Análise sociogenética do núcleo central das representações sociais: investigações sobre o cuidado hospitalar de crianças

Autores

  • Daniela Barros da Silva Freire ANDRADE Docente do Departamento de Psicologia e do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). https://orcid.org/0000-0002-7861-3814
  • Érica Nayla Harrich TEIBEL Pós-doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). https://orcid.org/0000-0003-2028-3071
  • Andréia Maria de Lima ASSUNÇÃO Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano da Universidade de São Paulo - USP. https://orcid.org/0000-0001-7198-5896

DOI:

10.29286/rep.v29ijan/dez.10294

Palavras-chave:

Representações Sociais, Narrativa, Análise Sociogenética.

Resumo

O texto procura analisar o pressuposto de Sandra Jovchelovitch (2020), segundo o qual
o núcleo central é um campo de forças no qual se instala um tensionamento entre
significações, posto que considera que a narrativa opera por meio da articulação de
diferentes perspectivas. Achados debatidos nas pesquisas de Teibel (2017) e Assunção
(2018) são analisados considerando os apontamentos sobre a análise sociogenética do
núcleo central. O exercício se mostrou coerente e profícuo.

Biografia do Autor

Daniela Barros da Silva Freire ANDRADE, Docente do Departamento de Psicologia e do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).

Psicóloga. Doutora em Educação: Psicologia da Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Professora do Departamento de Psicologia e do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). Coordenadora do Grupo de Pesquisa em Psicologia da Infância (GPPIN/UFMT).

Érica Nayla Harrich TEIBEL, Pós-doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).

Psicóloga. Mestre e doutora em Educação pela Universidade Federal de Mato Grosso (GPPIN/UFMT). Atualmente em estágio pós-doutoral pela mesma instituição, sob a orientação da professora doutora Daniela Barros da Silva Freire Andrade e financiado pela CAPES.

Andréia Maria de Lima ASSUNÇÃO, Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano da Universidade de São Paulo - USP.

Psicóloga. Mestre em Educação pela Universidade Federal de Mato Grosso (GPPIN/UFMT), sob a orientação da professora doutora Daniela Barros da Silva Freire Andrade. Doutoranda em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano pela Universidade de São Paulo (USP), sob o financiamento do CNPq.

Referências

ABRIC, J-C. A abordagem estrutural das representações sociais. In: MOREIRA, A. S. P.; OLIVEIRA, D. C. (Org.). Estudos interdisciplinares de representação social. Goiânia: AB Editora, 1998. p. 27-38.

ANDRADE, D. B. S. F. O lugar feminino na escola: um estudo em representações sociais. 2006. 271 f. Tese (Doutorado em Educação: Psicologia da Educação) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo – SP, 2006. Disponível em: <https://tede2.pucsp.br/handle/handle/16255>. Acesso em: 5 abr. 2020.

ANDRADE, D. B. S. F. Rede de Apoio à Infância: interfaces com a Psicologia e Pedagogia. Projeto de Extensão, Sistema de Extensão (SIEx). Coordenação de Extensão (CODEX). Universidade Federal de Mato Grosso. Cuiabá, 2019.

ANDRÉ, M. E. D. A. Etnografia da prática escolar. Série Prática Pedagógica. 9. ed. Campinas, SP: Papirus, 2003.

AGUIAR, W. M. J.; SOARES, J. R.; MACHADO, V. C. Núcleos de significação: uma proposta histórico-dialética de apreensão das significações. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 45, n. 155, p. 56-75, jan./mar. 2015. Disponível em: <http://publicacoes.fcc.org.br/ojs/index.php/cp/article/view/2818/2868>. Acesso em: 5 abr. 2020.

APOSTOLIDIS, T. Représentations sociales et triangulation: une application en psychologie sociale de la santé. Psicologia: Teoria e Pesquisa, v. 22, n. 2, p. 211-266, maio/ago. 2006. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/ptp/v22n2/a11v22n2.pdf>. Acesso em: 5 abr. 2020.

ASSUNÇÃO, A. M. L. Representações sociais sobre profissionais de saúde segundo crianças: implicações identitárias no contexto da hospitalização pediátrica. 2018. 247 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal de Mato Grosso, Cuiabá – MT, 2018. Disponível em: <http://www1.ufmt.br/ufmt/unidade/userfiles/publicacoes/fe4505ccfc0b867f1d92a04c1be49149.pdf>. Acesso em: 5 abr. 2020.

BAUER, M. W.; GASKELL, G. Towards a paradigm for research on social representations. Journal for the Theory of Social Behavior, v. 29, n. 2, p. 163-186, 1999. Disponível em: <https://onlinelibrary.wiley.com/doi/abs/10.1111/1468-5914.00096>. Acesso em: 5 abr. 2020.

CAMARGO, B. V.; JUSTO, A. M. Estudos qualitativos e o uso de software para análises lexicais. In: NOVIKOFF, C.; SANTOS, S. R. M.; MITHIDIERI, O. B. (Org.). Cadernos de Artigos: X SIAT & II SERPRO LAGERES/ UNIGRANRIO. Duque de Caxias, RJ: UNIGRANRIO, 2014. p. 37-54. Disponível em: <https://drive.google.com/drive/u/1/folders/0B1sJtjYHLc94QnAxQkM5RmM3MVU>. Acesso em: 5 abr. 2020.

DOISE, W. Cognições e representações sociais: a abordagem genética. In: JODELET, D. (Org.). As representações sociais. Tradução de Lílian Ulup. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2001. p. 301-320.

DOISE, W. Sistema e metassistema. In: ALMEIDA, A. M. O.; SANTOS, M. F. S.; TRINDADE, Z. A. (Org.). Teoria das representações sociais: 50 anos. Brasília: Technopolitik, 2011. p. 123-156.

FREIRE, D. Binje. Cuiabá: EdUFMT, 2013.

JODELET, D. As representações sociais: um domínio em expansão. In: ______. (Org.). As representações sociais. Tradução de Lílian Ulup. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2001. p. 17-43.

JOVCHELOVITCH, S. Os contextos do saber: representações, comunidade e cultura. Tradução de Pedrinho A. Guareschi. Petrópolis, RJ: Vozes, 2008.

JOVCHELOVITCH, S. Uma abordagem sociogenética do núcleo central das representações sociais: o caso da esfera pública brasileira. Revista de Educação Pública, Cuiabá, v. 29, jan./dez. 2020.

MOSCOVICI, S. A representação social da psicanálise. Tradução de Álvaro Cabral. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1978.

MOSCOVICI, S. Das representações coletivas às representações sociais: elementos para uma história. In: JODELET, D. (Org.). As representações sociais. Tradução de Lílian Ulup. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2001. p. 45-66.

MOSCOVICI, S. Representações sociais: investigações em psicologia social. Tradução de Pedrinho A. Guareschi. Petrópolis, RJ: Vozes, 2003.

MOSCOVICI, S. A Psicanálise, sua imagem e seu público. Tradução de Sonia Fuhrmann. Petrópolis, RJ: Vozes, 2012.

MOSCOVICI, S.; VIGNAUX, G. Le concept de themata. In: GUIMELLI, CH. (Org.). Structures et transformations des représentations sociales. Lausanne: Delachaux et Niestlé, 1994.

PAGLIOSA; F. L; DA ROS; M. A. O Relatório Flexner: Para o Bem e Para o Mal. Revista Brasileira de Educação Médica, Manguinhos, RJ, v. 32, n. 4, p. 492-499, out./dez. 2008. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/rbem/v32n4/v32n4a12.pdf>. Acesso em:

abr. 2019.

PURKHARDT, S. C. Stories that change the world: the role of narratives in transforming social representations. In: LÁSZLÓ, J.; ROGERS, W. S. Narrative approaches in Social Psychology. Budapeste: New Mandate, 2002. p. 59-73.

RIOS, I. C. Caminhos da Humanização na Saúde: prática e reflexão. São Paulo: Áurea Editora, 2009. Disponível em: <http://hc.fm.usp.br/humaniza/pdf/livro/livro_dra_izabel_rios_caminhos_da_humanizacao_saude.pdf>. Acesso em: 5 abr. 2020.

TEIBEL, E. N. H. Narrativa como mediadora de vivências infantis no contexto hospitalar: as representações sociais sobre o cuidado em uma enfermaria pediátrica, segundo equipe de saúde e as significações infantis. 2017. 239 f. Tese (Doutorado), Universidade Federal de Mato Grosso, Cuiabá – MT, 2017. Disponível em: <https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=5007796>. Acesso em: 5 abr. 2020.

VIGOTSKI, L. S. Imaginação e criação na infância: ensaio psicológico: livro para professores. Apresentação e comentários de Ana Luiza Smolka. Tradução de Zoia Ribeiro Prestes. São Paulo: Ática, 2009.

Downloads

Publicado

2020-05-25

Como Citar

ANDRADE, D. B. da S. F., TEIBEL, Érica N. H., & ASSUNÇÃO, A. M. de L. (2020). Análise sociogenética do núcleo central das representações sociais: investigações sobre o cuidado hospitalar de crianças. Revista De Educação Pública, 29(jan/dez). https://doi.org/10.29286/rep.v29ijan/dez.10294