Infância negra e ensino fundamental em Angra dos Reis: um mergulho nos números da “universalização”

Autores

  • Hustana VARGAS hustanavargas@gmail.com
    Faculdade de Educação e do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal Fluminense
  • Eliana de Oliveira TEIXEIRA eliana.angra@hotmail.com

DOI:

10.29286/rep.v25i60.4098

Palavras-chave:

Universalização. Ensino Fundamental. Relações Étnico-raciais. Infância.

Resumo

Este artigo aborda percursos escolares de negros e brancos no Ensino Fundamental da Rede Municipal de Angra dos Reis-RJ. Dados quantitativos globais de cor/raça do Censo Escolar (2009 a 2013) foram refinados, construindo-se indicadores educacionais específicos, como matrícula, reprovação, distorção idade-ano e adequação ao sistema, sinalizando desvantagens persistentes para alunos negros, ligeiramente atenuadas ao fim da série. Os achados, em diálogo com autores como Guimarães (2003), Quijano (2005), Oliveira (2007) e Munanga (2010), problematizam a apregoada universalização do ensino fundamental, sugerindo a implementação de ações afirmativas na educação básica, compreendendo que a efetivação da igualdade se ancora na infância.


Palavras-chave: Universalização. Ensino Fundamental. Relações Étnico-raciais. Infância.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Hustana VARGAS, Faculdade de Educação e do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal Fluminense

Doutora em Ciências Humanas – Educação. Professora adjunta da Faculdade de Educação e do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal Fluminense. Mestre em Educação e em Ciências Jurídicas (PUC-Rio). Atua nas áreas da Sociologia da Educação e da Desigualdade e Diversidade. Endereço: Rua Prof. Marcos Valdemar Freitas Reis, s/n – Campus Gragoatá, Bloco D, Niterói-RJ. Tel.: (21) 2629-2696, CEP.: 24210-201. Email:<hustanavargas@gmail.com>.

Eliana de Oliveira TEIXEIRA

Doutoranda em Educação na linha de pesquisa Diversidade, Desigualdades Sociais e Educação pela Universidade Federal Fluminense, Mestre em Educação e Pós-graduada em Diversidade Cultural e Interculturalidade: Matrizes Indígenas e Africanas na Educação Brasileira pela mesma universidade. Atualmente é professora e pedagoga na Rede Municipal de Ensino de Angra dos Reis. Endereço: Rua Marquês de Tamandaré, 116 - Centro, Angra dos Reis – RJ. Tel: (24) 3377-1959, CEP: 23900-000. Email: <eliana.angra@hotmail.com>.

Referências

ABREU, Martha. Diversidade cultural, reparação e direitos. In: OLIVEIRA,

Iolanda de; GONÇALVES, Maria das Graças; MULLER, Tânia Mara P. (Org.).

Especial Curso ERER - Educação para as Relações Étnico-raciais. Caderno

PENESB, Niterói, Alternativa/EDUFF, n. 12, p. 161-167, 2010.

ALADRÉN, Gabriel. Tráfico de escravos e escravidão na América Portuguesa. In: OLIVEIRA, Iolanda de, GONÇALVES, Maria das Graças; MULLER, Tânia Mara P. (Org.). Especial Curso ERER - Educação para as Relações Étnico-raciais. Caderno PENESB, Niterói, Alternativa/EDUFF, n. 12, p. 70-79, 2010.

BRASIL. Lei nº 13.005, de 25 de junho de 2014. Aprova o Plano Nacional de Educação - PNE e dá outras providências. Presidência da República. Casa Civil. Subchefia para Assuntos Jurídicos. Brasília, DF. 2014. Disponível em:

www.planalto.gov.br/ CCIVIL_03/Ato2011-2014.htm>. Acesso em: 2 ago. 2014.

CAVALLEIRO, Eliane. Do silêncio do lar ao silêncio escolar: racismo,

preconceito e discriminação racial na educação infantil. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo, 1998.

______. Em busca de uma infância cidadã: socialização, identidade e

pertencimento racial. In: COSTA, Fátima Vasconcelos da; COLAÇO, Veriana

Rodrigues; COSTA, Nelson Barros da. (Org.). Modos de brincar, lembrar e

dizer: discursividade e subjetivação. 1. ed. Fortaleza: Editora da UFC, 2007.

COSTA, António Firmino da. Desigualdades sociais contemporâneas. Lisboa: Mundos Sociais - CIES/IUL, 2012.

CURY, Carlos Roberto Jamil; FERREIRA, Luiz Antônio M. Obrigatoriedade

da educação das crianças e Adolescentes: uma questão de oferta ou de efetivo atendimento? Nuances: estudos sobre educação, São Paulo, ano xvii, v. 17, n. 18, p. 124-145, jan./dez. 2010.

GOMES, Nilma Lino. Educação cidadã, etnia e raça: o trato pedagógico da

diversidade. In: CAVALLEIRO, Eliane (Org.). Racismo e anti-racismo na

educação: repensando nossa escola. São Paulo: Selo Negro, 2001.

GUIMARÃES, Antônio Sérgio Alfredo. Como trabalhar com “raça” em

sociologia. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 29, n. 1, p. 93-107, jan./jun. 2003. Disponível em <http://www.revistas.usp.br/ep/article/view/27901/29673>. Acesso em: 3 abr. 2014.

IANNI, Otávio. A dialética das relações raciais. Estudos Avançados, São Paulo, v. 18, n. 50, p. 21-30, 2004. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103>. Acesso em: 3 jan. 2015.

IBGE. 2014. PNAD 2013 retrata mercado de trabalho e condições de vida no país. Disponível em: <http://saladeimprensa.ibge.gov.br/noticias?view>. Acesso em: 27 dez. 2014.

IBGE CIDADES. 2014. Disponível em: <http://www.cidades.ibge.gov.br/xtras/home.php>. Acesso em: 18 fev. 2014.

LIMA, Mônica. História da África. In: OLIVEIRA, Iolanda de, GONÇALVES,

Maria das Graças; MULLER, Tânia Mara P. (Org.). Especial Curso ERER

- Educação para as Relações Étnico-raciais. Caderno PENESB, Niterói,

ALTERNATIVA/EDUFF, n. 12, p. 23-68, 2010.

MUNANGA, Kabengele. Teoria social e relações raciais no Brasil contemporâneo. In: OLIVEIRA, Iolanda de, GONÇALVES, Maria das Graças; MULLER, Tânia Mara P. (Org.). Especial Curso ERER - Educação para as Relações Étnico-raciais. Caderno PENESB, Niterói, n. 12. Alternativa/EDUFF, RJ: 2010.

OLIVEIRA, Iolanda de. A construção social e histórica do racismo e suas

repercussões na educação contemporânea. Educação e população negra:

contribuições para a educação das relações étnico-raciais. Caderno PENESB, Niterói, EdUFF/Quartet, n. 9, p. 257-282, 2007.

OLIVEIRA, Iolanda de; SACRAMENTO, Mônica Pereira. Raça, Currículo e

práxis pedagógica: relações raciais e educação. O diálogo teoria/prática na formação de profissionais do magistério. In: OLIVEIRA, Iolanda de, GONÇALVES, Maria das Graças; MULLER, Tânia Mara P. (Org.) Especial Curso ERER - Educação para as Relações Étnico-raciais. Caderno PENESB, Niterói, Alternativa/EDUFF, n. 12, p. 205-287, 2010.

OLIVEIRA, Romualdo Portela de. Da universalização do Ensino Fundamental ao desafio da qualidade: uma análise histórica. Educação e Sociedade, Campinas, v. 28, n. 100, p. 661-690, out. 2007. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/es/v28n100/ a0328100.pdf>. Acesso em: 2 abr. 2014.

ORTIZ, Renato. Anotações sobre o universal e a diversidade. Revista Brasileira de Educação. Rio de Janeiro, v. 12, n. 34, p. 7-16, jan./abr. 2007.

PAIXÃO, Marcelo et al. Relatório Anual das Desigualdades Raciais no Brasil

(2009-2010). Rio de Janeiro: Garamond Universitária, 2011.

QUIJANO, Aníbal. Colonialidade do poder, eurocentrismo e América Latina.

In: LANDER, Edgardo (Org.). Colonialidade do saber: eurocentrismo e ciências sociais. Perspectivas latinoamericanas. Buenos Aires; Argentina, set. 2005. Disponível em: <http://www.geografia.fflch.usp.br/graduacao/apoio/Apoio/>. Acesso em: 7 jan. 2015.

RAMOS, Pedro Nogueira. Torturem os números que eles confessam: sobre o mau uso e abuso das Estatísticas em Portugal, e não só. Coimbra: Almedina, 2014.

ROSA. Renata de Melo. Por uma política de ação afirmativa na Educação Básica. In: BRAGA, Maria Lúcia de S.; SILVEIRA, Maria Helena Vargas da (Org.). O Programa Diversidade na Universidade e a construção de uma política educacional anti-racista. Brasília: DF, SECAD/UNESCO, 2007. Disponível em: <http://www.proposta curricular.sed.sc.gov.br/pdfs/Vol29_ed1_OPrograma. pdf>. Acesso em: 15 set. 2013.

SILVA, Santuza Amorim da. SOARES, Lucineide Nunes. Relações étnico-raciais e educação infantil: ouvindo crianças e adultos. In: REUNIÃO NACIONAL da ANPED, 36., 2013, Goiânia. Anais... Goiânia, 2013. Disponível em: <http://36reuniao.anped.org.br/pdfs_trabalhos_aprovados/gt21>. Acesso em: 30 out. 2014.

VASCONCELOS, Márcia Cristina de. Uma reflexão sobre a demografia de

livres e de escravos no litoral sul-fluminense: Angra dos Reis, século XIX.

Recôncavo: revista de história da UNIABEU, Rio de Janeiro, v. 3, n. 5, p. 64- 76, jul./dez. 2013.

Downloads

Publicado

2016-09-01

Como Citar

VARGAS, H.; TEIXEIRA, E. de O. Infância negra e ensino fundamental em Angra dos Reis: um mergulho nos números da “universalização”. Revista de Educação Pública, [S. l.], v. 25, n. 60, p. 723–747, 2016. DOI: 10.29286/rep.v25i60.4098. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/educacaopublica/article/view/4098. Acesso em: 13 jun. 2024.