Autopercepção de competência profissional dos estudantes de um curso superior de atividade física

Autores

  • Evelin Danzi Lemos EACH - USP
  • Cristina Landgraf Lee EACH - USP
  • Dante De Rose Junior EACH - USP

Palavras-chave:

Autopercepção. Competência Profissional. Graduação. Atividade Física.

Resumo

O estudo da competência percebida visa a descrever a percepção do indivíduo no ambiente e sua adaptação, compreendendo determinadas ações comportamentais e a impressão registrada em contextos distintos. O objetivo deste estudo é verificar a autopercepção de competência profissional dos graduandos, dos diferentes semestres letivos, do curso de Bacharelado em Ciências da Atividade Física da Universidade de São Paulo (EACH-USP). Participam do estudo 93 indivíduos, sendo 52 do gênero feminino e 41 do gênero masculino. O instrumento de medida utilizado é a Escala de Autopercepção de Competência Profissional em Educação Física e Desportos. Para análise dos dados são realizadas Correlações e Análises de Variância Multivariadas. Os resultados mostram que a competência geral percebida está muito próxima do suficiente, conforme escala do autor; já o gênero masculino sente-se mais competente que o gênero feminino. Os dados indicam relação entre as disciplinas de programas de atividade física, consideradas pedagógicas, assim como os estágios e boas notas, com uma melhor percepção de competência. 

Downloads

Publicado

2011-03-25

Como Citar

Lemos, E. D., Lee, C. L., & De Rose Junior, D. (2011). Autopercepção de competência profissional dos estudantes de um curso superior de atividade física. Corpoconsciência, 14(2), 31-42. Recuperado de https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/corpoconsciencia/article/view/3523