O caráter material do sentido e as classes sociais: uma questão para a Análise do Discurso

Autores

  • Helson Flávio da Silva Sobrinho helsonf@gmail.com
    Universidade Federal da Alagoas - UFAL

Palavras-chave:

Discurso, Caráter material do sentido, Classes Sociais

Resumo

Buscamos, neste artigo, situar o/a leitor/a sobre a importância da compreensão do caráter material do sentido e das classes sociais na Análise do Discurso (AD), na perspectiva de Michel Pêcheux.  Esse gesto de leitura poderá lançar luzes sobre o entendimento do caráter dialético da produção de sentidos e constituição de sujeitos na processualidade histórica atual. Nessa direção, faz-se necessário salientar que a premissa teórica e metodológica do debate que será aqui desenvolvido destaca que o discurso é um objeto historicamente determinado, e sua complexidade revela as determinações das lutas de classes de uma formação social (no caso atual, trata-se da formação social capitalista, constituída pelo antagonismo entre capital e trabalho). Nosso trajeto de estudo assinalou para o necessário resgate de uma referência à História na perspectiva do materialismo histórico e dialético, na tentativa de evitar que a teoria materialista da produção de sentidos se esvazie da crítica à sociedade capitalista.

Biografia do Autor

Helson Flávio da Silva Sobrinho, Universidade Federal da Alagoas - UFAL

Doutor em Linguística - 

Professor da Universidade Federal de Alagoas - UFAL

Pesquisador do CNPq

Referências

ANTUNES, Ricardo. Adeus ao trabalho? Ensaios sobre as metamorfoses e a centralidade do mundo do trabalho. São Paulo: Cortez, 1995.

HENRY, Paul. Os fundamentos teóricos da ‘Análise Automática do Discurso’ de Michel Pêcheux (1969). In: GADET, F. & HAK, T. (orgs.). Por uma análise automática do discurso.Uma introdução à obra de Michel Pêcheux. 3ª ed. Campinas, SP: Editora da Unicamp, 1997.

MALDIDIER, Denise et al. Discurso e Ideologia: Bases para uma pesquisa In. ORLANDI, Eni et al (org.). Gestos de Leitura: 2.ed. Campinas, SP: Editora da UNICAMP, 1997.

MALDIDIER, Denise. A inquietação do discurso: (re) ler Michel Pêcheux Hoje. Campinas: Pontes, 2003.

MALDIDIER, Denise. Elementos para uma História da Análise do Discurso na França. In ORLANDI, Eni et al (org.). Gestos de Leitura: da história no discurso. 2ª ed. Campinas, SP: Editora da UNICAMP, 1997.

MARX, Karl & ENGELS, Friedrich. A ideologia alemã. São Paulo: Martins Fontes, 2004.

MARX, Karl & ENGELS, Friedrich. Manifesto comunista. São Paulo: Boitempo, 2010.

MARX, Karl. Para a crítica da economia política. Coleção os Pensadores. São Paulo: Nova Cultural, 1996.

MÉSZÁROS, Istvan. Para além do capital. São Paulo: Boitempo, 2002.

ORLANDI, Eni. As formas do silêncio no movimento dos sentidos. Campinas: Editora da Unicamp, 2002.

ORLANDI, Eni. Interpretação. Petrópolis: Vozes, 1996.

PÊCHEUX, M. Delimitações, inversões, deslocamentos. In Cadernos de estudos linguísticos. nº 19. Campinas: Editora da Unicamp, 1990.

PÊCHEUX, Michel. O Discurso estrutura ou acontecimento. Campinas: Pontes, 2002.

PÊCHEUX, Michel. Semântica e Discurso: uma crítica à afirmação do óbvio. Campinas: Editora da Unicamp, 1997a.

PÊCHEUX, Michel. Só a causa daquilo que falha ou o inverno político francês: início de uma retificação. In Semântica e Discurso. Campinas: Editora da Unicamp, 1997b.

PÊCHEUX, Michel. As massas populares são um Objeto Inanimado? In ORLANDI, Eni (Org.). Análise de Discurso Michel Pêcheux. Campinas-SP: Pontes, 2011.

ROBIN, R. História e linguística. São Paulo: Cultrix, 1977.

SILVA SOBRINHO, Helson. Michel Pêcheux e a crítica ao capitalismo: “é preciso ousar se revoltar”. In GRIGOLETTO, E. & DE NARDI, F. A Análise do Discurso e sua história: avanços e perspectivas. Campinas: Pontes, 2016.

SILVA SOBRINHO, Helson. Os (des)arranjos das lutas entre posições idealistas e materialistas na Análise do Discurso. In: BALDINI, Lauro & BARBOSA FILHO, Fábio. Análise de discurso e materialismos: prática política e materialidades. Vol. 2. Campinas-SP: Pontes, 2018.

Downloads

Publicado

2019-10-13

Como Citar

SILVA SOBRINHO, H. F. da. O caráter material do sentido e as classes sociais: uma questão para a Análise do Discurso. Polifonia, [S. l.], v. 26, n. 43, p. 130–150, 2019. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/polifonia/article/view/8307. Acesso em: 21 jun. 2024.