Os ciganos e a escola

encontro interétnico, fronteiras e autoatribuição no Acampamento Sol

Autores

DOI:

10.29286/rep.v30ijan/dez.9395

Palavras-chave:

Ciganos. Escola. Encontro interétnico.

Resumo

O estreitamento do contato interétnico, a fixação e a obrigatoriedade da frequência à escola por crianças e jovens, têm alterado as relações entre ciganos e escola. Este artigo se propôs discutir os significados da escola para ciganos adultos que se fixaram em um município do Estado do Espírito Santo. A etnografia foi o caminho investigativo que norteou a pesquisa e os colaboradores pertencem, majoritariamente, a um único grupo familiar. A análise concentrou-se em dois posicionamentos desses colaboradores: um ressalta que “a escola é o fim do cigano” e o outro afirma que “a escola é uma luz no caminho do cigano”.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Kátia Pereira PINTO, Universidade Federal do Espírito Santo

Doutora em Educação pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Fonoaudióloga na Prefeitura Municipal de Vila Velha.

Ivone Martins de OLIVEIRA, Universidade Federal do Espírito santo

Doutora em Educação e professora titular da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES).

Referências

BAREICHA, L. C. F. Educação e exclusão social: a perspectiva dos ciganos e dos não ciganos. 2013. 378 f. Tese (Doutorado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade de Brasília, Brasília, 2013. Disponível em: http://repositorio.unb.br/bitstream/10482/13520/1/2013_LucianaCamaraFernandesBareicha.pdf. Acesso em: 3 mar 2019.

BARTH, F. Grupos étnicos e suas fronteiras. 2. ed. São Paulo: Ed. Unesp, 2011.

______. Etnicidade e o conceito de cultura. Antropolítica, Niterói, n.10, p. 15-30, 2005.

BOURDIEU, P. O poder simbólico. Tradução de Fernando Tomaz. Rio de Janeiro:

Bertrand Brasil, 1989.

______. A economia das trocas simbólicas. São Paulo: Perspectiva, 2007.

BOURDIEU, P.; PASSERON, J. C. La reproducción: elementos para uma teoría del sistema de ensenãnza. 2. ed. México: Fontamara, 1996.

BRANDÃO, C. R. O que é educação. 28. ed. São Paulo: Brasiliense 1993. (Coleção Primeiros Passos).

BRASIL. Lei nº 10.172, de 9 de janeiro de 2001. Estabelece o Plano Nacional de Educação. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 10 jan. 2001. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/LEIS_2001/L10172.htm. Acesso em: 4 mar. 2019.

______. Lei nº 13.005, de 25 de junho de 2014. Aprova o Plano Nacional de Educação e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2011-2014/2014/Lei/L13005.htm. Acesso em: 3 mar. 2019.

CUCHE, D. A noção de cultura em ciências sociais. Bauru: Edusc, 1999.

FERRARI, F. O mundo passa: uma etnografia dos Calons e suas relações com os brasileiros. 2010. Tese (Doutorado em Educação) – Departamento de Antropologia Social, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010.

GEERTZ, C. A interpretação das culturas. Rio de Janeiro: LTC, 2008.

GRAMSCI, A. Os intelectuais e a organização da cultura. 3. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira S. A., 1979.

MALINOWSKI, B. K. Argonautas do Pacífico: um relato do empreendimento e da aventura dos nativos nos arquipélagos da Nova Guiné melanésia. 3. ed. São Paulo: Abril Cultural, 1984.

MULLER, B. C. Os ciganos Calon do acampamento em Praia Grande e o espaço escolar: um olhar etnomatemático. 2014. 189 f. Dissertação (Mestrado em Educação em Ciências e Matemática) – Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e

Matemática, Instituto Federal do Espírito Santo, Vitória, 2014. Disponível em: http://educimat.ifes.edu.br/images/stories/Publica%C3%A7%C3%B5es/Disserta%C3%A7%C3%B5es/2014_Beatriz_Cezar_Muller.pdf. Acesso em: 3 mar. 2019.

SOUSA, C. J. dos S. Um olhar (de um cigano) cúmplice. In: LIÉGEOIS, J.P. Que sorte, ciganos na nossa escola!. Lisboa: Secretariado Entreculturas, 2001. p. 33-52.

VELHO, G.; KUSCHNIR, K. (Org.). Pesquisas urbanas: desafios do trabalho antropológico. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2003.

Downloads

Publicado

2021-05-08

Como Citar

PINTO, A. K. P. .; OLIVEIRA, I. M. de . Os ciganos e a escola: encontro interétnico, fronteiras e autoatribuição no Acampamento Sol. Revista de Educação Pública, [S. l.], v. 30, n. jan/dez, p. 1-22, 2021. DOI: 10.29286/rep.v30ijan/dez.9395. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/educacaopublica/article/view/9395. Acesso em: 15 jun. 2021.