (Doutorado Sanduíche) na Université Paris-Sorbonne IV, sob a orientação do Prof. Dr. Dominique Maingueneau; possui mestrado em Letras pela Universidade de São Paulo (USP) e é graduada em Letras - com licenciatura plena em Português/inglês - pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). É membro participante do Laboratório de Estudos Epistemológicos e Discursividades Multimodais, da Universidade Federal de São Carlos (LEEDIM-UFSCar) e do Grupo de Estudos Semióticos, da Universidade de São Paulo (GES-USP). É editora da revista Linguasagem - Revista Eletrônica de Popularização Científica em Ciências da Linguagem - uma realização do Departamento de Letras e do Programa de Pós Graduação em Linguística da Universidade Federal de São Carlos - PPGL-UFSCar. Tem como foco as áreas de Linguística e de Língua Portuguesa, atuando principalmente nos seguintes temas: Análise do discurso francesa, Semiótica greimasiana e Comunicação.

Referências

AMOSSY, R. Apologia da polêmica. Trad. Rosalice Botelho, Wakim Souza Pinto [et al]. Coord. da Trad. Mônica Cavalcante. São Paulo, SP: Contexto, 2017.

MAINGUENEAU, D. Gênese dos discursos. Trad. Sírio Possenti. Curitiba, PR: Criar Edições, 2005.

POSSENTI, S.; MUSSALIM, F. Contribuições de Dominique Maingueneau à Análise do Discurso. IN: PAULA, L.; STAFUZZA, G. Da Análise do Discurso no Brasil à Análise do Discurso do Brasil: três épocas histórico-analíticas. Ubelândia, MG: Editora da Universidade Federal de Uberlândia, EDUFU, 2010.

Downloads

Publicado

2019-10-13

Como Citar

BARONAS, R. L.; COSTA, J. L. De Maingueneau a Amossy: notas de leitura em torno da noção de polêmica. Polifonia, [S. l.], v. 26, n. 43, p. 49–67, 2019. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/polifonia/article/view/8219. Acesso em: 17 jun. 2024.