A história no/do discurso: por uma ciência da linguagem no Brasil

Autores

  • Marco Antonio Almeida Ruiz marcoalmeidaruiz@gmail.com
    Universidade de São Paulo - USP
  • Roberto Leiser Baronas baronas@uol.com.br
    Universidade Federal de São Carlos - UFSCar

Palavras-chave:

epistemologia da análise do discurso, recepção brasileira, teorias brasileiras de discurso.

Resumo

Compreender os caminhos da emergência da análise do discurso no/do Brasil e os seus deslocamentos epistemológicos torna-se uma tarefa, às vezes, bastante complexa dadas as diferentes vertentes e correntes discursivas brasileiras que, atualmente, se desenvolvem em nosso espaço de pesquisa. Contudo, é necessário empreender tal estudo, pois, trata-se deuma geografia particular e heterogênea (sobre o) do discurso. Assim, é preciso observar a construção de nossa história discursiva, sem, contudo, negar as influências estrangeiras, sobretudo a francesa, fonte de inúmeras reflexões que constituem-nos teoricamente enquanto pesquisadores. Neste artigo, temos como objetivo apresentar de maneira introdutória um primeiro esboço analítico acerca do processo de emergência de uma análise do discurso brasileira, além de observar a sua própria prática científica – por meio de acontecimentos metadiscursivos – promovida por diferentes teorias brasileiras de discurso. 

Biografia do Autor

Marco Antonio Almeida Ruiz, Universidade de São Paulo - USP

Doutor em Linguística pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e, também, doutor em sociologia pela École des Hautes Études en Sciences Sociales (EHESS) de Paris. Atualmente, é pós-doutorando em Linguística na Universidade de São Paulo (USP). E-mail: marcoalmeidaruiz@gmail.com.

Roberto Leiser Baronas, Universidade Federal de São Carlos - UFSCar

Professor Associado na Universidade Federal de São Carlos. Tem experiência em linguística, atuando no campo da análise do discurso de orientação francesa. E-mail: baronas@ufscar.br

Downloads

Publicado

2019-10-13

Como Citar

RUIZ, M. A. A.; BARONAS, R. L. A história no/do discurso: por uma ciência da linguagem no Brasil. Polifonia, [S. l.], v. 26, n. 43, p. 170–185, 2019. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/polifonia/article/view/8080. Acesso em: 17 jun. 2024.